História Um sequestro quase impossível - Yoongi - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Got7
Personagens Cl, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Visualizações 12
Palavras 1.167
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Ecchi, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Um sequestro quase impossível - Yoongi - Capítulo 2 - Capítulo 2

Eu tinha acabado de chegar em Nova York e como a viajem foi longa, estava cansada. Procurava uma lanchonete para descansar e tomar um milk-shake de morango. Por sorte achei uma lanchonete bem simpática e fiz meu pedido.

Saí da lanchonete e fui direto para o hotel. Desfiz a minha mala, tomei um banho e fui tirar um cochilo, já que ainda era 16h.

" Du

Du hast

Du hast much" ( toque do celular)

Acordo com o toque do meu celular. Atendo.

Ligação On

- Quem é?

- Eita, que mal humor

- Fala logo o que você quer, CL? Aconteceu alguma coisa?

- Sim, aconteceu, há dois dias atrás, um dos agentes da IMF foi rapitado pelo Sindicato, fomos informadas agora. Entã...

- Que situação... (Digo quase debochando) mas o que a gente tem a ver com isso?

- Deixa eu terminar de falar cacete, não me interrompe!! ENTÃO ( pro trás da chamada reviro os olho de "animação") o chefe deu comando de resgate. Ele também está em Nova York, mas sua equipe está em outro país. Até que cheguem muita coisa pode acontecer. Eu e a Ramsey estamos tentando o rastrear. Já acessamos as câmeras de segurança e a única coisa suspeita encontrada foi a vã em que ele entrou, e ela está parada até agora em frente a uma boate...O plano é o seguinte: você vai entrar lá se passando por strip e... - corto sua fala

- NÃO, não vou me vestir de stripper, posso entrar lá de outro jeito.

- Não, não pode. E você vai entrar de stripper sim! Não tem outro jeito. os únicos que podem entrar além das profissionais são homens. Vou hackear os sistema, acessando os dados de identificação consigo colocar você e a Jennie lá dentro, ela vai ter dar uma mãozinha. Ramsey vai ficar do lado de fora dando um jeito nas câmeras. De longe não sei bem como, não pega sinal.

- Não tenho outra opção. Só me resta...er...fazer isso.

- Já informei a Jennie, ela vai te encontrar lá. E pelo amor de Deus não deixe que nenhum grupo do sindicato te veja, se te descobrirem você está absolutamente fodida.

- No nosso trabalho tudo é perigoso. Mas prometo que ninguém vai descobrir, vou ser bem cautelosa.

- Okay então, 00h você deve estar lá, Jennie te dará o crachá.

- Tá bom, tchau piranha

- sua vagab..

Ligação Off

Desliguei sem deixar ela terminar. Ao olhar a hora pelo celular vi que eram 22:50 pm. Meu Deus, eu dormir muito. Só queria tirar um cochilo de dez minutos...Levantei da cama e preguiçosamente fui separar as roupas que iria usar.

Fui ao banheiro já me despindo no caminho e coloquei o celular em cima da pia. Ao som de Birth Of The Cruel para tocar enquanto eu tomava banho.

Saí do banheiro já de lingerie, trajei um vestido preto curto justo, jaqueta de Couro e cortunos militares. Fiz uma maquiagem bem pesada (sombras preta - batom vinho). Passei perfume. Olhei a hora e já eram 23:40, chamei um uber e parti.

Chegando lá encontrei a Jennie de frente para o local. Ela estava com uma peruca loira( igual da Lisa em Kill This love), saia preta, cropped e salto. Me entregou o crachá e seguiu em frente entrando pelos fundos. A acompanhei depois de uns segundos.

Mostrei minha identificação para o segurança e adentrei - segui em frente ao camarim e lá encontrei a Jennie com duas sacolas na mão.

Pâmela: O que é isso?

Jennie: São os trajes que vamos colocar.- ela me entregou a sacola e foi direto para o banheiro se trocar, fiz o mesmo.

Abri a a sacola para me vestir... Mas quando eu peguei a roupa, fiquei de boca aberta - " Meu Deus, eu mato aquela mulher por me fazer usar isso, não acredito.... " - Peguei a roupa e a vesti ( foto de capa). Por fim, coloquei uma peruca ruiva, ela era comprida de fios lisos com as pontas onduladas - eu tinha que colocar porque caso contrário estragaria meu disfarce. Antes de sair do banheiro, coloquei um punhal entre os meus seios "vai que eu preciso dela" não posso sair desarmada.

Jennie estava de frente para o espelho passando batom. Senhor...ela estava muito gostosa, ainda mais com a bunda empinada, a roupa caiu bem nela( foto de capa).

Pâmela: Porra, é agora que a minha heterossexualidade vai embora

Jennie: A minha já se foi a muito tempo- ela se virou pra mim e me olhou de cima a baixo- caralho mulher, vai com calma - fala colocando a mão no coração - aaah antes que eu esqueça, toma, coloca isso no ouvido para a gente se comunicar (diz me entregando uma escuta) eu e Ramsey vamos te guiar através disso.

- Okay, eu vou indo na frente.

Saindo do camarim vários olhares caíram sobre mim, eu apenas ignorava. No lugar só havia jogos de luzes e homens babando e se esfregando nas Strippers (seres humanos sendo primitivos). As Strippers fazendo seu poli dance *Strippers dançando ao som de Partition da Beyoncé*

Rádio comunicador on

* Pâmela aqui é a Ramsey, segue em frente a direita, onde não tem segurança*

segui pelo caminho que ela me conduziu

* Você tem cinco minutos para entrar e sair, vou colocar filmagens antigas para despistar, seja rápida! Tem no máximo cinco seguranças. Três no primeiro corredor e dois no segundo, vou estar te observando pelas câmeras*

- Okay

Rádio comunicador off

Antes de entrar, olhei para Jennie e dei uma piscadela. Seguindo adiante vi um corredor e o cruzei. Foi quando vi três seguranças vindo na minha direção.

* O vídeo da luta está no primeiro link, nas notas finais*

Não sei como essa peruca ainda não caiu - falo ajeitando ela na cabeça.

Continuei andando e virei mais um corredor onde tinha outros dois seguranças. Atrás deles tinha uma porta, onde presumo que o agente esteja. Os dois vêm na minha direção.

* Segundo vídeo da luta também está nas notas finais*

- Meu Deus, nunca mais vou enfrentar alguém com uma roupa dessa - falo ajeitando a parte de baixo da lingerie..

Quando giro a maçaneta... A porta não abre - era só o que me faltava, tá trancada essa merda - vou até um segurança que está no chão, pego a pistola dele e dou um tiro na nela. Empurrei a porta e entrei.

Ao ligar a luz, em um disjuntor que estava do lado da porta, me deparei com um homem.

Suas mãos estavam amarradas acima da cabeça em uma barra de ferro.

Ele estava sem camisa - que abdômen, Jesus Cristo, que visão - usando apenas uma calça preta. Sua pele era branca com alguns hematomas. Seu cabelo era platinado - céus que homem, se a Rose estivesse aqui...melhor nem imaginar - Quando finalmente olhei para seu rosto ele já estava a me encarar, de cima a baixo com um olhar curioso. Senti um arrepio.

? - Você...quem é?


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...