História Uma Bizarra E Romântica História De Ação - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Meninas Super Poderosas (The Powerpuff Girls)
Personagens Ace, Arturo, Big Billy, Bruta, Chefão, Docinho, Durão, Ele, Explosão, Florzinha, Fortão, Furiosa, Fuzzy Confusão, Grubber, Ivy, Lindinha, Macaco Louco, Magrela, Mask´Scara, Pirralha, Prefeito de Townsville, Princesa MaisGrana, Professor Utônio, Sedusa, Senhorita Bellow, Senhorita Keane, Tampinha
Tags Blossick ??, Blossom, Blossom X Brick, Blossomxbrick, Blues, Boomer, Brick, Bubble, Butch, Buttercup, Durão, Florzinha, Greens, Reds
Visualizações 36
Palavras 2.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Agora está completo! Espero que gostem!!

Capítulo 4 - Os RRB!


Fanfic / Fanfiction Uma Bizarra E Romântica História De Ação - Capítulo 4 - Os RRB!

.

.

.


Parte 1: Uma Batalha Épica!



- QUEM SÃO VOCES?!!

Docinho se levantou bem na hora botando a mão sobre a cabeça.

- ..Seu desgraÇADO!! - pulou de volta em cima lhe dando um soco.

Os outros dois começaram a vir para o lado das meninas para participar da luta, o loiro veio voando por cima da lava e o outro correndo pela ponte e logo flutuando, cuspiu um pouco de lava sobre Florzinha.

Ela com um susto se defendeu com seu sopro de gelo, que passou pela lava e o acertou congelando-o. Mas ele derreteu todo o gelo na hora, com aquela temperatura escaldante saindo do seu corpo o gelo evaporou nem sequer virar água.

Já Docinho estava lutando freneticamente, ele era como um monstro e dava-lhe socos sem parar, mas ela não se dava por vencida e retribuia numa força cada vez maior. Uma verdadeira luta de força bruta.

Lindinha apesar de ser a mais doce tinha uma habilidade de luta tão boa quanto a de suas irmãs.

- "Por que ele não ataca?" - pensou.

Ela lhe dava vários socos e chutes, mas nenhum deles ele retribuia como acontecia com Docinho, só os defendia, queria acabar com ele rápido para ir ajudar suas irmãs.  Ela, então, juntou as mãos e saltou para bater nele com toda a força, ele a defendeu com um susto e a chutou no ar, jogando Lindinha contra parede.

Ele assustado com a Lindinha encostada na parede estendeu a mão em direção à ela como se não tivesse sido sua intenção bater nela.

- Aii... essa doeu... - disse Lindinha colocando a mão sobre a cabeça, quando ergueu a cabeça, ele havia estendido sua mão para ajudar a levanta-lá. Estava surpresa, mas aceitou sua ajuda mesmo meio relutante, e se levantou com seus olhos azuis claros fixos nos olhos azul marinho do garoto.

- Bubble! Você tá bem?! - disse Florzinha.

- S-sim! - disse meio vermelha.

- Você devia se preocupar mais consigo mesma nessa situação. - disse a pessoa com quem Florzinha estava lutando.

Ele tinha razão, Florzinha tinha o pescoço segurado contra o chão no limite do piso, dava pra se sentir o calor da lava borbulhante.

- Deixa eu te fazer uma pergunta. - disse ele. - Por que vocês não estão usando os seus poderes hein? Por que agora mesmo você não simplesmente me acerta com o raios laser dos seus olhos? E então sai daqui voando e me acerta um chute com tudo, hein?!

- ...

- Ah haha vocês ainda acham que não precisam dar todo o poder de vocês pra nós derrotarem não é? Que nós não somos páreos para vocês!! Que não somos oponentes desafiadores o suficiente para "heroínas" tão poderosas como vocês!!  É ISSO QUE VOCÊ QUER DIZER NÃO É?!!

- ...

- POR QUE NÃO DIZ NADA?!

- ...

- Então vai ser assim... - aqueles seus olhos vermelhos se tornaram mais penetrantes ainda, como se estivessem borbulhando de raiva como a lava.

Ele então a ergueu pelo pescoço e começou a se aproximou da lava. Florzinha começou a se debater e a soltar grunidos como se estivesse gritando. Os outros membros perceberam o que ia acontecer e pararam com a briga, mas ainda elas estavam sendo seguradas pelos garotos.

- Blossom!! - gritou Docinho.

- SOLTA ELA!!

- DEIXA ELA EM PAZ SEU...

Mas ele não parava... e logo chegou na beirada do piso. Florzinha não tinha mais chão sobre seus pés.

- PARA COM ISSO!! - suas irmãs começaram a se desesperar. Lindinha já estava em lágrimas sendo detida pelo loiro.

Seus parceiros também estavam surpresos, com certeza aquilo não estavam nos planos.

- Brick!! - disse o loiro.

- É sério isso?.... - murmurou o moreno.

