1. Spirit Fanfics >
  2. Uma Hime e seus Uchihas. ( Poliamor ). >
  3. Atitudes, de uma Visita Inesperada.

História Uma Hime e seus Uchihas. ( Poliamor ). - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


💙Toneri é um amorzinho pra mim e eu sempre amei escrever sobre ele, pq assim, eu faço o cara se comportar totalmente diferente daquele fdp q ele foi no filme the last de naruto.


Enfim


♡ Boa Leitura!

Capítulo 11 - Atitudes, de uma Visita Inesperada.


Fanfic / Fanfiction Uma Hime e seus Uchihas. ( Poliamor ). - Capítulo 11 - Atitudes, de uma Visita Inesperada.

》▪ Apartamento de Hinata ▪ 《.

* 07:48.  * Sala de Estar.  * Manhã.

O som da campainha foi ecoado três vezes seguidas, percorrendo por todo o apartamento da Hyuuga. Hinata e Izuna estavam sentados no sofá de estofado escuro, descanso após o café da manhã enquanto assistiam ao noticiario local juntos.

Izuna: A onde vai? --- O rapaz olhou para a perolada atrás de sí, que havia parado de pentear os longos fios de cabelo dele.

Hinata: Acho melhor eu..

Sasuke: Fique ai Hinata, deixe que eu mesmo atendo. --- Saindo do banheiro com o corpo ainda molhado, toalha amarrada na cintura e os cabelos ainda quentes por conta do secador, Sasuke passou pela sala de estar e abriu a porta de madeira clara.

Ao encontrar seus olhos escuros com os azuis do albino, o Uchiha passou a encarar o rapaz parado em frente ao apartamento, acompanhado de muitas malas que estavam no chão. Sasuke o olhou de cima a baixo, e torceu o nariz para o rapaz britânico que encontrou.

O achando metido e não entendendo o porquê daquele desconhecido não tirar o sorriso do rosto, o moreno olhou para as pessoas que viéram logo atrás de sí, e então o Uchiha enfim entendeu que o motivo para aquele sorriso era que Hinata havia chegado no local.

Izuna: E esse cara ai, quem é?

Hinata: Tone!! --- Por mais surpresa que a mulher ficou pela visita inesperada, Hinata comemorou animada e correu na direção do albino. Não demorando muito para poder cair nas mãos do Otsutsuki e abraçar de maneira apertada o melhor amigo. Matando toda a saudades que sentiu dele durante o tempo que se separaram.

Sasuke: Pelo visto, algum tipo de aproveitador que ainda promete trazer muita dor de cabeça. 

Sasuke e Izuna observaram com olhares tediosos a cena dos dois girando em pleno ar, e optando por demorarem bastante tempo naquele abraço apertado.

Izuna: Já chega, vocês não acham? Desse jeito vão acabar morrendo sufocados.

Toneri: Ele até que tem alguma razão Hinata, é melhor que você desça. --- O albino deslizou as suas mãos pelas costas da Hyuuga, e a depositou no chão.

Hinata: Por que não me ligou antes de vir até aqui? Eu não fazia a menor idéia que você viajaria nesse mesmo mês para o Japão.

Sasuke: Antes de mais nada.. --- O moreno se encostou na batente da porta, e continuou se incomodando com a presença indesejada do albino. Desejando realmente que o mesmo fosse embora o mais rápido possível dali, e de preferencia, se mantesse bem longe daquele apartamento. - Respondam logo a pergunta do Izuna. Ele quer saber quem é esse cara?

Izuna: Aliás, por que ele precisa ter esse sotaque tão estranho? Com certeza não é asiático!

Toneri: Eu sou britânico, e sempre tive um pouco de dificuldade com a lingua japonesa.

Hinata: Pessoal, esse é o Toneri Otsutsuki! E ele planejou vir me visistar há algum tempo atrás, porém, parece que veio mais cedo do que o previsto.

