1. Spirit Fanfics >
  2. Uma Chance Para Te Amar - Jungkook >
  3. Capítulo 5

História Uma Chance Para Te Amar - Jungkook - Capítulo 5


Escrita por: Heelparmy

Notas do Autor


Boa noite amores, aí vai mais um capítulo dessa história que eu estou amando escrever, não se esqueçam de deixa seu comentário!

Obs : Capítulo não revisado, se houver erros me desculpem, irei revisar ao longo da semana!

Capítulo 5 - Capítulo 5


*JUNGKOOK*

Na manhã seguinte eu levantei cedo e fui me preparar para ir a escola, hoje seria o meu primeiro dia numa escola de elite, confesso que estou bem nervoso mais minha Noona me tranquilizou dizendo que iria ficar ao meu lado, mamãe veio me dizer que a senhora Kim iria pedir para Nari me levar em seu carro, mais eu não aceitei e tenho certeza que ela não aceitaria também, então peguei minha mochila e fui em direção a essa escola, chegando lá dei de cara com a Daya.

— JK, seja bem vinda ao meu inferno, me siga .— Disse ela rindo.

— Oii Daya. — Falei rindo.

— Vamos descobri qual turma você está. — Falou me puxando para dentro da escola, logo na entrada muitas pessoas ficou encarando.
— Não se preocupe, as pessoas dessa escola adora um aluno novo. - Disse ela rindo.

— Percebi não param de me encara, Povo estranho. — Falei, segui ela até a diretoria para descobri minha turma, chegando lá peguei a sala da Daya.
— Uffa pelo menos não vou ficar sozinho. — Falei.

— Vamos rápido para você pegar um lugar ao meu lado. — Disse ela me puxando novamente.

Já na porta da sala ela, demos de cara com o professor.

— Olá professor Namjoon, esse é o novo aluno Jeon Jungkook. — Falou ela.

— Olá Senhor Jeon, entre e escolha sua mesa. — Falou ele me dando espaço, ao entra na sala vejo Nari me encarando.

— Olha se não é o pobretão. — Ao dizer isso todos ficaram quietos.
— Já não basta tomar a minha casa, agora você vai estudar mas custa da minha filha em uma escola como essa.—Falou ela.

— Cala sua boca vadia. — Daya disse bem perto do rosto dela.
— Não cruza nosso caminho, que eu não cruzarei o seu. — Disse ela se sentando.
— Vem Jungkook, senta aqui do meu lado. — Apontou para uma mesa vazia ao seu lado.

— Tudo bem. — Falei me sentando.
— Noona não briga por minha causa, eu nem ligo pra essa menina, ela não me ofende. — Falei sorrindo.

— Vou tenta me controlar. — Disse e sorriu.

(......)

A aula passou muito devagar, Nari me provocou a manhã toda, ao bater o sinal fui para o pátio e lá eu fui mais um vez observado por muitas pessoas, não estava me sentindo bem com toda essa atenção, então para tenta disfarça a minha vergonha peguei minha maçã e me sentei em uma mesa vazia, ao achar que tinha acabado vi a Nari vindo em minha direção, tentei não olhar para não haver mais discussão, mais estava difícil.

— Oque está fazendo aqui garoto ? —Perguntou ela.
— Você não cansa de invadir meu espaço. — Falou ela.

— Eu não estou invadindo nada, pelo contrário é você que não me deixa em paz, não gosta de mim ? simples não fique perto, fique tranquila eu irei evitar o máximo você, aliás eu nem sei o porquê você adora implicar comigo, isso seria amor ? — Perguntei debochando.
— Se você me dá licença vou dar um passeio por aí. — Falei me virando.

— Quem você pensa que é pra falar assim comigo. — Ela levantou brava e me seguiu.

— Nari de verdade me dá um tempo, você me odeia ótimo, posso te odiar também basta você me dizer. — Falei e sai sem esperar sua resposta.

(.....)

Chegando em casa fui direto para o meu quarto, graças ao Jin ontem eu estava bem melhor, ele está sendo uma pessoa muito legal comigo ao contrário da irmã dele, joguei a mochila na cadeira e pulei na cama apagando logo em seguida.

