1. Spirit Fanfics >
  2. Um presente da Lua. >
  3. Capítulo V: Selo rompido.

História Um presente da Lua. - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capítulo V: Selo rompido.



Hinata:


O som alto e irritante do despertador fez com que eu acordasse. Levantei e fui direto pro banheiro, eu tinha voltado pra casa ha mais o menos duas horas. Entrei em baixo do chuveiro.

A noite passada não foi das melhores. Sasuke-kun passou a noite toda com dor, e eu violei uma regra imposta pela própria Mizukage, onde eu estava com a cabeça? Neji ia me matar se descobrisse e a Mizukage então ia me cortar em pedacinhos e dar aos lobos, na melhor das hipóteses.

Terminei de tomar meu banho e voltei ao quarto. Vesti um vestido de mangas cumpridas e coloquei umas sapatilhas pretas, prendi o cabelo em um coque e fui para a cozinha comer alguma coisa. Neji não estava em casa. Ele praticamente me obrigou a vir pra casa descansar um pouco, ele prometeu que cuidaria do Sasuke-kun e me chamaria se algo acontecesse.

Os acontecimentos da noite passada passaram por minha cabeça. Qual era o meu problema!? Quando estou perto do Uchiha-san eu não controlo os meus impulsos eu so... Nao importa! 


Um longo suspiro escapou de meus lábios.


O quê diabos esta acontecendo comigo!? Não importa, pelo menos não agora.


Minha mente voltou aos acontecimentos da noite anterior


Na noite anterior eu tirei o selo dos olhos dele, e bom durante o resto da noite toda vez que ele pegava no sono ele tinha varios pesadelos e acordava morrendo de dor.  

Terminei de comer e sai do apartamento. Adentrei as ruas movimentadas da vila. Era por volta de sete da manhã. Enquanto caminhava algo me veio a mente.

 A algum tempo eu li uma pesquisa que afirmava que após um período turbulento ou de muito dor- seja física ou emocional- algumas pessoas tendem a esquecer certos acontecimentos, bom talvez, só talvez, Sasuke-kun esquecesse que viu meu rosto, né? Não era pedir muito, era?

 Quando me dei conta estava na frente dos portões da prisão. Adentrei rapidamente a prisão passei pelos corredores o mais rápido possível. Eu estava no corredor onde ficava o quarto de Sasuke-kun. Senti meu pulso ser puxado, dei de cara com o Neji.


- Hinata?- Ele tinha um olhar preocupado.- Você está bem?


- Estou, niisan.


- Tem certeza?- Assenti.- Não parece. Eu chamei seu nome três vez e você nem parecia estar nesse mundo.


- Eu devo estar apenas cansada. Só isso. - Direcinei meu olhar ao envelope na mão dele.


- Chegou pra você. É da Sakura.- Ele falou ao perceber meu olhar sobre o envelope, ele me entregou o envelope que eu apenas guardei na minha bolsa. Eu não estava com cabeça pra ler aquilo, agora. - Se precisar de alguma coisa eu estou aqui.- Assenti.


 Continuei andando. Entrei no quarto onde Sasuke-kun estava. Ele não tinha mais o selo nos olhos, o quê foi uma surpresa para mim. Estava sentado na cama, calmo e sereno nem parecia o cara que estava agonizando de dor na noite passada. Ele me encarou por alguns segundos e depois desviou o olhar, eu pude perceber que suas bochechas estavam levemente coradas. Espera! Sasuke Uchiha estava corado!? Isso certamente é o acontecimento do século, não do milênio! Espera, sou eu quem cora repentinamente, os papéis se inverteram!? Ele estaria envergonhado? Não, não, deve apenas estar com febre. 


- Depois de ontem foi muito fácil tirar o selo.- O Uchiha explicou cortando aquele dilacerante silêncio.


- Entendo.- Merda!


 Ele se lembrava de ontem! 

Qual é universo! 

E o pior ele tirou a porra do selo!

Bom o que ta feito ta feito. Que merda, Hinata!


-Eu sou Hyuuga Hinata.- Me apresentei. Suas sobrancelhas se arquearam e seu semblante se tornou pensativo.- Você está bem?- Pergunte-lhei. Ele mais que prontamente me ignorou.


Ele ficou em silêncio e eu não ousei interrope-lo. Minutos depois seus olhos brilharam e ele pareceu acordar de sua transe.


- É claro!- Exclamou.


- Tá tudo bem?- Eu ja estava pensando se Sasuke-kun não estaria louco em decorrência de ficar tanto tempo confinado naquela prisão.