Sasuke: Toneri? Espera, você não havia contado pra nós no acampamento, que esse tal cara era o seu namor..

Hinata: Ex-namorado. --- A Hyuuga interrompeu o Uchiha enquanto o rapaz ainda estava falando. - Não confunda esses dois termos novamente, por favor.  

Izuna: Ah que bom que vocês não namoram. Isso deixa o caminho totalmente livre para outras pessoas.

Toneri: Vai sonhando.

Fazendo questão de esbarrar nos ombros dos dois Uchihas, o inglês adentrou o apartamento enquanto trazia junto consigo todas as suas malas.

Sasuke: Ele é abusado.

Hinata: Que horas nós temos que chegar no trabalho mesmo? --- A morena prendeu os seus cabelos em um rabo de cavalo com franja e tentou retirar o seu sutiã que estava lhe incomodando de tão apertando. - Eu ainda estou toda bagunçada, preciso me organizar e vestir alguma coisa.

Izuna: Espera, mas você não pretende levar essa criatura pálida pra visistar o nosso trabalho. Não é? --- O mesmo perguntou, se referindo de maneira pejorativa a pele com pouca melanina de Toneri.

Sasuke: O Madara disse pra todo mundo chegar antes das nove e meia hoje. 

Toneri: Você ai cara. --- O rapaz apontou na direção de Izuna, que inclinou a cabeça totalmente confuso. - Relaxe, eu vim para essa cidade com o objetivo de aproveitar as minhas merecidas férias. Então não vou atrapalhar vocês no trabalho, porém, ainda pretendo ir buscar a Hina hoje porque ela é minha amiga, não é !?

Hinata: Hai, valeu pela sua preocupação. Mas eu ainda nem cheguei a apresentar o nome de vocês três não é mesmo?

Sasuke: Eu não faço questão alguma de terque conhecer ele.

Hinata: Vamos aproveitar esse tempo livre. Tenho certeza que com o tempo passando, vocês devem se dar muito bem. Ou não. Isso depende muito da atitude de cada um.

Izuna: Tenho as minhas dúvidas sobre o assunto.

Toneri: E eu tenho certeza, que poder passar todo esse tempo junto com vocês deverá ser muito divertido para mim. 

O Otsutsuki se jogou no sofá de estofado escuro, e acomodou o seu corpo nele. O mesmo pegou o controle remoto que estava em cima da mesinha de centro e passou a mudar de canal. Não se incomodando nem um pouco com os olhares dos dois Uchihas, que se recusavam a deixar aquele homem conseguir dominar alguma coisa por ali.




. ○ . • Quebra de Tempo • . ○ .




》▪ Empresas Uchiha's ▪ 《.

* Cobertura ; Mesa de Ino.  * 18:36.  * Final da Tarde.

As duas secretárias trabalhavam em cima da mesa de escritório da Yamanaka, localizada logo em frente a porta da sala de Madara. As duas imprimiam alguns arquivos do computador para se materializarem no papél a ser distribuído para o restante da empresa.

Ino estava tentando ao máximo se manter feliz e radiante enquanto conversava com a perolada, para tentar disfarçar o seu cansaço e fraqueza após o tratamento que fez no hospital. A loira agora podia falar a vontade, contanto que tomasse os seus remédios nos horários certos e que não gritasse ou fizesse qualquer outra coisa que forçasse sua garganta.  

Ino: O automóvel dos Uchihas começou a ser montado hoje, já que Madara-sama quer apressar as coisas de uma vez.

Hinata: Quanto tempo a montadora determinou?

Ino: Duas semanas. Os mecânicos vão tentar deixar o projeto pronto em um tempo recorde.

Hinata: Pelo visto esses Uchihas não gostam de perder mesmo. Estão pagando até o impossível para que eles consigam sempre vencer no final.

Ino: Ãn? Mas Hinata..

