História Uma historia Pokemon - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Visualizações 11
Palavras 1.827
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Problemas no Monte Lua


Fanfic / Fanfiction Uma historia Pokemon - Capítulo 6 - Problemas no Monte Lua

 

 

Rota 3,

 

Fazia um dia des da nossa partida da cidade Pewter rumo a cidade Cerulean, descobrimos que na noite do concurso pokemon, que ocorreu a três noites atrás, o ginásio do Brock foi invadido, na manhã seguinte do roubo Barry partiu rumo a Cerulean sem nos esperar.

 

-Ele só tinha ido com a gente porque estava afim de você, agora que ele descobriu que não tem mais chance o encanto acabou. Comentou Wally enquanto andávamos em direção ao Monte Lua.

-Há sei lá, pensei que éramos amigos, mas ainda acho que tem algo a ver com o roubo, pensa Wally, ele ficou até de madrugada com o Brock e depois saiu de manhã apressado, acho que aconteceu algo que ele não quis falar. Argumentei pensativa, algo nessa história não encaixava.

-Não sei, não se esqueça que ele estava com a tal da Bianca, as vezes ele ficou até de madrugada com ela, sabe como é né, começa com uns beijos e quando ver ... Disse ele um tanto malicioso.

-Tem essa hipótese também, mas sei lá, algo ainda está me incomodando nessa história. Disse suspirando.

 

Estava um dia fresco, nem muito quente e nem muito frio, um dia agradável a caminhar.

 

-Só sei de uma coisa, ele com a gente ou não, você ainda precisa de sete insígnias e eu de quatro chaves. Lembrou Wally.

-Isso é, bem o próximo ginásio é tipo agua, acho que Lotad vai ser dar bem novamente. Disse pensativa.

-Sim, mas tem um pequeno porém, pokemon tipo agua muitas vezes conhecem movimento tipo gelo, já pensou nisso? Perguntou ele.

-É, não havia pensado nisso, mas tipo pedra tinha vantagem contra o Pidove, mesmo assim ele conseguiu desviar dos ataques com perfeição. Argumentei.

-Sim, mas vocês treinavam todos os dias, des da sua vitória, você quase não tem treinado com eles, lembra o que Barry aconselhou “a vitória acontece quando o time trabalha junto, esforço e dedicação é o que traz a vitória”. Lembrou ele fazendo aspas com a mão.

-É acho que você tem razão ... Que diabos aquele cara está fazendo?! Disse vendo um homem tentando se esconder em uma moita.

-Sei lá, pode ser um doido, ignora e segue o baile. Sugeriu Wally.

-Sei lá, ele pode estar com problema, vamos ver se podemos ajudar. Decidir.

-Serião Lyra, se ele tentar matar a gente, eu juro que mato você. Disse ele me seguindo.

-Senhor? Disse tocando seu ombro e ele deu grito.

-QUEM SÃO VOCÊS?! Disse ele se afastando.

-Somos treinadores pokemon, nos vimos você aqui, parecendo um tanto “atormentado” e resolvemos perguntar se está tudo bem. Disse calmamente já me arrependo de ter vindo.

-Treinadores? Pensei que não nem existiam mais jovens assim, mas não, não estou nada bem, hoje finalmente vai acontecer o ritual da lua, mas idiotas, malfeitores idiotas, estão capturando os Clefairy ... Disse ele quase chorando –O trabalho de uma vida inteira indo ladeira a baixa, venho buscando a anos pelo Monte Lua a localização dos Clefairy, isso não é justo ...

-Ai meu Arceus! Você sabe onde fica os Clefairy?! Disse Wally bem animado –Temos que ajuda-lo Lyra, eu quero uma Clefairy!

-Clefairy? Que tipo de pokemon é esse? Perguntei.

 

“Clefairy este Pokémon é amigável e pacífico. Acredita-se que vive dentro do Monte Lua, embora muito poucos tenham sido vistos pelos humanos. ” Disse ele me mostrando a sua Pokedex.

 

-Um dos coordenadores tinham um, era tão fofo. Disse ele animadinho.

-Pelo visto são bem raros. Comentei.

-Sim e são extremamente lindos, se ajudamos ele resgatar os Clefairys, eu posso capturar um. Disse Wally sorrindo.

