1. Spirit Fanfics >
  2. Um Viking em minha vida >
  3. Ameaças

História Um Viking em minha vida - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - Ameaças


Fanfic / Fanfiction Um Viking em minha vida - Capítulo 9 - Ameaças

Estava ali sentada atrás de uma viga, enquanto via alguns guerreiros adentrarem a floresta, dentre eles Bjorn

Olho para frente e percebo aquela moça andando em minha direção, fico com medo e saio rapidamente dali, mas então escuto:

-Hey moça espera... Espera.. a rainha deseja te ver agora.. 

Eu paro e decido segui-lá, afinal não tinha para onde fugir

--

Chegando na sala, vejo Aslaug sentada em seu trono ao lado do trono de Ragnar mas ele não estava lá

Ela ordena que suas damas saiam e deixem nós  duas a sós

E então ela aponta para o trono de Ragnar e me pergunta

-Você sabe o que é isso? 

-Sim.  -respondo

-Então diga! 

-O trono do Rei...

Então ela passa suas mãos em seu trono e me faz a mesma pergunta e eu respondo:

-O trono da rainha...

-Então você sabe que uma escrava não pode sentar aqui não é!?  -diz ela em um tom ameaçador

-Sim, claro que sim  -minha voz sai embargada

-Então por que insiste em seduzir meu marido? -diz ela levantando de seu trono e vindo para perto de mim. -O que acha que conseguirá com isso? Você é uma simples escrava, eu poderia te matar aqui mesmo! 

-Eu não estou seduzindo ninguém!  -respondo, senti que tinha direito de defesa

-Não se faça de sonsa! Eu sei muito bem da aventura que vocês tiveram..

Meu coração acelera, e desejo que nunca tivesse nem conversado com Ragnar

-..Mas foi só uma vez .. Nunca mais ele me procurou e nem eu à ele.. E-Ele te ama.. -digo gaguejando

-Não.. Eu sei que você tem alguma coisa a ver com isso.. -diz ela se virando e levando uma de suas mãos á cabeça, ela parecia meio preocupada

Eu não entendo o que ela quis dizer, mas não falo nada...  E então ela mesmo revela

-Ele não me procura mais... Não me procura...  Antes já acontecia, mas depois que você chegou, isso tem acontecido muito mais..

-...Mas faz duas semanas que eu não o vejo..  -digo, realmente não podia ter nada a ver comigo

-Isso por que agora ele tem problemas para resolver, o filho dele chegou, a guerra se aproxima.. mas eu sei que ele irá te procurar mais cedo ou mais tarde e você irá recusá-lo, está me ouvindo? 

-Como tem certeza disso? -pergunto

-Eu conheço ele há anos, eu sei do que estou falando... Sabe, já surgiram outras iguais a você e eu dei um jeito em todas, você não vai querer isso, não é mesmo? 

*Balanço a cabeça e saio* 

--

Ando em direção ao celeiro, onde tinha que continuar cuidando dos cavalos

-Estava com Bjorn? -Jessie me pergunta

-Pior! Estava com Aslaug.  -respondo

-Nossa! Ela te ameaçou?  

-Sim, me acusou de tentar seduzir o Rei. -respondo cabisbaixa, não podia acreditar no que minha vida havia se tornado

-Você devia mesmo era virar amiga de Bjorn ou até mesmo namorada... 

-Para Jessie! Quer me arrumar mais problemas? 

-Claro que não! Mas pensa, ela não poderá fazer nada contra você por quê Bjorn te protegerá, e outra, você mostraria para ela que não tem interesse nenhum em Ragnar.  -diz ela muito convicta de sua opinião

-Não viaja Jessie! 

 

<> 

 

Ao anoitecer fico em dúvida se iria ou não a colina, não queria encontrar Bjorn novamente, mas esse era o único momento em que eu conseguia relaxar...

Decido ir, mas irei em um canto mais afastado de onde costumo ficar

--

Me deito na grama debaixo das estrelas e antes mesmo que eu feche os olhos, escuto a voz de Bjorn: 

-Olha você aí... Se o objetivo era me ignorar, não deveria ter vindo aqui. -diz ele rindo

-O-Oi   -gaguejo   

-Eu vi você hoje..  -ele diz se sentando ao meu lado

-Viu?   -Pergunto, não acredito que ele viu eu me escondendo

-Sim.. E aí fiquei pensando o que levaria uma moça a se esconder do filho do rei, e cheguei a duas conclusões..

-Quais?  -pergunto

-Ou você é uma criminosa foragida... Ou está com vergonha  por ser quem é. -diz ele.  -Mas você não é uma criminosa, então só pode ser a segunda opção.. (ele se referia a eu ser uma escrava)

Eu não queria que mais ninguém soubesse da minha situação com Ragnar e Aslaug, então entro na onda dele

-Sim, é isso... -respondo

-Pois então não precisa mais ter vergonha, eu sei quem você é e não ligo. 

*Fico em silêncio*

-Você me ajudou muito ontem.. isso quer dizer que eu te devo um favor..  

Eu olho para ele confusa e então ele continua:

-Pode pedir o que quiser

-Mas eu não fiz nada. -respondo

-Fez sim, suas palavras me ajudaram e eu quero retribuir.. vai, pede... Não seja orgulhosa..

Penso um pouco, e percebo que esse poderia ser o momento que eu mais esperava

-Tudo bem... Liberte eu, minha família e minha amiga dessa vida

Ele ri e olha para cima

-O que foi? Você disse o que eu queria. -afirmo

-Eu não posso libertar tanta gente, aqui tem regras.. Só posso libertar você, e ainda assim terei que comunicar meu pai para pedir sua permissão

-Não, não fale com seu pai! -digo rapidamente

-Por que?  -ele pergunta

-... O rei tem mais com o que se preocupar... E... E como andam as coisas entre vocês dois? --digo, tentando desviar o foco

-Estou levando do jeito que dá, tentando reconstruir nosso elo... Você já deve ter ouvido sobre o que aconteceu entre nós, não é mesmo? -diz ele, se referindo de quando ele  e sua mãe Lagertha foram embora daqui por causa de Aslaug

-Já sim...  -respondo

-Pois então, voltar depois de tanto tempo é complicado.

-Imagino.. É um recomeço né!?  -digo

-Sim...  -ele diz e olha fixamente para mim

-ann.. bom, eu tenho que ir agora! -digo e me levanto 

-Mas já? -ele diz

-Sim, está tarde..  -me despeço e vou andando, e então ele diz rindo:

-Vê se não se esconde mais hein..

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...