1. Spirit Fanfics >
  2. Um Year - Imagine Sehun - EXO >
  3. Eu caso

História Um Year - Imagine Sehun - EXO - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura ❤❤❤

Capítulo 3 - Eu caso


Fanfic / Fanfiction Um Year - Imagine Sehun - EXO - Capítulo 3 - Eu caso

NARRAÇÃO SEHUN

Essa tal de S/N era mais insuportável do que eu imaginava, como aquele velho maldito pôde por uma condição ridícula dessa para eu poder pegar minha herança? Mas eu ia pegar o que era meu por bem ou por mal...

(...)

- Mãe vou sair... Falei

- Vai onde filho?

- Saber mais sobre a amante do velhote que infelizmente eu sou filho...

- Essa garota está se fazendo muito de difícil...

- Isso é tudo um joguinho dela, aquela vadia não me engana...

- Você vai fazer o que para se casar com ela?

- O que for preciso mãe...

- Mas tem que ser logo, não quero ficar sem dinheiro...

- Você não vai... Dei um beijo em seu rosto e saí

(...)

Cheguei ao escritório do advogado do velhote...

- Quero falar com o Jongdae... Falei para a recepcionista

- Desculpa, o senhor Kim me disse para não interrompe-lo...

- Eu não estou pedindo permissão para falar com ele...

Fui para a sala dele e entrei...

- Senhor ele já foi entrando, eu disse que não podia... A recepcionista falou

- Está tudo bem Uanne, fecha a porta por favor...

Ela saiu e fechou a porta...

- Uau, quem diria que um dia você teria um escritório maneiro assim Chen... Me sentei

- O que você quer Sehun?

- Aigoo, não é assim que se trata um amigo...

- E nós somos amigos?

- Crescemos juntos, você se esqueceu?

- Quem se esqueceu foi você, diz logo o que você quer e cai fora!

- Ok, vou direto ao ponto, quero saber sobre a amante do velhote...

- Tenha respeito ao falar da S/N e do seu pai na minha frente!

- Você está tão chato, será que o Suho está assim também?

- Não estamos chatos, foi você que virou um verdadeiro babaca!

- Que seja, me fala sobre essa garota idiota...

- Eu não vou te contar nada sobre ela, sinceramente eu não sei no que o senhor Oh estava pensando quando fez o testamento, fazer a S/N ficar com um cara como você...

- Ele queria que o filhinho dele convivesse com a amante como uma grande família feliz...

- Você era um cara tão legal Sehun, como você pode ter ficado assim?

- Vai me falar sobre ela ou não?

Ele me olhou sério e não disse nada...

- Ok, te vejo depois... Saí da sala dele... Vou atrás de outra pessoa...

(...)

Cheguei ao hospital, perguntei onde ficava a sala do Suho e fui até ele, abri a porta e entrei...

- Doutor Kim Junmyeon, até que você fica legal de jaleco Suho... Me sentei

- Você está doente Sehun?

- Não que eu saiba...

- Então faz o favor de sair da minha sala...

- Você está igualzinho o Chen, dois chatos...

- No enterro do seu pai você fingiu que nem me conhecia...

- Eu estava com muita raiva aquela dia, foi mal...

- Estou ocupado, não posso ficar de papinho...

- Vim apenas te pedir um favor...

- A resposta é não!

- Me fala sobre a amante do velhote...

- É o que?

- Quero saber sobre a S/N, que nomezinho de gente pobre...

- Como você está babaca, eu acho bom você não tentar fazer mal a ela...

- Além do meu pai, você também come ela é?

- Puta que pariu Sehun, some da minha frente!

- Doutor, o Tedy está passando mal... Uma enfermeira entrou correndo

Suho largou tudo que estava fazendo e correu, fui atrás dele...

Entramos no quarto de um garoto, deveria ter no máximo uns 6 anos, ele estava vomitando...

- Doutor ele começou a passar mal do nada...

- Deixa ele vomitar... Suho falou

O garoto se deitou ofegante e chorando...

- Tio Suho, eu não quero morrer... Ele falou chorando

- Você não vai morrer Tedy...

- Chama a minha princesa aqui, eu quero a tia S/N aqui comigo...

- A S/N está muito ocupada agora...

- Por favor tio Suho, eu preciso dela aqui... Ele começou a vomitar novamente

Suho pegou o celular e ligou para a S/N ir até o hospital...

- O que ele é da S/N? Perguntei

- Isso não te interessa, e apenas médicos autorizados pode ficar aqui... Suho falou

- Estou saindo... Saí do quarto e dei de cara com o Xiumin

- Há quanto tempo Sehun...

- Todos os meus amigos estão me tratando mal, você vai fazer o mesmo?

- Porque eu faria isso? Você vai se casar com a minha irmã não é? Ah esqueci, você vai se casar com a S/N... Xiumin sorriu

- Muito engraçado...

- Vim ver como está o Tedy...

