História Um relacionamento explosivo - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias .hack//Liminality
Tags Akihito, Asami, Yakuza
Visualizações 27
Palavras 1.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Myanmoto manda caçar Fujimoto mas é informado de que ele fugiu. Yamazaki liga para ele para falar sobre Masato e Myanmoto, além de falar que Akihito deve pagar a dívida de Yukio, lembra que o policial também lhe deve, fazendo o policial lembrar de como ajudou Myanmoto a pegar Yukio.

Capítulo 35 - Capítulo 35 - A fuga de Fujimoto


Fanfic / Fanfiction Um relacionamento explosivo - Capítulo 35 - Capítulo 35 - A fuga de Fujimoto

 

-Não encontramos Fujimoto em seu apartamento, chefe. Disse o capanga de Myanmoto.

-Era previsível. E a carta, levaram ao apartamento de Akihito?

-Sim, mas ele não se encontrava lá. Então, pusemos por baixo da porta da casa de um vizinho.

“Asami deve tê-lo pego e levado para algum lugar. Está se divertindo com ele.”

As últimas notícias não haviam sido animadoras. Ushio fora submetido a uma cirurgia para consertar o nariz quebrado, um de seus outros homens tivera a mão quebrada. Apenas o terceiro homem que mandara para sequestrar Akihito não tivera fraturas, embora houvesse saído bem machucado. Ushio dissera que quem os espancara fora Suoh.

“Já ouvi falar. É aquele que, assim como o  Kirishima, sempre está ao lado de Asami. O homem é um monstro. Se conseguiu deixar meus homens assim...”

A morte de Masato não surtiria o efeito desejado, mas estava rendendo notícias bastante quentes. Falava-se que ele teria sido morto a mando de algum yakuza com quem teria ligações e a quem teria traído.

Pensou em Akihito. O garoto era mesmo difícil de pegar.

-Acho que vou usar outra tática. Quem sabe você não vai gostar de me conhecer? Posso lhe fazer uma surpresa. Se Asami sabe que eu tentei sequestra-lo, ele vai ficar de olho em você, o que torna inviável tentar fazer isso de novo. Mas não vou desistir de pegar você, garoto. E não sei se resistirei de tocar esse lindo corpo, essa pele clara. Será que Asami o deixa com marcas? Você é muito  delgado. Pergunto se Asami não será bruto com você.

Akihito não era um rapaz pequeno, mas sua estrutura delgada o fazia parecer pequeno perto do imponente Asami, cuja estrutura mais musculosa intimidava.

As divagações foram interrompidas por um toque em seu celular.

-Que pé no saco! É o Yamazaki! Resmungou enquanto atendia.

Embora estivesse com raiva por Yamazaki ligar tão cedo, Myanmoto falou de forma calma:

-Alô, Yamazaki-san, que surpresa!

Yamazaki não estava com paciência para ironias e perguntou desde quando Myanmoto considerava um prazer quando ele lhe ligava.

Myanmoto queria que aquele policial fosse ao inferno. Estava começando a acha-lo um incômodo. Tinha certeza que o homem o considerava um estúpido incapaz.

-Muito bem, policial. Diga o que pretende. Não precisa mesmo de rodeios.

-Myanmoto-san, soube do que houve ontem, no aniversário daquele estilista? Soube da morte do Masato?

O tom de voz de Yamazaki deixou Myanmoto em alerta e ele respondeu que não entendia por que Yamazaki estava abordando tal assunto.

Yamazaki ficou nervoso e tentou falar com calma, pois sabia que ser desrespeitoso seria um erro fatal:

-Myanmoto-san, entenda que estamos trabalhando juntos e não podemos nos desentender agora. Eu combinei de tentar pegar o Asami para você poder expandir seu território, mas você precisa entender que tem que ser prudente. Todos sabiam que Masato havia preferido se aliar a Asami e recusado a aliança com Yukimura. Sabe a sujeira que ficou para eu limpar?

“Ele sabe que fui eu e não o Yukimura.”

Com sarcasmo, Myanmoto falou que não era para tanto. A polícia não diria logo que fora ele e todos suspeitariam de Yukimura.

“Mas Asami agora sabe que não foi Yukimura.”

-Nessa parte, não há com o que se preocupar. Por enquanto, a polícia não tem suspeitos.

O policial ainda acrescentou que fora deixada muita sujeira, explicando como o rosto de Masato ficara destruído e sangue e massa encefálica haviam se espalhado pelo chão.

