História Uma Amizade Psicopata! (Nova) - Capítulo 10


Escrita por:

Visualizações 58
Palavras 3.095
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Voltei pessoas...provavelmemte vocês querem me mataAAAA *le desvia de uma faca* ...OKS VAMOS PRO CAP SEM ENROLAÇÃO!! AHHH ;;U;; *desvia da cadeira*

(Leiam as notas finais, tem umas coisas importantes ali)

Capítulo 10 - Camuflados em suas sombras - Parte 1


Fanfic / Fanfiction Uma Amizade Psicopata! (Nova) - Capítulo 10 - Camuflados em suas sombras - Parte 1

O sol se pondo parecia bem mais alaranjado naquele dia, pode parecer estranho mais Eyeless Jack havia ajudado muito ontem a noite mas ainda acho desnecessário ele me jogar pedras, mesmo que isso tenha me ajudado bastante. Betty não acreditou quando eu disse que Jack havia me ajudado a fazer o feitiço de Levitação, Sophia tinha suas dúvidas mais acho que ela acreditava. Era duas e meia e eu e Sophia conversávamos sobre nós e coisas aleatórias enquanto eu brincava com um graveto

- Você já parou pra pensar como seria sua vida se tivesse com sua família? - perguntei, ela ficou quieta enquanto balançava na rede

- Ah, acho que seria muito ruin,… - exclamou ela me fazendo surpreender com sua resposta - …tem um motivo pra eles terem me deixado, talvez não quisessem que eu vivesse com eles ou seila, algo parecido! - ela apoiou a cabeça entre as mãos e ficava olhando o chão, ficamos em silêncio por um tempo

- Você... -

- Sabe…eu sempre sonhei em ter uma família como a sua! -

- Mas…minha família só consiste na minha mãe e eu! -

- Sim, mas sua relação com sua mãe é tão legal. Sem ninguém atrapalhando! - dizendo isso ela me olhou com um sorriso fraco, eu pensei um pouco…e era verdade, meu pai?…não o conheço. Minha irmã?…morta. Mas eu e minha mãe juntas lembrava uma família grande, eu agia como filha e dava o trabalho de duas filhas e minha mãe tinha que ser o pai e a mãe pra mim, mas mesmo com os problemas nós nos dávamos muito bem…bom até eu insistir no livro. Será que aquela voz com quem eu conversava no sonho, dizia a verdade? Eu estaria em casa sem problemas nenhum? - Além de que não a vejo triste ou sozinha, sempre tem alguém ao seu lado! - disse ela me despertando

- Isso conta com você palhacinha!! - disse cutucando a barrigada dela fazendo-a rir - Sem você eu estaria sem amigo nehum, agradeço por você ter trombado comigo aquele dia! - continuei com um sorriso

- E eu não me arrependo nada de ter quase quebrado um dente quando cai! - exclamou ela rindo e me abraçando, eu ri junto e retribui o abraço ainda segurando o graveto. Nós separamos e me ageitie no lugar novamente, olhei o graveto por um tempo e tentei levitar ele, fiz todo o processo tediante de antes e quando percebi ele estava flutuando acima de uma das minha mãos. Sophia me olhou com um sorriso no rosto e um olhar maravilhado

- Acho que to pegando o jeito! - disse sorrindo, Sophia concordou e sorriu bem mais

- Connie querida? - a voz da Betty me assutou, me virei e a vi me olhando na porta, senti um peso na mão e quando olhei o graveto ja havia caido sobre ela

- Ah sim… - disse voltando a olhar para ela que fez um movimento com as mãos me chamando para entrar, eu a olhei confusa e a vi entrar sem me esperar. Me voltei a Sophia que também me olhava sem entender nada, demos de ombros e decidimos entrar. Ao fazermos isso, vi a esquerda do corredor a sala e la estava ela, andando de um lado para o outro inquieta!

