História Uma Fraternidade - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 18
Palavras 2.199
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Aquele cap de manhã.
Espero que gostem ♡

Capítulo 8 - Fantasmas e Droga


Pov Eva

Não era fácil se passar por um menino, mas acho que eu estava me saindo bem, Mike não desconfio. E agora a gente estava a caminho da nossa sala, a gente estava em um grande corredor. Estava se na hora de entrar pra primeira aula.

- Nossa qual a sorte de vc ter um colega de quarto do mesmo curso - Mike estava entre eu e o Dan, a gente teria as duas primeiras aulas com ele - E falar nisso cadê a Eva? - até agora estava tudo de boa, mas agora ele tinha feito a pergunta proibida.

- Vc sabe que ela não gosta muito de estudar, então ela sai por aí e depois eu ajudo ela com o conteúdo - Dan disse, nossa as desculpas do Dan eram sempre às melhores, e era verdade eu não gostava de estudar, eu nem sabia que faculdade ia fazer, então fui na mesma que o Dan, lógico que o Dan entrou por mérito, já eu estou pagando, parte boa de ter um pai como o meu.

- É realmente, vc é um puta amigo - Mike disse, Dan olhou pra mim e sorriu.

- Oq eu nao fasso por vcs.

Tínhamos acabado de chegar na porta, abrimos a porta, lá dentro parecia uma arquibancada com um grande quadro na frente, tinha algumas pessoas que já chegaram.

- Mike cadê a Mia ? - Dan perguntou, é mesmo cadê ela, não tinha visto ela desde então, a gente sentou na terceira fileira, dessa vez consegui ficar do lado do Dan.

- Ela estava na aula de anatomia ... Ah e ela disse que na hora do intervalo, vai nos encontrar no campo de futebol - Mike disse enquanto a gente sentava - e falar nisso hoje eu vou ter o primeiro treino - Mike tinha ganhado bolsa por causa do futebol - James vc gosta de futebol, né? - a Eva não gostava de futebol, mas agora eu era um menino então. 

- Eu gosto um pouco, vc joga em que posição Mike? - era muito difícil manter a voz grossa o tempo todo.

- Eu sou zagueiro, mas eu .... - não deu tempo do Mike terminar, pois o prof tinha acabado de chegar.

Se vc ver ele nunca passaria pela sua cabeça que ele era um professor, ele devia ter 1,90 de altura, usava um jaqueta parecida com a minha e uma calças jeans, e um tênis preto, ele era careca e tinha uma mochila que nem a do Dan. Eu sabia que já tinha visto esse cara.

Ele colocou a mochila em cima da mesa, e colocou as mãos apoiadas na mesa e nos encarou, dei uma olha na sala, incrivelmente a maioria das cadeiras estavam ocupadas.

- Vamos começar pelo básico - Ele agora estava falando - Quem aqui gosta de química ? - eu não gostava nada de química, como disse antes eu vim pra essa faculdade por causa do Dan e de outra coisa, mas eu sabia química, lógico não tão bem quanto o Dan. Quando ele falou muitas pessoas levantaram a mão, Dan levantou, mas nem eu nem o Mike levantamos - Bom ... Muito bom, agora que entende química - a voz dele era muito grossa, mas dessa vez poucas pessoas levantaram a mão dessa vez eu levantei, e lógico o Dan também - Era de esperar .... Não me apresentei, sou o Will, sou formado em aqui mesmo, sou doutor em química, e o fundado de uma das maiores fraternidade daqui, vcs devem conhecer a DELTA.

Nessa hora até eu fiquei surpresa, pq a Delta era a rival da ALPHA, ouve muitos murmúrios, a Delta era uma das mais antiga, quantos anos àquele cara tem? No mínimo uns 50 anos, mas ele tinha cara de 30, às feições dele pareciam com as do ....

- QUIETOS - não escutava um pio na sala, Dan estava inexpressivo e o Mike parecia menos interessado na aula - agora vamos a chamada - oq eu ia fazer? Eu não sabia. Ele começou.

Alysson Quill

.

.

.

Até agora só uma pessoa não tinha respondido uma tal de Bia Dian.

- Dan distraía o Mike daqui a pouco e minha vez - Sussurro pro Dan, ele entendeu e virou pra falar sobre o novo professor com o Mike.

.

.

