História Uma doce ilusão - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 7
Palavras 647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Amigos?


Fanfic / Fanfiction Uma doce ilusão - Capítulo 2 - Amigos?

Narração de Nathan

-UMA SEMANA APÓS O PRIMEIRO DIA DE AULA-

São 6h40,atrasado para a escola levanto rapidamente e me arrumo na velocidade de um tiro colocando meu uniforme padrão,calça jeans,camiseta,minha blusa xadrez vermelha e preta e meus All Star pretos.Já no carro em frente a escola avisto James e Angel chegando,James fazendo cara de nojo enquanto vê a Angel se pegando com um garoto o que me fez rir da cena e perceber o quão retardados esses dois são.

No momento que passei pelo portão avistei a ruiva,descobri seu nome através de Angel,seu nome é tão belo quanto ela,ROSE,como rosas vermelhas.Flores que tem uma beleza tão pura e bela e ao mesmo tempo uma crueldade e defesa.Quando percebi já estava em sua frente.

-oi -disse meio sem graça e com surpresa de minha presença ali.

-olá,tudo bem? - a respondi com um sorriso simples e amigável.Assim que eu iria continuar nossa conversa percebi que alguém atacou a pobre menina ,assim que vi Angel fiquei confuso e então lembrei que ela comentou sobre ter falado com ela.

-Angel,caralho mano matou a menina sua retardada- digo em meio de gargalhadas pela cena.

Caminhamos até a sala de aula e assim as aulas seguiram tranquilas,bom eu não conseguia tirar os olhos daquela ruiva,um dia a faria minha...minha rose...Fui tirado de meus pensamentos com um par de olhos verdes em minha direção,pensei rapidamente em virar e quebrar nosso contato mas não conseguia desviar,era como um imã e aparentemente ela também não queria desviar,mas o professor nos chamou a atenção e ambos voltaram as atenções ao caderno.

O sinal tocou indicando o termino da 3º aula,enfim o intervalo,eu estava decidido a virar amigo de Rose mas havia um obstaculo,minha fraquesa...Clary minha ex-namorada e dona de meu pobre coração quebrado e de muitas das lagrimas que já derrubei,um dos motivos de eu...bom,isso não é tão importante agora.

Ao chegar no patio da escola,fui cumprimentar meus amigos do 9ºano ,Clary e July (a melhor amiga de Clary e a menina que me apoia em momentos ruins).

-Oi nathan,como foram as ferias?-disse July.

- A mesma coisa de sempre e vocês? - a respondi.

-Nada de interressante- disseram juntas.

Me despedi delas com um aperto no coração,aquela voz ainda fazia meu coração acelerar e toda minha animação foi embora e coloquei meus fones de ouvido.

"A saudade não me deixa em paz
A saudade não me deixa em paz
Mandei ela pra comprar cigarros
Pra ver se ela não volta mais

A saudade não me deixa em paz
A saudade não me deixa em paz
Mandei ela pra comprar cigarros
Pra ver se ela não volta mais

Mais goles pra reparar os danos
Não tava nos meus planos

Minha ex tragando
E me estragando mano
Ou eu que tô me estragando
Tô esperando cê pedir desculpas
E amanhã faz cinco anos
Eu sei que você tá namorando
Alguém com mais dinheiro, com mais familiares
Mais amigos verdadeiros
Mas que tem os olhares mais interesseiros
Que pretende te levar aos lugares que eu prometi primeiro
Tipo viajar pra frança, mas não deu pra pagar
Com tantas dividas e o dobro de vontade de realizar

S il vous plait madame
Je ne sais pás
U son no rêves
Cependant, voialá

Não pude te levar então tive que aprender
Que se não te levo a frança, trago ela até você
Mas pra você não tá bom
Muito menos pra minha sogra
Que acha que só porque sou eu pobre eu vendo droga
Sua falta é uma doença que não cura com falas
Tipo hipoclecemia, eu só resolvo com balas
Engatilho pra descobrir antes que eu apodreça
Com quantos tiros te tiro da cabeça "

E fiquei ouvindo musicas até a ultima aula com um grande vazio no peito,tentei deixar essa dor de lado e cumprir o meu objetivo ,virar amigo daquela bela garota.

-Rose? - cheguei ao lado de sua carteira,onde ela estavá lendo.

-Oi,aconteceu alguma coisa? - disse aparentemente confusa com minha aparição do nada.

-Nada,eu só queria... 

                                                                  CONTINUA...  








Notas Finais


Até a próxima:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...