- NÃO OUSE SOLTAR ELA!! - gritou a morena.

Ele ignorou o grito de todos e olhou nos olhos de Florzinha que estavam se enxendo de lágrimas enquanto grunia.... e a jogou longe...

- BLOSSOMMM!!!

Era como se o tempo começasse a passar mais devagar... aqueles olhos rosas tristes cheios de desespero olhavam fixamente para os olhos frios vermelhos.

- ..SEU IDIOTA!! ELA NÃO CONSEGUE VOAR!! - gritou Lindinha para ele com uma voz de choro - BLOSSOM... NÃO!! - ela parou de se debater, perdeu as forças nas pernas caindo no chão enquanto suas lágrimas molhavam o piso.

- Grrrrr... - Docinho chutou o moreno para longe e correu na direção do ruivo com o punho fechado na altura do rosto. - SEU FILHO DA PU-

Mas sua tentativa de soco passou reto.

.

.

- "....Então é assim que eu vou morrer.... não é?...... Não.... NÃO,... AINDA NÃO! Eu preciso... Eu preci-"

Sua queda tinha parado com alguém a segurando em seus braços. Surpresa, abriu seus olhos e a pessoa que a salvo era a mesmo que quase causou sua morte.

Ele flutuou para cima do piso carregando-a e a jogou no meio de suas irmãs, que a abraçam felizes pelo seu bem estar.

- Blossom! Graças a deus vo-

- Docinho fique abaixada. - sussurrou.

- Que-

- *sussurro* Lindinha, quando eu disser já você se levanta e dá um de seus gritos sônicos o mais alto possível. E nos tampamos os ouvidos.

- T-tá..

- Parece que vocês perderam garotas. - disse o ruivo com um sorriso.

Os três chegaram mais perto delas que estavam sentadas no chão capturadas.

- JÁ!

Florzinha e Docinho tamparam os ouvidos e se jogaram no chão, enquanto Lindinha se levantou e deu um grito altíssimo que podia ser ouvido na Townsville inteira, fazendo os três desmaiarem.

- Peguem eles antes que acordem! - Florzinha e Lindinha puxaram-os para perto das grades que tinham na ponte que ligavam os elevadores ao elevador central, enquanto Docinho arrancava um pedaço de aço dela para prendê-los.

Depois disso as três correram para o elevador central e apertaram o botão para o último andar.

- Florzinha?! - perguntou Docinho.

- O que foi? - disse Lindinha.

Florzinha havia abraçado fortemente as duas.

- AHH QUE MEDOO!! AQUILO FOI MUITO ASSISTADOR!! - chorou aliviada.

As duas se entre olharam surpresas, mas deram um suspiro e retribuiram o abraço calorosamente.


.

.

.


Parte 2: Uma Batalha Épica De Novo!


- Agora é a hora meninas! Já sabem o que vamos fazer não é?! - disse Florzinha.

- Vamos socar a cara deles!!

- E quebrar seus ossos!!

- Vamos recuperar o Elemento X!!

Depois desse grito de guerra ela finalmente haviam chegado ao topo, um andar acima de onde estavam, as portas se abriram e se ouviu uma risada maligna que era tão habitual quanto acordar nos dias da semana para ir à escola.

- Finalmente chegaram meninas super poderosas!! - disse sentado em sua enorme cadeira preta com o Elemento X na sua mão.

- Faz tempo que não nos vemos Macaco Louco. Até que eu senti saudade de você.

- Verdade, faltou aquela dose de incômodo de manhã.

- Ele provavelmente ficou com medo depois que derrotamos Ele.

- CALADAS!! Se quiserem seu precioso Elemento X terão que me derrotar!! - a cadeira em que sentava havia virado em um robô gigante com o macaco dentro em apenas 5 segundos. - HAHAHAHAHAHAHAHA!! Sofram com o meu mais novo robô!!

- Aff tão típico. - bufou Florzinha.

O Macaco Louco começou a mexer seu robô, em cada passos que dava as meninas tinham que se esquivar rapidamente.

- Cara como ia ser bom poder voar agora.

- Precisamos de um plano.... já sei! Vamos fazer assim... - Florzinha sussurrou seu plano no ouvido das duas, e elas acenaram com a cabeça com um sorriso.

- EI MACACO!! TÁ PROCURANDO POR NÓS?! - disse Lindinha.

- Mesmo construindo todos esses robôs por todos esses anos nunca conseguiu sequer uma vez derrotar a gente!! - acrescentou Docinho.

- VOU PISAR EM VOCÊS COMO INCETOS!! - ele tentava pisar nelas, mas elas se esquivavam.

Enquanto suas irmãs distraiam o macaco, Florzinha começou a usar seu sopro de fogo no piso.

- *suspiro* Ele nunca foi muito inteligente com seus planos...

- Docinho cuidado!

Uma sombra enorme começava a crescer sobre Docinho, mas Lindinha a salvou bem na hora puxando-a para longe.

- Ufa essa for por pouco, obrigada Lindinha.