- Betty! - exclamou Sophia fazendo a mulher parar no lugar enquanto nós fitava um pouco assutada

- Meninas, podem se sentar? - perguntou ela, fizemos o que ela sugeriu e sentamos no sofá a frente dela

- Betty aconteceu algo? - perguntei

- Connie é a sua mãe… - começou me fazendo a fitar confusa - …foi dada como desaparecida! -

- O-oque? - perguntei sentindo meu mundo desabar - Co-como? -

- Eu não sei, a polícia ligou perguntando sobre você…e eles disseram que sua mãe também estava desaparecida. -

- Também? -

- Você também esta dada como desaparecida, e provavelmente Sophia também! - disse ela apertando as mãos, eu olhei tudo abismada…minha mãe simplesmente sumiu da terra? Eu comecei a chorar sem me importar, pra onde ela foi? Sera que Jeff a pegou?

Sophia falava algumas coisas pra tentar entender o que estava acontecendo mas eu ja não ouvia mais, me levantei e sair correndo para o corredor e logo me vi fora de casa, desci as escadas da varanda e corri até a frente reparei que ja estava escurecendo, senti as lágrimas cairem

- CONNIE? - gritou Sophia, me virei assutada e a vi com Betty na porta me olhando meio surpresa, fiquei as olhando até decidir de uma vez. Corri. Entrei na florestas escura e segui o caminho de terra que levava a trilha, ela não sumiu sem motivo nenhum…não agora! Continuei meu caminho por um bom tempo, vi algo a frente e continuei as pressas percebi logo a frente o encontro das duas trilhas, estava chegando em casa e faltava pouco, corri por mais uns três minutos até ver uma luz amarela entre as árvores a frente, provável algum poste ou algo parecido, não importava agora…estava perto de casa! Apressei mais o passo e quando estava perto de sair da floresta sinto me envolverem na cintura, comecei a me debater enquanto era levantada no ar

- ME SOLTAA!! - gritei, logo em seguida minha boca foi tampada com força enquanto eu continuava no ar e ainda me debatendo, "uma mão cinza?" Perguntei a mim mesma vendo ela a minha boca "Jack?". Continuei tentando me soltar, até ele me colocar no chão com força ele segurou minhas mãos a frente de sua barriga e subiu em cima das minhas pernas, continuei tentando - ME SOL… -

- Cale a maldita boca! - vociferou ele, eu o olhei assutada e brava ao mesmo tempo - O que faz aqui? - continuou

- eu preciso ir pra casa! -

- Esta louca ou o quê? -

- Minha mãe, ela sumiu! -

- Pare de ser idiota, se ela sumiu concerteza não vai estar aqui! - disse susurrando, o que foi bem estranho pois não haveria motivo para esse tom de voz

- Olha pode até fazer sentido isso…mas em casa concerteza foi o último lugar em que ela foi vista, eu vou lá e vou descobrir onde ela está! - disse, Jack bufou bravo mas por algum motivo ele virou o rosto rapidamente para trás

- Droga ele está aqui! - exclamou se levantando e me puxando junto, ele começou a correr pra fora da floresta enquanto eu era "levada" junto a ele, o clarão se desfez e foi possível ver minha casa a frente

- Ué! - gritei enquanto continuavamos a nos aproximar da casa, ao chegarmos pulamos a cerca mas novamente tive dificuldade com aquilo. Ao conseguir ele continuou me puxando até a frente de casa, estávamos a frente da porta. Ele rodou a maçaneta tentando abir mais não funcionou, pelo que entendi ele queria entrar.

Me soltei dele com força e corri até o lado direito da casa, Jack me chamou de volta mas ignorei. Vi a plantação de tomates e corri até ela me agachando peguei uma pedra branca que havia ali e virei ao contrária, havia uma placa solta na cor preta a tirei rapidamente e vi a chave dentro da pedra. Me levantei com ela em mãos e me virei vendo Jack me observando, joguei a chave pra ele que a pegou e correu de volta para porta, eu apenas seguia seus passos. A porta ja estava aberta, ele entrou na frente ja seguindo pelo corredor, eu fui a traz e ao entrar reparei a bagunça que estava, a sala completamente bagunçada, a tv estava no chão, mesa de centro quebrada na parede, os sofás fora de seus lugares.

