História Uma Brasileira na Coréia - Imagine Jimin - Capítulo 53


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 353
Palavras 1.103
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 53 - Capítulo 52


Fanfic / Fanfiction Uma Brasileira na Coréia - Imagine Jimin - Capítulo 53 - Capítulo 52

 Pegamos tudo que era necessário e fomos andando em direção ao enorme jardim da casa, com ajuda de Jungkook conseguimos estender a lona sobre uma intensa inclinação no solo. Pegamos a mangueira e jogamos água, detergente e sabão sobre o plástico, logo espuma e bolhas começaram a se formar sobre aquela superfície, quando tudo estava pronto olhei para o integrante mais jovem do grupo, nós dois estávamos bastante animados.


- Acho melhor vestir algo mais apropriado - Apontei para as roupas que estavamos usando.


- Também acho - Concordou o maknae - Aqui  baixo, daqui a 5 minutos? - Perguntou demonstrando estar eufórico.


 Quem não estaria? É um escorregador gigante.


- Por mim tudo bem - Respondi enquanto corria para dentro de casa.


 Subimos a escada correndo e cada um entrou em seus respectivos quartos, retirei a roupa que estava usando e joguei as peças espalhadas pelo cômodo, mais tarde guardaria tudo no local indicado, no momento estava com um pouco de pressa. Corri até o closet e agradeci pelas roupas leves que coloquei na mala, peguei um biquíni preto com detalhes em renda, shorts de malha cinza e blusa regata branca.


 Até que meu corpo continua atraente, mesmo comendo apenas besteira.


- Prontinho - Murmurei me olhando no espelho.


 Desci a escada pulando de dois em dois degraus, corri até o jardim e ao chegar lá encontrei Jungkook usando apenas uma bermuda estampada com desenho de pequenas flores coloridas. Fiquei alguns segundos processando a informação de que ele estava sem blusa e que a parte superior de seu tórax estava totalmente a mostra, arregalei os olhos surpresa ao notar seu abdômen com pequenos gominho.


 Santo Deus. 


- Lívia, quem vai primeiro? - Perguntou como se nada estivesse acontecendo.


- Você - Caminhei até ele e o empurrei lá de cima.


 Acompanhei o trageto entre o ponto inicial até o ponto de chegada, seu corpo deslizou à uma velocidade impressionante pela lona. Seu grito de surpresa e susto ecoou por todo o local, dificilmente serei capaz de esquecer o quão alto e agudo foi, muito menos serei capaz de me recuperar dos danos auditivos que adquiri. Respirei fundo e comecei a retirar as peças que me cobriam, senti meu rosto esquentando quando percebi que estava apenas de biquíni.


- Anda logo, Livi... - Jungkook congelou no meio da frase, seus olhos arregados me analisavam de cima a baixo.


 A situação ficou extremamente constrangedora, nós dois estavamos envergonhados, minha única solução foi me jogar lá de cima e torcer para não me machucar muito, a sensação de frio na barriga me acertou em cheio, meu corpo deslizava de maneira impressionante e ao mesmo tempo assustadora pelo plástico, quando o vento parou de bater contra meu rosto pude suspirar aliviada.


 Senti pena do coelhinho agora.


- Meu Deus - Murmurei ainda extasiada pela adrenalina que corria em minhas veias - Isso é incrível - Gritei para o garoto que me olhava lá de cima.


- É mesmo, não entendo porquê nunca fizemos isso antes - Gritou animado lá do topo.


 Corri morro acima enquanto observava Jungkook se jogar, novamente aquele grito agudo chegou aos meus tímpanos e quase os estourou. Continuamos nesse ritmo por longos e extensos minutos, nossas risadas estavam se tornam frequentes e cada vez mais altas, até mesmo me esqueci do biquíni que estava usando.

 Ouvimos passos apressados dentro de casa mas não me importei, uma hora ou outra os meninos iriam perceber onde estávamos. Dessa vez decidimos pular juntos, nossas vozes se misturaram e acho que conseguimos chamar a atenção dos outros moradores. Os meninos vieram em nossa direção, Jimin perdeu totalmente a cor ao meu os trajes que estava usando.


- Lívia, porquê você está vestindo isso? - Questionou meu namorado vindo em minha direção.


 Oh não, ele está furioso.


- É um biquíni, muito comum de onde eu venho - Respondi baixinho.


- Acontece que não estamos no Brasil, e eu não quero ninguém olhando seu corpo, somente eu posso fazer isso - Murmurou enquanto tirava sua blusa e me obrigava a vestir - Vem comigo - Segurou meu pulso e começou a me puxar para dentro de casa.


- Amorzinho, o que vai fazer? - Perguntei ao notar que estávamos indo rumo ao seu quarto.


- Apenas fique quieta - Disse ainda sem me olhar.


 Entramos em seu dormitório e o garoto trancou a porta de maneira apressada, em um movimento rápido senti minhas costas se chocando contra a parede, nada que pudesse me machucar. Nossos corpos estavam praticamente colados, não existia nenhum espaço nos separamos, seu rosto estava bem próximo do meu, mesmo confusa comecei a admirar os traços delicados de sua face.


- Você é tão bonito - Sussurrei tocando sua bochecha com a mão direita.


 Senti a textura macia e aveludada de sua pele, sua respiração se tornava cada vez mais rápida e sôfrega, inspirei o hálito de menta que saia de sua boca. Notei que seus lábios rosados estavam entreabertos, nossos olhares se cruzaram e um choque percorreu minhas veias, fechei os olhos quando meu rosto foi se aproximando do seu, quando finalmente nos beijamos pude ouvir o som de meu próprio coração batendo de maneira descontrolada e frenética.


- Você tem ideia do quanto me deixou louco ao vê-la vestida dessa forma? - Perguntou colando ainda mais nossos corpos.


- N.Não - Respondi totalmente entregue à suas carícias e principalmente seus encantos.


- Sinta o quanto eu te desejo, minha flor - Mordeu minha orelha e pressionou seu membro ainda coberto sobre minha intimidade.


 Nesse instante não existia vergonha ou pudor.


- Ahh - Acabei gemendo ao sentir sua ereção já aparente.


 Novamente o puxei para um beijo urgente e apaixonado, pude sentir nossos corações batendo na mesma intensidade e nossas almas se unindo. Seus lábios se encaixam perfeitamente nos meus, os movimentos eram precisos e intensos, nos separamos quando perdemos o maldito fôlego.


- Sei que nosso relacionamento tem tudo para não dar certo, mas eu realmente não me importo com isso, eu te amo e nada vai mudar o que sinto por você - Afirmei vendo os olhos de Jimin se enchendo de lágrimas.


- Você foi a melhor coisa que já me aconteceu, a única que trouxe luz e felicidade para minha vida, a mulher que me conquistou e pela qual me apaixono todos os dias - Declarou fazendo com que lágrimas escorressem por meu rosto.


 Ele é simplesmente o homem dos meus sonhos, chegou a hora de dar um passo importante em nosso relacionamento e em nossas vidas.


- Me faça sua - Sussurrei olhando dentro de seus olhos, minha única certeza é de que estou pronta para pertencer a ele.


 Estou pronta para me tornar mulher em seus braços.


Notas Finais


Desculpem o sumiço, o capítulo saiu curtinho porquê fiquei sem luz e meus créditos acabaram, infelizmente não consegui escrever muita coisa, mesmo assim espero que gostem, beijinhos de luz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...