História Um verão inesperado, uma pessoa inesperada. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Romance
Visualizações 29
Palavras 902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Nos veremos novamente.


Fanfic / Fanfiction Um verão inesperado, uma pessoa inesperada. - Capítulo 3 - Nos veremos novamente.

Acordei cedo e me arrumei para ir correr, passei novamente em frente da casa mas dessa vês vi uma mulher em frente a casa, ela poderia ser parente do garoto ou trabalhar na casa, afinal eu tenho certeza que avia empregados para limpar e manter uma casa daquela em bom estado. Continuei minha corrida e parei novamente próxima das árvores, decidi entra no bosque e me aventurar um pouco, comecei á andar em meio as árvores avistei um lago não muito grande, me aproximei e vi meu reflexo na água esverdeada meio cristalina, conseguia ver alguns peixes nadando, fiquei observando o lugar por um tempo, antes que eu percebesse avia alguém no meio das arvores com roupas pretas. Me assusto com presença da pessoa, dou alguns passos para frente e observo a figura.

- Quem está ai ?

A pessoas se aproxima dando uma visão masculina.

???- Você aparece em todo lugar que vou. Está me seguindo ?

- Não tenho motivos para te segui. Eu quem deveria dizer isso, afinal você sempre chega depois de mim.

???- Na verdade eu já estava aqui você que não me viu.

- Então estamos quites. Bom... Vou indo.

Aceno com a cabeça e ele retribui da mesma forma, saio andando de volta para fora do bosque e corro para casa. Chegando vou e tomo um banho, pego algo  para comer e deito no sofá pegando o livro para ler. Fico lendo até dar a hora do almoço, preparo meu almoço  e depois vou para o quarto me deitar ( garoto intrigante, pôr que sempre se esconde? Não fala seu nome e age como se minha presença fosse um problema. Mal sabe ele que também não faço questão de sua presença). Não tinha como não pensar nele, ficava frustrada com sua atitude.

Acabei cochilando e quando acordo ainda estava claro, desço as escadas e vou para cozinhar, bebo água e pego uma fruta. Fico na sacada esperando o sol se por, não sabia se deveria ir lá novamente (acho que já passei muito constrangimento mas a árvore não era dele e não tinha nada que me impedisse de ir lá...) Me levanto e visto uma calça jeans preta  e uma camiseta cumprida azul, um tênis e minha jaqueta, saio e fecho a porta indo em direção ao fundo da casa, caminho até a árvores, me aproximo lentamente e vejo que ele estava lá sentado, me sento do outro lado da arvore encostando em seu tronco.

???- Não esperava vela aqui.

Me assustei pensei que não tinha me visto chegar.

- Eu não ia, mas não vi motivos para deixar de vir aqui.

???- Pensei da mesma forma por isso estou aqui.

- hum... Pensei que não tinha me visto.

???- Você fez muito barulho quando chegou.

Não pude evitar uma careta com suas palavras.

- Não é como se eu estivesse te atrapalhando em algo importante.

???- Verdade mas gosto do silêncio.

Ele sempre tinha uma resposta. Ficamos em silêncio, deitei na grama e olhei para o céu estava iluminado de estrelas a lua estava enorme dando a sensação que daria para toca-la se esticasse o braço.

Acabei adormeçendo e quando acordei percebi que minha jaqueta estava sobre meu corpo o que era estranho já que não lembro de ter me coberto com ela, a única explicação era ele ter feito aquilo. Achei fofo mas meio constrangedor, me sentei e olhei pro lado, ele ainda estava lá.

- Obrigado.

???- Não deveria vir aqui se for dormir.

Senti uma pontada de raiva, me arrependi de ter agradecido, ele sempre tinha que ser arrogante.

???- Pode acabar pegando um resfriado...

Não sei como ele conseguia ser arrogante e atencioso ao mesmo tempo, quando olhei em sua direção ele parecia estar sem jeito,  em nenhum momento ele olhou em meus olhos.

???- Tenho que ir.

Ele se levanta e começa a andar mas derrepente ele para.

???- Você também deveria ir, esta tarde e é perigoso uma garota ficar sozinha em um lugar deserto como esse, principalmente se pegar no sono.

Fiquei chocada com suas palavras, ele realmente pareceu se preocupar. Me levanto e ando até ele ficando ao seu lado dando uma distancia boa entre nós.

- Você tem razão. Amanhã eu volto e durmo mais quando você estiver por perto.

Eu sabia que aquilo ia deixá-lo com vergonha aquela era minha forma de dar o troco por ser grosso comigo. Sai andado em direção a minha casa e ele ficou por um momento parado tentando se recupera da vergonha depois começou a caminhar. Ele estava logo atrás de mim e a cada momento que chegávamos mais perto de nossas casas a distância entre nós aumentava, cada um ia para um lado.

Não resisti em fazê-lo ficar com mais um pouco de vergonha.

- Estarei te esperando no mesmo lugar amanhã! *grito com toda minha força e aceno com a mão*.

Ele se vira em minha direção por um momento e depois volta a andar para sua casa. Pensei que não ia corresponder mas ele levanta o braço e acena, sorrio quando vejo pois não esperava aquilo. Volto a caminhar para casa chegando lá tiro meu tênis e a roupa, vou para cozinha e como alguma coisa depois volto para o quarto e deito.... Estava sem sono então levantei e fui até a sacada olhar a casa iluminada que se destacava a quilômetros. Estava apenas de roupas intimas então cinto o vento cálido do verão bater em meu corpo, dei uma ultima olhada para nosso ponto de encontro ao longe, volto para dentro e deito na cama logo dormindo.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...