- O doutor Junmyeon está cuidando dele...

- Então ele está bem...

- Quem é esse garoto? Perguntei

- Tedy, ele tem leucemia, uma pena...

- Ouvi ele falando o nome da S/N, ele é o que dela?

- Nada, mas é como se ela fosse a mãe dele...

- Não me diga, conta essa história direito...

- Vamos tomar um café e eu te conto...

(...)

Estávamos no refeitório do hospital...

- O Tedy chegou aqui há dois anos atrás, no começo os pais dele estavam ao seu lado, ficavam aqui dia e noite, mas agora eles não vem mais...

- Porque não?

- Eles sumiram, largaram o filho doente aqui e fugiram, acho que eles não quiseram cuidar de um filho doente...

- Onde a S/N entra nessa história?

- Depois que ela passou a cuidar do seu pai ela não saía mais daqui...

- Cuidar dele? Ser amante agora tem esse nome?

- Continuando, o Tedy precisava de doador de medula mas não encontrávamos ninguém compatível, ela se ofereceu para fazer os exames na esperança de ser compatível e felizmente ela é, depois disso ela ficou muito ligada a ela, o vê todos os dias, brinca com ele, conta histórias para ele dormir, ela quem cuida do Tedy...

- Resumindo, ela não faz nada da vida e fica bancando a babá do garoto?

- Se você pensa assim...

- Se os pais dele sumiram quem arca com as despesas do tratamento do garoto?

- Seu pai quem bancava tudo, agora não sabemos o que vamos fazer, de um jeito ou de outro alguém tem que pagar o tratamento dele, o que não é barato...

- O velhote pagava tudo?

- Como o hospital era do seu pai ele deixava tudo por conta do próprio hospital, mas agora com tudo que aconteceu não sei o que vamos fazer, aliás, quem ficou com o hospital de herança?

- Quem você acha? Eu com toda certeza...

- Eu não estaria tão certo disso, seu pai gostava da S/N como filha...

- Filha? Sei, ele que não se atreva a ter deixado isso aqui pra ela... Me levantei... Valeu Xiumin, já sei o que vou fazer para ela se casar comigo...

- Você vai fazer o que?

- Temos que conversar sério, como você é diretor desse hospital é com você o assunto...

- Vamos na minha sala...

Saímos os dois...

(...)

NARRAÇÃO S/N

- Eu não quero morrer... Tedy me abraçou chorando

- Você não vai morrer meu amor... O abracei

- Vou sim...

- Para de falar isso, você vai viver muitos e muitos anos...

- Doutor Kim, o diretor quer falar com você... Uma das enfermeiras falou

- S/N eu já volto...

- Claro Suho, vai lá...

Ele saiu...

- Meu amor quer comer alguma coisa? Perguntei

- Não... Ele me olhou... Princesa cadê o meu vovô?

Ele se referia ao senhor Oh, com o passar do tempo o Tedy começou a chama-lo assim...

- O vovô?

- É, eu pedi o tio Suho para me levar no quarto dele, mas ele me disse que o vovô não está lá...

- O vovô está viajando...

- Viajando? Mas ele não se despediu...

Eu estava me segurando para não chorar...

- É que não deu tempo dele se despedir... Falei com a voz trêmula

Ele consentiu...

- Tedy come alguma coisa por favor...

- Huuum, a comida é muito ruim...

- E se por acaso eu pedisse o tio Baek para fazer uma sopinha bem gostosa para você...

- Eu gosto da comida do tio Baek...

- Então eu posso pedir?

- Pode... Ele me abraçou

Liguei para o Baek e pedi para ele fazer a sopa...

(...)

O Tedy dormiu abraçado comigo...

- Você é tão pequenininho para passar por tudo isso... Beijei sua testa

- S/N podemos conversar? Suho perguntou

- Claro...

- Vem aqui fora...

Saí do quarto e fechei a porta...

- O que foi?

- Eu tenho uma péssima notícia para te dar...

- O Tedy está bem? Fala logo Suho...

- Você sabe que era o senhor Oh que bancava todos os gastos do tratamento do Tedy né?

- Sei, e daí?

Suho abaixou a cabeça e suspirou...

- Aish, fala logo Suho...

- Como o senhor Oh faleceu isso significa que ninguém vai bancar o tratamento dele, então a diretoria quer que o Tedy saia do hospital...

- Você está de sacanagem com a minha cara? Eles querem expulsar uma criança com câncer daqui? Não contive minhas lágrimas

- Eu estou sem chão...

- Cadê o desgraçado do diretor?

- Na sala dele...

Fui correndo para a sala do Xiumin...

- Você não tem vergonha na sua cara? Perguntei furiosa

- O que aconteceu? Xiumin perguntou

Peguei um vaso que estava em minha frente e o atirei na direção dele, só não acertou porque ele se abaixou...

- Ficou maluca?

- Você ainda não me viu maluca, quem você pensa que é para querer expulsar o Tedy daqui?

