1. Spirit Fanfics >
  2. Um Porto Seguro - SasuHina >
  3. • Medo

História Um Porto Seguro - SasuHina - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Cap ficou curto, perdão! Espero que gostem❤️

Capítulo 11 - • Medo


Fanfic / Fanfiction Um Porto Seguro - SasuHina - Capítulo 11 - • Medo


Eu te amo - sorriu cansada

Eu também te amo, amo demais - depositou um beijo em sua nuca

(...)

Sakura não concordava com o fato de Sasuke tê-la trocado por uma morena sem graça. Bufava raivosa, havia perdido a vaga no hospital... sua vida estava de cabeça para baixo, ainda mais depois de descobrir a gravidez

O ódio. Era isso que corria pelas suas veias, não queria uma criança, odiava crianças. Não sabia o que fazer

Se contasse aos pais, provavelmente não teria apoio, e a Naruto... ele surtaria, não de uma maneira ruim, mas interromperia com o plano

Lavou o rosto e passou a mão pela barriga de algumas semanas, não conseguiria cuidar dessa criança. Se olhou no espelho

Não me leve a mal bebê, mas eu não quero deformar meu belíssimo corpo e perder noites de sono e baladas - sorriu 

Pegou a chave do carro e saiu do pequeno apartamento

(...)

Hinata estava a caminho da empresa junto a Sasuke, a morena não poderia estar mais feliz, sentia o coração acelerado mas de um jeito bom, sorria com frequência, coisa que a um mês atrás era raridade

Fazia um tempo em que nem precisava de remédios, porém os pesadelos ainda a assombravam, mostrando que nem toda felicidade do mundo poderia pará-los 

Estacionou o carro e abriu a porta para a noiva sair, Hinata sorriu docilmente e foi seguida pelo moreno até a recepção 

Kurenai - Olá Hina, senhor Uchiha - fez uma referência 

Hina - Kurenai, Neji já está aqui?

Kurenai - Sim, está esperando no escritório 

A Hyuuga sorriu para a secretaria e pegou a mão de Sasuke

Por favor, não ligue, Neji é muito ciumento 

- Entendo o porquê - sorriu

Hinata abriu a porta e deu de cara com os olhos pérolas que a fitavam

Neji - Essa coisa é seu noivo?!

Hinata gargalhou alto com a reação do primo, sabia que não iria de primeira com a cara de Sasuke

Sasuke - Prazer em te conhecer também - O olhou mortalmente

Hina - Como foi a viagem Neji? E por que demorou tanto?

Neji - Foi tranquila, demorei por que precisei buscar o meu terno e o vestido da Tenten, ela não queria nenhum outro

Hina - Que alívio, pensei que fosse pela empresa de Pequim

Neji - Não, lá está tudo sob controle - Mentiu

O moreno de olhos pérolas, sabia as consequências desse casamento, sabia sobre como a Haruno poderia reagir, e também Menma, que agora estava solto 

Tentou dar um jeito no ex-namorado da prima, mas não o encontrou, e isso o preocupava demais

Conversaram naturalmente, sobre negócios e o casamento

Neji percebeu que Sasuke não estava como da última vez que leu as manchetes, e sabia que Hinata tinha o deixando assim, sorriu, ela tem o poder de mudar qualquer um, não importa o quão ruim for a pessoa

 O relógio marcava 19:35 

A morena estava sozinha em sua sala desenhando, preojetando e fazendo tudo na medida do possível. Quase pegando no sono, voltou para casa, encontrando uma cachorrinha pulando animada

Está bem? - sorriu

Akemi rodopiou, Hinata acariciou o pelo brilhante e macio do seu novo animal, estava satisfeita 

Entrou seguida de Akemi e despejou um pouco de ração em seu pote, a cachorra saiu correndo até lá 

A morena tomou um demorado banho e colocou seu pijama curto, pegou o tablet e deitou na cama

Observava as últimas notícias 


(...) • Enquanto isso, não muito longe, Konoha •


Você fez o que Sakura?! - Gritou Paruka, a irmã mais velha da Haruno

Isso mesmo, mantenha segredo, só você sabe - olhou para as unhas recém pintadas

- Que piada! Você acabou de abortar um filho e está aí, como se nada tivesse acontecido! 

