História Um sentimento diferente ( Reescrita ) - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Araya, Boruto Uzumaki, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Iruka Umino, Juugo, Kabuto, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Karui, Kawaki, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Maito Gai, Mei, Metal Lee, Mirai Sarutobi, Mitsuki, Moegi, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Samui, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Shinki, Shizune, Suigetsu Hozuki, Tamaki, Tarui, Temari, TenTen Mitsashi, Toroi (Genin), Udon, Yodo, Yugao Uzuki, Yurui, Zetsu
Tags Iwadenki, Kakaanko, Kankugaa, Kawahouke, Logmirai, Mitsuboru, Orokabu, Sasunaru, Shikajin, Shikaneji, Shikatema, Shinkilee, Suikarin
Visualizações 30
Palavras 2.450
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tae o capitulo extra que eu tinha que ter postado ontem mas eu acabei dormindo, então ta aí
Do fundo do meu coração espero que gostem
Até a próxima my kids

Capítulo 20 - Dor, sofrimento e só


Metal Lee on :

Depois daquela coisa toda com o Mr. arrogante, apelido "carinhoso" dado ao Shinki por mim, eu terminei de almoçar e Sarada terminou de me mostrar a escola. Conheci a representante e o resto da turma, porém quando eu achava que nada mais poderia acontecer o destino quis agir de acordo com meus planos. Um belo esbarrado com ele, eu diria

      ? : Ah! Mil desculpas, eu não te vi _ fala um garoto loiro de olhos azuis

      Metal Lee : Que nada. Não precisa se desculpar! Eu que me descuidei _ ele sorri sem mostrar os dentes _ Ah! Acho que não me apresentei. Meu nome é...

      Sumire : Metal Lee _ sou interrompido pela representante, que aparece do nada. Ela se vira para ele e continua _ Foi aquele menino que eu te falei!

      ? : Até que enfim, alguém a que enfrenta o Shinki nessa escola _ os dois riem

      Metal Lee : Ele não é assustador. Só é meio deslocado das ideias _ nós rimos e bem nessa parte da frase ele passa nos olhando, acompanhado de seu grupinho de "marginais". A representante se esconde atrás de nós, enquanto eu e o loirinho trocsvsmos olhadas com eles. Finalmente eles passaram sem falar um piu.

      ? : Acabei que nem me apresentei! _ ele me estende a mão _ Meu nome é Inojin Yamanaka. É um prazer te conhecer. Eu te vi lá na frente da sala se apresentando. Você é bem tímido pelo que deu pra ver

      Metal Lee : Deixa minha timidez pra lá _ ele e a representante riem _ Ah sim, você foi o garoto que passou mal la né?! _ ele suspira e força um sorriso _ Desculpa, não essa pra eu ter perguntado

      Inojin : Eu não ligo não

      Sumire : Bem, agora eu tenho que ir na sala dos professores falar com o professor Shino. Se me dão licença... _ ela fala e logo se retira _ Mas antes eu tenho que te avisar, o Shikadai estava te procurando

      Inojin : Obrigado Sumire! _ ela acena e desaparece em meio a várias pessoas nos corredores da escola _ Então Metal, tenho que ir, mas foi ótimo te conhecer. Espero que nos falemos mais

      Metal Lee : Bye Inojin!

      Inojin : Bye Lee!

Bom... Agora que eu sei onde é que ficam as salas, não vou me perd... O que é aquilo de baixo da árvore no pátio? É o Shinki. E ele está... Chorando? Ah! Não é que milagres acontecem?! 

Shinki on :

  "Por quanto tempo mais, vou ter que segurar essa farsa, essa máscara que todos os dias eu tenho que erguer em minha frente, saber que eu não consigo demonstrar tudo a tempo e poder te perder


  Por quanto tempo mais, vou ter que olhar pras pessoas se destruindo e descobrir que elas estão assim por culpa da minha existência?


  Por quanto tempo mais, vou..."