Hinata: Pra falar a verdade, eu adoraria fazê-los experimentar o gosto da derrota uma única vez. Pra que assim eles não crescam tão mima..

Ino: Amiga, do que está falando? --- A loira percebeu que a Hyuuga parecia estar apenas pensando em voz alta consigo mesma ao invés de continuar a dialogar com ela. - Os nossos chefes sempre foram orgulhosos, mas depois que você chegou aqui, é como se conseguisse que eles dançassem nas suas mãos.

Hinata: O que foi Ino? Eu não sou algum tipo de feitiçeira nem nada. Na verdade, acredito que o amor vai muito além da magia. Mesmo que pra mim, renegá-lo seria a melhor opção.

Ino: Agora eu entendo o por quê deles te acharem tão cativante. Tenho certeza que você está planejando fazer alguma loucura no final dessa história.

Hinata: Desse jeito vai me deixar confusa, Yamanaka.

Ino: Não é como se você fosse um simples desfio gostoso Hinata, o que eles gostam deve estar na sua personalidade. Uma mulher forte e que não aceita a submi...

Hinata: Chega. Desse jeito você vai revelar o meu segredo.

Ino: Então eu realmente acertei?

Hinata: Não. A arte da sedução consiste em atrair suas presas com o seu charme. Então se eu quiser ser uma boa jogadora, a estratégia é simplesmente deixar todas as minhas vítimas a beira da loucura.

Ino: Você é fofa mas as vezes me dá medo garota. --- A Yamanaka terminou de organizar todas as pastas, desligou a cafeteira que preparava uma bebida quente para ela e para a Hyuuga, em seguida voltou a se sentar em cima da mesa e a olhar para a tela do computador. - Que tal voltarmos ao trabalho? --- Hinata que estava sentada na cadeira giratória com as pernas cruzadas, parecia um pouco pensativa antes de voltar a olhar para a amiga, sorrir e confirmar com a cabeça.




. ○ . • Quebra de Tempo • . ○ .




* Corredores da Cobertura.  * 19:40.

Shisui: E então, de quanto tempo mais você precisa?

Shikamaru: No máximo umas duas semanas. Eu costumo fazer o meu trabalho bem rápido.

Izuna: Bom, pelo menos agora temos a ficha de todas as pessoas que viajaram de Konoha para fora.

Madara: Isso deve ajudar a encontrar o mascarado que fugiu nos dias dos assassinatos aqui na empresa.

Shikamaru: Aliás Presidente, alguém aqui encontrou algum lugar para que eu possa me hospedar durante os dias de investigação?

Shisui: Vamos empurrar você para o Sasuke.

Obito: Vejam, a Ino e a Hinata estão vindo. Talvez alguma delas tenham visto ele!

As meninas caminhavam juntas pelos corredores do último andar, porém, acabaram por encontrar com seus chefes antes de chegar nos elevadores.

Ino: Sasuke? Não eu não me lembro de ter visto ele hoje.

Hinata: A última vez que eu vi, foi no almoço.

Obito: O carro dele ainda está lá fora, então ele ainda tá aqui na empresa.

Shikamaru: Vamos falar com ele antes que vá embora sozinho.

Ino: Espere delegado, me conte, me conte!! Você convidou a Temari pra sair mesmo ontem a noite?

Shikamaru: Q-Quê? Quem foi que lhe disse isso?

Ino: Ela mesma. Agora eu quero saber sobre todos os detalhes! --- A loira afirmou animada.

Madara: Intrometida! Fique na sua.

Ino: Mas quem está se metendo na conversa é você.

Madara: Desculpe pelo corportamento dessa secretária, delegado Nara. Mas desde que retirou os curativos da garganta hoje pela manhã, ela não consegue parar de falar!

Izuna: O Hatake queria ter essa mesma sorte.

Shisui: Mas ele ainda está sozinho no hospital.

Obito: Não se preocupem com o Kakashi. O pessoal da banda está revesando os turnos para poderem fazer companhia pra ele. E eu também vou até o centro médico quando sairmos daqui.

