História Um Policial Em Minha Vida ❤ ( Kim Taehyung ) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Ação, Aventura, Bts, Romance
Visualizações 471
Palavras 1.923
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura ❤

Capítulo 14 - Ao seu lado.


Fanfic / Fanfiction Um Policial Em Minha Vida ❤ ( Kim Taehyung ) - Capítulo 14 - Ao seu lado.




Já se faz dois dias que Taehyung está no hospital ainda, eu não fui em minha casa, nesses dias eu ia na casa de Ravena, minha amiga. Tomava banho lá e vestia minhas roupas minhas que sempre ficavam na sua casa. Meus pais sempre estão me ligando, mas eu nunca atento, apenas deixou uma msg dizendo que estou bem. Ontem meu pai passou aqui pra saber se estou bem realmente, ele é o único que aprova minha relação com Tae, e ele está segurando minha mãe, para a mesma não vim atrás de mim, e os seguranças ele apenas disse que colocou de longe para me vigiar por segurança, para eu não ser sequestrada de novo. Taehyung já está bem, e hoje iremos para a sua casa, e meu pai concordou com isso, talvez ele já perceba que estou me tornando uma mulher, e isso me deixa feliz.


- Você está me mimando muito - Tae comentava enquanto entrávamos em um táxi 


- Apenas quero cuidar direito do meu amor - lhe dei um selar 


- É meu dever cuidar de você, prometi isso para seu pai - sorriu quadrado 


- Eu amo esse seu sorriso - o olhei com brilho nos olhos 


- E eu amo você por completo - segurou em minha mão 


O caminho até a sua casa foi em silêncio, mas era um silêncio bom, apenas com troca de olhares e sorrisos bobos. Eu amo esse garoto por completo.


- Obrigado moço - paguei o taxista e descemos 


- Aí maninho, que bom que chegou, entre - Rosé deu espaço para entramos 


- Cadê seu namorado? - perguntou Tae ao sentar no sofá 


- Foi ver como andar a reforma da nossa casa - se sentou no outro sofá - E você cunhadinha, como vai ? - perguntou sorridente 


- Tô bem - respondi tímida 


- Para com essa timidez, tem que ser mais ousada - reclamou rosé 


- Para de querer poluir a mente da minha namorada, rosé -me abraçou de lado 


- Certo, uma hora você ensina ela os prazeres da vida - sorriu ela e Tae me jogou uma almofada 


- Não faça esforços, amor - pedi 


- (S/n) eu já disse que estou bem - se aproximou o meu ouvido - Se quiser eu te mostro isso mais tarde - sussurrou no meu ouvido e mordeu meu lóbulo me fazendo arrepiar 


- O quarto é bem ali, casal - Rosé gargalhou enquanto apontava para o quarto - Cunhadinha, meu irmão já está subindo pelas paredes desse jeito - fiquei em graça 


- Rosé!!! - lhe repreendeu 


- Sorry - sorriu divertida 


- Jay não está dando conta de você não? - gargalhou Tae e recebeu uma almofada na cara 


Eu apenas observava os dois zoando um com o outro, eles realmente são dois irmãos que se amam muito. Eu queria poder ter um irmão ou uma irmã também, pra poder brincar e poder compartilhar dos meus segredos e medos, poder falar do amor que sinto por Taehyung. Mas o melhor de tudo é poder ver meu menino se divertindo assim, ver ele sorrindo, e ser o motivo de suas risadas.


- Então você pegou uma licença de um mês? - Rosé perguntava sobre seu trabalho 


- Sim, até eu me recuperar direito, e sabe o melhor de tudo ? - me olhou - Vou poder ficar mais tempo com minha namorada - me abraçou 


- Que casal mais fofis - batia palminhas de felicidades - Pretende apresentar ela pra nossa Omma?  - olhou o irmão 


- Quer conhecer minha mãe? - me olhou sorrindo 


- Vai ser um prazer conhecer a mãe de vocês - sorri de volta 


- É oficial, cunhadinha vai conhcer nossa Omma - se divertia.



