1. Spirit Fanfics >
  2. Um sonho vira pesadelo - Noah Urrea >
  3. Vou mandar te internar!

História Um sonho vira pesadelo - Noah Urrea - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem. Boa leitura

Capítulo 15 - Vou mandar te internar!


- Pode ser. Mas você acha que ela vai gostar de mim?

Noah- Tenho certeza, e minha irmã tambem.

Só piora, daqui a pouco ele vai querer que eu conheça a tia dele.

- E seu pai?

Noah- Ele provavelmente vai falar que não pode vir. Só vive no trabalho.

- Hum... Então é só marcar.

Noah- Ta bom. Ela vai gostar de você.

Terminamos de comer e subimos fizemos nossas higienes e fomos ver como Bia estava.

Chegamos no quarto e ela estava caída no chão, provavelmente tinha caído da cama.

- Acho que ela caiu da cama. – digo ajudando Noah a colocar ela no meio da cama pra não cair mais.

Bia- Me deixa dormir. – digo sonolenta

Pego mão dela e vejo que esta quente. Pego em seu pescoço e tambem esta.

- Noah ela tá com febre. – digo preocupada.

Noah- Mas porque?

- Na sei. Me ajuda a levar ela pro chuveiro. – digo puxando Bia e sentando ela da cama.

Pego ela de um lado e Noah de outro e a levamos para o banheiro. Sento ela no vaso.

Bia- Me deixa eu to com frio.

- Ligo no frio o chuveiro. Bia você têm que me ajudar quando eu vou contar até três e você levanta.

Bia- Eu não consigo – digo molenga

Tiro sua camiseta e seu shorts.

Noah- Quer que eu saio?

- Não precisa. Me ajuda a levantar ela. – Pegamos ela e a colocamos no chuveiro – Eu preciso de uma camiseta e toalha por favor – digo e ele sai

Bia- Ta gelada. – digo tentando sair

-Se voce não melhorar vou ter que te levar no hospital.

Bia- Hospital não!

Pov Noah

Bia- Mas ta gelada.

- Olha eu tambem to na água – digo entrando no chuveiro.

Volto e vejo uma linda cena, Kyara estava abraçando Bia no chuveiro pra tentar diminuir a febre dela que queria sair, era como se fossem mãe e filha.

Pov Kyara

- Vamos ficar só mais um pouquinho ta? – digo passando a mão em seus cabelos e ela assente com a cabeça.

Depois de alguns minutos saímos do chuveiro deixei Bia na cama e fui trocar de roupa pegar uma camiseta pra ela e pegar meu kit.

Volto no quarto e Noah estava tentando conversar com ela pra se descobrir.

Bia- Me deixa. To com frio

Noah- Mas se você não se descobrir vai aumentar a febre e você vai ter que ir pro hospital.

É tão fofo esses dois ele parece que ele esta falando com uma criança. Vou até a cama e puxo a coberta de Bia a deixando só com a toalha.

Bia- Eii. Eu to com friooo.

Ignoro o que ela fala e visto a camiseta. Pego meu termômetro e meço sua temperatura.

- Você comeu alguma coisa? – pergunto ela nega com a cabeça.

- Abre a boca – digo pegando a lanterna do meu celular pra olhar e um palito.

Noah- O que ela tem?

- Ta com virose. Deve ter sido do dia que a gente foi pra praia, mas tem mais alguma coisa – digo olhando pra ela com olhar de reprovação.

- O que você comeu esses dias?

Bia- É...

- Não mente pra mim!

Bia- Maçã.

- POR QUE? – digo me alterando

Bia- Ah nem vêm me dar sermão. – digo fechando a cara

- Eu vou te dar sermão sim! Sabe por que? Porque se você tiver com anemia não vai poder participar de PORRA NENHUMA de campeonato, ta bom pra voce?!

Bia- A não veí. Tudo menos isso!

- Então toma bastante a água, porque se der desidratação eu vou mandar te internar. – digo e saio do quarto batendo a porta.

Pov Noah 

Bia- Porra cunhado, me ajuda.

Noah- Ela não ta errada – digo indo em direção a porta mas paro – E bebe água

Saio e fecho a porta vou ate meu quarto vejo a porta aberta e entro sem fazer barulho e pulo em cima de Kyara que estava deitada de bruço.

Kyara- Ai que susto! – digo levantando a cabeça do travesseiro.

- Também te amo – digo distribuindo beijos em seu ombro.

Kyara- Eu te amo me dengo – digo me virando pra cima e lhe dando um selinho demorado.

- Sabe o que eu queria?

Kyara- Hum..

- Sobremesa – digo dando selares em seu pescoço

Kyara- Que tipo de sobremesa? - digo lhe dando um beijo

- Faz brigadeiro?

Kyara- Não acredito que você fez tudo isso pra me pedir brigadeiro!

- Ah nunca te pedi nada por favor. – digo fazendo biquinho.

Kyara- Com uma condição.

- Qual? – digo me fazendo de inocente

Kyara- Eu quero um beijo.... ou dois... tre- sou interrompida com um beijos feroz e quente. Paramos pela falta de ar.

- Deseja mais alguma coisa?

Kyara- Acho que quando não tiver ninguem em casa.

Saimos e descemos as escadas, vimos Bia na cozinha no escuro e resolvemos dar um susto nela.

Kyara fica abaixada perto do balcão junto comigo e quando Bia ia subir eu gritei e Kyara pegou na perna dela.

Bia- AI CARALHO PUTA QUE PARIL VÃO TOMAR NO CÚ.

Kyara e Noah- KKKKKKKKKKKK.

Bia- Puta merda mano, ces querem me matar de susto – digo tentando enxergar eles.

Levanto e vou acender a luz. Ainda rindo encosto na parede.

Kyara- Você não tinha se assustado se estivesse no quarto deitada ao invés de estar assaltando o armário e roubando MEU salgadinho. Mas pode comer.

- Você não estava morrendo?

Bia- Eu já teria morrido se não tivesse vindo buscar alguma coisa pra comer, ou de susto não acha? – digo virando e indo em direção a escada.

Depois que Bia subiu caimos na risada de novo.

- Quase quem morre sou eu com o grito dela.

Kyara- Né!

Kyara vulgo o meu amor, fez o brigadeiro e nos comemos. Logo depois subimos e fomos dormir isso já era duas e meia da manha.


Notas Finais


Espero que estejam gostando, e gostaria da opinião de voces que é essencial pra historia pfv.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...