História Uma fanfic que deveria ser errada(Que amor é esse?)Reescrita - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Boris, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Senhora Shermansky, Viktor Chavalier, Violette
Tags Amor Doce, Fantasia, Ficção, Morte, Sobrenatural, Tortura, Violencia, Yaoi, Yuri
Visualizações 42
Palavras 1.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 5 - Capítulo 3


Dimas acorda cedo como sempre, levantando da sua cama com dificuldade e muita preguiça, ela reúne coragem e vai até o banheiro para fazer sua higiene matinal, já pensando o quão merda será esse dia, e o resto do ano, vários modos de cometer suicídio haviam passado por sua mente naquele momento.

Depois de sair do banheiro ela segue para arrumar seu material, afinal ela teria que dar aula hoje, e para alunos considerados "mais velhos" que ela, mas ela ligava? Claro que não, mas por que uma pessoa tão nova como ela ensinaria pessoas 2 anos mais velhas? Um prodígio talvez? Bom aulas particulares ajudaram bastante, mas isso não queria dizer que ela deixaria de ser uma "estudante" também, ela apenas daria aula para as matérias na qual ela é mais dominante, ela queria? Não, mas é obrigada a tal, bufando ela sai de seu quarto e se dirigi a sala reservada para as aulas.

Ainda irritada com tudo isso, ela andava com passos pesados sem prestar atenção por onde andava, até que ela tropeça e cai

Dimas- Por que tem um monte de merda no chão!?, tsc - ela estrala a língua e contínua - É só um aluno.

Armin- DROGA!, você me fez perder, eu ja ia conseguir alcançar meu recorde, além de terminar a última fase - O aluno diz se segurando para não chorar.

Dimas- Para de agir que nem um bebê chorão me da isso - Ela pega o jogo portátil da mão do garoto bruscamente - Você ta chorando sendo que seu recorde é só isso?, fala sério.

Armin- Acha que é pouco faz melhor então

Dimas- Ta bom - Ela começa a jogar com um sorriso confiante, após um breve momento aparece na tela do jogo "Win" e logo abaixo o número de pontos mais "New Record"

Indignado Armin grita puxando seu jogo de volta para si.

Armin- O QUE!? ISSO É QUASE O TRIPLO DO MEU RECORDE, COMO? - Ela diz se virando para a garota, porém ela já estava andando para longe, voltando seu caminho para a sala, mas ao longe ela grita

Dimas- Esse jogo é muito fácil! Só principiantes não conseguiriam passar. - Após isso ela vira o corredor e some de vista

Ao lado do garoto chateado, seu irmão chega e toca seu ombro rindo.

Alexy- hahahha, olha não querendo ofender, mas ela é muito melhor que você, e olha que você tá a dois meses nessa mesma fase - Diz zombando de seu irmão, que foi superado por uma pessoa que eles mal conhecem

Armin- Cala a boca! - Diz o garoto se controlando para não jogar toda sua raiva em seu irmão, apesar dele merecer.

Percebendo que seu irmão logo explodiria pela frustação e raiva, Alexy vai embora como se nada tivesse acontecido, e vai a procura de Kentin para passar um tempo cofinalmente ir para a sala.

Antes de Dimas ir para a sala terminar de preparar tudo, ela passa pelo jardim, desconfiada de que algum barderneiro estaria estragando suas lindas flores, não foi ela que cuidou, mas ainda valorizava muito, por serem bonitas e exalarem um cheiro ótimo, que a deixava calma, observando atentamente o jardim a sua frente, ela não encontrou nada de errado, suspira de alivio e com um pingo de tristeza, pois não teria um motivo para bater em alguém.

A garota decide passear um pouco pelo enorme jardim, para acalmar seus nervos, enquanto estava relaxadamente assobiando de felicidade, ela nota mais um presença no jardim, havia uma garota sentada em um balanço que era segurado por alguns galhos de árvores, a garota segurava um caderno de desenhos, ela observava os pássaros, depois se virava para o caderno para desenhar o que tinha visto, ela continha cabelos da cor violeta, logo Dimas percebe que essa garota, era a mesma que havia perguntado de maneira fofa se ela estava bem, sorrindo Dimas se aproxima de Violette, não ligando se ela gostaria de continuar a desenhar ou não ela a chama.

Dimas- Ei garotinha kawaii!

Assustada com o chamado repentino a garota timida solta seu caderno de desenho e os lápis no chão, percebendo que os deixou cair, fica envergonhada e logo começa a recolher enquanto responde.

Violette- O-Oi! - Apesar da vergonha, solta um sorriso extremamente feliz

Encantada pela fofura da garota a sua frente Dimas fica ainda mais feliz e esboça um sorriso enorme em sua cara

Dimas- Então o que estava desenhando? - Pergunta mesmo sabendo o que ela responderia

Violette- E-estava d-desenhando os pássaros ali - Ela aponta para onde olhava anteriormente, mas percebe que os mesmo não estavam mais lá, percebendo isso fica ainda mais envergonhada - Q-Que estavam ali... - Tenta se corrigir

Dimas apenas ri com o jeito da garota

Dimas- Você faz mais o que além de desenhar? - Pergunta um pouco curiosa

Violette- B-Bem eu s-sei costurar - Diz e sorri tímida.

Dimas- Entendo - Diz ainda sorrindo- escuta você assiste animes ou lê manga?

Violette- De vez em quando - Diz ja se acostumando com a presença da garota de cabelos negros à sua frente

Dimas- Serio!? Que bom - Fica muito animada, pois achou alguém para falar sobre esse assunto -Leia um manga chamado Strobe Edge é muito bom, confia - Esboça um sorriso enorme em seu rosto.

Violette- O-Ok - Acaba corando com a felicidade e o sorriso da pessoa a sua frente.

Dimas vai embora sem dizer nada, ela apenas se vira e segue caminho novamente para o seu destino principal, mas dessa vez um pouco mais feliz, por ter conversado um pouco com a timida e fofa garota.

Seguindo a recomendação de Dimas, Violette corre para seu quarto, enquanto pensa se o manga é realmente bom, ja que Dimas não lhe havia dito como era a história, ela tenta imaginar por si mesma, chegando ao seu quarto, ela abre seu notebook e começa a ler o manga pela internet, era um romance, a garota ficou fascinada por ele, quanto mais lia, mais queria continuar lendo, infelizmente não era possível, as aulas logo começariam, o tempo havia passado rapido demais, ja era de tarde, ela fecha o site do manga, havia parado no capitulo 3, ela era lerda para ler, pois prestava bastante atenção na arte e na história, após desligar seu notebook, ela vai a caminho da sala, onde Dimas já estava esperando todos os alunos.

No caminho a garota encontra Alexy, que por sua vez estava levemente chateado pois não tinha conseguido encontrar Kentin, porém mais feliz pois encontrou sua amiga, ambos caminham juntos para a sala enquanto conversam animadamente

Dimas já estava nervosa novamente, não por que estava com medo de ter que enfrentar uma sala de aula cheia ou ansiosa pra isso, os alunos estavam demorando demais para chegar, ela não estava preocupada, pelo contrário, ela queria espancar todo mundo que passasse por aquela porta neste momento.


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Desculpa qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...