História Uma Garota De Progama : Proposta Do Castiel - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Violette
Tags Alexy, Castiel, Chefe, Debrah, Garota De Progama, Hentai, Insinuações, Lysandre, Nathaniel, Palavras Fortes, Provocação, Sadomasoquismo, Secretária
Visualizações 681
Palavras 2.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais , um arrumei minha net agora os capítulos , voltaram ao normal 1 por dia ❤

Capítulo 23 - 23 - Irei Me Casar Com Castiel


Fanfic / Fanfiction Uma Garota De Progama : Proposta Do Castiel - Capítulo 23 - 23 - Irei Me Casar Com Castiel

 Eu não  vou viajar , com ele , ele não  me avisou , as coisas não  são  assim , ele tem que  entender , que  eu não  sou dele , para o que  ele quiser . 

 Ele não  havia chegado , eu já  estava ficando nervosa . Vi as portas do elevador se abrindo  . Ele  ? Não  , Debrah .

 Ela entrou na minha sala , com um short , uma blusa de alça  , e bota  , seus  cabelos presos .

 - Sim ?

Falei .

- Cadê  , meu marido ?

- Ele , saiu senhora .

- Sabe , que horas ele volta ?

- Não , mas já  deve estar chegando  .

 - Vou esperar .

- A vontade .

- Vou esperar , aqui .

 Ela se sentou na cadeira da frente , me olhando .

- Castiel te falou ?

- O que ?

- Vamos nos casar .

 Casar ?

- Não  .

- Ele me pediu em casamento ontem a noite .

  Sabia , que havia algo errado  , não  vou ser mais um caso de sexo , dele .

- Que bom .

 Dei meu sorriso , mais mentiroso .

- O casamento é  mês  , que vem .

- Sério  ? Quer dizer que legal , espero que sejam felizes .

- Sim , eu também  espero , olha isso .

 Ela levantou o dedo , e uma aliança  estava ali . Ele havia dado para ela , eu não  devia confiar nele .

- Que linda .

 Falei , em aprovação .

- Eu sei , meu bebê  que me deu .

- Você  , me dá  licença  ? Um minutinho  ?

- Claro .

 Me levantei sorrindo , assim que virei as costas , a minha raiva por Castiel aumentou , ele falou para mim que ela não  era nada , simplesmente , qualquer coisa , mas o que eu queria ?

 Apertei o botão  , do elevador , assim que ele abriu , entrei .

- Maldito .

 Eu estava , morta de ciúme  , e raiva , e ao mesmo tempo rancor , eu odeio Castiel . Meus olhos estavam ardendo . Assim que o elevador se abriu , engoli o choro  , .

 Castiel .

 Sorridente , ficou me encarando  .

  Apertei o botão  para o elevador , se fechar . Ele colocou a mão , abrindo novamente  , e entrou , assim as portas se fecharam  .

- O que houve ?

 Ele me perguntou .

- Nada .

 Me encostei longe dele , na parede do elevador , não  olhei para ele , qualquer momento eu iria chorar , eu sei . 

 Ele se aproximou  .

 - Ei o que houve  ?

  O elevador entrou em movimento , e começou  a subir .

- Nada , me deixa em paz .

 Ele colocou a maleta no chão  .

 E se aproximou , mais .

- Me fala .

 Levantei o rosto para ele , .

- Por que você  está  chorando ?

 Pronto , a vontade aumentou .

- Não  estou chorando , lembrei de uma coisa .

- Não  minta , para mim .

- Me deixa em paz , Castiel .

 Empurrei , ele para longe .

 Ele ficou me olhando , Com certeza vai brigar comigo . Ele se aproximou  novamente  , segurando meus braços  .

- Me solta .

- Me fala .

- Não  .

 Ele segurou meu rosto , me beijando , aquele beijo foi diferente , não  foi tipo vou te beijar por que to quase te comendo , foi tipo , vou te beijar , porque você está  magoada . Eu não  conssegui  , me afastar dele , tentei empurrar ele , mas ele me apertou contra ele .

 - Castiel ?!

  Ele me soltou , assim que ouviu a voz da esposa dele .

- Que palhaçada é  essa ?

Ele me olhou , eu olhei para ela .

- Desculpa , eu , eu , eu .......