Eva James .... O Mike estava distraído, o Dan sabia fazer as coisa bem feito.

- PRESENTE - gritei com a voz mais fina que consegui, por sorte nessa hora o Mike estava com o fone de ouvido, parecia que eles passaram de professor pra rock pesado.

.

.

.

Dan ... Jackson

Escutei Dan suspirar.

- PRESENTE - o prof levantou a cabeça e ficou encarando o Dan, mas Dan não desviou o olhar. Isso começou a ficar constrangedor, até eu cutucar o Dan, ele me encarou e bufou.

- Ela devia ter me contado .... - Dan parecia muito bravo. A aula foi até legal, a gente falou de função, Dan não disse nada nem respondeu nenhuma pergunta do professor de alguns exercícios, mesmo ele tendo feito. 

A aula tinha acabado a gente estava saindo, Mike já tinha saído 10min antes pq ele tinha o treino, eu não sabia pra q sair mais se do sendo q o intervalo era de 50 min, mas como eu era o Jason o garoto tímido que tinha acabado de começar a faculdade, eu não falava essas coisas.

- Dan venha aqui - o Will estava quase mandando ele ir, Dan parou e de andar e me encarou com aquele olhar de socorro, eu não sabia oq fazer - Agora - aquele cara estava mandando no Dan, eu não estava gostando disso. Dan parecia que ia surtar.

Daí eu fiz a coisa mais estranha que veio na minha mente. Peguei a mão do Dan e o puxei pra fora da sala. Ele no começo exitou, mas depois me deixou guialo.

Só parei quando tinha certeza que a gente estava bem longe. Olhei pro Dan ele estava com os olhos lacrimejando, eu não sabia o pq. Ele deixou os joelhos caírem e ficou escorado na parede.

- Dan - ele me encaro - quem ele era?

- El... Ele é Willian Jackson.

O Dan quase nunca falou o nome do pai dele, ele só falou o motivo dos pais deles terem se separado.

- Não era para ele está aqui .... Ele não vai estragar a minha faculdade também... Ele não vai machucar mais ninguém - Dan estava chorando, agora ele estava me encarando - Vou mostrar pra ele... Eva?

Eu não sabia oq falar, a infância do Dan foi uma da piores que eu já conheci.

- Dan eu vou estar aqui pra quando vc precisar! - eu ia tentar dar o máximo de apoio que eu puder pra ele, o meu pai pode ia ser oq fosse, mas o do Dan era um monstro - Pq nós somos uma equipe não é? - estava pra existir, pessoas mais amigas do que eu e o Dan. Fui surpreendida por um Dan pulando nos meus braços, ele molhou todo o meu ombro de lágrimas.

- Eva...Eu...Eu te amo - aquilo me fez desabar, em lágrimas também, ele já tinha muita coisa pra lidar, e agora eu o pedi pra ser Gay na frente do pai já era muito - Eva vc é a melhor amiga que eu terei.

- Dan vc é toda, e seu pai é um babaca - Dan riu, eu o fiz rir, eu era roda. Tirei ele dos meus braços e o seguirei pelo ombro - Agora que seu pai está aqui vc ainda quer participar do meu... - tinha colocado o dedo na minha boca.

- Eva agora mais do q nunca eu sei que eu quero fazer parte disso - ele estava pronto pra se humilhar só pra me ajudar, eu tinha que contar pra ele.

- Dan então vc precisa saber o pq de tudo isso - ele me encarou por um segundo, mas depois ele assentiu - Vamos indo pras arquibancadas que eu vou contando - ele pegou a mochila e fez um sinal pra eu arrumar a toca, e começamos a andar - vamos começar do princípio. Talvez vc nunca soube quem é o meu pai - ele assentiu, nossa como o Dan era perfeito ele sabia até a hora de não falar nada - então. Ele é o maior traficante de maconha da cidade e região - eu acho que falei de um jeito muito normal, pra uma informação dessas, pq ele parou de andar na hora, eu estava com medo da reação dele, mas eu tinha que contar.

- Eu sei que vc é boa e é isso que importa - PQP ELE ERA MUITO FOFO

- Agora vem a gente, um carregamento de 100 kilos de maconha do meu pai foi roubado, tipo pra ele não é muito - Dan arregalou os olhos, e depois sorriu - Mas ele não pode se sentir fraco perante aos outros, então ele queria matar os cara que fizeram isso - de novo Dan arregalou os olhos.