- Isso aqui não é instituição de caridade, é um hospital particular, não podemos deixar um paciente aqui que não paga as despesas...

- Você não tem coração seu desgraçado? Ele é uma criança, como você tem coragem de fazer isso? Comecei a chorar

- Eu sinto muito...

- Vai para o inferno com seus sentimentos!

- Ele vai ter que sair amanhã...

Fui até o Xiumin, segurei nos cabelos dele e comecei a puxar...

- NÃO SE ATREVA A FAZER ISSO! Gritei

- Me solta S/N...

O soltei e rasguei o pescoço dele com minhas unhas...

- Você quer ser presa por agressão? Ele me olhava assustado

Saí da sala dele e voltei para onde o Suho estava, o abracei chorando...

- O que eu faço Suho? Eu nem emprego tenho mais, não tenho casa, não tenho nada, como eu vou ajudar o Tedy?

- Aigoo... Ele alisou meus cabelos

- O tratamento dele é tão caro assim?

- Infelizmente sim...

Caí no chão chorando, Suho se abaixou e me olhou...

- O hospital ficou sendo herança de quem?

- Não sei, eu não sei... Falei

- Liga para o Chen e pergunta...

- O que está acontecendo aqui... Era o Chen

- Estava falando de você... Suho falou

- O que foi?

- Chen, eles querem tirar o Tedy daqui, como eles tem coragem de fazer isso?! Falei chorando

- Quem quer fazer isso? Chen perguntou

- A diretoria, da para acreditar nisso?! Suho falou

- Chen o meu pai deixou alguma coisa para o Tedy? Ele não deixou nada escrito falando que o Tedy podia continuar aqui? Perguntei

- Não, ele provavelmente deve ter esquecido...

- Ah não... Falei chorando

- Espera, no testamento ele deixa o hospital para você S/N, 100% do hospital é seu... Chen falou

- Pensei que o Sehun quem fosse ficar... Suho falou

- Para o Sehun ele deixou a casa, para S/N Ficou o hospital...

- Mas para pegar eu teria que me casar com aquele desgraçado não é? Perguntei

- Infelizmente sim... Chen falou

- Eu caso Chen, eu caso com ele, eu só quero salvar o Tedy... Falei chorando

- Aigoo não chora... Chen limpou minhas lágrimas

- Eu preciso ir, tem um paciente me esperando, S/N eu já volto... Suho falou

Consenti e ele saiu...

- Eu vou ligar para o Sehun, não sai daqui... Chen falou

- Cadê seu celular?

- Ficou no carro, eu já volto...

- Tá bom...

Ele saiu, eu tentava me acalmar...

- Que coincidência... Era o Sehun

- Eu caso, eu me caso com você... Falei

- Você está falando sobre o que?

- Aish, você sabe do que eu estou falando!

- Ah, você está falando sobre se casar para pegar a herança, pensei que você não quisesse se casar...

- Eu não quero, mas preciso...

- Eu não quero mais me casar...

- Ham?

- Eu estive pensando, não quero mais...

- Você não está falando sério, é claro que quer!

- Eu estou voltando hoje para os Estados Unidos, não preciso dessa herança... Ele virou as costas e saiu andando

Corri e segurei sua camisa...

- Você não pode fazer, você precisa se casar comigo...

- Não, eu não preciso...

- Por favor, não faz isso...

- Ok, eu me caso...

Consenti...

- Mas você vai ter que ajoelhar e me implorar para eu me casar com você... Sehun falou

- O que?

- Se você não implorar não tem casamento... Ele sorriu

Franzi as sobrancelhas...

- Não me olha assim... Ele falou

- Eu jamais vou fazer isso!

- É uma pena, seu garotinho vai ser expulso daqui...

- Foi você quem fez isso?

- Não, foi a diretoria do hospital, ajoelha vai, ou não me caso e você não salva seu garotinho...

Fiquei em silêncio...

- Entendi, então eu vou embora... Ele virou as costas

- ESPERA...

Ele se virou e cruzou os braços...

- Vem aqui na minha frente, ajoelha bonitinha e implora para eu me casar com você...

Suspirei, quando comecei a ajoelhar o Sehun caiu na minha frente de joelhos...

- Ajoelha você seu desgraçado... Baek o derrubou no chão

Baek além de um grande Chefe, também era lutador de artes marciais...

- AI, AI, VOCÊ VAI QUEBRAR MEU BRAÇO! Sehun gritou

Baek estava torcendo o braço dele...

- Eu venho trazer uma sopa e é isso que eu vejo? Quem é esse desgraçado S/N? Baek perguntou e me entregou a sopa

- ME SOLTA! Sehun gritou

- Quer que eu te solte? Então implora, implora bonitinho para eu te soltar.. Baek o olhou e sorriu

Sehun franziu as sobrancelhas...


Notas Finais


Quebra ele Baek 😂😂😂😂😂😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...