História Uma história, dois começos - Mini Imagine BTS - Jimin - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Xiumin
Tags Bts, Jimin, Mini Imagine, Você
Visualizações 138
Palavras 760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii, tudo bem com vocês? Espero que sim!

O capítulo de hoje está grandinho também haha😁 Mas, sabe, eu gosto mais de enviar capítulos assim... Eu acho que quando tem menos de 400 palavras, é muito pequeno...

Mas chega de enrolar, bora pro capítulo
;)

Boa leitura ^^

Capítulo 15 - Parte 1 - A cor vermelha


Fanfic / Fanfiction Uma história, dois começos - Mini Imagine BTS - Jimin - Capítulo 15 - Parte 1 - A cor vermelha

(S/N) POV'S ON


Sábado 03:00PM


Finalmente consegui meu visto pra ficar seis meses lá. Estou vendo isso há dois dias, e consegui hoje. Com o Donald Trump também, as coisas se dificultam agora. Viajo nesta terça-feira ás 06:00PM, assim dará tempo de me despedir dos meus amigos e familiares. 


Sento-me em uma mesa de uma lanchonete e peço um café, assim que faço o pedido, sinto meu celular vibrar e vejo que Namjoon me ligara. 


- Alô? - Atendi.


- Oi, (S/N). Eu tava pensando aqui, e faz tempo que nos vemos, que tal nos encontrarmos mais tarde?


- Claro, eu adoraria! - Namjoon não fazia parte desse esquema de roubo. Ele sempre foi muito bom comigo. Sempre se importou, sempre foi cuidadoso também...Eu gosto muito dele e sinto falta. 


- Ótimo, vamos para a praça central daqui uma hora, pode ser?


- Sim, nos vemos depois então. Tchau. - Desliguei e tomei meu café. Paguei a conta e saí indo para a praça. 


- Oi Nam! - Corri em direção ao mesmo e abracei o mais alto que me abraçara de volta. 


- Como vai, baixinha? - Dei um leve tapa em seu ombro. - Desculpa haha.


- Vou bem, e o SENHOR? - Me olhou feio. - Senti sua falta também. - Falei entre risos.


- Como tá se sentindo? Fiquei preocupado, nunca mais deu notícias! 


- Você ficou sabendo do Jimin e eu né...? - Assentiu. - Então, Nam, sobre isso...Er...Eu vou morar nos EUA.


- VOCÊ VAI O QUE? - Arregalou os olhos. - (S/N), não faça isso...Vamos sentir sua falta! Você ainda não comprou a passagem né? Dá tempo de te impedir?


- Desculpa, Nam. Mas já consegui o visto e comprei a passagem. Vou nesta terça. - Fez uma cara triste. - Ei, não fique assim! Ainda temos tempo para aproveitar e eu vou comprar passagens para você e minha família irem me visitar!


- Ainda dá tempo, (S/N). Tem certeza que quer ir mesmo? - Perguntou cabisbaixo. 


- Eu fico tão feliz por ter um amigo como você...Você se preocupa tanto comigo. Muito obrigada, Nam. Mas já fiz minha escolha. 


- Poxa... - Namjoon estava mesmo triste e tentava me manter na Coréia. Abracei o mais velho e ele me abraçara de volta com força. Mas em? Ao ficar na ponta dos pés para abraçar o mais velho, vi Park Jimin vindo em nossa direção com o semblante nervoso. O que ele faz aqui?


- Baixinha, tenho que ir agora. - Não, Nam! Não pode me deixar aqui com ele... Mas será que o Nam viu o Jimin?


- Não! Fica mais, por favor... - Pedi manhosa segurando seu pulso. 


- Não posso, pois preciso resolver uma coisa no trabalho. - Eu fiquei nervosa e não pensei em mais nada, a não ser beijá-lo. Isso é errado, talvez. Mas agora já é tarde. Segurei sua nuca e trouxe seu rosto até o meu o beijando. Ele tentou se recuar, mas eu o segurei fortemente. Pedi passagem com a língua e o mesmo cedeu. Logo suas mãos foram automaticamente para minha cintura e as minhas para seus cabelos. Paramos o beijo e fitamos um ao outro corados, percebendo o que acabamos de fazer. Só saí do transe ao ver uma mão pegando a gola da camiseta de Namjoon puxando para si e, com a outra, formando um punho e acertando-lhe um soco. Park Jimin acertava inúmeros socos em Namjoon, sua face estava muito brava e irada. 


Nunca o vi assim antes...


Namjoon segurava os punhos de Jimin e, por extinto, revidou o soco. Jimin estava em cima de Namjoon tentando lhe acertar novamente, porém fora impedido algumas vezes pelo mais velho, se defendendo. Ainda assim, ambos levavam socos um do outro. 


No rosto. Levavam socos.


Na barriga. Levavam socos.


A cada soco, mais sangramento.


Mais mãos sujas...


Mais rostos sujos...


Como pinceladas com a cor vermelha.


Eu queria separá-los, impedir que este confronto desse continuidade. Mas a única coisa que podia fazer, era gritar. 


Eu já estava me arrependendo de me "vingar" do Jimin assim, mas agora não consigo pensar em mais nada além separá-los. 


Eu me pergunto como o público aqui apenas olha, ao invés de, pelo menos, tentar me ajudar. Minha garganta já estava doendo de tanto gritar. Essa imagem está doendo em meu peito, sinto vontade de chorar. A cada soco que um deles recebe, é como uma esfaqueada em meu coração. E tudo isso... É por minha causa...


 Cesso o choro e a gritaria após ver um terceiro corpo no meio. Jungkook retirou Jimin de cima de Namjoon e entrou no meio de ambos os separando.


O que eu fiz...?



Notas Finais


Eita (S/N)... Isso já deu treta, quero ver mais pra frente! Espero que Nam e Jimin não parem de ser amigos :(

E aí, gostaram? Espero que sim!

E já já sai o capítulo 16 ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...