História Uma História Bakudeku - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Eijirou Kirishima, Katsuki Bakugou, Midoriya Izuku (Deku), Shouto Todoroki, Uraraka Ochako (Uravity)
Tags Bakudeku
Visualizações 109
Palavras 621
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ohayo mina-san 💖, taí mais um cap... beijinhos de toddynho ♡

Capítulo 7 - Encontro (pt 2)


                POV's Midoriya
                      (Flashback on)

- Kacchan o que você tá fazendo?
- Você vai ver já já amor.
                

          (Flashback off)

  Estou sendo guiado pelo Kacchan, com um pano em meus olhos, provavelmente até o parque, logo Kacchan para e me faz parar junto.

- Ei Kacchan, por que paramos?
- Pode tirar a venda amor. - diz Bakugou ansioso.
       Tiro a venda (que na verdade era a bandana de Kacchan) e me deparo com ele segurando um lindo buquê de flores.

- É-é p-pra m-mim? - digo nervoso.
- Sim, pra pessoa mais especial da minha vida- diz Kacchan me entregando o buquê.- Pra pessoa que me fez ver que o mundo não gira em torno de mim, e sim de todos, que a vida pode ser boa se olhar com outros olhos, que o amor é possível, que me faz feliz como nunca alguém me fez...
- Kacchan- falo já chorando.
- Midoriya Izuku, você aceita namorar comigo Oficialmente?- diz Kacchan se ajoelhando no chão e tirando uma caixinha vermelha com dois anéis de dentro do bolso.
- Sim, eu aceito- digo entre soluços.
Logo eu puxo o Kacchan e lhe beijo, peço passagem com a língua, logo sendo concebido, e assim ficamos até pararmos por conta da falta de ar.
- Eu te amo Kacchan
- Também te amo Deku, mais do que você imagina- diz me dando um beijo na testa.
                            Midoriya off 

             POV's Bakugou
   Logo comemos nossos lanches e resolvemos ir ao cinema. Assistimos um filme de terror, por insistência de Deku, mas no final ele foi quem mais se assustou o filme todo.
Fomos pra casa, conversamos o caminho todo, ás vezes paramos pra dar uns beijos né ...😏😁. 

Finalmente chegamos em frente a casa de Deku, me despeço com um selinho demorado e vou pra minha casa (que é ao lado da dele).
     Chego em casa e ligo a TV, que logo aparece em um noticiário, assim mostrando uma reportagem falando em um acidente de carro, aumento o volume, sento no sofá e presto atenção no noticiário, até que mostra quem tinha sofrido o acidente: O Todoroki.
     Ligo pro Deku pra saber se ele já sabia, e se não soubesse, iria avisá-lo sobre o acontecido.
                             (Ligação on)

- Amor? -digo com uma voz preocupada.


- Oi amor, o que foi que houve? Parece preocupado.- diz Deku preocupado

- Você soube do caso do Meio-a-meio?

- Todoroki-kun? O que houve com ele?- diz Deku ainda mais preocupado.

- Ele sofreu um acidente de carro, ele foi atropelado.
Começo a ouvir soluços do telefone e logo deduzi que ele estava chorando.

- Amor não chore...- digo nervoso.

- Eu vou ficar bem, não se preocupe. - diz Deku chorando. - O Todoroki pode receber visitas?

- Anunciou que ainda não, mas em breve poderá. - digo com uma voz calma.

- Hai, arigatou por me avisar Kaccchan, te amo- diz o Deku mais calmo.

- Também te amo Deku.

                  (Ligação off)
                           Bakugou off

             POV's Midoriya
     Kacchan me ligou avisando que o Todoroki-kun tinha sofrido um acidente, não pude me conter e acabei chorando no telefone mesmo, e pro meu azar estava ao lado de minha mãe.


- Izuku, o que foi? Por que está chorando- pergunta Sayu
- O- o Todoroki s-sofreu u-um aci-cidente- falo começando a chorar novamente.
- Oh filho não fique assim, vai passar.- diz Sayu calma.
- Espero mãe- digo em um tom depressivo.

        Subo as escadas e vou pro banheiro, logo tomando um banho quente e relaxante, assim acalmando a minha alma e corpo. Saio logo do banho e vou me deitar, afinal, estava cansado do dia cheio de surpresas, tanto boas quanto ruins, meus olhos pesaram e acabei dormindo a noite toda.


Notas Finais


Até o proximo cap mina-san, e mt obrigado pelos 35 favoritos, vcs são incríveis ❤❤😢😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...