1. Spirit Fanfics >
  2. Um veela em apuros >
  3. Capítulo 15

História Um veela em apuros - Capítulo 15



Notas do Autor


Gente, lê o cap anterior primeiro, senão vocês vão se embolar
Boa leitura ♡

Capítulo 15 - Capítulo 15


Autora on:

Teddy despertou no outro dia com dor de cabeca e sua garganta doía. Olhou celular e James mandou 15 mensagens. Sorriu ao ver que era Albus, seu celular tinha quebrado (Teddy quebrou) e ele tinha que compra outro. Levantou e foi até o chuveiro sentindo a água quente correr pelo corpo, como era bom o gosto do mais novo, seu cheiro, ainda com albus na mente

*Eu posso sentir!*

Seus olhos se arregalaram com medo. Amente ouviu as palavras de Sirius que voltou com força..

O que o velho queria dizer com aquilo? Grávido. Seu ômega ia ter filhotes? A Vick também ia ter, ele queria assumir o namoro com Albus. Mas e se Vick fizesse algo contra eles?

Espirrou de novo, viu o corpo trêmulo e se escorou na parede. Não tinha comido desde ontem após o cio, estava acabado e sem força (Carai Albus, tu detonou o coitado em. Pqp). O corpo deslizou e caiu no chão, sentia tremer , seu corpo estava quente mais ele sentia tanto frio. Era ilógico.

- Moleque idiota...

Ouviu uma voz, mas não conseguiu ver quem era. Apagou...

Após um tempo, sentia os lençóis na pele e um cheiro de cânfora. Os olhos pesavam e seu corpo parecia chumbo.

Abrindo aos poucos os olhos viu uma sombra de alguém que lhe olhava.

- Albus ??

Ainda sem foco, viu a criatura acariciar seus cabelos, que perdera seu famoso tom azul e agora era castanho desbotado .

- Sou eu, o Remus ...seu pai ...

Teddy olhou pro pai tentando encherga, mas sem sucesso .

- Pai, não consigo vê-lo direito.

- Tudo bem, é a febre. Descansa. Eu cuido de você!

Teddy sorriu, pra Remus estar ali era um motivo

*Sirius*

- O coroa te pôs pra fora?

Sorriu sem mostra os dentes .

- Moleque, você está na minha casa

Teddy tentou sentar, so tentou mesmo, porque o corpo não respondeu. (Caraí, e eu achando que Teddy tinha pegado pesado com o Albus, pelo visto não foi assim né. Ele conseguiu desnutrir o menino todo)

- O que? Como assim? Eu...eu não estava na minha casa?

Remus rosnou, e ao longe Teddy jurou ouvir um "có có có có có" (Essa galinha vai virar meu personagem preferido. Tô até vendo)

- Eu fui te ver poque Sirius jurou que estava com um mal pressentimento, e quando cheguei lá você estava desmaiado. Eu o coloquei na cama, mas Sirius apareceu lá e viu que sua comida nao era "comida", segundo ele você tá vivendo de porcaria então trancamos sua casa eu o trouxe aqui. Até porque Sirius me mataria se eu não o trouxesse.

- Ata.. Só porque ele mandou.... (Aí, me deu dó)

Havia um tom de magoa na voz de Teddy. (Claro né meu bem. Seria estranho se não tivesse)

- Claro que não foi so por isso .... Entenda Teddy, você é meu filho, eu amo você. Dou um bosta de pai ...sim, mas eu amo você e sim, eu vi que sua casa tá carente de arroz e feijão como diz os trouxas, mas Sirius tem razão.

- Quando vocês vão embora de novo? - Teddy perguntou de olhos fechados

- Não vamos ....

A voz de sirius soou como voz melosa e teddy virou pra onde vinha a voz, sua vista começava a melhorar.

Sirius tinha ao seu lado flutuando, um prato que fumegava uma sopa junto um caldeirão pequeno com para e suco, tudo numa bandeija de prata .

- Senta, filhote abandonado

Teddy com ajuda de Remus, se sentou após conjurar uma mesinha de apoio sobre o colo de Teddy e a bandeja foi posta. Meio trêmulo, tentou pegar mas Sirius bateu na mão de Teddy e passou a alimentar ele .

