1. Spirit Fanfics >
  2. Um para Três - Vhope-Hopekook-Sope >
  3. Uniforme.

História Um para Três - Vhope-Hopekook-Sope - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


[A fanfic foi revisada mas talvez haja algum erro que eu não tenha visto]

Capítulo 3 - Uniforme.


[No episódio anterior]

 

Taehyung não esquecia fácil as coisas. E isso um problema dele.

-Apenas façam ele...Chorar.

 

[Agora]

Eu estava com uma cara péssima. Eu não havia dormido direito ontem por pensar o que aqueles capeta fariam comigo.

Sério eu nem consegui ler minhas fanfic pela madrugada. Não consegui me concentrar no filme.

Agora neste exato momento eu tomava meu banho, tentava tirar a cara de bunda que estava. Aish! Eu estava mó feio com aquelas olheiras.

Mas nada que uma maquiagem de jeito, certo?

-Vai ficar aí até quando capeta 2?

-Até eu morrer.

-Aish! Para de drama.

-Porra, Jimin...Eles vão acabar comigo.

Eu estava quase chorando ali mesmo. Era tão novo para morrer, mas meu fim estava próximo.

Se eu não fosse tão "desafiador" não levaria uma surra quando chegar na escola. Agora era rezar para que o depp me tirasse daquela situação.

[...]

 caminhavamos para os armários. Minha áurea estava assustadora. Os alunos me encaravam, não só por ser o assunto mais comentado na faxa das 24h mas sim por estar, depressivo?

Bom, meio que eu tinha me esquecido de passar a base então minhas olheiras transpareciam. Eu realmente estava péssimo.

Abro a porta do armário que logo é fechada brutalmente pelo terceiro Lúcifer.

-Não dormiu direito princesa?

-Não, obrigado por se preocupar.

Hoseok para de atiçar. Ai é hoje que eu morro.

-Por quê não conseguiu dormir?

-Porque eu estava sonhando com o Jhonny depp me fudendo.

Taehyung me encara com um olhar intenso como  se fosse comer minha alma até não sobrar nada.

O loiro pega minha mochila e derruba todo meu material de dentro da mesma, logo pega o café de Jungkook e derruba todo o líquido no material.

Meus olhos lacrimejaram. Agora eu entendi no que isso daria.

-Vai chorar?

Eu olho nos olhos de Taehyung. 

-Por que eu choraria?

Cato todo meu material e sigo até o banheiro.

-Você é um babaca- diz Jimin.

-Vai querer entrar na lista também?

-Enfia sua lista no cu.

Jimin dá as costas e segue até Hoseok.

-É Taehyung...Isso vai ser difícil- diz Yoongi.

-Não ligo se vai ser difícil, quero acabar com ele.

-Em qual sentido?- Jungkook pergunta.

-Em todos os sentidos...

[...]

Eu tentava secar o que dava do material. Que Taehyung tentasse,  não me daria  fácil.

-Ei! Você não vai conseguir secar a folha.

 -É...

-Eu te empresto as folhas.

-Tá.

Jimin sorri e abraçar seu amigo.

-Vou parar de atiçar eles, talvez seja melhor.

-É...Talvez  peguem mais leve.

O silêncio se faz presente no local. Vai dar tudo certo- eu pensava.

-Eles levam bem a sério esse negócio de não mexer com eles né?

-Uhum.

-Eu acho que era melhor eu ter ficado na minha antiga escola.

-Não Ho! Não pode sair só por causa de uns babacas como eles.

-Hm...

[...]

Depois das aulas eu não voltei para casa. Eu apenas rumei um pouco pela rua. Até encontrar Namjoon.

-Ei! Oi...Hoseok?

-Oi Namjoon.

-O que foi? Por que essa carinha?

-Nada não!

Namjoon sorriu mostrando suas covinhas. Ah ele era tão lindo e educado.

-Quer entrar? Posso lhe oferecer um...café?

-Ah...Não obrigado.

