História Um Universo Para Eu e Você - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Quem é você, Alasca?
Visualizações 3
Palavras 550
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Último capítulo

Capítulo 30 - Capítulo 27


Fanfic / Fanfiction Um Universo Para Eu e Você - Capítulo 30 - Capítulo 27

Já se passaram 3 meses desde a internação do meu pai. Eu sei que foi muito difícil para ele, mas foi um mal necessário.

Eu achei outro lugar para morar, um lugar mais seguro do que uma árvore, não é muito confortável. Andei pesquisando pelo bairro Durante uma semana e achei uma casa abandonada. E me invadi.

Sei que é muito errado isso, mas não fiquei nada casa em si, fiquei no porão.

Pra eu conseguir jogar meus games tenho que ir até uma praça afastada do centro, tem internet gratuita lá, mas também não é grande coisa.

Peguei meu telefone e liguei para a clínica.

— Clínica de reabilitação, Bom dia?

— Bom dia, gostaria de falar com um paciente...

— Qual o nome?

— Bill Rockers.

— Alô? Filho?

— Oi pai, ja faz um tempo né..

— Sim, porque me ligou?

— Queria saber se você estava bem.

— Melhor que isso só se eu nascer novamente.

— haha.

— Como você está?

— Um pouco sem rumo, do mesmo jeito que fiquei quando a mamãe me abandonou.

— Ah, é...

Ele parecia incomodado.

— Tudo bem pai? Parece inquieto.

— Eu preciso te contar uma coisa..

— Fala.

— Vamos supor que.. Sua mãe não te abandonou.

— O QUE?

— Eu estava bêbado de mais para entender, mas ela não te abandonou.

— E aonde ela está? Ela esta bem?

— Ela esta no Arizona..

— Ela tem outra família?

— Na verdade, eu internei sua mãe.

— O que? Porque não me contou?

— Porque ela estava te culpando por absolutamente tudo e.. Estava tentando te matar.

— Me.. matar?..

— Você não vai entender..

— Porque escondeu isso de mim?

— Era mais fácil lidar com uma rejeição do que com o odio da própria mãe.

— Como sempre Você agiu feito um idiota pai!

— Ela esta bem, estava controlada por medicamentos..

— Como assim estava? Não esta mais?

— Ela fugiu tem algum tempo, mas tudo que eles sabem é que ela roubou umas roupas das funcionárias e entro no ônibus para San Francisco.

— Preciso encontrá-la.

— Não faça isso, ela é mais perigosa do que você pensa.

— Ela é a minha mãe, e eu a amo e tenho certeza de que ela me ama também.

Desligo o celular..

Eu ja tinha um objetivo em mente.

Irei encontrar minha mãe a qualquer custo.

Não pensei duas vezes em pegar minha carteira de identidade falsa com minha velha mochila, tudo que faltava era o ônibus.

Cheguei a rodoviária, estava nervoso por dentro, mas preciso manter a calma.

Ele chega, olho bem para essa cidade.

Como pode ser repleta de gente e muitas pessoas continuam a se sentir sozinhas.

É preciso coragem para enxergar o mundo real e mais ainda para viver nele.

É claro que você vai cair.

E vai chorar, mas o que ja está no chão, do chão não pode passar.

Não é uma frase motivacional, é um fato.

E ao pisar no ônibus, percebi que tudo é limitado, porque você o limita.

"Não aguento comer mais"

E a pós 5min você ja está comendo novamente, porque tentou.

Então porque não tentar?

Tome as decisões erradas, elas te levarão as escolhas certas.

E lembre-se

" Muitas mentiras carregam verdades, as vezes dolorosas."

E aqui vou eu.

Entro no ônibus.

O começo do fim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...