1. Spirit Fanfics >
  2. Uma História de Amor >
  3. Chá de bebê e mais....

História Uma História de Amor - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Amigues estamos chegando ao fim de mais uma história!

Tô amando compartilhar com vocês cada capitulo, espero que gostem e estejam todos bem ♥

Capítulo 17 - Chá de bebê e mais....


Betty já cumpria 5 meses de gravidez, ela e Armando decidiram revelar o sexo no chá de bebê que o pelotão estava organizando. Quando souberam que Betty estava grávida começaram a organizar a festa, elas estavam muito empolgadas e faziam altos planos, Beatriz queria participar da organização, mas foi proibida, as meninas queriam preparar tudo e dar uma surpresa ao casal.

Armando cuidava de Betty e sua gravidez com muito zelo e amor, eles eram mais felizes que nunca, pois viveram cada etapa de seu relacionamento e agora como pais estavam ansiosos, mas ao mesmo tempo em paz.

B - Amor, anda. Você tá demorando mais que eu pra se arrumar hahahahahaha.

A - Calma Betty. - Após uns minutos de espera Armando apareceu, ele estava muito bonito, tinha os cabelos penteados com gel da forma que Betty gostava, estava usando uma blusa rosa, calça jeans e tênis preto, já Betty usava um vestido com a estampa tie-dye nas cores azul e rosa, uma maquiagem fresca, mas bem feita, fez um delineado gatinho e batom vermelho, seus cabelos estavam classicamente presos em um coque -

Armando quando viu Betty também ficou sorridente, a barriga dela já estava grande e o bebê não parava de chutar. Ele chegou perto de Betty e pousando as mãos no ventre de sua esposa depositou um beijo em seus lábios;


Enquanto isso no salão de festas.

A única que sabia o resultado da ultrassonografia era Sandra, ela se encarregou de encomendar o bolo com o resultado, Mariana e Aura Maria eram responsáveis pela decoração, já Inesita ficou com o Buffet e Bertha com as brincadeiras, estava tudo estupendo, a decoração era de ursinho, as meninas sabiam como Betty amava ursos e fizeram do jeito que ela queria.

As meninas estavam muito animadas, os convidados começavam a chegar, na entrada todos já podiam deixar os palpites e a menina estava ganhando.

Betty e Armando estavam chegando, a animação era ouvida de longe, aquele chá de bebê mais parecia a festa de um ano que outra coisa, os papais estavam muito felizes e quando chegaram foram calorosamente recebidos por todos.

Mari: Betty, Armando. Me acompanhem, a mesa de vocês está separada.
A mesa de Betty e Armando estava na frente, já tinham várias brincadeiras preparadas, Betty e Armando comeram guloseimas, brincaram e se divertiram até que...

Nos sentamos e começamos a adivinhar as coisas, foi um momento tão gostoso, teve direito a homenagens e tudo. Nesse chá me senti tão amada e querida, era maravilhoso ter todo mundo ali, eu sabia que o Armando estava todo feliz, tudo estava perfeito e agradável.
Após as brincadeiras e muita diversão Sandra chamou a todos pro grande momento:

Sandra: A todos atenção por favor. chegou o momento que todos esperam, o momento da revelação. Betty, Armando venham.

O casal correu pra trás da mesa, todos estavam ansiosos já tinham a faca na mão. Armando estava tremendo e Betty não parava de sorrir, após contar de um a três eles afundaram a faca no bolo e quando cortaram e quando tiraram um pedaço do bolo viram que era azul. Um menino vinha colorindo os dias do casal.

O nome do bebê já foi escolhido e era Jorge

 Após as revelações e muito choro, comemoração, abraços e beijos Betty foi curtir mais a festa com suas amigas, Mariana abaixou pra conversar com Jorge, com certeza ele sentia a agitação do momento, porque não parava de chutar um momento -


- B: Nossa Mariana parece que ele conhece a voz de vocês.


- So: Claro que conhece, já participou de tantas reuniões.

De repente no meio da festa Nico chegou com uns Mariachis, ele preparou uma serenata pra Betty, quando ela viu seu amigo com os cantores começou a chorar, ele a tratava com muito carinho e como um verdadeiro irmão, os dois se olharam e com lágrimas nos olhos se abraçaram, esse foi um dos momentos mais lindos da festa.

N - Minha Betty, minha menina... Como estou feliz por estar com você em mais essa etapa. Eu tinha certeza de que você ia longe e eu te falei que você ia formar uma família e olha, formou uma linda família. Te amo minha Betty.

B - Eu também te amo Nico.


HORAS DEPOIS...

Betty e Armando voltavam pra casa, agora com o resultado, já sabendo que esperavam um menino queriam terminar a decoração do quartinho, já tinham o enxoval quase todo pronto, Molie estava super agarrada a Betty.

