História Um verão inesperado, uma pessoa inesperada. - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Romance
Visualizações 26
Palavras 890
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Nova casa


Fanfic / Fanfiction Um verão inesperado, uma pessoa inesperada. - Capítulo 12 - Nova casa

Acordei cedo e fui tomar um banho e me arrumar para viajar, estando pronta arrumo minhas coisas e organizo a casa, coloco o lixo para fora e retiro qualquer comida para não atrair animais, fecho a casa e saio a espera do táxi, é claro que não esqueci de minha rosa... Quando ele chega entro e vamos em direção a pequena cidade na qual eu iria pegar o ônibus e ir para Seul. Fico esperando alguns minutos o ônibus, quando ele chega entro e partimos para a cidade Seul no qual iniciaria minha vida Universitária e minha carreira profissional... Chegando desço  vou para o estacionamento onde Emili estaria me esperando, ela estudou comigo dês de meus quinze anos e desde então somos grandes amiga, ela é mestiça seu pai é inglês e sua mãe coreana. Assim como eu ela teve alguns problemas em relação a sua origem mas não tanto como eu, afinal ela parecia uma coreana porem seus traços eram levemente diferentes, seu nariz e lábios eram finos e em pé, seu cabelo castanho claro e era meio alta com seus 1,70.

Emili- Oiiii.

- Oi

Nos abraçamos e fomos em direção ao carro.

- Tudo bem?

Emili- Na medida do possível. *sorri*

- O que aconteceu?

Emili- Terminei.

- Por que ?

Emili- as coisas não estavam indo bem, a família dele é muito tradicional quando ele ficaram sabendo que sou mestiça começou a sair briga.

- Nossa que coisa horrível. Mas você é linda o que não falta é homem no seu pé. *sorrio*

Emili- Você tem razão mas aqui é muito complicado ter um relacionamento.

- Se você não encontra aqui não tem problema, é só ir para fora do país. Podemos ir juntas, eu não vou arranjar um namorado nunca aqui.

Emili- Não seja tão pessimista. Vai que algum homem lindo e maravilhoso se apaixone por esse seu olhos verdes e seu rostinho de boneca, ainda mais com esse corpo de dar inveja. *ri*

- Se está difícil para você então é impossível para mim.

Emili- Bom não acabou as esperança, estamos iniciando nossa vida adulta. Ainda tem muitas festas e baladas para irmos.

- Não quero ir em festas e baladas, prefiro ficar em casa...

Emili- Jogando, ou vendo série... Com certeza não, você é jovem e muito bonita, tem que aproveitar.

- Nem vou discutir com você.

Emili- Melhor não mesmo. Já batemos varias vezes nessa tecla.

Depois de alguns minutos chegamos em nosso apartamento, íamos mora juntas e mais uma amiga á Gina que parecia uma boneca morena, conseguia ser mais baixa que eu, é magro mas possuía corpo, seios e glúteos era o que não faltava nela, seus cabelo iam até o quadril todo enrolado e preto, seus olhos pareciam duas castanhas. Éramos o trio parada dura, quando andávamos na rua todos os olhos iam para nós, e é claro tínhamos o Fredi que era nosso único amigo homem, ele vivia conosco e era nosso segurança quando necessário, ele tem seus 1,85 de altura, pele levemente bronzeada como a minha, cabelos loiro escuro  andulados até o início do pescoço e seus olhos eram verdes acinzentado, um homem realmente bonito com belo corpo.

Entramos no elevador e subimos quando abri a porta encontro Gina e Fredi preparando o almoço, a apartamento era bem grande para três universitárias, tinha uma sala media e uma cozinha americano um pouco menor que a sala e depois vinha um corredor que ficava o banheiro e os dois quartos, um era grande e as meninas iam dividir já o outro era bem pequeno mas ficaria apenas eu.

- Oi meus lindos!

Emili- O cheiro está ótimo.

Fredi vem até mim e me abraça puxando meu corpo para cima, fico pendurada em seu braços como uma bonequinha.

Fredi- Finalmente, achei que nunca iriam chegar.

Gina- Oi. Estava bom lá?

Nos abraçamos e logo fomos para cozinha comer e conversar.

- Foi ótimo.

Emili- Deu para percebe você está radiante, como se estivesse encontrado algo especial.

Gina- Concordo está diferente.

- Não sei onde estão querendo chegar.

Emili- É claro que sabe, por acaso encontrou alguém legal em suas férias.

Fredi- Deixem ela em paz... Você deve estar casada, não que ir deita?

Emili- Claro que não, está muito cedo não são nem cinco horas, deixe de ser super protetor Fredi.

- Ok chega de discussão, que tal bebermos alguma coisa?

Gina- Eu topo.

Fredi- Eu também.

Emili- Tem um vinha no armário, esperem um pouco que vou pagar.

- E as férias de vocês como foi?

Gina- Trabalhei com meu pai quase todos os dias, vim para Seul ontem.

Fredi- Eu fiquei em casa e depois vim para cá, arrumar um lugar para fica.

- E encontrou alguns lugar?

Fredi- Sim perto da Universidade, aluguei um quarto.

- Que ótimo.

Emili- Às minhas férias vocês já sabem. Mas deixem isso para lá, vamos beber.

Fredi- Deixe que eu abro.

Ele nos serviu e ficamos jogando conversa fora e bebendo até o vinho acabar... Já passava das dez quando já estávamos meio altos e não avia nem mais uma gota na garrafa.

Fredi- Melhor eu ir.

Gina- Nada disso... Durma ai na sala, amanhã você vai.

Emili- Concordo.

- Eu também.

Fredi- Então ta.

- Então vou deixando vocês, minha cama me chama.

Fredi, Gina, Emili- Boa noite.

- Boa noite.

Fui para o quarto e abri minha mala, guardei as coisas e fui tomar um banho, voltei para o quarto vesti a roupa e deitei, quando fechei meus olhos não pude evitar de pensar nele... Onde está, o que está fazendo, se já estava deitado... Dormi logo em seguida me sentia exausta da viagem.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...