(...)



Estavamos todos sentados na mesa jantando, até o namorado e rosé que tinha acabado de chegar. Conversamos sobre várias coisas e sorriamos bastante, acho que nunca me senti tão feliz assim, por fazer parte de uma família e verdade. Não que minha família não me faça Feliz, meu pai sim me compreende e tenta me deixar feliz com minhas escolhas. O problema é minha mãe, ela quer me controlar e me fazer casar com alguém que eu não amo. Sim Yoongi é um rapaz lindo e legal, mas o máximo que eu iria querer dele é a sua amizade, mais que isso não quero. Meu coração desde o primeiro dia que vi Taehyung, já foi dele.


- Você está tão caladinha amor - Tae chamou minha atenção 


- Pensando na minha família - levei um pouco de suco na boca 


- Como é sua família, cunhadinha? - Rosé me olhou 


- Complicada - sorri fraco 


- Rosé se comporte - Jay pediu 


-Tá tudo bem, rosé apenas está curiosa - sorri para a garota que deu um tapa no namorado 


- Minha família não me entende, apenas meu pai me apóia, minha mãe quer me afastar do mundo - desabafei de vez 


- Por isso nossa mãe deixa a gente viver loucamente - gargalhou 


- Você não é normal - Tae lhe jogou uma batata e a mesma comeu 


- Não desperdice comida, maninho - brincou 



(...)


Depois naquele jantar divertido, eu e Tae subimos para dormir, ele me emprestou uma camisa dele pra vestir. Depois de um tempo iríamos dividi a mesma cama, e eu estava com saudades disso, do corpo quente dele me protegendo.


- O que você tanto pensa?  - estávamos deitados um de frente pro outro 


- Em nós - sorri 


- Eu te amo muito, (s/n) - me deu um selinho 


- Eu também me amo - brinquei 


- Ah é - subiu em cima de mim em começou a me fazer cosquinhas - Repete isso de novo - pedia enquanto me fazia cócegas 


- Hahahaha, eu te amo Kim Taehyung - respondi em meio às risadas e ele parou e ficou me olhando - Eu te amo, tae - sorrimos e ele me beijou 


Seus lábios é tão macios que estou viciada neles, e necessito dele todos os dias. Sua mão grande apertando minha cintura fazia eu me senti necessita por ele, sua boca em contato com a minha me fazia sentir um frio na barriga. E logo Euler encerrou o beijo com vários selinhos e encostou sua testa na minha tentando controlar sua respiração.


- Eu preciso de você - disse ofegante 


-E eu mais ainda, me torne sua Taehyung - me olhou fundo nos olhos 


- Tem certeza disso ? - me olhou com um brilho nos olhos 


- Toda a certeza do mundo, eu tô pronta - um sorriso apareceu em seu lindo rosto 


Taehyung então me beijou com toda a ternura do mundo, pediu passagem com a sua língua e eu cedi, uma de suas mãos apertava minha cintura com uma certa força e ao mesmo tempo com carinho enquanto com a outra se mantinha apoiado na cama, pra manter seu peso em cima de mim. Ele desceu seus beijos para meu pescoço, onde dava mordidinhas de leves, que já me arrancavam gemidos baixinhos.


- Aaah - gemi baixinho e eu senti ele sorri 


E logo começou a tirar minha blusa me deixando apenas de calcinha, se levantou um pouco e puxou a sua camisa para cima, tirando também. E antes de voltar a ficar em cima de mim, parou um pouco para me olhar.


- Você é muito linda, tenho medo de lhe quebrar - sorriu e eu engoli seco - Relaxa, só relaxa - pediu antes de voltar a me beijar 


- Seus beijos foram descendo em direção aos meu seios, onde abocanhou um, e começou a massagear o outro com uma de suas mãos. Seus movimentos com a língua em meu biquinho rígido me arrancavam suspiros e gemidos baixos.