- Mão tremendo não serve nem pra bater uma punheta, e quer segurar a colher pra derramar tudo nos meus lençóis lavadinhos.

Teddy queria rir, mais se derramase mesmo iria morrer.

- Sirius....

Remus resmungou sentado na poltrona, Teddy olhou a porta aberta do quarto e viu uma galinha preta que passou ciscando e Remus olhou feio pra galinha. (EU AMO DEMAIS A COCÓ MANO KKKKK)

- Eu vou ter que entender por que vocês criam uma galinha?

Remus fechou a cara e Sirius sorriu docemente.

- Minha Cocó é um trofeu pra mosrrar a Remus o preco de sua vergonha .

Teddy não entendeu e o casal começou a discutir.

- Eu já pedi desculpas - Resmungou Moony

- Não interessa - Padfoot esbravejou - Se fosse de Tonks você não teria perdido, mas como era pra mim ....

- Tá se ouvindo? Na gravidez de Teddy estavamos em guerra, eu nem via ela direto. Até porque ela pegou ranço de mim ... - Gritou Remus

- Sorte dela, porque eu fiquei carente de você. Mas eu juro, Moony, posso usar um pretinho básico de viúvo se me irritar. - Gritou Sirius de volta


Nesse ponto, Teddy já comia sozinho olhando atentamente Sirius de braços cruzados com bico olhando pro lado, e Remus ao seus pés se desculpando. Teddy só observou .


- Olha como você é insensível, Moony, eu tô aqui prenho com seu fihote, alimentando o meu outro filhote que está desnutrido porque você e um pai filho da puta e você não beija nem meus pés. Isso já é demais .

Teddy riu do drama de Sirius e da cara de choro do seu pai, que foi pra cama de Teddy e sentou ao lado do filho .

- Não casa, viu? Porque é  isso que Albus vai fazer ...

Remus tentou falar baixo, mas Sirius ouviu e fechou a cara.

- Hoje dorme no sofá por insinuar que meu filho vai ser biscate, e por falar mau de mim....

Sirius não saiu na porta, pois Remus agarrou Sirius pelo braço o puxando de volta, o beijando e impressando ele na porta.

- Seu filho da mãe gostoso ....se eu dormirr no sofá eu te levo comigo...

Teddy bebia seu suco de laranja olhando o casal.

- Então você esta grávido, coroa ?

Primeiro sirius arregalou os olhos e segundo o tapa na cabeça veio com forca, fazendo o copo voar .

- Coroa é tua vó, eu sou exeperiente. E sim, eu vou ter um bebê, mas você sempre será meu primeiro, viu ...


Teddy alisava a cabeça onde recebeu o tapa e viu remus rir. A tempos não via seu pai rir .


- Desculpa mamis

Esperando outro tapa, tinha colocado os braços sobre a cabeça. Não vendo reação, ergueu a cabeca vendo Sirius com a mão na boca e os olhos rasos d'água

Olhou pro pai que franziu a sombrancelhas.

- Oh Merlin, ele me chamou de mãe!!

O moreno correu pra Teddy, o abracando, que retribuiu com cara de "não entendi nada",sentindo seu ombro molhar pelas lagrimas de Sirius. Teddy apertou ele e falou no seu ouvido:


- Te amo mãe. Você sempre foi minha mãe, desculpa não ter dito antes, você me criou. Eu amo você

Agora os solucos era altos e Teddy se sentia sufocado com Sirius que chorava abundante e falava ao mesmo tempo

- Valeu a pena brigar com a familia e valeu a pena te rouba da velha da minha prima. Porque acha eu aturei Moony até hoje? Porque ele me deu você ....

Teddy vendo a cara do pai, que tava a ponto de chutar a galinha que ciscava seu pé.. (VAI COCÓ)

- Para mamis, o pai tem ciúmes .

Ambos riram e Remus se aproximou e abraçou os dois.

- Pode agarrar meu marido .... No final da noite eu que durmo com ele .

Ambos soltaram Teddy e foram embora e o Lupin mais novo sentiu um vazio grande no peito. Olhou a procura do celular, não achando, até sua varinha não estava ali. Suspirou levantando ao tentar, mas ao se erguer sentiu tontura, logo volto a sentar pra não ir pro chao e meio torto deitou se cobrindo.


- Queria você aqui, Albus ....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...