1. Spirit Fanfics >
  2. Uma História De Amor (Itanaru, Gaanaru, Sasunaru) >
  3. Capitulo 14

História Uma História De Amor (Itanaru, Gaanaru, Sasunaru) - Capítulo 15


Escrita por: _Uzumaki_naruko_013

Capítulo 15 - Capitulo 14


Itachi on

 

Quando minha mãe me contou que os pais do Naruto tinham morrido eu fiquei em choque, eu ainda tinha que pensar em um jeito de fazer o Sasuke parar de falar com o Naruto, pelo menos até eu e o Gaara conseguir pegar aquela Vaca da Shion.

 

Flashback on

 

- Gaara... meu irmão me disse que tava planejando pedir o Naru em namoro. Eu sei que ele gosta do Sasuke... Se o Naru tiver feliz eu também estarei, queria saber de você. – O ruivo solta um suspiro.

 

- Não posso força-lo a ficar comigo, se ele tiver feliz com o emo gay revoltado eu ficarei feliz por ele. – Solto uma risada pelo apelido e segundos depois meu celular toca.

 

- Número desconhecido... vou atender e vou colocá-lo no viva voz. – Falo atendendo o telefone.

 

- Alô?

 

- Oi Itachizinho. – Fico uns segundos em silencio.

 

- Shion... – Falo e o ruivo arregala os olhos. – Desembucha logo o que você quer?

 

- Nada, só queria te dar um avizinho. Os irmãos Uzumaki’s estão indo visitar o Naruto, e você vai junto e irá falar com seu irmãozinho para eleficar longe do Naruto, inventa qualquer desculpa, mas quero ele longe do meu Naruto, tenho homens lá vigiando eles, se você não fizer por bem eu mato seu precioso irmão. – Ela desliga sem dar tempo de eu falar algo.

 

 

- Merda. Essa filha da puta sabe como estragar a vida de alguém.

 

- Faz o eu ela mandou Itachi...

 

- Mas... – Ele me interrompe.

 

- Vou atrás dessa desgraçada, mas enquanto isso manda o emo ficar longe do loiro. – eu assinto com a cabeça.

 

Flashback off

 

- Itachi, os meninos estão te esperado para você ir.

 

Desço as escadas e saio em direção ao carro mas antes deposito um beijo na bochecha da minha mãe. Coloco minhas malas na mala do carro e depois entro no carro.

 

Fomos para o aeroporto e ficamos esperando até chamar o nosso voo. Nos sentamos no lugar marcado e cada um arrumou um jeito de se distrair.

 

“Otouto... você vai ter que me odiar por um tempo... mas é só até pegarmos aquela vaca e o Naru volta para você.”

 

- Deidara, Nagato, eu estava pensando... Vai ser melhor o Naru voltar para Konoha e ficar com a família até o Luto passar.

 

- Já fizemos a matricula dele na faculdade de Konoha... eu já avisei a Ana. – Fala o ruivo meio triste. – Sei o quanto ele ama o Brasil, mas é o melhor pra ele no momento. – concordo com a cabeça.

 

Coloco meu fone e acabo dormindo, temos bastante tempo nesse avião ainda.

 

Q.D.T

 

Vejo Naru entrar chorando grudado em meu irmão, confesso eu senti uma pontada de ciúmes, mas não posso obriga-lo a me amar...

 

Nagato explicou o que aconteceu e depois o loiro subiu correndo chorando e o ruivo foi atrás.

 

- Itachi... – Sasuke me chama meio triste.

 

- Oi otouto. – tento ser um pouco sério, porém falho descaradamente.

 

- O Naru vai ficar bem? – Assinto com a cabeça – Não aguento ver ele sofrer assim... – Não aguentei e acabei o apertando em um abraço.

 

Minutos depois Nagato vem avisar que Naruto queria o Sasuke e mais ninguém.

