História Uma funjoshi maluquinha - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori
Tags Diabolick Lovers, Drama
Visualizações 22
Palavras 923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii meu povo, então estou trazendo esse cap para vcs e tenho um aviso, no entanto eu e uma amiga vamos fazer tipo uma homenagem a um garoto que sucidou Yago Olvira, contudo contaremos a história dele de uma forma diferente e pra quem não tem estômago recomendo não ler, pois será forte e mostra o passado de cada um dos membros da família dele na versão Naruto, então queremos mostrar o que o ser humano é capaz. Então boa leitura nos vemos nas notas finais.

Capítulo 12 - Cap 12


- Droga! Droga! Droga! Droga! Droga DROGAAAAA!!! Mas que... Que merda! Essa dor é insuportável. – digo deitada em minha cama com dor de cabeça, cólica, mas para piorar tudo eu acabei quebrando o braço.

Devem se perguntar como estou com tudo isso, mas bem vou resumir pra vocês. Porém tenham um pouco de paciência, pois a história é longa.

Eu estava descendo as escadas, ou melhor dizendo eu estava sendo mais rápida que a velocidade da luz, pois eu acabei por xingar o ruivo que dividi o quarto com o Subaru. Começou por causa de uma pequena discussão, então eu falei que ele estava dando para o Subaru, porque ele falou que era eu, entretanto foi assim que começou até que eu acabei o xingando e correndo, porém ele vinha andando devagar como aqueles filmes ou séries que o personagem corre o assassino vem andando lentamente e dizendo coisa lá do tipo "pode correr mais não se esconder", "eu vou fazer você engolir essas palavras", " eu vou te matar se eu te pegar" é coisas do tipo, o mesmo disse igualzinho. Me lembrando bem como foi mesmo que eu me encontrei com ele?


Dois dias atrás


Estava andando de boa, quando acabo dando uma topa com alguém e que me fez cair de bunda no chão sentada. Quando eu olhei pra cima pra fuzilar o imbecil que me derrubou no chão, foi então que eu vi que era o chato do Yuma, contudo ele é outro que não consegue ir com a minha cara de maneira alguma.

- Sua vaca idiota, mas cuidado por onde anda. – ele me olhou com desprezo ao proferir tais palavras.

- Vaca? Eu não sou vaca nenhuma seu desgraçado! E vai dar pra alguém e me deixar em paz seu idiota. – disse me levantando, porém o infeliz colocou a mão sobre minha cabeça me obrigando a me sentar no chão de novo.

- Escuta bem sua vadia. Quem dá a bunda aqui que eu saiba é você. Que tal ter mais respeito ou quer que eu te ensine onde é o seu lugar? Acho que não, então me respeite. – disse e com a outra mão segurou me rosto pra encara-lo enquanto ele falava.

- Acho que eu que devia ensinar a você, porque pelo jeito que dá mais não sabe como. – disse com raiva.

Pera! Para tudo eu disse mesmo que eu sou uma vadia? Tá bom agora já foi.

- Que gracinha até confessou que é mesmo uma vadia.

Levantei com dificuldade por ele estar me empurrando para baixo, então dei um tapa na cara dele e sai correndo de lá. Porém ele veio atrás de mim com uma cara de quem faria minha existência desaparecer da face da terra, mas claro depois de me torturar horrores e me traia de volta e faria tudo de novo e de novo.

Meu Kami eu me ferrei bonito hoje, mas fazer o que? Pois não posso chamar de destino as consequências de minhas próprias escolhas.

- VEM AQUI SUA PESTE!!! VOCÊ VAI VER O QUE EU VOU FAZER COM VOCÊ!!! QUANDO EU TE PEGAR VOCÊ VAI ME PAGAGHRRR!!!

Ou eu estava bem ferrada ou é impossível ficar mais.

Porém né gente, como sempre digo é meio impossível eu não me ferrar, claro quando alguém ME ODEIA LÁ ENCIMA NÃO TEM COMO!!! Lá encima deve ter alguém me odiar com todas as forças e adora ferrar a minha vida. Eu cai da escada e acho que quebrei meu braço, mas aquele desgraçado me alcançou e eu cai encima da Yui acho que alguém vai me comer viva em todos os sentidos.

- Desculpa Yui foi agrhhh... sem.. ahhh... sem querer... – tentei me desculpar, mas ela estava desacordada.

Nem um minuto passou e eu também desabei, então perdi a consciência só lembro de ter acordado com essa dor no braço que está enfaixado.


Mei Mei off — Yui on


Coitadinha ela é muito azarada meu Deus, ela acabou correndo e não viu e acabou correndo para o lado da escada, então caindo quando vi não dava para sair da frente e ela caiu encima de mmi, mas tudo bem, pois eu não me machuquei mais ela sim e muito até quebrou o braço, por isso o Reiji teve que enfaixar.

- Yui ela acordou. – diz Ayato entrando no meu quarto.

- Ela está bem? Quero falar com ela. – digo me levantando.

- Calma, ela disse que daqui a pouco ela vem. – diz Ayato.

Na verdade eu só torci o tornozelo mais não me machuquei como ela tadinha, Ayato sentou na minha cama para esperar e perguntar como que aconteceu para ela cair da escada e encima de mim. Então expliquei que ela não viu a escada, pois estava correndo e acabou caindo da mesma. E também expliquei que não sabia o motivo pelo qual ela estava correndo daquela maneira, mas Yato supôs que ela havia brigado com alguém e por isso correu daquela maneira.

- Me solta! – diz uma voz já havia passado algum tempo desde que Ayato tinha falado que Mei Mei viria.

- Cala a boca idiota! Pensou que escapou? Você me paga.

Nossa será o que aconteceu? A voz parece com a da Mei Mei, mas será o que aconteceu? A outra voz também parece que é do Yuma, porém ele não parece nada feliz pelo tom de voz. O que será que ela fez pra ele? E parece que a coisa vai ser feia, pois parece que ele está puto da vida com ela.


Yui off


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...