Shisui: Eu vou com você, Obito.

Shikamaru: Ãn.. não tem problema. E respondendo a sua pergunta Yamanaka, sim, eu a convidei para sair comigo ontem a noite.

Izuna: Que coisa feia delegado, você devia está focando no seu trabalho!

Shisui: E você não devia apenas apontar o dedo para os outros, garoto.

Obito: Izuna. Você e o Sasuke também deveriam focar no trabalho ao invés de se embebedarem junto com a Hinata, e a levarem para o banheiro masculino bem no meio do nosso show!

Ino: E pra qual restaurante você a levou delegado Nara?? Ou será que foi para um motél? Ou talvez tenha sido para uma sorveteria.. bem, ela não me explicou quando nos falamos por telefone. Pra falar a verdade, a sua atitude está me dando coragem também. Talvez eu devesse convidar o Vice-presidente Gaara e o Doutor Sai para sairem comigo. 

Madara: Perceberam? Ela não consegue calar a boca por um instante.

Hinata: Você está sendo rude Presidente.

Madara: Não estou não.

Hinata: Pra falar a verdade, eu adoro poder ouvir a voz da Ino novamente!

Ino: Obrigada! Estão vendo isso bando de putos? Vocês nunca costumaram me elogiar desse jeito.

Obito: Yamanaka, ainda estamos trabalhando. Então muito cuidado com os seus palavriados!!

Hinata: Ah, o Sasuke-sama está chegando. --- A Hyuuga olhou para o Uchiha, enquanto o mesmo caminhava ao lado de seu irmão mais velho. A mulher deveria voltar a usar o sufixo "sama", pois todos voltaram a trabalhar e assumir seus postos na empresa.

Izuna: Sasuke, temos novidades pra você!

Itachi: O que querem com ele agora?

Madara: O delegado Nara vai se hospedar no seu apartamento a partir de hoje. Então trate-o bem.

Sasuke: O quê? Por que logo na minha casa?

Shikamaru: Relaxa ai, eu não vou passar muito tempo por lá. Só preciso de um lugar que seja perto daqui, e que eu possa dormir bem à vontade enquanto trabalho na investigação.

Sasuke: Ah sei lá, eu odeio receber visitas.

Itachi: Não seja tão grosseiro Sasuke, aceite logo.

Izuna: Enfim, já está decidido! Shikamaru você pode se hospedar no apartamento do Sasuke durante o tempo de investigação que fará aqui na empresa.

Shisui: Agora vamos sair daqui, nosso expediente acabou e está ficando muito tarde.

Antes de qualquer um ali poder dar sequer algum passo a frente, o elevador de metál se abriu na mesma hora, revelando um rapaz de cabelos esbranquiçados que beiravam ao azul, olhos claros e de pele pálida que já estava saindo do mesmo.

Toneri: Esse é o último andar? --- O albino olhou para tudo e todos em sua volta, enquanto procurava por sua amiga. - Ah, finalmente achei você! --- Andando os poucos passos que os separavam, o rapaz foi de encontro a perolada.

Hinata: Toneri, que bom que chegou aqui. Assim eu posso aproveitar para te apresentar aos..

Toneri: Esses são os seus amigos?

Itachi: E você, quem é?

Izuna: Esse cara é uma maldição, tenho certeza.

Hinata: Hai, pessoal esse é..

Toneri: Espere, você ainda precisa me cumprimentar melhor na frente de todos eles!

Hinata: Ãn? E o que quer de mim, um abraço?

Toneri: Quero que chegue mais perto..

Hinata: Ei.. h-hm..

Envolvendo a cintura da morena com suas mãos, o albino colou seus lábios macios nos dela e conseguiu tocar ambas as linguas quentes por alguns poucos segundos. Porém, o rapaz logo foi empurrado para trás e teve o contato quebrado. Terminando assim, o beijo entre o Otsutsuki e a Hyuuga.

