1. Spirit Fanfics >
  2. Uma depressiva qualquer >
  3. O enterro

História Uma depressiva qualquer - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura 🖤

Capítulo 3 - O enterro


Fanfic / Fanfiction Uma depressiva qualquer - Capítulo 3 - O enterro

Acordo as 15:00, levanto e vou até o banheiro, encho a banheira é coloco alguns produtos que deixam a água colorida e jogo algumas essências que eu trouxe da França, tiro minha roupa é entro na banheira, começo a pensar em tudo oque estava acontecendo é começo a chorar, eu não queria ver meu melhor amigo dentro de um caixão prestes a ser coberto de terra, tenho medo da minha reação mas mesmo assim eu vou estar presente.
Termino meu banho e vou até meu closet é escolho uma roupa (foto) visto e faço uma maquiagem básica (delineado e batom avermelhado) solto o meu cabelo Grande é roxo, arrumo minha Franja e coloco um sapato preto e o nosso colar de amizade, desço para a sala pego as chaves do meu carro (Ferrari preta) e vou para o hospital da minha mãe ver como ela estava é de lá eu iria para o enterro do Alec, pego o caminho é chego no hospital, pego todas as informações é vou ah eu quarto da minha mãe Ela estava muito pálida e abatida estava usando uma roupa de hospital E com vários aparelhos ligados ao seu corpo, aquilo me faz soltar umas lágrimas vou até ela e ela estava dormindo, deixo ela dormindo é apenas deixo uma carta

Carta on

Oi mãe,Eu já voltei da França e vim te ver mas você estava dormindo, então deixei você dormi, te amo, até amanhã! ♡

Carta off

Me levanto e vou até o enterro de Alec, estava lá a Mãe dele seu pai e sua irmã mais nova, eu não me aguento é saio correndo até o caixão dele


S.n- ALEC!!!


Eu me ajoelhou no chão e vou "derrapando" até o caixão ralo todo o meu joelho mas não ligo, fico de joelhos no chão virada para o caixão


S.n- ALEC!, ALEC!, NÃOOOOO


Eu grito e choro alto como uma criança chorona eu queira muito que ele voltasse a vida, o aperto no coração era tanto que eu achei de desmaiaria


M/A (mãe do alec)- s.n por favor se acalme- ela fala chorando
S.n- como? Eu me acalmar? A RAZÃO PELA QUAL EU AINDA ESTOU RESPIRANDO ESTA DENTRO DE UM CAIXÃO SEM VIDA E EU TENHO QUE FICAR CALMA?


ela vem até mim e tenta pegar no meu braço mas eu puxo meu braço e saio correndo para fora do cemitério


I/A (irmã do Alec)- S.N NÃO, VOLTE AQUI


Eu saio correndo e entro no carro e acelero o mais rápido possível, saio cantando pneu, passo em uma distribuidora é compor o uma bebida alcoólica muito forte e uma carteira de cigarro, entro no carro eu estava chorando muito, entro no meu quarto e começo a beber e chorar, mas depois de pensar eu paro e vou dormi, amanhã eu teria aula na escola nova, tomo um banho coloco um pijama e durmo


Notas Finais


Bye 🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...