-Esses malfeitores podem ser perigosos. Disse preocupada.

-Ué não era você que queria ajudar? Disse ele irônico –É claro que não pensei em entramos sozinhos, vamos ligar para oficial Jenny, ela não deve estar muito longe. Completou ele pegando o celular.

 

 

 

Minutos mais tarde,

 

 

Estava na delegacia de Pewter, estava pensando sobre o roubo do ginásio, na mesma noite do roubo vasculhei a cidade toda atrás de alguma pista e mesmo com o olfato super apurado do Growlithe não encontramos nada, naquela noite Brock avisou ao líder da elite do quatro, Lance, e o mesmo o aconselhou não tornar público o roubo de sua mega pedra, o que particularmente acho tolice, mas entendo que uma notícia assim automaticamente liga ao roubo na cidade Veridian, e por sua vez coloca medo na população causando mais ataques aos eventos pokemon, o mais estranho foi que nesta manhã recebi uma ligação, “Malfeitores” no Monte lua? Talvez tenha ligação ao roubo, não podia perder tempo, peguei minha moto e partir com Growlithe rumo a montanha.

 

-Certeza disso garotos? Perguntei assim que me encontrei com o dono da ligação.

-Pelo menos é o que esse pirado, digo, esse cientista está falando. Disse o garoto.

-Eu tenho certeza oficial Jenny, eles estão capturando os Clefa, os Clefairy e os Clefable, e os prendendo em gaiolas. Alegou o cientista.

-Muito bem então, Growlithe vai na frente tente encontrar um rastro. Disse seguinte para a entrada.

-Groooow! Disse Growlithe seguindo na frente.

 

Conforme entravamos na caverna era possível ver alguns pokemon assustados, realmente algo não estava certo, mas tinha que manter a calma, não podia arriscar a segurança de nenhum de nós e tinha de fazer de tudo para resolver isso sem maiores danos.

 

-Tem alguém vindo. Disse a garota e era possível ouvir alguns passos.

-Rápido ali trás. Disse mostrando uma rocha que daria para nos esconder.

-Acha seguro deixá-los aqui sozinhos? Perguntou um garoto ruivo.

-Eles são agentes da equipe Rocket e nosso trabalho é roubar os ginásios, não sermos babas, não podemos perder tempo com essa bobeira, tenho um encontro em Cerulean. Disse a loira rindo.

 

Então era eles que roubaram o ginásio! Pensei em sair da rocha e surpreendê-los.

 

-Não se preocupe, daqui a pouco o helicóptero estará aqui e aí é tchauzinho Clefas, eles vão valer muito no mercado negro, principalmente a pedra da lua. Disse a loira passando por nos.

 

Apesar que querer prende-los não podia fazer nada agora, precisava salvar os Clefas ...

 

-Não é aquela tal de Bianca? Perguntou a garota que nos acampanhava.

-Pois é, a própria. Comentou o garoto.

-Vocês a conhecem? Perguntei.

-A conhecemos em Pewter. Disse a garota.

-Vou adorar saber mais detalhes depois. Disse me levantando –Mas agora preciso resolver essa situação primeiro.

 

Então seguimos pelo túnel a frente, havia algumas gaiolas e dois membros da equipe Rocket, um com Raticate e outro com Golbat.

 

-Parados! Disse com Growlithe pronto para atacar.

-Oficial Jenny. Disseram os dois surpresos.

-Golbat use Rajada de Vento.

-Raticate use Hiper-Presa.

-Growlithe use Lança-Chamas.

-Charmander, Pidove e Lotad saiam e usem Lança-Chamas, Rajada de Vento e Folha Navalha. Disse a garota liberando seus pokemon para ajudar.

-Bulbasaur e Wurmple nos ajudem, use Folha Navalha e Picada Venenosa. Disse o garoto liberando os seus.

 

Com o bombardeio de ataques os membros da equipe Rocket não tiveram opção a não ser bater em retirada, mas assim que tentaram Wurmple disparou sua teia os amarrando, os fazendo cair, não demorou um pouco para os outros policiais chegarem, nesse meio tempo tentei recolher algumas informações sobre a tal de “Bianca”, mas os garotos não sabiam muita coisa, o pior de tudo era que eu estava com um pressentimento ruim, como se algo fosse acontecer ...

