História Um pai para meu bebê - Capítulo 66


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Kris Wu
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Kris Wu, Personagens Originais, Suho
Tags Adultério, Byun Baekhyun, Chen, Exo, Galaxyfanproject, Imagine Kris, Imagine Wu Yifan, Park Chanyeol, S/n + Kris
Visualizações 274
Palavras 697
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 66 - Capítulo 66


Capítulo 66

— Amor, você sabe quantas horas daqui até Cortland? — Akame perguntou abrindo um pacote de salgadinhos. — É que está de noite e tenho medo da estrada…

— Sei, sim, amor. Vamos pegar a estrada I-80. Já tenho tudo aqui no GPS, fica tranquila, em mais ou menos quatro horas vamos chegar, tudo bem? — JongIn sorriu e apertou a perna de Akame. — Se quiser, pode dormir. Deve estar cansada.

— É, estou um pouco, sim, mas não quero dormir agora. Gosto de ver a paisagem. — Ela ficou olhando pela janela de vidros fechada por causa da ventania. — Você trouxe o edredom, Nini?

— Sim, está aí no banco de trás, pode pegar.

Akame se virou e pegou o edredom preto e quentinho. A música estava legal, o clima, a paisagem, e, principalmente, a companhia.

— Nini, e sua faculdade? Ficou tudo bem?

— Sim, meu amor. Ficou tudo ótimo. Consegui notas acima da média, isso é bom. Ainda continuo com muitos trabalhos, mas preciso de um descanso.

— É verdade. — Akame ficou de lado para observar JongIn. — Eu te amo.

JongIn sorriu de canto, recebendo um selinho rápido.

— Também te amo, minha princesa.

~~~

Akame dormiu quase na metade do caminho. JongIn seguia atento a estrada e deu graças a Deus por não estar chovendo. Pra ele que não tinha experiência na estrada seria bem difícil seguir naquela estrada com pista molhada. Mas tudo correu bem, ele estacionou de frente para a cabana algumas horas depois e saiu, acordando sua namorada do outro lado do carro.

— Hey, Kame… Chegamos. — Ele falou baixinho perto dela para que não assustasse. — Amor…

Akame então começou a acordar e espreguiçou ao sair do carro. Abriu bem os olhos para ver a cabana que JongIn havia alugado. Era linda, quase no meio do nada, tranquilo, sem ninguém para atrapalhar. E ainda melhor, de frente para praia.

— Nini, que lugar lindo! — Ela o abraçou. — Não esperava que fosse assim… Eu adorei!

— Fico feliz por isso… Vamos entrar, vamos ver como é por dentro. — JongIn pegou a mão de Akame e entraram juntos pela porta de madeira.

Como ele mesmo havia alertado, era um lugar simples, porém, perfeito para os dois. Cozinha, sala e quarto ficavam exatamente no mesmo cômodo, separados apenas por mesa, bancada e cama. Akame gostou daquilo, era aconchegante. Pensar que iria dormir ali por alguns dias apenas com JongIn a deixava nervosa, mas ainda assim, segura.

— E o banheiro, onde é?

— Na parte de trás. Tem um cômodo ali. — Ele apontou para a parte detrás da cabana. — É até confortável.

— Mas você não vai me deixar aqui sozinha, né? Tipo, vai ficar me vigiando enquanto tomo banho.

Kim Jongin riu e a abraçou.

— Não se preocupe, vou ficar com você. — Eles sorriram e iniciaram um beijo intenso. As línguas compartilhavam uma energia extrema, estranha até mesmo para JongIn.

Sentindo o peso daquilo, Akame cessou tudo.

— Temos que tirar as coisas do carro e arrumar aqui. — Ela interrompeu e sorriu. — Vamos?

— Vamos.

Então ambos saíram para buscar suas coisas e, ao voltar, arrumaram a casa, varreram, trocaram o forro de cama e claro, e tomaram banho.

— Você tem dez minutos, Kame. — JongIn olhou no relógio de pulso. — Vá você primeiro.

— Mas… amor… não quero ficar lá sozinha. E também, não quero ficar te esperando aí do lado de fora. — Ela estava realmente com medo.

— O que você quer então? Tomar banho junto comigo? — JongIn falou num tom brincalhão, mas ao ver a expressão séria de sua namorada, tirou o sorriso do rosto na hora. — Tá falando sério?

— Estou. — Falou apavorada. — É que nunca fiquei fora de casa e…

— Tudo bem, bebê. Vamos lá então.

JongIn pegou sua toalha e entrou no banheiro junto de Akame. Era apertado, mas ainda assim cabia os dois. Eles ficaram de roupas íntimas e até brincaram um pouco embaixo d'água, mas estava tarde e precisavam dormir.

Por isso, quando acabaram, vestiram seus pijamas e finalmente deitaram na cama macia, dormindo abraçados.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...