 

Fiquei triste por ele não ter nem me falado um oi, mas entendo que ele está passando por um momento difícil.

 

Enquanto eles estão lá estou tentando tomar coragem para falar com meu irmão. Quando pegarmos a Shion eu conto tudo pra ele. Vai ser difícil ter meu próprio irmão me odiando, mas é pra seu próprio bem, sei o que a Shion é capaz de fazer pelo Naruto. Eu e Gaara conhecemos aquela cobra quando estávamos mais próximos de Naruto, ela nos ameaçou, ela conseguiu me infernizar, e só parou quando o Naru veio pra cá. Depois tenho que falar com os irmãos do Naruto, eles conhecem ela também, e contarei ao Naru, ele conhece a cobra e não quero ele sofrendo por conta da cobra.

 

Tomo coragem e vou em direção ao quarto do loiro e bato ta porta.

 

- Hey Sasuke quero falar com você. Naru, depois quero falar com você também separado do Sasuke.

 

Uns segundos depois meu otouto abre a porta e eu o sigo até seu quarto.

 

- Desembucha, o que você quer.

 

- Quero você bem longe do Naruto... Pensa, vocês vão ficar muito tempo sem se ver, e ele vai sentir sua falta, o que não vai ser bom para o loiro. Você só o está atrapalhando. Já eu poderei ficar com ele até ele superar a morte de seus pais. –Ele me olha incrédulo fazendo meu coração doer um pouco.

 

- Não vou deixar você ficar com o Naru, eu o amo. – Fala com raiva. Não posso desistir do meu loirinho.

 

- Quando ele for embora quer que você pare de falar com ele.

 

- Nunca.

 

- Sabe Otouto, acidentes acontecem. Se você não parar de vê-lo contrato Gaara para mata-lo, pois se eu não terei ele ninguém mais terá.

 

- Você acha que eu não percebi que o Gaara também gosta dele?

 

- Você sabe que o Gaara leva mais a sério o trabalho do que os sentimentos e também já faz um tempo que eles não se falam, com o tempo ele esquece o Naru, e você sabe que não temos só ele como assassino de aluguel. – ele fica em silencio por um tempo. – Vai aceitar?

 

- Idiota – Sussurra – Eu... aceito... – Que bom que não precisei ir ao extremo.

- Que bom, poderá ficar com ele amanhã, mas quando ele partir quero que corte todos os laços que tem com ele. – Falo saindo de seu quarto o deixando sozinho.

 

“Otouto, espero que possa me perdoar um dia.”

 

Vou até a sala e aviso aos Uzumaki’s que quero conversar com eles e com o Naru. Vamos até o quarto do loiro e ele nos permite entrar, eu tranco a porta e nos sentamos na cama do loiro.

 

- O que aconteceu para você querer falar com a gente?

 

- Shion!

 

- O que aquela jararaca quer? – O loiro menor se pronuncia com raiva.

 

- Ela me disse que se eu não afastasse o Suke de você Naru, ela iria mata-lo...

 

- Mas que desgraçada. – o ruivo esbravejou.

 

- Eu tive que inventar uma desculpa para o Sasuke para ele se afastar de você Naru, eu sinto muito, mas eu e o Gaara estamos atrás dela. Pode ficar longe do Sasu só enquanto não pegamos ela? – O loiro ficou uns segundos em silencio.

 

- Se isso for salvar o Sasu...

 

- Você só precisa se afastar depois que você for para Konoha. Eu chamei vocês dois para ficarem alertas. – Os dois assentem com a cabeça.

 

- Vamos que o Sasu já deve estar vindo aqui, e Naru, finge que não sabe de nada.

 

- Pode deixar- Fala triste.

 

Eu e os irmãos do Naru fomos para a sala, e ficamos falando cm o Gaara para saber se ele tinha informações sobre a víbora.

.

.

Continua


Notas Finais


Não consigo deixar o Ita ser malvado e.e desculpem qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...