 Castiel saiu do elevador , eu fiquei  ali .

- Debrah , me desculpa . 

 Era isso que ele iria falar ?

O elevador estava se fechando , vi o rosto de Castiel , se virar , e me olhar enquanto Debrah , gritava com ele . Eu precisava sair daquele lugar imediatamente  , eu não  conseguiria , ficar ali por mais tempo , eu iria ter um troço  , se ficasse ali por mais alguns minutos . As portas do elevador se abriram . A loira estava conversando , com Kentin .

 - Faz um favor para mim ? 

 A loira me olhou , .

- Meu celular tá  lá  na minha sala , pega e guarda , eu vou , embora minha cabeça  tá  doendo , depois eu pego com você .

- O que você  tem ?

 Kentin me perguntou .

- Nada .

 Nem olhei para trás  , simplesmente  saí  , .

- Mary , espera .

 Kentin .

Ele segurou meu braço .

- Me solta .

 Falei empurrando  ele .

Ele ficou me olhando .

 Droga , .

- Desculpa , eu , eu não  to bem .

- Quer desabafar  ?

- Não  sei .

- Vem cá  .

 Ele me puxou , para um abraço .

E começou  , a fazer carinho no meu cabelo .

- O que houve ?

- Tantas coisas , nem sei por onde começar  .

- Que tal , me falar porque está  chorando  ?

Levantei o rosto para olhar para ele . 

 Os olhos verdes dele me encaravam , esperando alguma fala , e atenciosos . 

- Eu to amando .

 Ele deu um riso .

- Que legal , mas é  por isso que você , está  triste ?

- Na verdade , sim .

- Então  , faz assim , vou terminar meu horário , e , vou no seu apartamento  , o que acha ?

- Eu acho uma boa .

- Então , tá  feito , aproveito é  já  pego seu celular , lá  emcima , .

- Tudo , bem , você  poderia me entregar ele a noite ? Não  to com cabeça  , para isso agora .

- Okay , vai para casa , com cuidado , e me espera .

- Tá  .

 Ele me apertou , senti meus ossos estalar .

 Vi a loira , com meu celular na mão  , me olhando , pelas costas de Kentin . Droga , agora ela vai achar que estou gostando do Kentin . Ele me soltou , e se virou , e deu de cara com a loira que correu para dentro .

- O que houve ?

 Ele perguntou  .

- Não  sei , na verdade sei .

- Então  o que foi ?

- Ela , gosta de você  .

- De mim ?

 Ele apontou para ele mesmo .

- Sim .

- O que eu faço  ?

- Explica , para ela que sou sua amiga , e que não  gosta de mim .

 Ele coçou  a  cabeça  .

- O que foi ?

- Não  , nada , até  mais tarde .

- Até .

 Até  que aquela pequenina , conversa  , me fez parar de chorar , mas a tristeza que eu estava por dentro , era maior . Respirei fundo e comecei a caminhar , para meu apartamento  , eles vão  se casar eu só  estou atrapalhando , eu não  iria gostar que meu mariso me traísse .

 - Mas já  chegou ?

 Peggy perguntou .

- Sim .

- Teu amigo Armim , foi embora .

 Ela esticou as chaves  , para mim .

- Obrigado .

 Fui para o elevador , havia dois senhores conversando .

- Certeza , que o Mário  roubou , você  não  acha ?

- Achar , tenho certeza , ele só vai toubar uma vez , por que na próxima , ele vai ver , eu sou o melhor nas Cartas .

 O senhor , deu risada .

Logo , o elevador se abriu e eu saí  .

 Fui colocar a chave na porta , e abri .

- Bostaaaa .

 Ouvi alguém  gritando , e vi fumaça  , saindo do apartamento ao lado .

 Andei lentamente .

- Oi ? 

 Falei batendo na porta .

- Oi  .

 Um rapaz , de olhos bicolores  saiu , debaixo de um armário , sem blusa . 

- Quanta deselegância  , da minha parte  .

 Ele pegou uma blusa , que estava , emcima do armário  , e vestiu .

- Sou o novo vizinho  , Lysandre .

 Ele estendeu a mão  ,  estendi a minha .

- Eu te conheço  ?

 Ele perguntou .

- Acho que sim .

