História Um pouco sobre nós - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Jhope, Taehyung
Visualizações 91
Palavras 2.383
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


olá :)

Capítulo 10 - Capítulo 10


Ana chegou em casa se sentindo estranhamente bem, sentia uma energia fora do normal. Sentou-se no sofá, porém estava inquieta, andou de um lado para o outro no pequeno apartamento pensando no que usaria para seu encontro com Taehyung, pensou em um vestido, mas o tempo estava frio havia algumas semanas, andou até o quarto e encarou o guarda-roupa por alguns instantes, até que largou a decisão sobre a roupa para o dia seguinte e foi tomar um banho. Após o banho ela se deu conta do quão cansada estava, deitou na cama e pegou o celular, trocou algumas mensagens com Taehyung, ele queria saber se ela tinha alguma preferência por comida ou restaurante, mas a conversa rendeu e Ana só se deu conta do quão tarde já estava quando notou o aviso do despertador, preparado para acordá-la em algumas poucas horas.

Ana e Hye finalmente haviam decidido o que fazer no fim de semana, a começar pelo sábado de manhã, Ana havia se oferecido para ajudar Hye a levar  seus cachorros para passear, isso tudo minutos antes de Taehyung convidar Ana para sair, no dia anterior, logo, ela precisava correr para encontrar Hye cedo e poder voltar para casa a tempo de se arrumar antes de sair com Taehyung.

O relógio tocou às 7:30, Ana arrumou-se rapidamente e saiu para encontrar Hye, pegou o metrô e fez praticamente o mesmo caminho da vez em que foi encontrar Caio. Ela se esquecera completamente da última mensagem que recebeu, logo após encontrar Caio, entre o momento em que Tae a convidava para sair e JHope aparecia gritando com ela. Ficou por isso mesmo, e ela não se lembraria da mensagem se não fosse o fato de ter passado pela porta da loja onde Caio trabalhava na volta do encontro com Hye.

Hye tinha três cachorros, dois grandes que lembravam huskys siberianos e um pequenino da raça Lulu da Pomerânia, que a fez lembrar de Yeontan, o cachorrinho de Tae que ela já havia visto por fotos.

-Eu sei o que você está pensando e sim, é a mesma raça do cãozinho do Taehyung. - Hye afirmou, como que lendo a mente de Ana - Ele se inspirou na Aiko para arranjar o Yeontan, não foi? - Hye disse afinando a voz e afagando a cadelinha que estava em seu colo.

-Quer dizer que você e o Yeontan são amigos? É? - Ana disse com voz de criança, igual Hye, pegando a cadela dos braços da amiga para prender a coleira.

- Ele viu uma foto da Aiko no meu celular uma vez e começou a me perguntar sobre ela, uma semana depois apareceu com o Yeontan - Hye afirmou.

Ana começou a pensar em Tae novamente, enquanto segurava a coleira da cadelinha malhada a sua frente, até que não era ruim a sugestão de Taehyung de que o encontro deles fosse na casa dele, afinal, era arriscado sair e ser reconhecido, sem contar que ela poderia conhecer Yeontan dessa forma.

Durante o passeio, Ana segurava Aiko e um dos huskys, branco e enorme, porém bem tranquilo, Hye ficou por conta do outro Husky, chamado Baeng, que deu o maior trabalho para elas, Hye manobrava a coleira para conseguir contê-lo. Quando finalmente voltaram para casa de Hye, essa já estava toda descabelada e com um dos lados da calça rasgado graças a uma moita cheia de espinhos que Baeng decidiu explorar no meio do passeio.

-E é por isso - Hye disse ofegante, após soltar os cachorros de volta ao estreito quintal de sua casa - que eu preciso de ajuda para levar eles para passear.

-Sem problemas - Ana sorriu - eu adoro animais.

-Geralmente meu irmão sai com eles, mas ele está viajando esses dias, aí esses espertos aproveitam para fazer o que querem comigo - Ela disse enquanto acariciava o husky branco.

- Foi a mesma coisa quando o Nam... quer dizer, o meu amigo veio aqui – Hye disse, rapidamente desviando o assunto, Ana não conseguiu ouvi-la direito pois havia um enorme Husky pulando entre ela e Hye, além de Aiko, que pedia por atenção se esfregando nas pernas de Ana.

Hye agradeceu a paciência de Ana e pediu desculpas por não conseguir manter os planos que ambas havia feito, ela precisava tomar um outro banho e dar um jeito em sua calça depois do “sucesso” do passeio com os cachorros. Ana apenas disse que não tinha problemas e seguiu de volta para o metrô, contente de estar cada vez mais próxima de seu encontro com Tae.

No caminho de volta para a estação de metrô, Ana passou pela loja de Caio, era praticamente inevitável, já que a estação era no mesmo quarteirão da loja, a poucos metros. Ela poderia parar e mostrar a nova mensagem que recebeu a Caio, mais cedo ou mais tarde sabia que teria que resolver isso, mas não se sentia muito tentada a desviar de seu caminho e ter menos tempo para descansar e se arrumar quando chegasse em casa. Ana não teve muita escolha, no entanto; Caio estava na porta da loja, recebendo uma entrega quando ela passou por lá, ele a reconheceu imediatamente e a chamou para entrar.

