História Um sonho para lutar - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Bruno Mars
Tags Bruno Mars, Drama, Romance, Sonhos
Visualizações 11
Palavras 891
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, espero que estejam bem ☺Mais um capitulo para vocês!!
Boa leitura ♥

Capítulo 36 - Capitulo XXXVI


Fanfic / Fanfiction Um sonho para lutar - Capítulo 36 - Capitulo XXXVI

Às vezes quando passava próximo a ruas de Beverly Hills observava aquelas mansões que famosos de Los Angeles moravam e imaginava se um dia poderia ter a minha própria casa lá, que além de ser uma cidade maravilhosa é bem segura. Quando minha fama ganhou sucesso de uma vez por todas com o novo álbum e as músicas, comecei poupar dinheiro para comprar minha casa lá, após o casamento comprei uma casa num condômino seguro e pedi para que reformassem afinal queria um padrão atual e luxuoso para minha família que estava formando.
Estava deitado no sofá assistindo séries e Beca estava na cozinha organizando a louça quando recebi a ligação do arquiteto responsável pela reforma dizendo que estava pronta pela tarde:

(ligação on)

- Alô? – falo.

- Bruno? – pergunta por mim uma voz masculina um pouco velha.

- Sou eu, com quem falo? – perguntou também.

- É o Richard, arquiteto da casa que você pediu que reformasse. – responde.

- Ah Richard, e ai? – pergunto curioso.

- A reforma ficou pronta hoje e solicitamos a entrega dos novos móveis e eletrodomésticos como pediu quando terminássemos – explica.

- Que bom! Muito obrigado – agradeci e sorri ao saber.

- Por nada, precisa mais alguma coisa? – pergunta

- Hum... – faço uma pausa para pensar – Na verdade sim, preciso levar algumas coisas e vender os antigos móveis que tenho.

- Vou ver aqui uma pessoa que pode ir até sua residência fazer a mudança, seria para quando?

- Pode ser ainda hoje se possível – afirmei

- Ok, da para mandar – fala Richard e faz uma pausa. – Ah, como já está quase tudo pronto já podem pegar a chave com o porteiro daqui do condomínio, vou deixar com ele, ok? - perguntou.

- Ok, eu vou passar no seu escritório. Será que já posso me mudar ainda hoje? – perguntei animado.

- Acredito que sim, assim que passar o cara aí para buscar o que falta na sua casa, pode sim – explicou.

- Certo obrigado e até mais – falo e desligo o celular.
              (ligação off)
            No mesmo instante vou até a cozinha falar para Beca a novidade, ela já estava terminado a louça.

- Adivinha? – pergunto sorrindo

- A nossa casa já está pronta? – pergunta já sabendo a resposta.

- Esperta! Tava ouvindo a conversa? – falo e continuo sorrindo.

- Ouvido serve para isso – fala e ri – Quero saber como está, quando vamos ver? – pergunta contente.

- Hoje, não só ver mas como mudar para nosso novo lar. – Explico

- Que rápido heim – fala admirada – Ainda hoje? – pergunta animada.

- Sim, um cara ficou de passar aqui para levar algumas coisas e precisam me entregar a chave da nova casa. – falo

- Então já vamos arrumar as coisas! – fala animada e vai para o quarto e eu o sigo – Vamos começar pelas roupas. – fala abrindo o guarda roupa para separar todas as roupas.

- Temos que pegar as comidas e os produtos de limpeza que estão no armário né? – falo observando Beca a separar as roupas.

- Sim, mas vamos organizar aqui antes – suspira.

- Ta, vou pegar as minhas também – falo e começo tirar minhas roupas enquanto Beca fazia o mesmo com as dela. Depois te tirar todas, busco algumas sacolas reforçadas para colocar as roupas, toalhas, roupas de cama, edredons, cobertas e sapatos que tiramos do guarda roupa e das gavetas.

- Acho que terminamos aqui – fala olhando para as sacolas que empilhamos.

- É pegamos tudo – suspiro ao olhar ao redor do quarto.

- Vou para cozinha, tem que tirar as coisas que ta na geladeira – fala já um pouco cansada.

- Tem ainda os produtos de limpeza né? – pergunto e Beca concorda com o rosto – Ta, vou empacotar eles. – terminou de dizer e sigo para o armário com uma caixa para coloca-los, comecei colocando e jogando umas embalagens vazias. Não demorou muito terminei guardei tudo desde produtos de higiene até limpeza então escuto Beca me chamar:

- Bruno, me ajuda aqui?! – chama, respiro fundo e vou ver o que ela quer.

- Fala – chego na cozinha e ela já tinha tirado as coisas da geladeira a deixando vazia.

- Vou precisar da sua ajuda para pegar as comidas que estão naquele armário – pede apontando para a parte mais alta do armário, certamente se fossemos mais alto conseguiríamos haha.

- Ta bom, eu vou pegar a escada – falei e me virei para buscar.

- Ah é, você não consegue pegar sozinho – fala e ri.

- Engraçadinha – falo e faço cara de deboche – Eu ainda vou pegar para você, me agradeça por isso. – falo e rio também, pego a escada e subo e vou dando as coisas para Beca guardar. Depois de ter pegado quase tudo, uma caminhão buzina em casa e vou lá na frente recebe.

- Oi, vinhemos pegar as mudanças – fala um dos caminhoneiros, esse parecia estar cansado do serviço seu colega de trabalho nem tanto tinha o aspecto mais jovem e usava óculos.

- Podem entrar – falo e eles me seguem para dentro de casa – Estamos acabamos de arrumas as coisas – falo entrando no quarto onde estavam as roupas para eles levarem, enquanto eles levam eu e Beca finalizamos tudo e foram levando pouco a pouco até que terminam

- Pronto, vamos levar para sua nova casa. – fala o caminhoneiro mais velho.

- Ok, obrigado – agradeço com um aperto de mão.


Notas Finais


Continuem acompanhando!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...