História Uma história sombria - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Morte, Revelaçoes, Romance
Visualizações 6
Palavras 851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


gente sem querer esse "notas do autor " ficou grande de mais

Capítulo 3 - Ele fruto de um estupro....


Fanfic / Fanfiction Uma história sombria - Capítulo 3 - Ele fruto de um estupro....

MI-CHI ON:
eu estava desesperada! e nem sabia oq fazer,mas me decidi ajuda-lo a levantar

-vem,eu te ajudo!   eu disse pra ele que respirava ofegante(acho q porcausa da dor)
sentei ele encostado na parede:
-Kim! vc tá legal?? quer que eu chame alguém?   ele n respondeu,mas quando eu fui me levantar pra chamar logo a polícia,ele me segurou pelo braço e disse de olho fechado de tanta dor q estava sentindo:


-não porvafor,eu n quero,eu n  posso!

-mas pq???? eu perguntei preucupada

-apenas fique aqui comigo.
   só foi isso que ele disse...e foi oq eu fiz,fiquei lá com ele,até que ele adormeceu "coitado! ele deve estar morrendo de dor...e eu n posso fazer nada!!" foi oque eu pensei.resolvi massagear o cabelo dele (ele ainda estava sentado),eu estava do lado dele,e sentada tambem,segurando sua mão,e com a outra eu mexia em seu cabelo carinhosamente...eu sei que eu n o conhecia,mas ele precisava de mim naquela hora!! até que ele falou:

-Mi-chi... 
-oque?
-não conta pra ninguém oq aconteceu aqui.   ele disse
-tudo bem...Kim...oq tá acontecendo?  eu disse 
-está acontecendo oq vc viu...aquele filho da puta me espancando,e eu sem poder falar nada!   ele falava com uma voz rouca,pq estava sentindo dor

-e pq vc n chama a polícia??   eu disse

-eu n posso Mi-chi!   ele disse,enquanto escorria uma lágrima de seu rosto

-mas pq?  eu perguntava com calma,mas preucupada também...

-pq eu prometi pra minha mãe uma coisa.  ele respondeu
-e onde está sua mãe?
-dentro de casa... ele dizia ainda com muita dor, pude perceber.

-e oq vc prometeu?

-que eu n ia dedurar meu padrasto.. ele disse- e pq n?

-e pq? ela n ve oq ele faz com vc?  eu perguntei sem entender

-sim ela ve... ele começou achorar mais agora,mas ele logo continuou:  - mas ela diz pra mim que ele vai mudar,e q até  lá eu tenho q aguentar...
 Fiquei horrorizada com aquilo! como uma mãe pode achar isso?

-Kim, e pq vc ainda obedece oq ela diz?pq n faz o certo?

-porque  eu amo minha mãe...eu sou um filho fruto de estupro...é o mínimo que eu  posso fazer por ela,por ter estragado sua vida...

Aquilo me deixou devastada! oq ele me disse,me chocou! senti uma compaixão enorme por ele...

-Kim....eu sinto muito,mas n é sua culpa...

-n importa! eu escolhi isso!   ele dizia firme,mas tambem chorando...   Eu estava chocada ainda,mas também q se ficássemos ali o tempo todo, n ia ajudar ele em nada! resolvi tomar uma atitude!

-vem Kim!

-pra onde?

-pra minha casa! vamos eu vou cuidar de vc.

-está louca?! eu mal consigo andar.   ele disse enxugando as lágrimas

-mas eu vou te ajudar! e minha casa n é mt longe daqui,vem!

-n precisa! eu me viro!     ele disse muito firme

-mas ele va voltar e vai te espancar denovo! Kim por favor deixa eu te ajudar!

-claro q n! ele n vai voltar! quando ele sai com aquele maldito carro,só volta depois de 3 dias!

-Ótimo! vem logo! porfavor!  eu insisti

ele me olhou impaciente (e ainda com mt tristeza e dor) mas cedeu:

-tá! faz oq vc quiser!      sorri,e o ajudei a levantar.Fui o ajudando a andar (n completamente,ele andava junto tambem,mas quem servia de apoio era eu).Chegando em casa,n tinha ninguem....como esperado:  minha mãe q saiu pra "esfriar a cabeça" e o meu pai para comer vadias!   Sentei o Kim no sofá e  eu disse:

-q bom q vc está aqui! n aguentava mais te ver naquele chão!   falei dando um suspiro de alívio,mas ele ficou me olhando, até q disse:

 

-MI-chi...pq se importa comigo? e pq n desgruda de mim?

-pq vc é meu amigo...eu acho...e eu n desgrudo de vc pq vc é legal. pronto satisfeito?!

ele ficou calado só me olhando.resolvi ir pegar gelo e paramédico q eu tinha em casa.Comecei a passar gelo no braço dele q estava cheio de hematomas e feridas,ele então perguntou:

-Onde estão seus pais?

-n estão aqui...

-hum...e pq?    dessa vez ele q parecia curioso.e já q eu sabia do segredo dele,então resolvi falar o pq da ausencia dos meus pais:

-ah,pq minha mãe foi dar uma volta bem demorada,e meu pai deve estar provavelmente em um bordel cheia de putas.   terminei de falar e olhei p ele,p ver se ele tinha entendido

-desculpa se isso te fez ficar triste...   ele disse (ele estava começando a ficar mais "normal" sem aqueles cortes de ironia q ele dava o tempo todo)


-n,td bem...eu n ligo....pronto terminei,agora vc pode dormir,quer q eu te leve lá pra cima?

-n...aqui parece ser um sofá confortavel.   ele disse sorrindo,eu prefiria ele assim...ficava ainda mais bonito....

-ok...eu tambem vou dar uma cochilada,só q lá em cima...tchau Kim...

ele acenou e já foi se acomodando,quando eu vi q tinha esquecido de uma coisa:

-ah,Kim!


-oq?


-vou trazer as cobertas pra vc.    trouxe pra ele e fui dormir,tudo oq tinha acontecido na metade daquele dia foi triste...vejamos:
o menino ironico mas tambem legal q eu conheci na escola é fruto de um estupro,o padrasto dele bate nela e a mãe dele parece ser um ser sem coração....tadinho do Kim...

 


Notas Finais


gostaram??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...