História Uma história, dois começos - Mini Imagine BTS - Jimin - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Xiumin
Tags Bts, Jimin, Mini Imagine, Você
Visualizações 132
Palavras 596
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii, tudo bem com vocês? Espero que sim!

Já está esclarecido o que realmente aconteceu, se Jimin te traiu ou não. Mas uma coisa não foi citada... Vocês lembram o que é?
...
A conta bancária! Lembram que Jimin foi ao banco e roubou seu dinheiro? Bom, isso será esclarecido neste capítulo, então peço que prestem atenção ;)

Boa leitura ^^

Capítulo 13 - Parte 1 - Culpa


Fanfic / Fanfiction Uma história, dois começos - Mini Imagine BTS - Jimin - Capítulo 13 - Parte 1 - Culpa

- Como é? - Perguntou minha mãe incrédula. 


- Vou morar nos Estados Unidos, mãe. - Respondi entediante pela terceira vez. 


- Não! Você não pode ir, sua vida está aqui em Seoul, não pode ir! - Aumentou a voz ela.


- Mãe, viemos morar em Seoul há dez anos só por causa do emprego do papai. Não fiquei ansiosa para vir, tinha minha vida no Brasil. Mas ainda assim, eu comecei uma nova vida aqui na Coréia, e eu consegui. Tenho certeza que será a mesma coisa lá.


- Ou céus, eu vou desmair. (S/P)! (Seu pai) Como pode ficar calado tanto a isso?


- Eu acho melhor ela ir. Ela está com um bom emprego, ganha bem, mas... Não gostei do que aquele garoto babaca fez com ela. Acho melhor ela se distanciar dele já que ele não irá! - Respondeu ele.


- Desculpa mãe, eu tenho que ir, não vou conseguir esquecer o Jimin aqui na Coréia... Mas não se preocupe, eu compro passagens para vocês irem me visitar. - Confortei ela com um abraço. 


- Se isso vai fazer bem a você... Quem sou eu para impedir? - Disse ela retribuindo o abraço. 


Subi para meu quarto e, ao abrir a porta, encontrei meu irmão sentado em minha cama a minha espera.


- Você vai mesmo? - Perguntou ele. Curto e grosso.


- Nicolas... - Fechei a porta e me sentei ao lado dele. - Eu não queria me distanciar de você assim. Mas esse lugar não vai me ajudar a esquecer o Jimin. Você tem que entender que, apesar de tudo o que ele fez, eu o amo de mais, então será complicado esquecê-lo, ainda mais em um lugar tão marcante. 


- Mas como eu vou ver você? 


- Eu compro passagens para você, o papai e a mamãe. Para vocês irem me visitar. 


- Mas (S/N)... Ele fez coisas tão ruins assim? - Perguntou ele, preocupado.


- Infelizmente sim, Nicolas. Ele me traiu esse tempo todo, mas não foi só isso. Ele roubou meu dinheiro.


- Ele roubou seu dinheiro? - Repetiu ele indignado. 

- Sim. Meu dinheiro anda sumindo nesses últimos meses, eu até comentei com ele mas ele disse que não sabia de nada. Os únicos que sabiam a senha do meu cartão, eram você e ele. E esses dias eu o encontrei sacando meu dinheiro no banco e colocando na conta dele.

Nicolas arregalou os olhos e tentou dizer algo, mas nada saia de sua boca. Entendo, deve estar tão chocado quanto eu. Jimin e Nicolas se davam tão bem. Eram quase como irmãos.


- Bom, se é isso o que você quer... Vou sentir sua falta, Unnie. - Me abraçou.


- Também vou sentir a sua, maninho. - O abracei também.


Nicolas demorou um pouco para sair do quarto. Ficamos conversando sobre a vida amorosa dele. E estou muito orgulhosa, ele finalmente conquistou a garota. Logo após ele saiu do quarto e eu decidi me deitar um pouco.


NICOLAS POV'S ON


Eu me sinto muito culpado agora. Jimin é o mais errado da história, mas eu também não fiz certo. Nos últimos meses, eu peguei o dinheiro da conta da (S/N) para comprar presentes para Dal-lae, minha namorada. Mas fiquei com medo de contar para a Unnie, pois eu sei que ela ficará brava! Jimin descobriu e disse que ela ficou muito preocupada, mas ele não contou a ela. A única coisa que ele fez sobre isso, foi colocar o dinheiro tirado da conta dela de volta. Então mal sabe (S/N) que, naquele dia, ele não estava roubando ela, e sim devolvendo o dinheiro que eu, praticamente, roubei...


Notas Finais


Eeh Nicolas! Você não facilitou as coisas pra esse casal! E agora? Vocês acham de Nicolas pode impedir (S/N) de ir embora contando a verdade?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...