-Por favor.

Vai Hoseok. Aceita essa porra logo.

-Bom...Se insiste.

...

Já estavamos dentro da mansão do Kim. Se por fora era lindo por dentro era mais lindo ainda.

E eu estava certo. Era gigantesca, e muito linda.

-Sente-se, logo seu café chegará, vou ir trocar minha roupa.

-Ah...Tá.

Namjoon sobe as escadas me deixando sentado no sofá.

Será que é errado querer explorar toda a casa sendo que o morador disse para ficar sentado?

Hm...Acho que não. Me levanto mas sento rapidamente quando uma voz se faz presente.

-Namjoon você viu m...

Nem ferrando. Sério que ele tá aqui?

-O que faz na minha casa?- pergunta Taehyung.

-Err...Seu irmão me chamou para entrar.

- É bem a cara dele deixar pessoas de classe baixa como você entrar aqui.

Apenas abaixo a cabeça fazendo Taehyung sorri. O mesmo termina de descer da escada e caminha até mim.

-O que foi?

-N-Nada...

O loiro ri. O mesmo segura meu queixo o levantando.

-Você é tão lindo, mas ao mesmo tempo tão...Sem graça?

-E você é um idiota.

-Você me respondeu?

-Sim, por quê?

Taehyung  me encara,  logo puxa meu cabelo para trás deixando meu pescoço amostra.

O loiro aproxima sua boca até minha orelha sussurrando.

-Vamos fuder você aí nunca mais vai responder a mim.

Taehyung sorri e solta meu cabelo indo em direção a algum lugar.

 Engulo seco. Eu estava paralisado.

-O que foi Hoseok- pergunta Namjoon.

-É...E-Eu preciso ir.

-Mas já?

-Sim...Outro dia venho aqui.

Não dou tempo para Namjoon falar apenas saio da mansão.

...

Eu precisava de ar. Que merda! O que eu iria fazer? Eu tinha que aguentar ou sair da escola.

Eu sabia que estava ferrado. Coloquei fogo na lenha. Eu começei, então tinha que aguentar até o final.

[...]

-Ele veio aqui?

-Uhum...

-Só isso que queria falar?

-Não...Quero que você- aponta para Jungkook- seja meu espião.

Yoongi e Jungkook se entreolharam confusos.

-Vai dar uma de criança Taehyung?

-Não, isso é sério, Jungkook você vai vigiar tudo que Hoseok faz, e você Yoongi, vai executar tudo que eu disser. 

-Cara...Não precisa de tudo isso, ele só te deu um tapa na testa.

-Yoongi, ninguém nunca fez isso, não é agora que vão fazer. Já parou para pensar que ele em questão de horas se tornou a notícia mais falada da escola?

-Hm...

-Ele vai acabar com a gente se não fizermos nada. E aí, isso que estou fazendo é "Atoa"?

Ambos os dois se olharam.

-Tá...Vamos fazer isso.

[...]

Eu contava para Jimin o que aconteceu na casa de Namjoon.

-Calma Ho.

-Acho que não tem como ficar calmo.

-Olha...Só não sai da escola tá?

-Vou pensar.

-Tá, preciso ir...Amanhã nos vemos.

Jimin sai da casa. Caminho até a mesa para jantar com minha mãe.

-Como foi na escola Hoje?

-Bem.

-Que bom...Eu consegui comprar seu uniforme. 

 Olho para minha mãe. E sorriu fofo. 

Sua mãe trabalhava muito para conseguir as coisas. E o uniforme da escola era bem caro. 

-Mãe...Você sabe que não precisava eu poderia ir com a roupa normal.

-Não...Todos têm uniforme, você também deve ter.

-Mas e as despesas da casa?

-Depois vejo isso filho, o importante é você.

Apenas sorrio fraco. Eu precisava cuidar muito deste uniforme, minha mãe trabalhou muito para conquistá-lo, então precisaria cuidar dele.

 


Notas Finais


#ANIMADA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...