- Como eu não percebi isso antes!- Sasuke-kun parecia estar falando consigo mesmo.- Hyuuga Hinata, eu sabia que conhecia esse nome de algum lugar, você era a Hyuuga que morria de amores pelo baka do Naruto, que vivia praticamente se declarando pra ele e ele nem percebia.- Sasuke-kun falou entre risos.


O quê diabos era tão engraçado!?

Há mais é claro que eu adoraria ser lembrada como garotinha apaixonada!? Toda e qualquer garota adoraria!

 Fechei os punhos. 

Sinceramente, ninguem ensinou a esse cara como tratar as pessoas!? No fim Uchiha Sasuke era o quê diziam: Um grosso ignorante! 

Suavizei minha expressão e forcei o meu melhor sorriso.


- Uchiha-san vamos mudar de assunto?- Foi mais uma afirmação do quê uma pergunta.- Que tal me dizer como esta se sentindo? Eu já te perguntei isso?- Forçei o meu melhor sorriso. O Uchiha apenas desabou em gargalhadas.


- Não precisa fingir que não esta se segurando pra não me matar agora mesmo, Hinata.- Ele me lançou um sorriso provocador.- Você não gosta de ser lembrada como a garota que morria de amores pelo baka do Naruto, gosta?- O maldito sorriso continuava em seus lábios. Eu com certeza preferia quando ele não fazia ideia de quem eu era.

        

                                 [...] 

Sasuke:

 A noite logo chegou, e com sua chegada foram embora os efeitos dos medicamentos. São quase uma da manhã. Hinata esta sentada encolhida na poltrona, ela está dormindo. Todo o meu corpo dói, especialmente o meu braço, mais eu tenho coragem de acorda-la para pedir que traga medicamentos para cessar a dor que eu sinto. Digo coragem pois dignidade é algo que não tenho ha muito tempo.

Mordo meu lábio inferior. As pontadas de dor no maldito braço vão e vem.

Os acontecimentos da noite anterior voltam a minha cabeça. 

Tive pesadelos toda vez que fechava os olhos, e quando não estava tendo esses malditos pesadelos, estava delirando por causa da dor e da febre. Não me lembro de muita coisa relacionada a Hyuuga, lembro de ter o selo tirado dos olhos e de ouvir ela me chamando e só.

Devo ter acordado por volta de umas três ou quatro da manhã. Eu estava sozinho no quarto, e o selo estava nos meus olhos, como estava sozinho, tive bastante tempo pra estuda-lo e assim tira-lo dos meus olhos.

As pontadas de dor ficam cada vez mais frequentes, está quase insuportável. Reuni a pouca força que me restava e me levantei. Caminhei até um enorme gaveteiro de metal. Começei a abri suas gavetas procurando algum anestésico.


- Sasuke-kun, você não devia se levantar.- A voz manhosa de Hinata ecoou pelo o quarto. Logo pude ouvir seus passos.- O quê está procurando?- Ela estava bem atrás de mim.


- Anestésicos.- Não me dei ao trabalho de me virar.


- Está sentindo dor?


- Não, Hinata, estou procurando apenas por diversão.


- Grosso.- Ela murmurou.- Você não vai achar, eu pego.- Lha dei passagem e a mesma se virou pra mim segundos depois.- Aqui.- Ela me entregou os comprimidos.- Devia ter me acordado.


- Eu não queria incomodar.- Tomei o remédio e voltei a me deitar na cama.


                                [...] 


Hinata:


Logo amanheceu. A noite foi turbulenta. Sasuke-kun teve dezenas de pesadelos, decorrentes da febre, e, em hipótese alguma quis me contar com o quê tanto sonhava. Sinceramente se ele me contasse talvez eu pudesse ajudar. Mais não, ele prefere ficar calado! Eu definitivamente odeio isso no Sasuke-kun, ele sempre guarda tudo pra ele.


- Senhorita Hyuuga, os exames ja estão prontos.- A enfermeira me avisa. 

Merda! 

Me distrai outra vez pensando no maldito Uchiha! 

É quinta vez só essa manhã!

Por kami, o que esse cara fez comigo!?

Enfeitiçou!?


- Obrigado.- Pego os exames e me ponho a analisa-los. 


Os exames de Sasuke estão melhores do que eu esperava. Guardei os exames na minha bolsa e foi quando me dei conta de algo. Puxei o envelope com a mensagem da Sakura-chan. 


Droga!


 Eu estava tão distraída com o Sasuke, que acabei esquecendo de ler a mensagem da Sakura-chan. Abri o envelope. Haviam duas cartas la dentro. Uma estava endereçada a mim, e a outra para Sasuke. Um sorriso involuntário escapou de meus lábios.