Não consegui segurar as lágrimas e resolvi deixar elas escorrerem por entre meu rosto. Estava sozinho do outro lado do pátio, uma parte meio que desconhecida. Ninguém me veria, então eu poderia deixar esse meu lado patético por enquanto

      Metal Lee : Olha só o que eu achei! Se não é lixo no Sabaku minha gente _ como ele me achou aqui? Esse é meu canto secreto. SECRETO!

      Shinki : O q-que você está fa-fazendo aqui? E como achou e-esse lugar?

      Metal Lee : Calma Dom Gaguejon, eu só vim aqui ver se estava tudo bem com você _ ele está mais desinibido

      Shinki : Não te interessa. Na verdade, estava tudo bem sim, até você aparecer

      Metal Lee : Por que você me trata assim? _ ele se sentou ao meu lado e sua cara era de quem realmente queria saber

      Shinki : Por que eu quero! _ isso já estava começando a me incomodar. Eu achava que era a hora de sair dali

      Metal Lee : Isso não é explicação!  _ ele estava se exaltando _ Desde aquele jantar, eu não consigo esqucer que você colocou a culpa em mim mas nem por isso te trato com grosseria

      Shinki : É q... _ ele me interrompe

      Metal Lee : O que foi que eu te fiz? _ seu tom de voz era falho e baixo, certamente pelo nervosismo. Eu não aguentei e o puxei para um beijo

No começo ele se contrai, tenta se afastar mas eu seguro seus pulsos o impedindo de cortar o ósculo, depois de um tempo sinto que ele vai se entregando ao contato e no fim ele coloca a mão em meu pescoço. Eu não acredito que estou beijando alguém e estou sendo correspondido. Estou beijando uma pessoa e não é forçando ela. E não acredito mais ainda, que seja o Senhor perfeitão.

(Eu o apelidei assim quando nós éramos mais novos)

Sempre quis saber como eram seus lábios. Eu beijava outros pessoas mas acabava soltando seu nome em meio aos beijos

Nós nos separamos quando escutamos o sinal anunciar que o intervalo tinha cessado

      Shinki : Desculpa... Eu... Eu não devia ter feito isso _ ele era muito perfeito pra mim. Se ele soubesse o que eu tentei fazer com Inojin no primeiro dia de aula, ele nunca me perdoaria.

Fui a diretoria e dei a desculpa que estava passando mal. Ligaram para meus pais e logo fomos embora. Pronto! Paz e tranquilidade. Temporário mas vale

Metal Lee :

Durante as duas últimas aulas  eu não o vi mais. Cheguei a pensar que estava com mau hálito, me verifiquei e estava limpo. Ou então que eu não sabia beijar, o que eu não testaria em outra pessoa. O nosso beijo foi estranho e cheio de sensações diferentes. O beijo dele tinha sentimento e o meu tinha também. Estávamos correspondendo os sentimentos um do outro.

Passei tarde inteira pensando nisso, enquanto arrumava as minhas coisas. Pelo que parece eu vou passar mais um dia com o meu avô. A pedido do meu pai. Acho que ele quer ficar sozinho com minha mãe. São adultos agindo feito crianças

Chegando na casa do meu avô, sou recebido pelo meu pai, que estava lá somente pra acertar algumas coisas da loja. Ele sai e se despede de mim

Gai : Leezinho! _ apenas olho de soslaio e volto a minha atenção inteiramente a desfazer a mala _ Da última vez que esteve aqui eu percebi que nem conheço meu neto direito. Bom... Pelo menos não a parte que eu faço questão _ eu rolo os olhos mas não esboço nenhuma emoção _ Você namora?

      Metal Lee : Não. Não estou pensando nisso agora

      Gai : Ah tá! _ ele diz revirando os olhos e cruzando os braços _ Mas pelo menos já fez sexo? _ ele me olha com uma cara descaradamente safada

      Metal Lee : Que isso vô?! Claro que não!

