História Uma garota da floresta - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya
Tags Amor Doce, Poesias
Visualizações 11
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Poesias, Romance e Novela, Survival, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem^^


Desculpe por qualquer erro na escrita.

Capítulo 9 - 0.8- Primeiro dia de aula colorido


Fanfic / Fanfiction Uma garota da floresta - Capítulo 9 - 0.8- Primeiro dia de aula colorido

**Hayle on**

Depois pde me arrumar e pegar a mochila, fui até a porta onde estava Castiel que não diz nada apenas abre a porta, ele sai e eu saio logo em seguida, ele tranca a porta e vai andando, fomos até o elevador, quando chegamos na rua ele me olha e diz.

Cast- olha não faça besteiras, e não arrume confusão... e fique longe ta ambre e as amiguinhas dela, entendeu?

Eu- entendi... mas quem é ambre?

Cast- uma garota idiota, só fique longe dela... não irei te proteger dela, então não arrume confusão

Eu- ta...

Fomos andando até a escola, quando chegamos lá Castiel foi até um garoto de cabelos platinados e eu fui precurar armin ou o nathaniel.

Quando entrei vi vários armários pequenininhos e várias portas, eu olhava pelas pequenas janelas que aviam nas mesmas (portas._.), até que cheguei em uma que dizia ser o "grêmio estudantil", pela janela vi Nathaniel, então entrei "pulando" em cima dele que se assusta mas quando vê que sou eu o mesmo retribuiu o abraço, depois nos soltamos e ele pega uns papéis.

Nath- bom senhorita hayle... você está na mesma turma do armin... já viu ele hoje?

Eu- não- digo meio triste por não ter visto ele

Nath- quando você o vê peça pra ele te mostra a escola e onde fica sua sala

Eu- ta... por que você não me mostra a escola?

Nath- tenho muitas coisas para resolver aqui no grêmio, mas a gente pode conversar no intervalo

Eu- tudo bem!- digo sorrindo

Nath- sua ficha está completa então só basta precurar o armin...

Eu- ta, então vou indo, a gente se vê mo intervalo...- o que é intervalo mesmo?

Nath- ok, cuidado para não se perder

Eu- não vou pode confiar- ele solta uma risada e assenti- tchau nath!

Nath- nath?

Eu- nath é mais fácil de falar... e é fofo

Nath- entendi- ele sorri e eu saio indo em busca de armin... seria mais fácil se o teddy estivesse aqui

Estou com saudades querido amigo.

Andava distraída quando esbarro em alguém, quando olho vejo... o armin? Mas o cabelo dele está diferente, e as roupas... e os olhos?

Eu- armin?

Armin- que? Não! Eu sou o alexy

Eu- alexy? Você parece com um amigo meu- digo pensativa

Alexy- o armin é meu irmão, você conhece ele?

Eu- sim! Ele ia me visitar quase todo dia- digo animada

Alexy- ah, então é com você que ele fica quando sai...

Eu- acho que sim... você viu ele?

Alexy- ele teve ta jogando na sala

Eu- você pode me levar até essa sala? Eu não sei onde fica

Alexy- claro!- diz ele ficando animado, e puxa minha mão e me leva até a tal sala, quando entro vejo armin sentado em uma cadeira jogando- chegamos!- diz ele quase gritando fazendo armin se assustar e perder seu jogo

Armin- alexy eu vou te...- ele para quando me vê- oii hayle!

Alexy- vou deixar os ponbinhos sozinhos- diz ele saindo

Eu- o que ele quis dizer?

Armin- nada!

Eu- ta...

Armin- quer jogar um pouco?

Eu- claro- sorrio para ele que retribuiu o sorriso

**Quebra de tempo**

Estavamos na aula de artes, o professor disse que deviamos pintar algo que demostre nossas emoções ou algo assim, todos pegaram os pincéis e começaram a desenhar, todos eram lindos, eu apenas olhava para meu cavalete com (eu não lembro o nome;-;) a tela branca, olhei para a mesa onde tinha vários potes com tintas de varias cores, e alguns pincéis em um copo e do lado avia outro mas com água(para limpar os pincéis._.), pego todos os potes de tintas, avia cores vivas e intensas e também algumas mais fraquinhas e calmas? Pego as cores mais intensas, aviam rosa, roxo, azul, verde, amarelo, vermelho entre outras. Olho para os outros que desenhavam com seus pincéis paisagens, pessoas, objetos, etc. Olho para os potes de tinta abertos e penso pra que pincéis?, coloco meus dedos nas tintas, cada dedo com uma cor diferente, olho para a tela branca e começo a passar meus dedos pela tela, eu pegava cores diferentes cada vez mais, sem me importa se estava me sujando ou algo assim, continuei até que toda a tela estivesse colorida, peguei um dos pincéis e comecei a passar pela tela que estava toda colorida com cores fortes e intensas admito que também coloquei cores claras para não deixar com cores tão fortes, comecei a passar o pincéu pela tela ajeitando algumas parte e juntando algumas cores, eu pegava um pouco mais de tinta as vezes sem limpar o pinceu depois, pois queria que ficasse bem colorido bem intenso? Eu não sei mas eu sempre amei as cores então... quando acabei eu estava com as mãos totalmente sujas e com o pincel que parecia ter saida da tela por conta de toda a tinta que estava nele que escorregava na minha mão por causa da tinta. Olho para a tela toda colorida e sorrio satisfeita e feliz pelo trabalho*capa*.

O professor aparece do meu lado e o mesmo analisava minha pintura quando olho em volta varias pessoas sussuravam enquanto olhavam para minha tela.

Eu- o que achou?- pergunto olhando para o professor

Prof°- ficou bom... você contuma pintar muito?

Eu- na verdade essa é minha primeira vez

Prof°- hmn... está orgulhosa da sua pintura?

Eu- sim- digo sorrindo satisfeita, o professor ia falar mais alguma coisa mas o sinal bate bem na hora então tento pegar minhas coisas sem sujar tudo- tchau professor!

Prof°- tchau, não esqueça de lavar as mãos!

Eu- ta!- digo e saio da sala, precurando o banheiro até que acho o mesmo entro e começo a lavar minhas mãos qua ficaram manchadas, mas tudo bem, limpo um pouco a mochila pois eu tinha sujado um pouco a mesma, saio do banheiro e vou para o pátio e todos me olham, ignoro e vou precurar o Nath.


Contínua?...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...