História Uma doce mentira - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Eldarya
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charli, Charlotte, ChiNoMimi, Cotton, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Ezarel, Giles, Iris, Jade, Jamon, Kentin, Keroshane, Kim, Leiftan, Leigh, Letícia, Li, Lynn, Lysandre, Manon, Melody, Mery, Miiko, Nathaniel, Nette, Nevra, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Valkyon, Viktor Chavalier, Violette, Wenka, Willi
Tags Amor, Amor Doce, Eldarya, Ezarel, Hentai, Luta, Nudez, Pscopata, Sexo, Sobrenatural
Visualizações 29
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - A triste morte de um amor


 Eu resolvi fazer o que qualquer um faria, colocar fogo no circo, mas como tudo que é bom dura pouco, Ezarel disse que se fosse para mim ficar colocando chifres nele era melhor a gente nem continuar com essa história.

Depois de algumas semanas, no castelo, sem ver, falar e nem respirar o mesmo ar que ele,meu irmão me falou que a melhor opção para tirar a dor do meu coração, era a vingança, sem mais nem menos eu não pensei e respondi de imediato:

- Agora você tem a obrigação de me treinar! - digo frustrada

- esta bem - disse meu irmão surpreso

Mais dias se passaram e meu ódio crescia ao mesmo tempo que minha saudade.

Para não perdemos a luta contra a guarda, fizemos um trato com um cara com um grande exército, tão poderoso quanto nós.

Aos poucos fui aprendendo a me defender...

Me pergunto se Ezarel me amava... De todos os nossos momentos juntos, perder ele foi o pior...

Eu estava fora de mim...? Talvez ?

Ele não se lembra de nada, tem ódio de mim, mas eu o amo!

Em pensar que fui em bora por uma briguinha besta! Eu poderia ter matado ele ali mesmo!!!

Mas... Meu coração é bem mais forte!

Depois de quase três meses, meu espirito despertou de meu corpo, descobri que meu corpo era a casa da garota que morava nesse castelo... A verdadeira irmã do Miguel...

Ela era, a garota mais forte que eu avia conhecido, todo o meu poder avia sumido, só avia uma alma de a vampira em meu corpo, meus sentimentos sumiam um por um, só restava uma única esperança em meu coração, encontrar o ezarel e dizer de uma vez por todas os meus sentimentos, mesmo que ele não sinta nada, pelo menos eu vou morrer feliz...

É eu sei... Morrer é uma palavra muito forte mais... É isso que vai acontecer... Miguel vai me levar para casa, e lá eu vou me suicidar, é bem melhor do que viver num chiqueiro, onde tudo que os porcos querem é me comer.

- chegou à hora - o espirito fala em sua voz demoníaca, me levando junto para usar de meu corpo como seu escudo protetor.

Quando chegamos no QG todos estavam prontos, pegamos todos de surpresa, deu para ouvir os gritos de dor das pessoas, que morriam queimadas pelas bolas de fogo da vampira.

- mamãe!!! - diz um garotinho com cabelos loiros e encaracolados, com os olhos verdes, e pequenos chifres. Ele chorava pela morte de sua mãe, que estava no chão, com uma flechada no coração.

- HAHAHAHA - isso foi um espetáculo para a vampira, que se preparava para matar o pobre garoto, com suas bolas de fogo.

-... para... - disse chorando - deixa ele ir por favor ! - choro mais ainda, caindo no chão, agora eu tinha controle sobre meu corpo, mas uma faca no meu pescoço.

- E-ezarel !? - disse olhando os belos cabelos azuis, voando com o vento.

- ... Emily... - ele abaixa a guarda, tirando a espada do meu pescoço, ele estava tão surpreso quanto eu...

- ...corre... - disse

- o que ? - ele sussurra

- EU DISSE PRA CORRER - a vampira tomou posse do meu corpo novamente, me fazendo sentir uma forte dor no pulso, a vadia avia cortado ele com a minha própria unha.

 - ISSO É PRA VOCÊ APRENDER À NÃO ME INTERROMPER ! - sua voz era fria - E ISSO É PRA VOCÊ EZAREL, APRENDER A NÃO ME DEIXAR! - ela faz um corte no ombro de ezarel, com a lâmina de uma espada com um veneno, fazendo ezarel soltar sangue pela boca. ela me diz - você tem 5 minutos... - ela me cede o controlhe sobre meu corpo, me dessabo em lágrimas.

- ta tudo bem. Não precisa chorar - ezarel me diz secando uma de minhas lágrimas

- Não ! Não ta tudo bem ezarel! - começo a chorar mais ainda - o amor da minha vida esta morrendo por minha causa ! - disse me jogando em seus braços



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...