      Gai : Eu só quero saber como você prefere um homem ao invés de uma mulher. Elas são gostosas e safadas, além de dar muito tesão. Já os homens só querem te usar, você não vê isso?

      Metal Lee : Eu não vou sair por aí dando né?! Eu tenho princípios... _ de repente ele desfere um tapa em meu rosto

      Gai : Então é isso que você quer realmente? Sair por aí sendo usado por um macho? Você me da nojo!

      Metal Lee : Eu posso até fingir que eu te dou nojo, porém você sabe que o verdadeiro nojo é você. Foi por isso que a vovó preferiu te trair a ficar com você! _ Sinto outro tapa ser desferido contra meu rosto. Eu não me arrependia daquelas palavras. Eu cuspia todas e não queria que nenhuma se prendesse

      Gai : Quer saber? _ ele fala trancando a porta do quarto e começando a andar em minha direção vagarosamente _ Quer ser viado? Então eu te faço esse favor!

      Metal Lee : Para vô! Isso não tem graça nenhuma.

      Gai : E quem disse que é pra ter graça?! É mais animação, meu bem. Você não acha? _ ele tenta me colocar em seu colo

      Metal Lee : O que você está fazendo, seu velho arrombado

?

      Gai :

Mais arrombado quem vai ficar é você! Depois que eu te iniciar _ ele fala abaixando minha calça juntamente da cueca _ Eu até te prepararia, mas você parece tão receptivo e eu não quero me segurar

(Que nojo. Alguém me salva daqui. Por favor)

Ele retira o resto de suas calças, e nesse momento eu aproveito pra tentar fugir, mas ele me agarra e me bate bem forte me fazendo cair no chão

      Gai : Você não quer me obrigar a isso, quer?! Você não queria ser de outro homem? Então... Aqui estamos! _ ele fala me prendendo a cama com algumas algemas

      Metal Lee : Não! Me solta! Eu não quero que seja com você! _ tentei fugir novamente só que dessa vez acertei um cuspe em seus olhos porem ele me acertou outro tapa 

Gai : Já era. Quem mandou ficar me provocando? Trazendo essas suas roupinhas apertadas, mostrando cada curva. Agora vai ser mais difícil pra mim do que pra você, acredite! _ ele fala se empurrando dentro de mim sem nenhum aviso prévio

      Metal Lee : Para agor... _ ele atinge meu ponto de prazer, porém, me causando um certo nojo _ Eu acho que v... _ acabo vomitando sobre mim

Depois de algumas estocadas ele se desfaz em meu interior, me sujando com seu sêmen escroto e nojento

      Gai : Vai tomar banho, que ainda não acabou _ eu me assusto e tento correr. Mas o que eu consigo é cair de tanta dor _ Dói no começo né?! Mas passa

      Metal Lee : Você é um monstro! _ ele me olha e me bate novamente, só que dessa vez na coxa, deixando por ali marcas de seus dedos

      Gai : Monstro é o que esteve e vai estar novamente dentro de você daqui a pouco. Agora anda putinha! Quero ver você de quatro e quicando pra mim

Eu quero morrer! Por que isso está acontecendo comigo?

Inojin on :

As aulas seguiram normais, mesmo com a presença daquele indivíduo. Agora estou voltando pra casa com Shikadai, Denki e ele. O silêncio era absoluto. Parecia até que os outros sabiam o que o passado guardava. Finalmente alguém resolvi quebrar esse silêncio com uma simples fala

     Inojin : E o Lee? Ele parecia apressado

      Shikadai : Ele teve que ir arrumar as coisas pra dormir na casa do avô dele _ eu participo de um coral de ah

      Denki : E vocês não acharam estranho o Shinki sair daquele jeito do nada?

      Iwabe : Sim! Ele é estranho!

