História Um poeta e uma estudante - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Devil May Cry
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 759
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo para hoje e é sempre bom relembrar que os personagens de Devil May Cry não pertençam a mim bjs.

Capítulo 5 - Oficializando o que não era segredo pra ninguém.


Fanfic / Fanfiction Um poeta e uma estudante - Capítulo 5 - Oficializando o que não era segredo pra ninguém.

V ou Vitale on

Eu sabia que teria que fazer o pedido de namoro da forma correta a ser feita mesmo que ela não se importe se eu faça o pedido ou não,mas hoje eu irei fazer quando a levar em uma caminhada a luz do luar sem Griffon ou Sombra estaremos sozinhos só espero que não aconteça nenhum imprevisto.

V ou Vitale off

Daniele Black on

Depois do café da manhã nas companhias de Griffon e Sombra eu sube para o meu quarto para me arrumar para faculdade enquanto que V fez questão de arrumar tudo na cozinha eu não neguei isso a ele.

Me despedi dele e de Griffon e Sombra e assim fui para a faculdade e pensando no que V estava planejando com essa gentileza toda já que ele sempre fora cheio de mistérios que eu adoraria desvendar.

Daniele Black off

V ou Vitale on

Já tinha acabado de arrumar a cozinha dela e agora estava lendo meu habitual livro mesmo com Griffon tagarelando nos meus ouvidos sobre o passeio que eu faria com Daniele sem os dois por perto e Sombra estava dormindo.

A hora do passeio seria as oito horas da noite e terminaria a meia-noite já que ela não poderia dormir tarde mesmo que ela quisesse.

V ou Vitale off

Daniele Black on

Hoje teve um horário a menos porque o professor ficou doente então nós saímos cedo hoje para a casa e era o que eu estava fazendo na maior tranquilidade pensando no Vitale.

Daniele Black off

V ou Vitale on

Eu estava tão concentrado que não ouvi ela chegar e sorri ao vê-la sorrindo.

Vitale: As aulas foram boas pelo jeito ?

Daniele: Sim elas fora,mas é melhor ficar na presença do meu amado poeta !

Ela me respondeu travessa e me roubou um beijo subindo para o quarto se trocar.

Vitale: Essa garota vai me deixar louco de desejo e ciúmes.

Ela não demorou a descer e foi direto para a cozinha e só a segue com o olhar e rezava para o Griffon não ferra-se meu plano de sair com ela hoje a noite.

V ou Vitale off

Daniele Black on

Ele estava muito quieto e eu prefere ver onde iria dar essa quietude dele e fiz um lanche junto com Griffon e Sombra que acordou depois que eu chegue.

Quando deu seis horas da noite V apareceu na cozinha me convidando para nós dois sairíamos sozinhos as oito da noite se eu concorda-se é claro que eu queria sair com quem se ama sem ser interrompida por ninguém.

Então logo sube para o meu quarto para podermos sair sem atrasos e ele praticamente já estava arrumado e só esperava por mim mesmo sendo apenas seis horas e quarenta minutos.

Daniele Black off

V ou Vitale on

Ela saiu saltitante da cozinha e subiu para o seu quarto e bom vê-la assim feliz ela e meu anjo e faria de tudo para vê-la feliz.

As sete e meia ela já estava pronta me deixando mais encantado e apaixonado por ela enquanto descia as escadas ao meu encontro lhe dei a mão e assim saímos da casa dela começando nosso passeio as oito horas em ponto.

Caminhando tranquilamente e eu estava meio que nervoso nunca fiz esse tipo de coisa iria ser a primeira vez e não me arrependo da mulher que escolhe para viver o resto da minha vida.

Então paramos e olhem em volta por precaução e depois voltei a olhar para ela que estava curiosa com o que eu faria a seguir tirei do meu bolso uma caixinha negra que abre e tirei o anel dourado com uma pedrinha verde.

Vitale: Eu estou nervoso, mas Daniele Black aceitar ser namorada deste homem poeta que não consegue ver mundo da mesma forma que antes porque agora está apaixonado por você?

Daniele: Sim eu aceito ser sua namorada Vitale e eu também sou apaixonada por você!

Eu coloquei o anel delicadamente em seu dedo e a beijei e ela me correspondeu começou a chover deixando o clima além de frio também romântico,mas eu não era um desses homens minha amada sabia muito bem disso.

Voltando para a casa dela que agora também era minha casa encharcados e partimos direto para banho tirando as roupas molhadas no caminho e bem nós nos entregamos ao amor novamente e pela segunda vez enquanto tomávamos banho e depois descemos para cozinha onde ela preparou um jantar e jantamos num clima agradável mesmo que estivesse chovendo lá fora,mas tive a impressão de estar sendo observado do lado de fora da casa dela,mas só foi impressão mesmo.

V ou Vitale off



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...