Ino: Gente.. o que.. p-por que?

Hinata: O que deu em você? Nós não somos mais namorados!

Toneri: Eu sei, faz tempo que nós não temos mais contatos como esse.

Hinata: É melhor que se controle, ou então na próxima vez você vai levar um chute bem no meio do seu saco!! 

Izuna: Esse cara só tá querendo provocar mesmo!! Que vontade que eu tenho de que o Tobirama me enfie uma espada e me mate nesse instante.

Shisui: Que vontade de arrancar os meus olhos fora.

Itachi: Que vontade de matar a família dele.

Sasuke: Que vontade de me revoltar e renegar essa merda de cidade.

Obito: Que vontade de manipular a Akatsuki inteira, para fazê-los pegar aquelas bijuus com caldas e enfiá-las dentro desse maluco.

Madara: Que vontade de começar a quarta grande guerra.

Shikamaru: Está doido Madara? Nós não chegamos nem na terceira.

Hinata: Desculpe por verem isso. --- A Hyuuga deu meia volta e olhou na direção dos elevadores, a mesma não queria que os outros lhe vissem com as bochechas tão rubras. - Vem Toneri, vamos embora.

Obito: Esperei ai, Toneri né?

Shisui: Vejo que não é daqui.

Madara: O que você veio fazer nessa cidade?

Itachi: A onde você mora?

Ino: Se tem própia casa então por que tá indo com a Hinata? Você é algum tipo de dependente químico? Já usou ou vendeu drogas? 

Izuna: Por falar nisso, a onde você trabalha? Pretende ficar aqui por muito tempo?

Sasuke: Saiba que ninguém aqui gostou de você.

Ino: Eu achei fofo! Ele e a Hinata deviam formar um belo casal antigamente.

Obito: De que lado você está Yamanaka?

Toneri: Eu não lembro se é assim que se fala mas.. vão se fuder!

Hinata: Ei, você xingou eles.

Toneri: Ah, desculpe. É que eu tenho um pouco de dificuldades com a lingua japonesa.

Obito: Chega mais perto que eu te mostro a dificuldade que eu tenho de bater na sua cara!!

Shisui: De te jogar pela janela!

Madara: De ativar o meu sharingan.

Toneri: O que eu quis dizer é, vamos embora Hinata. Amanhã você vai terque vir trabalhar novamente.

Hinata: Tirou as palavras da minha boca. Está ficando tarde e eu tenho que dormir cedo hoje.

Toneri: Certo. Eu deixei o carro estacionado no subtérreo.

Izuna: Não fuja não, volte aqui pra que a gente possa terminar de conversar.

Ino: Estão percebendo o que aconteceu? Vocês assustaram eles.

Shikamaru: Vamos embora, e Sasuke, eu vou precisar das chaves do seu apartamento.

Shisui: Aqueles dois vão dormir sozinhos no lugar em que a Hyuuga mora?

Sasuke: E o pior é que os apartamentos daquele prédio só tem um quarto.

Itachi: Espero que ele fique no sofá.

Madara: Não esquentem as suas cabeças com isso. Eu já estou cansado demais para ficar me extressando agora, e amanhã teremos um longo dia de trabalho.




. ○ . • Quebra de Tempo • . ○ .




*Subtérreo ; Estacionamento.  * 20:14.

A porta do elevador se abriu, deixando Toneri e Hinata cruzaram o grande estacionamento da empresa em direção ao veículo preto. O albino apontou o chaveiro em sua mão, assim que viu o veículo, o fazendo destravar todas portas e desligar o alarme do carro.

O Otsutsuki podia dirigir o veículo da Hyuuga agora, já que a mesma lhe deu liberdade para usá-lo à vontade enquanto o amigo estivesse visitando o país. Mas antes que os dois podessem se aproximar centímetros o bastante para entrar no veículo, eles tiveram o azar de esbarrar com outra pessoa. Um rapaz loiro e bronzeado que colidiu com o corpo de Toneri e acabou caindo sozinho no chão após o impacto, enquanto o albino apenas recuou alguns passos.

