História Um serzinho com asas de anjo... - Capítulo 1


Escrita por: e LuizaArmyCloss

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Mitologia Grega, Percy Jackson & os Olimpianos, Shadowhunters, Teen Wolf
Personagens Clary Fairchild (Clary Fray), Jeon Jeongguk (Jungkook), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Percy Jackson, Poseidon, Scott McCall, Zeus
Tags Bangtan Boys, Percy Jackson, Shadowhunters, Teen Wolf
Visualizações 32
Palavras 767
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi pessoas... Esta é minha primeira história aqui no Spirit, bem espero que gostem... Estou amando escrever.

~Desculpem-me os erros, mesmo sendo perfeccionista, sou um ser-humano
~Mando bjs no final de cada capítulo se vcs quiserem.
~Geralmente postarei às quintas, sextas, ou sábados. Mas pode ter capítulo surpresa...
~Sim, sou muito ocupada, ok?!
~Aproveitem a história...

Capítulo 1 - Quando tudo começou...


Fanfic / Fanfiction Um serzinho com asas de anjo... - Capítulo 1 - Quando tudo começou...

Hello pessoas… Meu nome é S/n, atualmente moro na Coreia, e tenho 15 anos. -Sim, antes que vocês me perguntem, aqui tmbm tem casos sérios de mente poluída, é normal em casos de pessoas entre uns 11 e uns 18 anos.- Meus pais são muito antecipados com suas decisões, mas, este ano, resolveram não ser. Vou ir para uma escola amanhã msm…

Á, alias, estou no meu quarto, e só para deixar bem claro: foram meus pais que decoraram, e não eu. Quando nos mudamos para cá, meus pais disseram que eu não poderia decorar nada na casa, que tudo tinha que ser mais “calmo”, mais “limpo”, isso quando eu tinha uns 8, ou 9 anos. Desde então, a única coisa que pude deixar mais “eu” de quando eu era pequena, eram meus desenhos, desde que, depois eu posse fora ou guardasse.

Como nunca vi a faxineira, e nem ela nunca me viu, devia achar que eu era uma adolescente quase adulta, já que ela sabe que meus pais tem uma filha.

Realmente não sei o que esta acontecendo com meus pais, antes eles planejavam cada passo da minha vida, agora, eles tomam decisões de um dia para o outro… Não era muito comum velos quase que inexistentes como agora… quer dizer, isso entre os meus 10 a 12 anos. Nessa época eu troquei muito de escola… Provavelmente por causa dos meus olhos… Eles são um tanto peculiares, por isso que uso lentes o máximo de tempo o possível. Já falo mais sobre eles… 

Meus olhos tem duas “etapas”, como meus pais costumavam tentar me explicar. A maior parte do tempo, eles estão mais azuis que o céu, porém, o restante deste tempo, eles ficam com cores paralelas, tipo uma foto do universo sabe?! Tudo colorido. Eles ficam assim quando aprendo algo que serve para o meu desenvolvimento… Foi isso, que -mais uma vez- meus pais falaram. Depois de eu completar 12 anos, eles nunca mais tocaram no assunto… 

Á… Antes eu disse que tenho 15 anos, né… Pois então… Só por mais dois dias e 13h (três dias, praticamente) e só pra vocês terem uma noção, agora são 11h… Ou seja, isso prova que nasci exatamente à meia noite, o que, de alguma forma pode ter relação com os meus olhos, já que, à meia noite, é a hora em que mais bonito está o céu.

Antes que eu esqueça de falar, vai ser uma daquelas escolas que ninguém gosta, em que estudam desde o jardim, até o ensino médio... Que raiva... Se fosse para me botar em uma escola nova, que eu não ficasse com criancinhas ao meu lado me enchendo o saco...

[...]

Acordei pulando da cama... Por mais raiva que eu tivesse, ainda sim, queria descobrir como funcionava uma escola dessas... E isso me dava ânimo para começar um novo dia... Fiz minhas higienes matinais e pus meu uniforme... Nunca necessitei usar um, mas agora, eu teria que usa-lo diariamente... Isso me irrita um pouco. Desci as escadas com um sorriso no rosto. Eu tinha que estar feliz, não que eu estivesse, claro que não era nem perto de ser um dos dias mais felizes de minha vida, mas não faria diferença alguma o jeito que eu estivesse, então, melhor sorrir do que chorar.

S/n- Caralho... -aponto pra trás- Vocês já vão sair?!

Para vocês entenderem melhor, eu explico: Eu fui para a cozinha, ver se tinha algo para comer, e dou de cara com meus pais cozinhando...

S/m- Não, filha, nós vamos te acompanhar até a escola. Quer comer panquecas? Estamos fazendo mais algumas! -arregalei os olhos, só nas duas últimas semanas eu não tinha visto eles uma única vez!-

S/n- Claro... Vocês estão com febre?!

S/p- Hahaha -Ele ri num tom irônico- A senhorita sabe muito bem o por que de nós estarmos tão afastados ultimamente...

S/n- O trabalho -Sorrio sínicamente-

Meu pai franze o cenho ao ver o meu sorriso sínico.

S/p- Vá para o quarto AGORA!!!!!!!! -ele grita-

S/m- Ela precisa ir para a escola! -ele suspira, parecia não gostar muito da ideia de eu ir para a mesma... Éramos muito parecidos em algumas coisas.-

S/p- Tem razão -fala zangado- Então... Vá pegar suas lentes!

S/n- Pai... Eu já estou com elas... -minhas lentes eram castanhas, eu adorava esta cor. Me fazia pensar que eu era normal... Sorri com a ideia.-

Ele, junto com minha mãe arregala os olhos... Ele põe as mãos nos próprios cabelos, como se estivesse arrancando os mesmos, aquilo, de certa forma me assustou. Ele nunca demonstrava nervosismo daquele jeito, ainda mais perto de mim.


Notas Finais


continuo em breve... bye. Sorry queria fazer maior... Mas vou deixar um suspense para o próximo capítulo... k... sou malvada e vou tentar postar ainda hj, ok? Bjs...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...