- E eu reclamando do meu pai - ele disse rindo.

- Clb, meu pai é legal, mas ser o líder dos traficante não é fácil - meu pai era muito gente boa - Então, quando eu descobri eu pedi pra ele não fazer isso, vc já deve ter percebido quem é, não é? - ele assentiu

- A ALPHA.

- Vc não deve saber, mas ultimamente a Delta que tem ganhado tudo, então meio que a ALPHA estava sem dinheiro, daí eles tiveram a brilhante ideia de roubar um caminha de maconha!

- É agora sei que eles são só músculo - dessa eu ri.

- Mas como vc sabe o irmão do Mike é de la então eu não queria que meu pai fosse o responsável pela morte do irmão de um amigo, então falei pra ele que eu podia recuperar o dinheiro e a maconha - Dan parecia pensativo - então o plano é o seguinte, não sei se vc sabe, mas tem um grupinho dentro da ALPHA de gay e um dos seus membros é o cara que cuida da maconha, então a gente tem que se aproximar deles e tentar pegar a maconha - Dan estava rindo agora - Qual é o motivo da graça, Dan ?

- É que vc fala como se fosse a coisa mais natural do mundo Hahaha.

- Se vc não qui..

- Lógico que eu quero - ele disse - Mas não esquece se eu não der certo na vida fala pro seu pai, ou caso vc já tenha assumido, que eu sei fazer metafetamina!

- Lógico, não vou esquecer - disse rindo - mas pera vc sabe mesmo? - sou curiosa tá.

- Sei, até que é facil - mm ele era foda - Mas quem é o nosso alvo?

- Então, é o Cho - ele começou a rir muito, mas muito.

- Ah mais eu vou gostar dessa missão HAHAHA

Tínhamos acabado de chegar no campo, sorte que o Dan me avisou de me transformar novamente na Eva, pq ja que era uma uma converasa com a Mia entao avhamos melhor eu ir de Eva.

Mia estava em uma arquibancada atrás do gol, ela estava usando uma saia na altura do joelho e uma camisa de abóbora listrada e uma bolça rosa. Tínhamos chegado perto dela sem ela notar.

- Eae Mia, vc tá bem ? - Dan disse

- Vou ficar melhor depois de contar algo pra vcs - Mia disse agora olhando pra nós.

- Cadê o Mike? - perguntei.

- Ele foi no vestiário trocar de roupa e depois ele falou que vem aqui - ela disse aprontando para uma abertura na lateral central do campo.




Mike tinha acabado de chegar.

- Dan cadê o James ?

- Ah... Ele não pode vir.

- Acho que foi melhor - Mike disse - Eva vc perdeu nada, aquele professor era um gosta ele era da Delta.

- É ele era um Merda - todos irmos, menos a Mia ela parecia pensativa.

- Entãom Mia oq vc quer contar? - eu perguntei

Ela nos encarou, ela parecia muito tensa.

- Vcs sabem oq aconteceu no teste da Kappa Nu - todos assentiram, aquele devia ter sido o pior dia da vida da Mia - Então depois, daquele dia eu virei o motivo de chacota dentro da fraternidade, por não ter nenhum homem pra mim. Elas estão fazendo da minha vida o inferno. Por isso estou pensando em sair da KAPPA NU.

Como assim. Onde ele ia ficar? Ela não podia fazer isso ela não podia, ela não podia ela tinha que resistir ela não era nenhuma bonequinha de pa.. Ela estava chorando, aquilo devia ser grave mesmo, ninguém já fazer isso com uma amiga minha e já sair impune.

- Elas vão pagar, obrigado por contar - disse com firmeza, o rosto da Mia ficou confuso, olhei pro Mike - vou precisar de uma festa na ALPHA vc pode falar com o Peter - ele assentiu, olhei pro Dan - Oq vc precisa pra fazer metafetamina?

- De um laboratório....

- PAREM - Mia tinha gritando - vcs não vão fazer...

- Eu vou sim, elas não podem fazer isso com vc então ou ajuda ou sai - disse, como alguém podia se sujeitar a isso, ela não respondeu.

- Dan acho que, eu consigo tudo que precisar - Sorri de um jeito malicioso - Parece que vamos ter uma fraternidade a menos.


Notas Finais


Eae oq acharam ?
Tchau♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...