-Como sabe que fui eu, Yamazaki? Percebo que você sabe.

Com um tom de voz mais azedo do que o habitual, Yamazaki disse que Yukimura era muito limpo e discreto e sempre agia de forma a que se tornasse a autoria de um crime quase impossível de ser descoberta.

-Sabe que Asami esteve lá, Yamazaki-san?

Algo fez o policial ficar com a pulga atrás da orelha. Ele entendeu que Myanmoto queria introduzir um assunto desagradável.

-Sei, disseram que ele esteve lá, mas sumiu pouco antes de Masato morrer.

-É, Asami sabia de tudo.

Yamazaki ficou mais intrigado e pediu a Myanmoto para ser mais claro. O yakuza então falou de seu plano para sequestrar Takaba, de como Asami interceptara seus homens e de como ele deduzira que Fujimoto o traíra. O policial disse que não se dava para confiar em traidores.

-Mandei caçarem Fujimoto.

-A essa altura, ele já deve ter fugido para longe. Agora, Myanmoto-san, por que sequestrar Takaba? O que ele tem a ver? Você quer vende-lo ou usar para provocar Asami, o homem mais frio e calculista que já conhecemos? Asami é incapaz de sentir algo por alguém. Acha que ele se arriscaria por Takaba, se você o sequestrasse?

Myanmoto falou que a venda dos órgãos de Yukio não fora suficiente para ressarcir a quantia enorme que ele lhe devia.

-Meu único consolo foi jogar o corpo daquele inútil no mar, Yamazaki-san. Ele virou comida de peixe. Só que acho que os peixes tiveram indigestão. Nem para ser vendido ele servia, mas Takaba Akihito vale um bom preço e,  se Yukio me devia, ele tem que pagar. E lembre que você também me deve. Graças a mim, você pagou o tratamento médico do seu filho.

Yamazaki ficou alarmado. Ele ainda lembrava de quando o médico dissera que a condição do seu filho era muito grave. Por causa daquilo, ele se aliara a Myanmoto. Mas pagara um alto preço. Ficara sem poder se libertar. Lembrou de quando Yukio o procurara pedindo ajuda para se esconder e ele lhe perguntou, mal-humorado:

-Em que encrenca você se meteu, seu idiota?

-Estou sendo perseguido por um yakuza chamado Myanmoto, Yamazaki-san. Eles querem me matar, pois não tenho como pagar minhas dívidas de jogo, mas esse não é meu maior medo.

-Qual é seu maior medo? Meu Deus, eu não disse a você que não fosse ir atrás de fazer fortuna com jogo? Akihito também lhe pediu tanto para ficar num emprego em vez de ir a cassinos tentar a sorte. Se eu fosse ele, teria desistido de você há muito tempo. Você não vale a preocupação!

-Se descobrirem sobre Akihito, poderão fazer mal a ele. Tenho que me esconder e peço que chame Akihito. Acho que teremos que deixar Tóquio. Não posso fugir e deixar Akihito aqui. Se souberem sobre ele, poderão vende-lo ou obrigar a se prostituir para pagar minhas dívidas. Você sabe o que fazem com rapazes bonitos como ele, não é?

O rosto de Yamazaki azedou e ele ralhou com Yukio, reclamando que ele nunca ajudara o irmão nos tempos mais difíceis, mas que Akihito sempre estivera ao seu lado.

-Eu sei. Mas preciso me esconder agora. Vou achar um jeito de sairmos de Tóquio às escondidas. Talvez a gente vá para Osaka ou outra cidade bem distante. Lá, vou procurar acertar dessa vez. Serei o irmão que ele merece.

-Você vai obrigar seu irmão a deixar tudo para trás? Egoísta. Bem, está certo. Veja o que você fez com ele.

Pouco depois de Yukio pedir que o ajudasse a se esconder e procurasse Akihito para eles irem embora de Tóquio, Yamazaki ligou para Myanmoto, falando sobre Yukio. Ao informar onde Yukio estava escondido, Yamazaki falou consigo mesmo:

- Ninguém sabe sobre Akihito. Ele vai ficar livre de você para sempre, seu inútil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


De que forma Myanmoto agirá para tentar se aproximar de Akihito? Agora, sabe-se como Yamazaki ajudou o yakuza a capturar e matar Yukio e que Asami está empenhado em fazer com que Akihito descubra a ligação de Yamazaki com Myanmoto, embora saiba que isso magoará profundamente o fotógrafo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...