Ana teve que entrar, ainda estava cedo, pensou, poderia conversar rápido com Caio antes de ir embora.

***

-Minji, você assume o caixa por mim? Preciso conversar com alguém. - Caio disse, lançando um sorriso encantador para Minji, que corou e sorriu de volta, antes de descobrir quem era a pessoa de quem Caio falava, Ana.

Ana acenou para Minji, reconhecendo a garota da última vez, Minji deu um meio sorriso e concentrou-se em atender clientes que chegavam.

-Então… como você está? - Ele perguntou, ajeitando os cabelos enquanto sentava-se de frente para ela. Ana se perguntou o que aquilo significava, mas deixou pra lá e respondeu à pergunta do garoto.

Ana aproveitou para mencionar a nova mensagem que recebeu, mostrou-a para Caio na tela de seu celular.

“Não volte aqui nunca mais! Afaste-se, eu já te avisei!”

Caio parecia tão assustado quanto Ana quando leu a mensagem. Rapidamente pegou seu celular para checar, mas nem sinal de ter mandado algo para ela, como da última vez. Só constavam as mensagens que ele sabia que tinha enviado, percorreu o olhar por elas novamente:

“Ah, quando você se aproxima dele... Isso acaba comigo.”

“Meu bem, meu bem...”

Ana leu ao mesmo tempo que ele, havia apenas aquelas duas mensagens em seu celular, além das outras que trocaram depois. Como Sun He havia observado no dia em que Ana lhe contou o que estava acontecendo, essas mensagens foram enviadas antes das segundas, que eram de fato a ameaça, e essas, qual era mesmo o motivo? Ana se perguntava, começou a pensar que eram mensagens bem esquisitas...

Caio encarou a testa franzida de Ana e recolheu o próprio celular.

-Você se lembra que eu disse que estava bêbado quando te mandei essas mensagens, não é? - Ele disse fracamente, Ana assentiu, lembrando-se de quando ele contou esse detalhe por telefone.

-Mas eu não mandei as outras, eu juro… Liguei para a minha operadora naquele dia que você veio aqui, me disseram que enviarão um histórico das mensagens e dos meus serviços. Eu até perguntei para todos da loja se viram alguém mexer no meu celular, na maioria das vezes eu não posso ficar com ele enquanto trabalho, então deixo no vestiário, onde a Minji fica normalmente...

-Eu sei - Ana o interrompeu, antes que Caio pudesse continuar sua fala prometendo novamente que descobriria o que estava acontecendo.

Por sorte foram interrompidos por Minji, que apareceu para cutucar Caio e mencionar o monte de tarefas que ele ainda tinha que fazer no dia, encarando Ana de canto de olho, como se ela o estivesse atrasando. Caio agradeceu as informações de Minji e, com muito esforço, convenceu-a a voltar para o caixa.

-Não se preocupe, eu já vou, tenho um compromisso - Ana informou a ele, fazendo menção de se levantar.

-Espera, você não precisa ir, eu dou um jeito no trabalho, você pode ficar e comer alguma coisa, por minha conta!

-Eu preciso mesmo ir - Ela disse já em pé, agradeceu a Caio pela oferta e caminhou até a porta, parando para dar tchau antes de sair.

-Eu sinto a sua falta -Caio revelou subitamente, enquanto Ana segurava a maçaneta da porta.

- Me desculpe pelas mensagens que eu mandei bêbado, mas a verdade é que eu estava pensando em você, eu ainda penso em você - Ele complementou a fala, deixando Ana perplexa e involuntariamente desconfortável.

- Caio… - Ela disse suave, mas decidida - Eu acho que você precisa saber que eu gosto de outra pessoa agora.

Ele apenas bufou desanimado, depois sorriu amarelo para ela:

-Ah sim, claro… Eu entendo, você deve estar indo encontrar com ele, bom…. divirta-se.

Ana deixou a loja e seguiu para o metrô. Só conseguia pensar em Taehyung e no quanto queria estar com ele. Caio para ela já não passava de algo como um amigo, quando resolvessem o mistério das mensagens ela poderia vê-lo melhor assim, mas nada mais do que isso, o momento deles havia passado há anos atrás e ela tinha certeza disso, pois nada… nada se comparava ao que ela conseguia sentir quando estava com Tae. Riu de sua ansiedade, os dias pareciam passar rápido, mas para ela era tudo uma grande demora até que pudesse conhecer ele cada vez mais e mais.

Ana chegou em casa lá pelas 3 da tarde, havia almoçado fora e passado no mercado no caminho de volta para casa, agora estava pronta para se concentrar no encontro com Tae. Decidiu tirar um rápido cochilo antes de ir tomar banho e se vestir para sair.