- meu deus, o que aconteceu aqui? Um furacão? - perguntei a mim mesma vendo a bagunça, eu teria que limpar tudo aquilo depois! - o que aconteceu aqui? - perguntei novamente, vi que Jack ja havia sumido pela a casa. Segui o corredor e encontrei ele levantando a portinha do porão, ele deu uma boa olhada dentro dele

- Entre ai logo! - disse, fiquei sem entender mas obedeci mesmo assim, desci as escada velhas de madeira e vi que o lugar estava meio vazio e bem escuro nos cantos. Ouvi um barulho alto, a porta da frente foi arrombada. Me assutei e corri até um dos cantos do cômodo e fiquei ali no escuro, conseguia ver as penas de Jack a frente da entrada do porão

- Eyeless Jack? - uma voz confusa que reconheci sendo a de Jeff, o próprio. - o que faz aqui? -

- Nada! - respondeu ele friamente, olhei para cima ouvindo os passos de Jeff sobre mim e segurei a respiração sem motivo.

- Aqui é a casa da menina que sumiu, porque esta aqui? - continuou ele

- fome - respondeu Eyeless Jack novamente sendo frio

- Fome? Ta mais não tem nada aqui… -

- Oque aconteceu ali na frente? - interrompeu Eyeless, Jeff deu mais alguns passos a frente e Jack se afastou

- vim atrás da garota mas a mãe da garota tava aqui chorando, não tive escolha e a ataquei… - disse Jeff, dei um suspiro assutado um pouco alto mas logo segurei - … a mulher se defendeu bem mas quando estava pronta pra matar, a desgraçada simplesmente some da minha frente! - completou, dei outro suspiro mais de alívio

- Humm… - Eyeless

- Sabe, acho que é por isso que a garota tem o livro…a mãe dela é uma dessas feiticeiras, concerteza a filha dela seria outra… - começou Jeff novamente - …mas sabe o que é mais estranho Jack? - ele se aproximou mais de Eyeless que ja não tinha como se afastar a não ser que ele caisse dentro do porão - É que a garota sumiu no mesmo dia e horário em que você saiu pra sua caça! Que você anda sumindo sem motivos e não fala…e que tu ta escondendo ela ai em baixo, não é? - terminou ele trazendo a tensão junto, quando eu menos esperava, ele comecaram a brigar…ouvi os passos rápidos dos dois e alguns murmurios de Jeff, foi alguns momentos assim até ouvir um barulho muito forte, uma pancada talvez. Jack deus um gemido de dor, provavelmente Jeff o machucou e muito…

- Cade você…Connie! - disse Jeff se aproximando da entrada, como ele sabia meu nome? Comecei a entrar em pânico, meu corpo gelou por inteiro ao ver seus tênis sujo nas escadas, ele desceu degraus por degrau assoviando uma música que não reconheci no momento. Eu não sabia o que fazer, apenas fiquei parada olhando pra ele, que revirou o olhar ao cômodo mais parecia não ter me visto. Seu olhar mudou para confusão, deu mais uma boa olhada e mudou novamente para raiva. Ele se virou e subiu as escadas, seguiu pelo corredor acima batendo os pés, ouvi ele dar um chute e logo em seguida Eyeless Jack gemer novamente.

