História Um rumo diferente (imagine bts) - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Stray Kids
Tags J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Suga
Visualizações 45
Palavras 1.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii amores, tudo bem com vocês ? Desculpem a demora aqui esta o capitulo ❤❤

Capítulo 40 - O anúncio


Estávamos todos na mesa ja esperando para a seção de autógrafos , eu e as meninas também estávamos lá, íamos ficar junto com os meninos para falarmos com as armys também. Ja tinha começado  , eu e o Tae eramos os últimos da mesa, eu via como as meninas estavam se dando vem com as fãs, parecia estar bom até de mais.

V e S/N: Oii * Tae pega o caderninho dela*

XX: Oii * sorrio * S/N certo ?

S/N: Sim

XX: Eu apoio muito vocês dois, espero de verdade que fiquem juntos para sempre, eu realmente não entendo como pode ter fã que não apoia o relacionamento de seu idol preferido, todos ja sabíamos que um dia ia acontecer, a maior alegria de um fã é ver seu idol feliz

S/N: Obrigada, infelizmente existe sim gente assim, mas não podemos julgar elas cada um tem sua forma de pensar, muito obrigada por nos apoiar, eu sei também que vocês armys deixa os meninos muito felizes então, fightin

Tae fala um pouco com ela e então na é a vez da próxima, eu vi que ela foi legal com todos então esta tudo bem

Nós: Oii * sorrimos *

XX: Oi * encaro ela *

Eu tinha um pressentimento bom sobre ela, mas depois de ela me encaram me deu um arrepio, ela conversou normalmente com o Tae, mas na hora que foi falar comigo, como dizem o bicho  pegou

XX: Você, quem pensa que é pra tirar o Tae da gente assim? * grito * você deve estar com ele só por interesse !! Só pelo dinheiro e fama!

S/N: * fico espantada *

XX: Debaixo de toda essa maquiagem deve estar alguém ridícula! E esse cabelo ? Nem é liso! É todo feio e estranho, voce nem é coreana , o nosso taehyung merece algo melhor do que isso , aposto que você nem sabe cantar e dançar, daqui a pouco vai tirar ele do BTS por ciúmes!

V: EI DO QUE ESTA FALANDO ?! VOCE NEM MESMO CONHECE ELA ! Idai que ela é estrangeira ? Eu amo ela e ela me ama muito também, você nem se pode ser chamada de army , se fosse army apoiaria a gente, ela não esta comigo por interesse e ela não precisa de dinheiro pois ela trabalha e sabe se bancar, ela é linda do jeito que é, a maquiagem só deixa mais linda, eu amo o cabelo dela, em toda coréia poucos estrangeiros tem cabelo cacheado. AGORA SAI DAQUI OU VAMOS PROCESSAR VOCÊ POR RACISMO E DANO MORAL !

Enquanto eu estava sem palavras lagrimas desciam eu me sentia feia, horrorosa, estranha, ridícula. Todos olhavam para cá desde a hora que a menina começou a falar, ela foi embora, mas vejo que eu nem devia estar aqui, e finalmente aquele sentimento de quando estive na coreia pela primeira vez voltou, eu me sentia deslocada, diferente, não pertencia aquele lugar

V: Princesa * abraço ela * não fique assim, aquela garota não sabe  o que fala

S/N: Tae eu nao quero ficar aqui * lagrimas descem * eu vou para o camarim.

V: Eu vou com você

S/N: Não... Você precisa ficar aqui na seção

PD: * vou até eles * ele não precisa, vamos cancelar a seção de hoje pelo ocorrido , o motivo do cancelamento será por ameaça a segurança de vocês. Eu falarei com os fãs e logo marcaremos outra seção só para essas pessoas que não puderam ter seu autografo, sem permitir compra de mais ingressos

S/N: .... Não precisa de tudo isso

PD: S/N vocês são da bighit agora, somos responsáveis pela segurança de vocês e pelo dano moral, se isso não faz bem moralmente para vocês temos que cancelar

S/N: Ok

Todos nos levantamos e saimos, PD ficou la para dar o aviso, fomos para o camarim e as meninas vieram para falar comigo, eu não devia ligar mesmo pra aquela garota, mas não importa o quanto eu me faça de coração de pedra, eu sou muito sentimental.

S/N: Tae eu vou sair um pouco

V: Deixa eu ir

S/N: Não, eu quero ficar sozinha um pouco

V: Ok, mas dois seguranças vão com você

S/N: Ta, não tem problema

Eu disse para todos que eu voltava para o jantar, sai andando por ai, as pessoas me encaravam acho que porque eu estava com dois seguranças atrás de mim, mas não liguei fui até um lugar que eu conhecia por lá, era cheio de grama e tinha vista para um rio eu sentei na grama olhando para o rio e apenas chorei, sim os seguranças estavam lá mas não liguei eles não vão falar nada mesmo, pedi para eles me avisarem quando fosse 18:00 horas, mas apenas isso.

Fiquei la chorando, abraçando as pernas e chorando, acho que depois de chorar tanto vou ter que beber água. Fiquei la por um bom tempo, vi até o sol se pôr, e não me venha falar que é frescura ou que do besteira, pra alguém que já tem auto estima baixa isso é muito, não chorei só por isso, chorei por todas as coisas que já aconteceram comigo.

Segurança: Senhorita, ja é 18:00 horas

S/N: Ok * digo enxugando as lágrimas *

Ainda bem que eu tinha levado minha bolsa com maquiagem e demaquilante ( tira a maquiagem ) e um espelho. Pedi para um dos seguranças segurar o espelho enquanto eu me arrumava, estava tudo horrível, tirei a maquiagem e passei outra, me olho no espelho e nem parecia que eu tinha chorado por horas. Então eles me levaram até a casa dos meninos, quando eu estava na porta já apareceu um carro com duas meninas elas me chamaram, estavam perguntando sobre uma rua, cheguei perto do carro quando a porta de tras abre e alguém me puxa pra dentro tentei escapar, mas não consegui vi os seguranças correndo atrás do carro mas não nos alcançaram, eu estava me debatendo, de repente sinto uma pancada na cabeça e tudo fica escuro

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...