- Será que a Florzinha, quer dizer Blossom, já acabou?

As duas olharam para Florzinha, ela havia caído do chão com falta de ar e mandou um sinal para as duas.

- Beleza vamos lá.

- MACACO!! - chamou Lindinha 

Ele olhou para Lindinha e bem na hora ela o acertou com seu grito sônico. Ele conseguiu resistir, mas não por muito tempo, foi jogando para longe caindo ao lado de Florzinha. O aço do piso estava vermelho, tinindo quase derretendo por causa do fogo de Florzinha, quando o Macaco caiu sobre ele, o piso começou a derreter por causa do peso e lentamente se rebaixado.

- É agora! - disse Docinho como um pé em cima das mãos de Lindinha.

Florzinha veio correndo meio desengonçada pela falta de força para ajudar as duas.

- Você consegue Blossom? - disse Lindinha preocupada, mas Florzinha acenou com a cabeça.

As duas seguravam Docinho, uma em cada pé e deram um grande impulso jogando Docinho para cima, ela caiu de quase 5 m em cima do Macaco, golpeando-o fortemente com as duas mãos. O piso em baixo se dissolveu na hora com a pressão e aquele robô gigante começou a cair a caminho da lava do piso anterior. Flozinha agarrou Docinho enquanto Lindinha a segurava de cima. O Macaco Louco se salvou usando o ejetor que havia instalado na cabine, mas deixou o frasco do Elemento X no robô, que derreteu na lava.

- NÃOOOO... MANINAS INGRATAS!! ISSO NÃO FICARÁ ASSIM!! EU VOU VOLTAR!!

- Tomara que não muito rápido... - disse Florzinha.

- E agora?! Nos deixamos o Elemento X derreter naquela lava!

- Não tem problema, pelo menos deixamos aquele Macaco sem ele. - disse Docinho.

- Éhh pode ser verdade.

Florzinha olhou para baixo e percebeu que o cano de aço estava caído no chão e os meninos tinham desaparecido.

-*suspiro* "Depois cuidamos disso..."

- Você tá bem Florzinha?...

- Ahh tô muito cansada... me carreguem.

- *suspiro* Cara hoje o dia foi longo. - disse Docinho colocando o braço de Florzinha no seu ombro.

- Minhas pernas e a minha garganta tão doendo demais! - disse Lindinha com o outro braço de Florzinha no ombro.

- Eu ia ficar surpresa se não estivesse, a gente tá muito fora de forma.

- Tanto que você até ganhou uns quilínhos Florzinha, tá mais pesada do que eu me lembre!

- EI!!

- Pois é! Todos os doces que eu faço desaparecem de um dia pro outro da geladeira! - Lindinha olhou diretamente pra Florzinha.

- Não fui eu!!

- Aham sei.

- Foi a Docinho que comeu os doces especiais da edição limitada do seu mangá favorito "As Grandes E Divertidas Aventuras de Coelinho E Seu Amigo"!

- Era para ser segredo Florzinha!!

- DOCINHO!

Essas meninas.... e o dia foi salvo mais uma vez graças às Meninas Super podero-, quer dizer, à MSP!!


***


O Macaco Louco estava caminhando num vasto corredor até que chegou à uma porta de aço espesso, ao lado havia uma teclado de números onde ele colocou uma senha para passar.

A porta se abriu e se via uma vasta escuridão onde dava para se ver apenas 6 velas colocadas num formato de uma estrela, uma em cada ponta e uma no meio. Ele pegou um frasco com um líquido negro e o derramou em um caminho que formava a estrela com um círculo em volta, as chamas das velas colocadas se escureceram ficando negras.

- Finalmente depois de tanto tempo... - disse o Macaco - Aquelas menininhas tolas nem sequer suspeitaram que aquele Elemento X era falso. Vamos começar o ritual.

Subitamente várias figuras com capas pretas sairam das sombras daquela sala, seus rostos eram conhecidos, eram todos os vilões que as meninas já haviam enfrentado. Cada um com vela na mão ele começaram a repetir uma frase em língua desconhecida várias vezes, até que um voz maligna e afeminada soou sobre a sala. Uma silhueta começou a sair das chamas, essa não... NÃO PODE SER!

- AHAHAHAHAHHAhah.. SENTIRAM SAUDADES AMORES??.... O QUE?! - a chama começou a diminuir e a silhueta a desaparecer - O QUE É ISSO?! POR QUE NÃO DEU CERTO?!

- H-hã não sei!... Eu coloquei o Elemento X que foi usado quando te trancaram no submundo! E falamos a frase que você mandou! Por que não deu certo?!

- SÓ ISSO?!

- ...

- SEU IDIOTA!! EU PRECISO DO SANGUE DAQUELES QUE ME PRENDERAM! *suspiro* SE PREPAREM MENINAS SUPER PODEROSAS, LOGO LOGO ESTAREI DE VOLTA AHAHAHAHA!!


.

.

.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...