História Um verão inesperado, uma pessoa inesperada. - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Romance
Visualizações 22
Palavras 704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Características de um homem.


Fanfic / Fanfiction Um verão inesperado, uma pessoa inesperada. - Capítulo 5 - Características de um homem.

Estava escurecendo então visto uma calça jeans e uma camisa de manga curta preta até o meio da coxa, tênis branco e uma blusa de moletom preta. Vou até a cozinha e pego uns pacotinhos de biscoito, saio de casa e vou em direção ao nosso ponto de encontro, chegando lá vejo o rapaz sentado então me aproximo e sento ao seu lado encostada no tronco, olhei para ele e vi que estava de olhos fechado então fiquei o observando, sua pele era bem branca também reparei em seu pescoço que era uma das poucas partes que estava visível, sei que pareço uma pervertida mas foi inevitável, pude ver cada traço de seu pescoço e sua clavícula.

???- O que está olhando?

Levei um susto quando ele falou comigo, olhei para outro lugar tentando disfarçar.( não sei se deu certo)

- Nada não... O que está fazendo?

???- Ouvindo música.

- humm... Qual música?

Ele vira em minha direção e entrega um dos fones para mim, coloquei no ouvido e uma música calma meio triste tocava, tinha vocal e reper , era boa então fiquei com o fone até a música acaba, ele não se importou então continuei com o fone até outra música começou e a assim por diante, passamos a noite ouvindo música e olhando para o céu que brilhava como sempre. Depois de um tempo lembrei que tinha um saquinho de biscoito então abri.

- Quer?

Ele me olhou então lembrei que estava de mascara.

- Me desculpa esqueci da mascara.

???- Tudo bem.

- Se ficarmos de costas um para o outro não vou ver seu rosto e da para você comer.

Me virei para ele encostar em minhas costas, ele êxito um pouco.

-Vem, eu não mordo.

Ele se virou e encostou em mim, senti o peso de suas costas contra aminha, suas costas eram mais largas do que aparentava e ele era alto (ou eu que sou baixa demais)  algo que não tinha reparado antes, senti o calor sai de seu corpo e passar para o meu causando uma sensação boa, depois de ter reparado que me toquei que ele não era um menino e sim um homem.

- Toma.

Passei um saquinho para ele e depois de abrir ouvi sua mastigada, ele comia com gosto e eu também, continuamos a ouvir suas músicas enquanto comíamos e observavamos  o céu, quando sua playlist acabou olhei no celular e vi que já passava da meia noite. 

- Melhor irmos.

Ele não respondeu então deduzi que avia caido no sono, levei minha mão acima de minha cabeça e toquei eu seu cabelo com intenção de acorda-lo mas quando toquei em seu cabelo e senti a maciez desejei continua a toca-lo, ele não acordou então adentrei meus dedos em seus cabelos e continuei a tocar até que o mesmo acordasse. Seu celular tocou e só assim ele despertou, logo erguendo o corpo e eu trazendo minha mão para próxima de mim, fingindo que nada tinha acontecido. 

???- Alô. Não vi o tempo passar, já estou indo. Tchau.

Eu ouvi uma voz feminina sair mas não deu para ouvir a conversa, era nítido o motivo dela ter ligado.

- Sua mãe?

???- Sim. Está tarde melhor irmos.

- É.

Nos levantamos pegando nossas coisas e caminhamos.

???- Por que não me acordou?

- Eu tentei mas você não acordou.

???- Fazer carinho na minha cabeça não é acorda.

Fiquei tensa e corada com suas palavras, não sabia onde enfiar minha cara... Isso era tão vergonhoso.

- Não sabia o que faze... 

???- Qualquer coisa.

- Da próxima saio de trás de você te deixando  cai no chão.

???- Só mexe meu corpo já é suficiente.

Chegamos próximo das casa, aquele era o ponto em que cada um ia para um lado.

- Pode deixar, da próxima irei te acorda direito. Tchau.

???- Tchau.

Nos separamos e caminhei para casa, chegando lá fui direto para o quarto tirei a roupa e deitei, me sentia exausta apesar de não fazer nada o dia todo, sinto minhas costas doer um pouco por causa do peso do corpo dele. Ainda podia sentir seu cabelo em meus dedos, sei que todos tem cabelo super liso na Coreia mas o dele era muito macio, o tipo de pessoa que cuida do cabelo se bem que não é surpresa já que os homens coreanos são tão vaidosos... Cai no sono minutos depois.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...