1. Spirit Fanfics >
  2. Um Viking em minha vida >
  3. O homem misterioso

História Um Viking em minha vida - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - O homem misterioso


Fanfic / Fanfiction Um Viking em minha vida - Capítulo 7 - O homem misterioso

*Duas semanas se passam*

Passei as últimas duas semanas esperando um sinal de vida de Ragnar, ele não mandou me chamar mais, nem sequer veio conversar comigo, me pergunto o que eu fiz de errado, ele parecia tão interessado... Eu não deveria ter me entregado tão facilmente... Se arrependimento matasse...

Decido levar minha vida normalmente e esquecer que algum dia teve algo entre eu e ele

 

<>

 

Levanto ao amanhecer, faço minhas tarefas durante todo dia, e o tempo que tenho para ficar atoa é a noite.. por isso quando anoitece eu sempre vou à colina aqui em frente para respirar, pensar um pouco e tentar relaxar

..

Está noite o céu está excepcional, a lua está tão perto que parece que se eu esticar meus braços consigo tocá-la..

Sempre que estou aqui penso como minha vida seria se ainda estivesse em minha Terra, será que estaria casada? Com filhos?...Gosto de imaginar uma vida que eu sei que nunca viverei, isso ajuda a passar o tempo... 

Enquanto estou ali, com meus olhos vidrados na lua, meus pensamentos são interrompidos por sons vindos do outro lado da colina, pequenos gemidos, parecia de choro... Decido ir até lá para ver se algum animal estava ferido

Quando me aproximo vejo um homem jovem sentado em meio ao mato de frente para lua, ele percebe minha presença e rapidamente limpa as lágrimas de seu rosto..

-... desculpa.. eu pensei que tinha algum animal ferido.. -digo e logo me viro pra ir embora

-De animal ferido aqui só tem eu... -diz ele com bom humor tentando disfarçar sua tristeza

Eu me viro novamente para ele

-Aconteceu alguma coisa?  -pergunto, vi que ele estava precisando de um amigo

-Muitas coisas!.. Já sentiu como se sua vida estivesse desmoronando e você não pudesse fazer nada?  -diz ele, enchendo seus olhos de lágrimas novamente

-Descreveu minha vida!  -respondo e me sento ao seu lado

Ele olha confuso para mim 

-O que aconteceu com você?  -ele me pergunta

Fico indecisa em responder pois não o conhecia, e se ele não gostasse de estar conversando com uma escrava e me matasse ali mesmo? Vai saber, esses vikings são loucos! 

-Muitas coisas!  -respondo do mesmo jeito que ele..

Ele sorri e decide me explicar sem dar muitos detalhes

-Eu acabei de voltar e minha vida virou de cabeça pra baixo.. acontece que eu criei uma imagem na minha cabeça de como as coisas seriam e me decepcionei.. 

-As pessoas realmente são decepcionantes, não sei por quê nós ainda nos surpreendemos com isso.. -digo lembrando do meu episódio com Ragnar

-Verdade... Mas é inevitável, nós sempre iremos esperar o melhor.. -diz ele

-Eu já me decepcionei muito em minha vida... E se tem uma coisa que eu posso te dizer é que tudo o que temos que fazer é seguir em frente, por que a vida anda com ou sem a gente.. E as pessoas não ligam.. elas simplesmente não ligam, então por que dar esse poder á elas!?  -digo

-Poder?  -ele parece meio confuso

-Sim, o poder de deixar elas nos machucarem.. o que determina o que nos decepciona somos nós mesmos.. sabe, teve um dia que eu jurei para mim mesma que nunca mais deixaria ninguém me machucar... E aqui estou, já passei por muitas coisas depois daquele dia, uma mesmo faz pouco tempo, mas mesmo assim aqui estou de pé e vivendo. 

-Você tem razão! Uma pessoa como eu não pode se deixar abalar!  -diz ele

Olho para seu rosto e vejo que suas lágrimas secaram e sua tristeza já não estava mais ali... Ele sorri e eu sorrio de volta, porém interrompido esse momento, pois estava muito tarde, e eu tinha que acordar cedo no dia seguinte

-Tenho que ir agora, espero que fique bem.  -digo me levantando

-Espera... Qual é o seu nome?  - ele me pergunta segurando em meu braço

-Qual é o seu?  -pergunto 

Ele sorri e solta meu braço... vou embora e deixo aquele homem misterioso ali onde o encontrei

<>

Durante meu percusso, relembro de tudo que conversamos e fico feliz por ter ajudado alguém, mesmo estando na posição que me encontro, ainda fico bem em fazer alguém feliz e percebo que a antiga eu ainda reside aqui e que nada irá me tirar a esperança de uma vida melhor! 

<>

Chego e vou direto deitar em minha cama, minha amiga Jessie já vem correndo saber onde eu estava

-Onde você estava?  

-Na colina como sempre  -respondo, e percebo que ela queria dizer alguma coisa

-Fala logo Jessie, o que foi? -pergunto

-É por que acabou de rolar uma conversa aqui mas não sei se é verdade... -diz ela

-Que conversa?

-O Josh chegou falando que viu o filho de Ragnar, Bjorn conversando com alguém na colina, e como eu sei que você sempre vai lá fiquei desconfiada mas não falei nada á ninguém... 

-O que? Bjorn? -pergunto atordoada, não podia ser o filho de Ragnar.. 

-Então era mesmo você? -ela pergunta espantada e ao mesmo tempo alegre

*Shiiii* as outras pessoas começam a reclamar do barulho e ela vai para sua cama

-Nós acabamos de conversar amanhã.  -diz ela

--

Eu me viro, mas vejo que essa noite não conseguirei dormir nada..

Como assim era Bjorn?.. por isso ele disse "alguém como eu não pode se deixar abalar", eu não tinha entendido essa frase mas agora tudo faz sentido..

E se Ragnar descobre que eu estava de papo com seu filho!? E se Aslaug descobre!? Ela com certeza irá pensar que eu quero de qualquer jeito me enfiar na família... Isso não pode acontecer.

Ainda bem que eu não disse meu nome!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...