- Ah já  sei , você  é  da empresa  , aue meu pai tentou comprar mas não  deu certo .

- É  acho que sim .

- Seu nome é  ?

- Mary , eu tenho que ir descansar  um pouco , seja bem vindo , até  mais .

- Obrigado , e até  .

 Sai deixando , ele terminar o serviço  dele , entrei na minha casa e tranquei  a porta . Tirei a roupa , coloquei  meu pijama de urso , e me deitei , simplesmente dormi .

 Ouvi batidas na parede .

- Deve ser o vizinho novo .

- Mary ?

 Me levantei .

- Mary ?

 Fui até  a porta . E abri .

 Kentin .

- Caramba morreu e esqueceram de enterrar ?

- Não ,  me desculpa .

 Ele entrou .

 Fechei a porta .

- Vem cá  .

 Falei entrando no meu quarto .

 Me deitei na cama , me enrrolando  com a coberta .

- Senta aí  .

 Falei para ele . 

 Ele se sentou .

- Pode deitar .

 Falei .

 Ele se deitou .

- Acho que isso te pertence .

 Ele esticou o celular me entregando .

- Obrigado .

 Olhei na tela , .

  Quatro mensagens  de : Castiel 

 Não  iria abrir agora .

 Coloquei o celular na cômoda  .

- Conversou  com a loira ?

- O nome dela é  Luísa . 

- Obrigado por informar , eu não  sabia , mas é  ai ?

- Eu conversei , mas ela acha que gosto de você. 

- Você falou que  não  , né  ?

 Ele me olhou .

- Não  .

- Kentin , ela vai ficar com raiva de mim .

- Eu vou falar outro dia .

- Espero .

- Bom , mas agora me fale por que , você  estava chorando .

- Se eu falar você  não  vai acreditar .

- Pode falar sou todo ouvidos .

 Ele se virou de frente para mim. 

- Eu gosto do meu chefe ele é vai se casar , .

 Ele arregalou os olhos .

- Pera Do , como é  o nome dele ?

- Castiel .

- Esse , mesmo , ele não  é  feio , mas não  acho que faça  seu tipo .

- Faz o do meu coração .

- Nossa que romântica .

 Dei risada .

 Peguei , o celular , e abri as mensagens  .

 Castiel .

 Desculpa , eu não  te falei nada mas eu posso explicar , por favor me entende , eu tive que fazer isso , mas eu não gosto dela , eu fui obrigado , .

 Por favor , venha trabalhar amanhã  !

 Precisamos  conversar .

Não  pode ae acabar ,  não  esqueça  da nossa viagem .

 Que descarado .

 Responder .

 Acabar , o que não  havia começado  ? Me poupe , esqueça  meu nome , meu telefone , não  me mande mensagens , você  vai se casar , me esquece , eu não  serei mais um sexo , para você  , sabe qual foi a maior idiotice da minha vida gostar de você. 

 Acho que eu falei demais , .

 No mesmo instante o celular apitou .

 Castiel .

 Você  , gosta de mim isso  é  lindo , por favor venha amanhã  , não  pode acabar assim , por favor .

 Responder .

Castiel  , é  isso que você  tem para me dizer  , sobre eu goatar de você  , eu te odeio , me odeio por um dia ter amado você  , vá  ser feliz com sua esposa me esqueça  .

 Coloquei o celular na cômoda  , .

 Kentin me observava .

- Por que está  chorando ?

- Eu não  estou .

Passei a mão  no rosto , meu rosto estava molhado  , naquele momento sabia , que eu iria sofrer .

- Kentin , eu amo ele .

 Ele me abraçou  , .

- O amor machuca .

- Sim .

- Eu sei . Shhhh .

 Ele começou  a fazer carinho , em mim , e cantar . Ele não  era meu irmão  , mas dava para dizer que era . Meus olhos se fecharam lentamente  , .

- Boa noite .

 Ele me falou .

- Para você  também  .

 Dormimos  , abraçados  .










 





Notas Finais


❤ E ai , leitoras fantasmas apareçam , que eu sei que vocês tão aí , por favor interajam , a minha amiga , queria excluir a fic eu não deixei , pq acho que vocês não merecem isso ❤ Me ajudem ❤ a mudar a opinião dela, ela me ajuda a escrever a fic a opinião dela vale muito ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...