- Pode gemer, não controle eles - pediu antes de voltar a chupar eles 


E como ele pediu eu deixei a timidez de lado e comecei a gemer chamado pelo seu nome, fazendo o maior sorrir com meu ato. Levei minhas uma de minhas mãos nos seus cabelos e agarrei seus fios, enquanto com a outra eu arranhava sua Costa. Depois Taehyung foi descendo por minha barriga enquanto deixava Beijos molhados na mesma, e ao chegar na barra da minha calcinha, puxou o tecido rosa fazendo se deslizar por minhas pernas. Se levantou um pouco para me olhar de novo, e senti seus dedos deslizarem por minha intimidade, onde pressionava meu clitóris.


- Não precisa ter vergonha comigo, sou seu namorado, o único que irá lhe tocar assim - me deu um selar rápido e se abaixou ficando com seu rosto no meio das minhas pernas 


Engoli em seco ao sentir sua respiração contra minha intimidade, e logo senti sua língua quente deslizando por toda a extensão do meu sexo, me arracando um gemido alto.


-T-Taehyung - gemi alto e ele sorriu 


Uma explosão de prazer começou a me invadir quando senti seus lábios sugando meu clitóris, e logo depois senti um líquido quente sair de mim, então foi quando percebi que acabei de ter meu primeiro orgamos. Taehyung continuou chupando meu sexo, provando do meu gosto, e depois se levantou com um sorriso estampando no rosto.


- Você tem um gosto muito bom - sorriu e se despiu por completo, me assustando um pouco 


- Calma, eu vou cuidar bem da minha princesa - colocou uma camisinha e voltou a se posicionar em cima de mim - Se doer me avisa - me deu um selar na testa. 


E logo pude sentir ele começar a entrar dentro de mim, deixei uma lágrima solitária cair ao sentir o começo da dor, ele parou um pouco e ficou me beijando tentando me acalmar. Continuou me beijando enquanto ia entrando em mim, mordi forte seu lábio ao sentir a dor mais forte, e depois de sentir ele me rasgando, ele já estava por completo dentro de mim. Ficou um tempo parado dentro de mim, enquanto é beijava esperando a dor passar.


- Pode começar - pedi e ele começou a se movimentar 


Seus movimentos eram lentos e com cuidados, parecia que ele tinha medo de me quebrar. E eu já estava sentindo o prazer, e ao perceber ele começou a se movimentar um pouco mais rápido. Eu ficava olhando para seu rosto, seus olhinhos fechados, a boca um pouco aberta enquanto gemia rouco e baixinho e sua franja suada colada na sua testa o deixava muito sexy, e uma cena linda de ser ver. Apertei seu ombro pedindo para ele ir mais rápido, e ele apenas sorriu e diminui as estocadas.


- Eu quero que implore - sorriu 


- Não me torture...Por favor - pedi em meio aos gemidos 


Ele sorriu e logo começou a intensificar suas estocadas, ele ia rápido e fundo acertando meu ponto sensível. Depois de várias estocadas eu já podia sentir meu ápice se aproximando e ele não estava diferente.


- Eu vou g-gozar - gemeu rouco em meu ouvido 


Não demorou muito e chegamos ao nosso limite juntos, Tae me beijou por alguns minutos e depois saiu de dentro de mim, se levantou e foi jogar a camisinha no lixeiro do banheiro, depois voltou e se deitou ao meu lado me puxando pra deitar em seu peito. Nos embrulhou com o lençol e ficamos em silêncio apenas ouvindo a respiração um do outro. 


- Obrigado pela melhor noite da minha vida - ele disse e eu o olhei 


- Eu amo está ao seu lado, amor - fechei os olhos e deixei o sono me invadir, mas antes de dormir pude ouvir um te amo da parte dele.



Continua...


Notas Finais


E teve a primeira vez deles. ❤

Taehyung foi tão fofinho e carinhoso com vocês, deu até vontade de guardar ele em um potinho e proteger do mundo. ❤🌈

Até mais ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...