*NARI*


1 Mês se passou desda ida da família do Jungkook para minha casa, morar com essa família está sendo péssimo, eu e esse garoto brigamos todos os dias, e pra minha desgraça ele se tornou muito amigo do meu irmão, ele vem quase sempre para dentro da mansão para chamar meu irmão, ele até dormiu outro dia aqui em casa para jogar vídeo game a noite inteiro com o Jin, nesse dia eu fiquei extremamente nervosa e discuti com o meu irmão, agora na cafeteria Dae estava dizendo que eu não consigo fazer os garotos se apaixonarem por mim


(....)


— Eu consigo conquista todos os homens da escola — Falei convencida.

— Até parece. — Dae disse.

— Você quer apostar ? — Perguntei.
— Você sabe que eu consigo. — Falei convencida.

— Vamos aposta então, e eu vou escolher o garoto. — Disse ela.
— Você tem até o baile da primavera para fazer ele se apaixonar, se você perde você tem que me dá seu carro, se eu perde te dou o meu. — Propôs ela.

— Combinado, isso será moleza. — Falei rindo.
— Quem será o garoto ? — Perguntei.

— Jeon Jungkook. — Falou ela sorrindo.

— Porque ele ? — Perguntei indignada.

— Você maltratou tanto ele que eu duvido que consiga fazer ele gostar de você. — Disse rindo.
— Mais se tiver com medo não precisa . — Disse ela.

— Ok, eu aceito. — Falei sem pensar direito.
— Eu vou fazer esse pobretão gostar de mim, e depois vou chutar ele. — Falei rindo.

— Boa sorte gatinha. — Suho beijando meu pescoço.

— Boa sorte Nari. — Disse ela saindo.

— Nos vemos mais tarde ? — Perguntou Suho.

— Sim. - Beijei seus lábios.
— Estou indo embora. — peguei minha bolsa e sai da cafeteria entrando em meu carro.
— Isso vai ser fácil, só me fingir de boazinha e pronto. — Falei sozinha dando partida no carro e indo para casa.

Chegando lá estacionei ele na garagem e fui para dentro de casa, logo na porta dei de cara com a mãe dele.

— Olá senhora Jeon. — Falei sorrindo falso, tenho que começar a ser boazinha pela mãe.
— Tudo bem ? Perguntei.

— Huuuum, Olá senhorita Kim. — Sorriu.
— Estou bem e a senhorita ? — Perguntou ela.

— Estou bem! . - Respondi.
— Senhora o Jungkook está em casa, eu precisava falar com ele. — Perguntei.
— Eu preciso de uma matéria que eu perdi na aula de ontem. — Falei mentindo.

— Está sim, pode ir até lá. — Disse ela simpática.

— Obrigado, irei ir lá. — Sorri e fui em direção a casa dos fundos, ao bater na porta ele abre segundos depois.

— Oque você quer ? — Perguntou ele meio curioso.

— Posso entra ? — Perguntei tentando parecer legal.

— Sério isso. — Disse ele desconfiado.

— Por favor! . — Falei.

— Ok, pode entra. — Ela deu espaço e eu entrei.

— Jungkook vou direto ao ponto, eu não prestei atenção da aula de ontem e gostaria que me emprestasse seu caderno para mim copiar. — Falei tentando arranjar a melhor desculpa.

— Você tem tanto amigo, e veio pedir justo pra mim. — Disse ele.

— Meus amigos é igual a mim, nem presta atenção na aula, me ajuda por favor. — Tentei sorrir.

— Ok, já volto. — Disse ele indo para seu quarto e 2 minutos depois voltou com o seu caderno.
— Consegue copiar até hoje a noite, preciso revisar umas coisas. — Falou ele.

— Claro. - Falei pegando e me levantando.
— Obrigado Jungkook. - Falei sorrindo falso novamente.

— Oque aconteceu com você ? — Perguntou ele.
— Não está brigando comigo hoje. — Disse ele sorrindo mínimo.

— Talvez eu queira tentar me dar bem com você. — Falei e sai deixando ele sozinho, apertei seu caderno forte em meu peito e subi para meu quarto.
— Aishi que nojo de pobre. — Falei e joguei o caderno dele pra longe de mim.
— Você vai se apaixonar por mim Jungkook, e eu vou destruir seu coraçãozinho. — Falei debochando.
— Me aguarde. — Disse me jogando na cama.

Continua ?

_______________________________________




Notas Finais


Eu acho que alguém está se achando demais!

Coitado do Jungkook!

Nari não sabe oque vem pela frente hahahahaha!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...