- Eu não sei onde ela foi ou oque você fez, mas eu juro por tudo que quando a encontrar…eu vou a matar e você será o próximo! - disse ele, seus passos novamente mas se afastando provavelmente da casa, fiquei sem reação. Fiquei olhando o nada e pensando em tudo. Quando acordei vi Eyeless descer as escadas rapidamente, ele parou no meio do cômodo e olhou tudo em volta como Jeff havia feito

- Pirralha cadê você? - perguntou olhando para o outro lado

- Estou aqui… - susurrei fazendo-o se virar rapidamente, ele ageitou a postura e ficou ali me olhando, eu fiz o mesmo com ele…só que provavelmente eu estava mais confusa que ele

- Como você fez isso? - perguntou ele, eu o encarei mais confusa ainda - esquece, conversamos depois! - ele veio até mim, pegou no meu pulso e me puxou para fora do porão - temos que sair daqui… - disse

- Tudo bem! - respondi já o seguindo para fora de casa. Corremos e demos a volta pulando a cerca de trás da casa, continuamos nosso caminho sem dizer nenhuma palavra. Era estranho andar ao lado de Jack, ele era frio, estranho e é claro…um assassino, o que era óbvio. Ele poderia se virar, puxar sua faca e me fazer de sua janta aqui e agora. (N/a: Não pensem besteiras crianças >°>)

Andamos por um tempo até chegamos nos dois caminhos, já iríamos seguir pela esquerda e voltar para a casa de Betty quando Jack parou e se virou

- O que deu na sua cabeça? - perguntou ele com o tom frio na voz, eu o fitei de cima a baixo rapidamente.

- eu... -

- Você achou que correr sem rumo pra floresta até encontrar sua casa e pra tentar encontrar sua mãe, iria ser uma boa idéia? - interrompeu ele - Olha eu só não te matei ainda porque preciso de você, se não você já estaria morta a muito tempo… - continuou, eu me encolhi com medo, ele pareceu se assustar com o que fiz - Como você faz isso? - perguntou ele, eu fiquei confusa

- Do que esta falando? - perguntei meio receosa

- Você, simplesmente começa a sumir na sombra…sempre fez isso? -

- Oque? - perguntei mais confusa, olhei pra minha mão e ela estava meio que escura e era possível ver o chão de grama, me assustei dando um pulo e a mão voltou ao normal - Mais como? - perguntei ainda assustada com o que havia feito, Jack apenas ficava ali me olhando enquanto eu pensava em como reagir a isso

- como faz isso? - perguntou novamente só que mais confuso que eu, eu o fitei pensando um pouco

- Eu não sei. -

- Espera… - interrompeu ele que olhou pra trás como dá última vez - …droga… - disse voltando a olhar pra mim - ...faz esse negócio denovo! -

- Oque? Porquê? - perguntei totalmente confusa

- Ela esta vindo… - disse me fazendo assustar com sua palavras, ele estava com medo? - Anda logo! - disse, eu o olhei e tentei fazer o que havia feito antes, mas nen sabia como

- Jack eu não sei como! - exclamei, ele pareceu pensar por alguns segundos, bufou se rendendo

- Tudo bem então… - disse tirando a faca do bolso do moletom, eu senti minha barriga formigar e meu medo aumentou bem mais… - Continua assim! - disse, eu me olhei e estava da cor da sombra das árvores, eu havia sumido?

"Podem se camuflar ou desaparecer completamente quando estiverem em alguma sombra; "

Não pera…e um dos meus poderes, me camuflar naa sombras. Fiquei em silêncio e via a pessoa que Jack estava falando se aproximar, ao vê-la Eyeless Jack arrumou a postura e tentou voltar a ser o cara sério e frio de sempre.

- Eyeless? - uma voz feminina, ela se aproximou até eu poder ver seu rosto: Cabelos pretos com uma franja na cor rosa, sua pele, olhos e boca identicas a de Jeff! - Eyeless o que faz aqui? - perguntou ela enquanto cruzava os braços, ele apenas bufou olhando para o lado - E.j? - perguntou novamente "E.j? É o apelido dele?" Me perguntei enquanto a via se aproximar dele

- Já falei pra não me chamar assim! - exclamou ele, Nina revirou os olhos e fez uma cara de tédio infinito

- Jeff disse que te deu uma surra agora a pouco… - começou ela

- Mentira - interferiu ele, eu me segurei pra não rir - O que quer Nina? - perguntou ele perdendo a paciência