Nesse tempo a empresa estava a todo vapor, tinham muitos lucros e trabalhavam muito.

Há meses Camila vinha planejando sua vingança ainda mais quando soube que Betty estava grávida, ela andou seguindo Betty por meses e hoje seria o dia de sua vingança, Betty e Armando estavam a caminho da empresa. Hoje era a junta diretiva em que todos os acionistas vinham pra ver os resultados do ano e decidir as novas projeções, Betty ia a caminho e Armando estava um pouco na frente, quando ia entrar na empresa escutou um grito. Camila saiu correndo com uma faca na mão, no momento que ia ferir a Betty Armando colocou o braço na frente. Camila cravou a faca fundo no braço de Armando, Wilson saiu correndo pra ver o que estava acontecendo Camila tentava correr quando foi detida por uma viatura que passava no momento do atentado.

Betty estava assustada e trêmula, achava que Camila já tinha esquecido deles, ela abaixou e viu que Armando tinha uma expressão de dor terrível, a faca estava cravada em seu braço, não demorou muito pra ambulância chegar, Betty foi junto, o médico a tranquilizou dizendo que a faca não corta nenhuma veia que pudesse matá-lo, ela com o susto sentiu uma cólica e também foi atendida, mas afortunadamente os planos de Camila foram frustrados.

Armando recebeu uma transfusão de sangue e quinze pontos no braço, Betty ficou com ele o tempo todo e o vendo acordar o beijou com todo o amor, ela sentia seu coração queimar só de pensar que essa louca quase cravou a faca em sua barriga.

B - Meu amor, como você se sente?

A - Bem, Betty não chora. Fica calma, pensa no Jorge ele sente tudo o que você sente, essa mulher não vai mais se aproximar de vocês eu juro, vou fazer de tudo pra que ela apodreça na cadeia e nunca mais se aproxime da nossa família, agora fica calma.

Após três dias Armando teve alta, ele precisou ficar esse tempinho pra tomar os medicamentos.

Depois do susto puderam denunciar Camila e ela pegou uma pena de 60 anos, por tentativa de homicídio, estelionato, e extorsão. Essa pena foi agravada, pois Armando não foi o único que ela tentou extorquir, há cerca de três anos antes de entrar na V&M ela extorquir outro empresário que infelizmente infartou tamanha a pressão que ela exercia. A esposa do homem descobriu tudo e a denunciou.

Já faz 2 meses que tudo passou, Armando já tirou os pontos e Betty estava indo apenas três vezes por semana a empresa, Marcela voltou pra NY agora casa com um Europeu e com uma filha de meses, ela estava mais feliz que nunca, reencontrou com Patricia e estava mais feliz.

Essa tarde decidiu que precisava fazer algo que deveria ter feito a tempos então foi a sala de Betty e disse:

M - Betty, precisamos conversar.

B - Se-Senhorita Marcela? -Betty começou a tremer de nervoso, não por insegurança, mas porque tinha receio do que poderia sair dessa conversa -

M - Calma Betty, eu quero só te pedir desculpas;

B - Não é necessário isso.

M - Claro que era, eu por muitas vezes te humilhei e xinguei, queria a muito tempo ter essa conversa com você, sabe Beatriz, depois que viramos mães vemos as coisas por outra ótica e a sua chegada a empresa no momento não me fez bem eu confesso, mas não por conta da sua aparência e sim porque o Armando confiava em você de uma forma inexplicável, ele sempre te defendeu e sempre tinha você nas conversas e acredite não foi isso que afundou meu relacionamento, porque nós dois não tínhamos futuro juntos. Eu posso te dizer que depois que fui pra Europa sofri bastante, eu tentei algo com Joaquim, mas não deu nada certo foi aí que conheci Gregório meu marido e sei que tudo tem o seu motivo e seu momento e é por isso que eu to aqui agora.

B - Senhorita Marcela, eu nem sei o que dizer. Bom eu também te devo desculpas, porque por mais que seja verdade tudo o que você falou não me dava o direito de ter me metido na sua relação, mas não podemos mais nos lamentar pelo que passou, apenas olhar pro futuro e viver o presente o que passou, passou.

M - Posso te dar um abraço?

Betty não respondeu, apenas se dirigiu ao sofá em que Marcela estava e a abraçou, foi algo tão sincero, Betty se sentia feliz e com mais um assunto resolvido quando ia se levantar sentiu uma pontada na barriga e respirou fundo. Pensou consigo: - Não é nada, devem ser as contrações de treinamento, mas quando Marcela olhou disse:

M - Betty, fica quietinha aí que vou chamar o Armando.

CONTINUA...♥
 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...