História Um Sonho Com Você - Capítulo 68


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amizade, Army, Bangtan Boys (BTS), Comedia, Coréia, Korea, Korean, Romance, Sonho, Taehyung
Visualizações 54
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 68 - 2 - A situação que não entendi


Acordei com um peso sobre meu corpo e abri os olhos para ver o que estava tentando me esmagar.
Um braço estava sobre minha cintura e minhas pernas emboladas com outras pernas. Me virei para vê-lo e ele estava dormindo fofamente. Normalmente as pessoas dormindo ficam estranhas ou com a boca aberta, mas ele faz biquinho ou fica só uma fofurinha na terra.

Continuei o encarando por um tempo e passei o dedo delicadamente na ponta de seu cabelo para não entrar no olho.

Ai, sério... Como alguém consegue ser bonito até dormindo? Eu não consigo. Fico até com medo de ele se assustar com minha cara de manhã e ter um ataque cardíaco com a feiura, sem contar com o bafo matinal, que tem gostinho de morte com pedaços de demônio frito.

Me segurei para não acariciar sua bochecha, porque sério... Ele estava com aquela carinha fofa de novo. Como eu posso ser forte o suficiente pra aguentar essa afronta?

Minha mão automaticamente tocou seu rosto levemente e acariciou seu cabelo em seguida, ficando assim por um tempo.

Não fui eu, foi ela, minha mão. Eu sou uma mera vitima dessa opressão.

Mas parece que ele foi mais esperto do que eu e já estava acordado quando fiz isso. Ele abriu os olhos e eu arregalei os meus quando ele deu um sorrisinho.

Não fui eu, homem. Foi essa maldita...

ㅡBom dia!ㅡEu disse com a voz rouca e retirei a mão, mas ele a segurou colocando sobre seu cabelo de novo

ㅡNão para. Começou, agora vai ficar aí pra sempre, até sua mão cair, e quando ela cair, use a outra!ㅡDisse fechando os olhos recebendo o carinho

ㅡMas temos que nos arrumar para descer, você tem um show hoje. É o último, então aí amanhã podemos ficar aqui deitadinhos trocando carinho, agora levanta!ㅡEu disse retirando a mão e ele gemeu indignado

ㅡPor que eu tenho que trabalhar? Eu quero ser desempregado e poder ficar só agarrado com você aqui!ㅡEle disse e eu ri

ㅡVocê não quer fazer isso, vai sentir falta, muita falta. Aí vai ficar reclamando que está desempregado e querer trabalhar de novo. E eu não tenho paciência!ㅡEu disse me levantando

ㅡMas pensa pelo lado bom. Se eu não for mais um ídolo, podemos estar sempre juntos e os Armys não vão mais te perturbar!ㅡEle disse tentando ser convincente

ㅡNão é tão ruim assim, e você ama o que faz!ㅡEu disse e ele suspirou. Eu ia levantar, mas ele me parou e me puxou para deitar de novo

ㅡEu quero te dar uma coisa!ㅡSentou e abriu a gaveta do lado da cama tirando de lá algo e escondendo atrás das costas

Me sentei o olhando desconfiada e arqueei a sobrancelha...

ㅡO que é isso?ㅡPerguntei e ele mordeu o lábio inferior

ㅡNão se assuste!ㅡDisse alto, me assustandoㅡQuer dizer... Assustar do tipo, se sentir pressionada e voar de volta para o infinito e além!ㅡExplicou e o encarei

ㅡEu não sou o Buzz Lightear!ㅡRetruquei

ㅡSim, mas de qualquer forma...ㅡSuspirouㅡNão fuja.ㅡPediuㅡNão é nada de mais, só... Algo importante!ㅡExplicou me deixando aflita e confusa

ㅡEntão é algo de mais. O que é? Me mostra logo, ora!ㅡReclamei e ele suspirou antes de tirar de trás das costas uma caixinha preta

A encarei surpresa e um pouco receosa. Ele percebeu minha expressão e suspirou parecendo decepcionado...

ㅡEu não vou te pedir em casamento.ㅡExplicou como se o assunto o indignasseㅡIsso é só um anel de compromisso, eu percebi que não tínhamos nenhum até hoje e quis comprar um pra você. Eu estou com ele a alguns dias, mas você fugiu para o Brasil e não te entreguei. Quando você chegou eu ia fazer isso, mas aí eu não pude fazer isso... Ontem!ㅡDisse desviando o olhar pra caixinha de novo e mordi o lábio me lembrando claramente de noite passada

Ele abriu a caixinha e um lindo anel prateado com desenhos e pedrinhas azuis estava lá dentro. Suspirei apaixonada por ele.

Azul é minha cor favorita!

Ele olhou minha expressão e deu um sorriso de lado, parecendo feliz por eu ter gostado...