 

 

Mais tarde naquele dia,

 

 

A oficial Jenny tinha partido com a escolta de policiais, alguns ainda vasculhavam a caverna atrás de criminosos, preferimos ficar e esperar o espetáculo dos Clefas, e claro seria minha oportunidade em pegar um, era quase meia-noite e graças uma ruptura a caverna já estava quase sendo toda iluminada pela lua.

 

-Ainda estou pasma, a Bianca é uma Rocket. Comentou Lyra me tirando dos pensamentos.

-Pois é, não dá para confiar em ninguém hoje em dia. Comentei pensativo.

-Hey garotos vai começar. Alertou o cientista.

 

Já fiquei com uma pokebola não mão, depois do espetáculo capturaria meu Clefairy, mas admito que foi algo magnifico, enquanto a lua iluminava o local, elas dançavam graciosamente, dançavam e rodopiavam, no final elas fizeram uma referência e uma luz colorida surgiu, quando dissipou elas haviam desaparecido, DESAPARECERAM!

 

-Cadê eles? Disse olhando pela caverna.

-Elas foram para seu local de descanso. Disse o cientista guardando seu equipamento de filmagem.

-Ok e onde fica? Perguntei calmamente.

-Não sei, mas elas voltaram aqui no próximo ritual. Comentou o cientista se levantou.

-Diz que é amanhã. Pedi já meio sabendo que tinha perdido a chance.

-Não, é no próximo alinhamento da lua com essa caverna, ano que vem. Disse ele saindo.

-Não creio que perdi a chance. Disse um pouco revoltado, admirando o local que as Clefairy estavam a minutos atrás.

-Há Wally, eu sinto muito, mas pense pelo lado bom, ajudamos eles. Disse Lyra tentando me animar.

-É, vamos sair daqui logo, antes que esbarremos com mais doido que nos faça a lutar contra “malfeitores” novamente. Disse seguindo em direção a saída.

-Não acha melhor dormimos na caverna? Perguntou ela enquanto me seguia.

-Em outra situação não ligaria, mas não acho que seja um lugar seguro depois do que aconteceu. Comentei enquanto andávamos.

-É, mas você acha que eles podem voltar? Perguntou ela pensativa.

-Eu só sei que o quanto antes nos saímos daqui será melhor. Respondi e ela concordou.

 

Posso estar enganado, mas estava com uma sensação de ser observado ...

 

 

 

Enquanto isso em Cerulean.

 

 

-Me esperando? Disse uma voz.

-Pensei que não vinha, desculpe por ter de chamado tão tarde. Disse indo a beijar.

-Pokemon novo? Perguntou ela apontando para piscina do ginásio.

-A enfermeira Joy pediu a piscina emprestada para cura-lo. Expliquei.

 

Fazia dois dias que cheguei em Cerulean e minha tia partiu no mesmo dia após saber o ocorrido, não disse onde ia, só pegou alguns pokemon e me deixo responsável pelo ginásio, o que não seria nada ruim, porque continuei contato com a Bianca e ela aceitou vim me ver.

 

-Que tal jantamos? Perguntei enquanto era admirava o Lapras.

-Que tal irmos direto para seu quarto? Disse ela se virando e piscando.

-Você é rápida. Disse me aproximando e abraçando, começamos a nos beijar com muito fervor.

-É difícil ser difícil, sou pratica, estamos sozinhos não estamos? Perguntou ela mordendo meus lábios.

-Sim. Respondi a beijando e ela tirou a minha blusa, mordeu meu pescoço.

-Você é bem gostosinho. Disse ela passando a mão pela minha barriga, apesar de não ser “trincado” tinha um corpo legal devido a natação –Sua tia volta quando mesmo?

-Em dois dias. Disse voltando a beija-la, meu membro já estava apertada na minha bermuda.

-Que bom, vamos aproveitar então. Disse ela tirando da bolsa um vinho –Segura. Disse ela estendeu a bebida e tirou a sua própria blusa, ficando só de sutiã, um sutiã de renda bem sexy, ela tinha um belo corpo e aquela visão me deixou mais excitado, se isso era possível –Vem, vamos brincar bebê ou assim é muito rápido para você?

-Jamais! Disse a agarrando ...

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...