Com o pequeno acidente, folhas de papéis se espalharam pelo chão e formaram uma bagunça. Na mesma hora a Hyuuga e o inglês se abaixaram para recolher todas as folhas, enquanto rapaz que havia caido no chão os olhou de forma assustada e começou a recolher todos os papéis em uma velocidade muito superior a que os outros dois usavam.

Hinata olhou curiosa para o conteúdo das mesmas, e logo notou se tratar de arquivos pertecentes aos seus chefes. Os Uchihas.

Hinata: O que pensa que está fazendo?

Naruto: H-Hina-chan.. você.. você pode me devolver isso. Por favor? --- O rapaz rapidamente conseguiu puxar apenas uma, de todas as três folhas que a Hyuuga agora segurava em suas mãos.

Toneri: Ela fez uma pergunta pra você. Responda logo. 

Naruto: O que foi? O Sasuke só me pediu pra redesenhar esses projetos danificados!

Hinata: Pensei que haviam discutido, pelo que ele me controu. Pensei até que ele havia lhe demitido.

Naruto: Nós dois apenas tivemos um pequeno desentendimento, e brigamos como de costume nosso. --- O Uzumaki respondia tudo muito automático, desejando sair logo dali e acabar com aquele interrogatório irritante. - Ele falou pra eu levá-los pra casa, e ajudar a restaurá-los. Pois até mesmo aquele Uchiha reconhece muito bem que eu sou o arquiteto mais competente que já pisou dentro dessa empresa! 

Toneei: Você se acha demais.

Naruto: Quem é voce? Não sei bem o motivo.. então não me leve a mal por falar isso. Mas eu não fui com a sua cara!

Toneri: Eu também não fui com a sua.

O Uzumaki recolheu todos os papéis que a morena e o albino seguravam, e os juntou aos outros empilhados em suas mãos.

Hinata: Até. Nos veremos em breve?

Naruto: Hai. Até qualquer dia!

Mesmo sem vontade nenhuma de querer deixar o loiro passar, Toneri e Hinata foram empurrados. O Uzumaki acesnou rapidamente para eles e entrou dentro de seu carro o mais rápido possível.

Hinata: Está ficando tarde.

Toneri: Vem, vamos embora.

Puxando a mão da perolada, os dois adentraram o veículo preto que estava estacionado bem ao lado deles.

...

* 20:18.

O rapaz apenas observou o veículo escuro passando pela rampa que levava as ruas da cidade, e então, Naruto suspirou cansado após ter a certeza de que aqueles dois já haviam ido para bem longe dali.

Naruto: Finalmente. --- O mesmo jogou os papéis dentro de uma pasta de qualquer maneira, sem se importar se eles iriam amassar ou não. - Próximo passo. Fugir desse país, matar um grande amigo, e ficar podre de rico. --- O loiro retirou a arma em sua cintura, a travou na mesma hora e a jogou em cima do banco do copiloto. - Mas se algum daqueles Uchihas malditos e asquerosos se intrometerem no meu caminho outra vez.. vão terque levar balas nas cabeças até que elas estourem bem na minha frente. --- O Uzumaki sorriu ao imaginar brevemente essa cena, e logo ligou o seu carro para poder sair do estacionamento. - Pelo visto vou terque invadir uma prisão também, entao eu acho melhor que aquele Inuzuka de merda esteja preparado para a nossa fuga. 

Convencido de que o plano teria que dar certo de qualquer maneira dessa vez, o loiro de olhos azuis saiu da empresa dos Uchihas, e dirigiu na direção da peninteciária da cidade.

...

Continua... 


Notas Finais


Próximo Capítulo: 💜

💙
12 - Desastre Aéreo.

💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...