 Era lindo como apesar de tudo que aconteceu, de todo o tempo que passou, como o amor da Sakura-chan pelo Sasuke não acabava ou tinha limites. Eu realmente esperava que eles ficassem juntos, afinal Sakura-chan é devota a seu amor pelo Sasuke a muito tempo. 

Abri a carta endereçada a mim.


" Hinata, li o relatório que me enviou e o mostrei a Tsunade-sama. Em relação há como proseguir em relação ão Sasuke-kun deixo em suas mãos a decisão, peço apenas que me informe. 

Como estão as coisas na vila da névoa?       

Como você está?

Sasuke-kun esta se comportando?

Ele tem sido muito grosso com você?

Hinata eu gostaria de pedir que entregasse a outra carta ao Sasuke-kun, por favor.

                      

                                             Haruno Sakura"


- Senhorita Hyuuga, está tudo bem? A senhorita está parada aí a muito tempo.- Naquele momento me dei conta que ainda estava na frente do laboratório.


- Eu estou bem, só um pouco distraída. Se me dá licença eu tenho que ir.- Há enfermeira assentiu.


Guardei a carta endereçada a mim dentro de minha bolsa e me pus a caminhar. Logo começei a descer a longa escadaria.

 O laboratório, salas de cirurgia, cozinha, salas de descanso, depósitos, ficavam no andar de cima, e no andar de baixo os leitos dos pacientes.

 Enquanto descia as escadas me perguntei o que levou a vila da névoa a construir um mini hospital acoplado a prisão. Será que no passado houveram muitos acidentes entre os prisioneiros? 

Parei quando cheguei na frente do quarto de Sasuke-kun. Como sempre vários guardas estavam na frente da porta. Neji tinha ido pra casa, pra tomar um banho e descansar um pouco. Os guardas me deram passagem e eu entrei no quarto.


- Bom dia, Sasuke-kun.- Falei assim que a porta se fechou atrás de mim.


- Bom dia.- Foi tudo que ele se limitou a dizer.


- Como tem se sentindo?- Coloquei a minha bolsa sobre a poltrona.


- Bom, eu estou preso ha quase cinco anos, como eu deveria me sentir?- Ta legal, essa eu mereci.


- Grosso!- Murmurei.- Eu perguntei em relação ao seu braço.


- Há, em relação a isso está tudo bem por hora, o efeito do remédio ainda não passou.


- Ótimo.- Tirei a carta de dentro da minha bolsa.- Sakura-chan mandou isso pra você.- Entreguei-lhe a carta e vi um sorriso se abrir no rosto de Sasuke-kun. 


Sasuke:


Hinata me entregou a carta que Sakura me enviou. Involuntáriamente um sorriso se abriu em meu rosto. Não que eu gostasse da Sakura, pelo menos não romanticamente. Abri a carta.


"Sasuke-kun, eu sei que as coisas não estão nada boas por ai, mais Naruto e eu estamos aqui esperando por você. 

Eu gostaria de dizer que sinto muito sua falta, há e eu queria pedir que fosse gentil com a kunoichi que esta cuidando de você."


Tirei os olhos da carta por um segundo, então Sakura não sabia que eu ja tinha visto o rosto de Hinata. Voltei meus olhos a carta.


"Há, e por favor seja paciente e gentil, logo, logo você estará aqui conosco.

Sasuke-kun, Naruto esta dizendo para você se comportar, e se preparar, porque quando você voltar vocês vão lutar outra vez, para determinar quem é o mais forte, ele disse que vai vencer, há nós temos uma novidade pra você, o Kakashi-sensei será o próximo Hokage, Naruto ja está estudando pra assumir depois dele. 

                 Haruno Sakura e Uzumaki Naruto"


Eu quase podia ver Naruto e Sakura se matando pra escrever essa carta, podia ver ela batendo na cabeça do Naruto e gritando idiota e ele pedindo desculpas e esfregando o machucado. Guardei a carta e notei que Hinata me olhava de um jeito estranho.

 Havia algo nós olhos dela. 

Seria admiração?

 Sim, era admiração.

Mais porque!?


- Você tem um sorriso muito bonito, Sasuke-kun, deveria sorrir mais vezes- Naquele momento me dei conta de que eu tinha um sorriso bobo nos rosto. Assim que terminou de falar Hinata ficou vermelha da cabeça aos pés.- Digo... eh... bom ... eu so estranhei por quê nunca te vi sorrir... eh... eu...- Ela continuava intensamente corada.


- Eu entendi, Hinata.- Ela suspirou aliviada.


 Seria errado se eu dissesse que gostei de ver Hinata corar!? Ela fica ainda mais linda quando está corada.











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...