      Shikadai : Ele até que é uma pessoa legal no fundo, só não colocar esse lado dele pra fora _ eu olho pra ele com uma olhar que queria dizer pra ele se calar _ Tá bom, ele colocou um lado dele pra fora, mas meu primo não é somente isso

      Iwabe : Aquele menino é seu primo? _ ele apenas acena em afirmativo _ Essa pra mim é nova! _ minha boca estava entreaberta

      Denki : Tudo bem Inojin?! O mosquito já entrou, pode fechar a boca _ todos me olham e riem enquanto eu coro

      Iwabe : Own! Que fofo! _ ele aperta a minha bochecha e eu forço um sorriso, o que Shikadai percebe e me puxa pra perto dele entrelaçando nossos dedos _ Tá bom ciumento! Eu não mordo _ esse garoto quer testar minha paciência, só pode

De repente vemos Denki indo mais rápido, até tentamos acompanhar ele mas o guri era o the flash de

all star

      Iwabe : Denki! Espera aí! _ ele se vira e se despede _ Tchauzinho Ino

Depois que ele se despede, eu percebo uma olhada nada discreta de Shikadai

      Inojin : Fala...

      Shikadai : O que que foi isso? Quem ele pensa que é pra te chamar de Ino? Apelidnho carinhosos de mais, não?! _ eu acabo levantando minha sobrancelha e rindo _ Do que que o senhor está rindo?

      Inojin : De nada não. Só do seu ataque de ciúmes nada convencional _ ele ri e se afasta um pouco de mim, indo um pouco pro meio da rua _ Garoto sai daí!

      Shikadai : Por que? Você nem ia sentir minha falta mesmo! _ eu o puxo pela orelha

      Inojin : E por isso você ia fazer besteira?

      Shikadai : Ah é?! Vpcr nem negou. Então não fala mais comigo! _ ele faz biquinho

      Inojin : Ah, quem é meu Shikadaizinho mais fofinho desse planeta? Quem? Quem? É você! _ ele cora e eu aproveito pra beijar sua bochecha _ Bem, você vai lá pra casa hoje? Eu queria assistir uma série com você

      Shikadai : Hoje não vai dar meu amor. Eu tenho amigos que tá visitando a cidade, e eu quero aproveitar para matar a saudade

      Inojin : Um amigo? _ eu bufo e ele sorri

      Shikadai : Own! Quem é o menimo que dá um ataque de ciúmes mais convencional do mundo? _ dessa vez o biquinho surgiu de mim. Nós acabamos rindo, mas tudo que é bom dura pouco

      ? : Shikadai?! É você?! _ o menino olha em nossa direção e corre pra abraçar


(Vocês já devem saber quem)

      Shikadai : Ryogi! Quanto... _ não da nem 3 segundos de vista e o menino se joga em direção aos lábios do moreno colando-os _ Hã?

      Ryogi : Desde que você saiu da aldeia da areia eu fiquei me martirizando por não ter mostrado meus sentimentos por você mais cedo, então me decidi que quando eu te encontrasse de novo eu iria te dizer 

      Shikadai : Mas Ryogi, eu já tenho na...

      Inojin : Bem... Depois dessa eu vou me retirar! _ ele tenta me segurar, mas retiro rapidamente meu pulso de seus domínios _ É melhor a gente conversar outra hora, se não eu acabo destruindo Konoha com vocês dois juntos _ ele me olha assustado mas depois sorri

      Shikadai : Tá, mas prepara a pipoca que hoje tem série _ ele conseguiu me animar _ Até mais!

Enquanto estava me afastando deles eu pude ouvir uma simples parte da conversa

      Shikadai : Mas, ainda você vai ficar cara? _ ele pergunta como se a cena do beijo não tivesse existido

      Ryogi : Sua mãe falou que eu podia dormir na sua casa até depois de amanhã, que é quando meu tio irá chegar com o trailer

Ele vai ficar na mesma casa que meu namorado? Mas se ele tocar em um fio de cabelo Shikadai ele irá ver só. Bom... E pro Shikadai eu tenho que pensar em uma surpresa...


Notas Finais


Espero que tenham gostado assim como eu
Se inscreve no canal. Curtam, comentem e compartilhem

Amo vcs cravos e canelas 🌹💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...