A mais nova revirou os olhos, odiava quando a irmã lhe dava lições de moral

Se superou dessa vez! Não tenho palavras para descrever o quanto estou indignada! - Saiu batendo a porta com força

Seguiu para o jardim, olhou para o céu estrelado de Konoha, deixou as lágrimas correrem pelo seu rosto

Talvez seja hora de voltar a Tóquio... Hina... ainda me aceitaria? - sorriu tristemente

Não sabia o que faria com a irmã caçula, não a aguentava mais, dessa vez foi longe e não suportaria carregar esse peso

Ligou imediatamente para a perolada que tanto sentia falta


Alô? - perguntou do outro lado da linha

Eu até perguntaria se quem fala é Hinata Hyuuga, mas eu reconheço essa voz doce a quilômetros 

- Pakura! Quanto tempo! Por que não veio me visitar?

- Problemas na família, você sabe...

- Pode vir a hora que quiser, minha casa é grande, estou esperando sua visita

- Você é a única amiga que eu tenho, chego aí em alguns dias

- Vou te passar a localização, recebeu o convite?

- Sim! Felicidades querida!

- Obrigada!

- Tenho que ajudar minha irmã, na próxima nos falamos pessoalmente - sorriu

- Mal posso esperar! Beijos!

Encerrou a chamada

Conversar com a Hyuuga, nem que seja por um instante, era como lavar o coração. A morena conseguia paralisar a dor, ela entendia melhor que ninguém sobre esse aperto no peito. Foi por isso que se aproximou dela a 5 anos atrás. Na faculdade

Fora a única amiga que consegui fazer, conversava com Ino, que estava sempre junto a perolada, mas não achava ela tão interessante, Hinata despertava o melhor lado de si

(...)

A morena sorriu satisfeita com a ligação da amiga, fazia anos que não a via. Pakura era como uma melhor amiga para ela, até se mudar para Konoha, depois disso mantiveram pouco contato, mas nunca a deixaria de lado

Deitou e logo apagou

No dia seguinte

Avisou as empregadas que traria uma amiga em breve, e saiu para a empresa

O dia do casamento se aproximava

Sentiu-se tensa, odiava ter que socializar, mas dessa vez era necessário 

Pela recepção comprimentou Kurenai e foi para sua sala

Teve sua rotina normal de trabalho, muito trabalho. Resolveu sair mais cedo, tinha alguns planos para encerrar o dia

Chegou em casa e deixou os saltos perto da entrada, correu para o quarto e vestiu uma regata colada ao corpo e um shorts preto, calçou um tênis e foi para o jardim

Akemi logo rodopiou animada

Quer passear? - mexeu os prós brancos

Colocou a caleira e saiu

Foi até um parque próximo a sua casa, o lugar era calmo, poucas pessoas andavam por lá, a vista de uma praia maravilhosa e o barulho das ondas que são capaz de acalmar qualquer coração 

Soltou Akemi e deixou que ela passeasse pelo lugar, estava agitada

Sentou-se em um banco observando o mar

...

Naquele dia Sasuke tinha ficado mais tempo no trabalho, pediu para Naruto levar Shiro passear, teria ainda mais uma reunião a frente. Mal podia ver a hora de encontrar Hinata. E só de pensar na morena seu coração acelerou

Não estava acostumado com isso 

...

A brisa batia sobre seus fios azulados fazendo a Hyuuga suspirar

Viu a cachorrinha brincando com a bolinha que jogou a ela, não estava longe

Sentiu alguém massagear seus ombros, logo levou um susto ao olhar para trás

Paralisou, estava sem reação alguma

Sentiu minha falta Hinatinha? - sorriu

- Não... pode ser - sentiu a garganta secar, como se não tomasse água a anos

Sentiu a respiração acelerar, o brilho de seus olhos sumiu no mesmo instante que viu seu pior pesadelo na sua frente

Não conseguia acreditar, perdeu controle de seus movimentos, sua voz havia sumido e a expressão não disfarçava como a implacável Hinata Hyuuga estava com medo, pavor e trauma, uma mistura de sentimentos ruins, sentia que mais um inferno estava prestes a começar...


Continua...


Notas Finais


Já já vocês vão entender como Pakura vai ser fundamental! Sasuke e Hinata precisarão ser fortes e mostrar o amor verdadeiro entre os dois daqui pra frente! Obrigada por ler💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...