ㅡEu pensei que acharia que era um anel de noivado, por isso eu expliquei antes. Pra você não fugir de mim!ㅡEle disse meio triste e o encarei

ㅡEu não iria fugir!ㅡEu disse o deixando surpreso

ㅡNão foi isso que sua reação disse...ㅡRebateu

ㅡEu não me importaria de ser um anel de noivado, eu gostaria da mesma forma!ㅡRetruquei dando de ombro

ㅡE você por um acaso aceitaria se casar comigo?ㅡQuestionou cruzando os braços

ㅡEu poderia aceitar, ora. Você me subestima demais as vezes!ㅡRespondi indignada e ele mebolhou surpreso

ㅡPoderia não é bem uma certeza, mas é melhor do que nada!ㅡDisse e suspirou

ㅡEu posso colocar o anel ou ele é seu?ㅡPerguntei e ele pareceu lembrar só agora do início da conversa

Tirou o anel da caixinha e colocou no meu dedo anelar, plantando um beijo sobre ele. Nosso momento fofo foi cortado pela porta se abrindo de repente...

ㅡVão se casar?ㅡHoseok questionou entrando junto com o Jin

ㅡComo vocês entraram aqui? A porta estava trancada!ㅡEu disse indignada

ㅡJin-Hyung aprendeu na internet como arrombar portas. Ele está sem limites!ㅡHoseok disse tão indignado quanto eu

ㅡVocês já ouviram falar de uma coisa chamada 'privacidade'? Ela vem sendo muito requisitada recentemente!ㅡIronizeiㅡE arrombar portas é crime!ㅡCompletei indignada

ㅡVai me denunciar?ㅡJin perguntou arregalando os olhos com uma expressa ameaçadora e encolhi os ombros

ㅡNão, que isso.. Dá muito trabalho!ㅡDei de ombro

ㅡHyung, não faça mais isso. Nós precisamos de privacidade também!ㅡTaehyung disse sério e Jin o olhou confuso

ㅡMas...ㅡO cortou

ㅡNão faz mais!ㅡDisse e Jin suspirou

ㅡTudo bem, desculpe!ㅡDisse sério e o clima ficou um pouco desconfortável

É a primeira vez que ele chama a atenção do Jin por algo assim. Normalmente ele ignora, mas hoje...

ㅡAlguém quer... Chocolate? Eu trouxe chocolates do Brasil pra você, Jin!ㅡEu disse e ele sorriu rasamemte

ㅡE pra mim?ㅡTaehyung perguntou e eu ri

ㅡTem pra você também!ㅡEu disse me levantandoㅡSentem aí, eu guardei eles no frigobar!ㅡEu disse e eles se sentaram na beira da cama

Peguei a sacola cheia de bombons e me lembrei, felizmente da minha primeira missão do dia...

ㅡAhh, eu preciso sair!ㅡEu disse chamando a atenção deles, que me olharam confusos

ㅡPra que?ㅡPerguntam juntos e se entreolham

ㅡPreciso comprar uma coisa!ㅡDisse indo até o banheiro para escovar os dentes e fazer xixi, algo que arde como o fogo do inferno

ㅡAh. Precisa comprar aquilo?ㅡTaehyung perguntou do quarto

ㅡSim!ㅡRespondi com espuma na boca

ㅡNão se protegeram?ㅡHoseok disse e eu me pergunto porque eu ainda me surpreendo por ele sempre saber das coisas

ㅡEla sim, eu também, mas aconteceu um leve imprevisto!ㅡTaehyung disse

ㅡPeça para algum staff comprar pra você, se virem que você comprou isso vai sair em todos os veículos de mídia!ㅡJin disse

ㅡTem razão!ㅡHoseok disse

ㅡEu vou pedir!ㅡJin disse

ㅡNão precisa, eu vou!ㅡTaehyung disse saindo do quarto

Lavei minha boca e saí do banheiro para me vestir...

ㅡO que deu nele recentemente?ㅡHoseok perguntou curioso

ㅡEu não sei!ㅡRespondi

Primeiro foi o papo de que queria estar desempregado para os fãs não me perturbarem, agora está tratando o amigo assim? Eu não entendo...

Continua


Notas Finais


JMㅡAnna-Ya, você está bem? Ele não te machucou né? Está podendo andar? Se quiser eu busco uma cadeira de rodas, tem um hospital aqui perto

JKㅡVocê tá falando sério?

JHㅡDepois dessa pérola a Anna nunca mais vai olhar na sua cara de tanta vergonha

JMㅡÉ que... Eu ouvi ela do meu quarto, e a coisa parecia um pouco intensa, por isso perguntei

YgㅡEla vai precisar de uma maca, isso sim

AㅡEu sou uma piada pra você?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...