***

- Droga, droga, droga... – A menina disse para si mesma encarando o celular, que marcava 17 horas – Como eu pude dormir tanto?!

Arrumou-se correndo, teve que ser rápida, escolheu uma calça jeans clara com detalhes brilhantes e uma blusa para combinar, nada demais, seu tempo estava contado já que ainda precisaria esperar o táxi ir buscá-la.

“Nada mal” – pensou ao se ver no reflexo do táxi, enquanto descia na porta do apartamento onde Tae e os meninos moravam “bati meu recorde de arrumação em 20 minutos”, mas a verdade é que podia sentir um pouco de nervosismo na ponta dos dedos, apesar de já ter estado com ele várias vezes, de alguma forma, era diferente. Tocou a campainha, Jimin atendeu:

- Ana! Quer dizer que você veio! – Ele disse sorrindo irônico.

- Eu te disse que ela vinha – Tae apareceu ao seu lado – Oi, Ana

- Eu sei, mas não achei que fosse verdade – Jimin riu, Tae apenas deu de ombros e liberou a passagem para que Ana entrasse.

Tae a conduziu para a sala, Jimin acompanhou.

- Então, o que nós vamos jantar? -  Jimin perguntou, só para ver a expressão de Taehyung.

- Eu estou brincando, já estou de saída – Disse rindo frente ao embaraço de Tae e a cara de surpresa de Ana.

- Jimin! – Ouviram Jin gritar do final do corredor, colocando a cabeça para fora da porta da garagem – Ah, oi Ana!

Ana acenou para Jin, enquanto Jimin levantou-se, pegou seu casaco e dirigiu-se para a saída, junto com Junkook, que apareceu descendo as escadas correndo, cumprimentou Ana com um aceno de cabeça antes que desaparecesse junto com Jimin pela porta que dava acesso à garagem.

Ficaram a sós.

- Finalmente! – Ele disse brincando, um pouco envergonhado

- Não sei se você deve se animar tanto, foram só três até agora, e eu achei que você morava com seis caras – Namjoom disse, descendo as escadas com um sorriso – Oi, Ana!

- Não se preocupem, eu vou ficar no quarto a noite inteira, tenho músicas para terminar – Ele informou.

- E os outros meninos? – Ana perguntou puxando conversa.

- Bom, Jimin, Jin e JK saíram sabe-se lá pra onde, como você acabou de testemunhar. O Hoseok foi ver a irmã dele, que está na cidade, ele deve voltar só amanhã. E o Yoongi, bom, ele deve estar no quarto também, na verdade, boa pergunta, eu não o vejo sair daquele quarto desde ontem... – Namjoom explicou, enquanto pegava um copo de água na cozinha.

- Vem Ana, eu vou te mostrar o resto do apartamento – Tae falou já a conduzindo para as escadas. Namjoom os acompanhou escada acima. Quando alcançaram o segundo andar, eis que uma bolinha de pelos aparece correndo pelo corredor.

- Esse é o Yeontan – Tae informou alegre, estendendo os braços na direção do cachorro para segurá-lo.

O pequeno cachorrinho passou direto por ele, pulando com as patinhas nas pernas de Ana, deixando Tae com uma cara de surpresa.

- Ei! – Taehyung se indignou com o cãozinho.

Ana abaixou-se e pôs-se a brincar com o cachorro, ela e Tae agora sentados no chão. Namjoon sorria maroto encostado na parede ao lado deles.

- Que gracinha vocês três – Disse brincando, enquanto bebericava sua água.

- Ele deve ter reconhecido a Aiko, não foi? – Ana perguntou para o cachorrinho com voz de criança – A cadelinha da Hye, por isso pulou em mim...

Namjoom engasgou com a fala de Ana e começou a tossir de uma forma engraçada, atraindo a atenção dos dois.

- Você está bem? – Ana disse levantando-se em direção a ele.

- Estou sim – Namjoom se recuperava da tosse

- Você a conheceu, a Aiko? Hye uma vez me mostrou ela no celular, eu já estava querendo comprar um cachorro, achei que seria legal pegar umas dicas – Tae explicou, desvencilhando-se de Yeontan e levantando-se.

- Sim, fui ajudar ela a passear com os cachorros dela hoje mais cedo. A Aiko é uma graça, mas o outro, o Baeng, aquele cachorro é doido... – Ana falou brincando

- É verdade – Namjoom disse impulsivamente, rindo consigo.

- O que? – Taehyung perguntou confuso.

- Nada, eu não disse nada – Namjoom apressou-se em dizer – Eu.. ahn, já estou indo, vejo vocês depois, tchau Ana! – E esgueirou-se pela porta de seu quarto o mais rápido que pôde.

A interrogação era nítida no rosto de Taehyung, mas Ana logo ligou os pontos e exibiu um sorriso lembrando-se da amiga.

- Então, está com fome? – Tae perguntou, ignorando a cena de Namjoom e concentrando-se na menina a sua frente.


Notas Finais


Por hoje é isso, espero que gostem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...