História Um romance incerto - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 399
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capítulo quentinho

Capítulo 7 - Capítulo 7 notícias


Fanfic / Fanfiction Um romance incerto - Capítulo 7 - Capítulo 7 notícias


Jornais

Chris Evans é visto com Minka Kelly, a sua melhor amiga, de mãos dadas, em um clima super romântico. É meninas, Chris Evans está com alguém. Será que o homem mais cobiçado de Boston, teve, finalmente, seu coração flechado?

Acompanhe os próximos capítulos dessa história.

Minka

- Calma Cevans. Sabíamos que isso iria acontecer. - digo a Cevans, que parece que irá abrir um buraco no chão de tanto andar de um lado para o outro.

- Mas você sabe como sou. Eu sou alguém discreto. Eu não gosto desse tipo de coisa.

- Se você me ama, não vai se importar.

- Eu te amo. Amo muito. - ele me beija. Cevans e eu crescemos juntos. Somos amigos desde a infância. - Minka, estaremos sempre juntos, certo?

- Sim. Nunca vou deixar você. NUNCA.

- Você sabe que te amo. Desde a minha infância, eu te amo. Não só como amiga, mas com outro tipo de sentimento. - Eu o valorizo muito. Ele é uma ótima pessoa. Eu sempre vou querer o bem dele.

- Cevans, isso deve ser um idiota que tá colocando isso. APENAS.

- Sabe, eu amo a sua positividade. Amor, terei que ir para casa. Lelli vai fazer um trabalho e farei pra ela.

- Ok. Nos vemos amanhã. - ele me beija. Um beijo de carinho.

Cevans

- Filho, porquê? Por que você saiu com a sua amiga? - meu pai olha para mim como se eu tivesse errado. Como se eu tivesse matado alguém. Assim, deu pra perceber que era real a notícia.

- Pai, a vida é minha e eu faço o que eu quiser. Se o senhor estava de mau humor e como sempre reclamando de tudo, o problema é seu.

- Você me respeita moleque. Eu não sou a sua mãe, que passa a mão na sua cabeça.

- Diferente do senhor, ela não se importa com o valor monetário das pessoas. Então agora o senhor me deixa sozinho. Vou fazer um trabalho da escola com a Lelli.

- Vocês dois, são os piores filhos do mundo.

- Por quê não aceitamos o que o senhor diz?! Que pena! Eu não aceito mesmo e a Lelli muito menos. Tchau.

Meu pai acaba com a minha paciência. Eu não entendo esse nojo que ele tem de mim e da Lelli. Sério. Ele consegue ser o pior pai do mundo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...