- Jeff esta cansado de ir atrás da garota que diz ele, que você esta a escondendo… - ela fez uma carinha fofa como se pensasse em Jeff - …então pra não se cansar mais, ele me pediu pra vir aqui e acabar com isso! - exclamou com um sorriso orgulhoso

- Não! - retrucou Eyeless fazendo a menor se impressionar com suas palavras - Não posso deixar! - disse ele fazendo agora eu me impressionar

- Mais…o que tem nela de especial assim? - perguntou Nina tirando as palavras da minha boca

- Nina… - começou ele depois de um silêncio, ele parecia pensar bem no que iria falar - …lembra daquela vez em que conversamos sobre voltar ao normal… - "voltar ao normal?" Pensei, a garota abriu um pouco a boca em surpresa

- Eyeless... Você…esta falando sério? - perguntou ela que colocou a mão direita entre os seios e apertou como se sentisse o coração doer ou algo parecido, Eyeless Jack apenas acenou com a cabeça e Nina abriu um sorriso fraco mais parecia ser sincero, ela correu até ele e por incrível que pareça…o abraçou! Isso mesmo crianças, Eyeless Jack foi abraçado, e por mais doido que pareça ele retribuiu a poha do abraço! - Oh Jack você achou alguém, quem é? Cadê ela? - perguntou Nina que parecia chorar ou algo parecido, eu olhava tudo perplexa

- Connie…pode aparecer já!! - disse ele, por algum motivo meu corpo parou de formigar e fiquei olhando a cena, Nina pareceu me ver agora e me olhou também perplexa

- Jack! É uma Controladora! - exclamou com um sorriso no rosto, ele apenas afirmou com a cabeça. Ela se aproximou de mim como se eu fosse uma peça rara (N/a; até porque você é uma peça rara…e-e) - Ele estava te procurando a tanto tempo… - exclamou ela me fazendo a fitar confusa

- Jack por favor me explique isso! - exclamei, ele me olhou e decidiu finalmente contar

- Estou…a anos procurando um adepto poderoso o suficiente pra me ajudar…nós ajudar! - disse olhando para Nina que sorriu logo em seguida

- Nossas vidas eram tão boas…até tudo acontecer… - começou Nina ficando cabisbaixa - …o único desejo que temos agora, é matar! - completou me arrepiando

- Por anos e anos matamos pra satisfazer nossa cede… - começou Jack

- Ou fome rsrs - interrompeu Nina debochando, eu ri fraco e continuei ouvindo atentamente - Mas…é repetitivo, e mesmo que traga aquele prazer…é só por momentos e logo acaba. - continuou - Quero um fim nisso, é como uma maldição…é uma maldição! Matar sem parar e não ter sentimentos pelo que fez…hoje apenas nós camufla-mos nas sombras.

  - Mas acho que você pode nós ajudar… - começou Jack, ele e Nina se entreolharam por um instante e ele voltou a falar - …retirando nossas maldições!


Notas Finais


Meus amores, estou seguindo um esquema de história que provavelmente vai demorar muitooo pra se finalizar!e-e
Tem tanta coisa pra acontecer e eu fico muito feliz pelo apoio que me dão no comecinho da nossa história, sério, obrigada pelos comentários e favoritos, são pouco mais me anima muito a continuar!
Além de várias idéias que estou trazendo, varias histórias que quero postas ou continuar que vou tentar me esforçar ao máximo pra isso!
Escola voltando, aula de trompete voltando, desenhos pra terminar, minha mãe com as costas td fudida, eu precisando cuidar da casa AHHH muita coisa! Espero que me perdoem se os caps demoraram pra sair. Gomenasaii! ~;;^;;~
Bom de qualquer forma espero que tenham gostado!
Aos novatos, deixem o favorito e acompanhem a fic pois tem muita coisa pra vir!! Bjs amores!! <333
.
.
.
.
. Imagem da capa:
https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcTEKRDMrFB_oqEffEVpWHOSIqIuVQ_hXC-5PpOPpO5Eo3YoiuP0


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...