História Uma hyuuga dentro do império uchiha - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Chomaru Akimichi, Chouji Akimichi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Itachi Uchiha, Mikoto Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari
Tags Itahina, Naruto, Romance, Sasuhina
Visualizações 105
Palavras 1.578
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Literatura Feminina, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Cada um reage de sua forma a uma traição, mas a uma tripla traição, não ha quem não perca a cabeça.

Capítulo 23 - Hime ou Hinata


Itachi: o que está acontecendo aqui?

Mikoto: minha nossa

Itachi fechou a porta do carro ao mesmo tempo que a mãe. Não esperava sua visita e suspeitava também que a azulada não sabia dessa intromissão da mãe na sua jornada, mas quando recebeu a ligação da matriarca dos Uchiha não teve como recusar, não é por ser apenas sua mãe, mas por estar localizada uma paragem antes da dele.

O segundo dilema era avisar na morena que teriam uma visita inesperada, mas como podia avisar se a mesma havia esquecido o celular no carro. Agora que regressou em casa, depara-se com um carro de patrulha na sua porta, um agente no chão, outro parado perto da porta e uma hime no topo das escadas.

Itachi: o que aconteceu?

Naruto: ai, acho que quebrou o meu nariz

Itachi: por favor diz-me que não socas-te um agente da lei

Hime: tire-os daqui Itachi

Neji: hinata...é mesmo você

Hinata não queria ser abraçada, não por aquelas pessoas, por isso fez o que fez, mesmo com a advertência do advogado. Neji recuou de dor, depois de levar com o cabo da vassoura do olho.

Hinata: eu soquei dois agentes da lei

Itachi: mãe leve-a para dentro, por favor

Mikoto: vamos entrar querida _ conseguiu mover as duas para dentro

Itachi: senhores...o que tenho de fazer... _ olhou para o estado dos dois _ francamente o que tenho de fazer para ela não ir presa. Hospital e danos pessoais eu pago

Naruto: tenho o nariz a sangrar

Neji: vamos naruto

Naruto: mas...

Neji: vamos, eu acho que já vimos o que tínhamos para ver.

Naruto: e a Hanabi

Neji: ela está mais segura aqui do que conosco

Aliviado pela partida dos dois, mas não satisfeito entrou na cabana olhou para a mãe que descia as escadas.

Mikoto: estão no andar de cima. Não as incomode.

Acenou concordando, subiu as escadas até o quarto ocupado pelas duas mulheres. Hime abraçava fortemente a de cabelos castanhos.

Hinata: me desculpe...me desculpe Hanabi...me desculpe

~~~~

A porta da fazenda foi aberta e todos esperavam que três pessoas entrassem por ela. Mas infelizmente para o senhor hyuuga sua filha não estava presente.

- papa _ uma menina de cabelo rosa gritou ao ver o pai, mas foi segurada nos braços pelo avô

Sakura: minha nossa, o que aconteceu com vocês?

Neji: fomos derrubados _ sentou na cadeira da cozinha

Tenten: a Hanabi fez isso _ entregou o saco de gelo no marido

Naruto: não, isso foi obra de um fantasma pior_ pegou no pano para limpar o sangue _ droga

Sakura: que fantasma?

Neji: hinata. Ela está viva

Sra. Hyuga: hiashi _ correu até o marido parado na porta da cozinha _ vamos para o quarto precisas tomar os medicamentos

Hiashi: não, eu estou bem_ entrou na cozinha _ prossigam

Não tendo formas de esconder, Neji continuou contando os eventos, as informações que os levaram a cabana do casal de turistas.

Neji: é verdade tio. Hanabi estava falando a verdade

Konohamaru: então não estou ficando maluco

Tenten: também a viste?

Konohamaru: hoje de manhã no cemitério, ela caiu nos meus braços até depositou um beijo no meu rosto, mas quando saí para procura-la já tinha desaparecido.

Naruto: o idiota metido a playboy estava chamando-a de hime

Neji: deviam ter visto. Até agora não estou acreditando, estou arrepiado, o rosto determinado, o cabelo, a postura de durona.

Konohamaru: o sorriso

Naruto: o punho

Tenten: senhor hyuga aonde vai? _ seguiram-no até o porta de saída

Hiashi: até ela _ não foi muito longe quando seu corpo o impediu de avançar

Sra. Hyuga: ajudem-me a leva-lo no quarto

Hinata: ela dormiu finalmente _ entrou na sala, encontrando mãe e filho _ nem tive como recebe-la bem dona Uchiha. Peço desculpa

Mikota: ora essa, meros detalhes

Hinata: obrigada pela sopa _ apoiou o corpo na parede

Itachi: como ela está?

Hinata: feliz. Ela me disse que é a primeira vez que vai dormir assim _ limpou as lagrimas que caiam _ eu a abandonei Itachi, e todo mundo desistiu dela

Itachi queria ser o primeiro a reconforta-la, mas teria que mentalizar que agora dividia a morena com a mãe, que já tinha levantado e a puxado para o seu sofá, mexendo nos fios azuis

Mikoto: pronto querida, chore a vontade e desabafa. Quem é ela?

Hinata: minha irmã. Chama-se Hanabi _ olhou para o moreno _ e ao que parece chamo-me hinata

Itachi: então as tuas memorias _ viu-a negando

Hinata: só lembro-me dela

Itachi: como é possível?

Hinata: não sei _ sentou no sofá ao lado do moreno _ eu não sei explicar. Eu encontrei-a dormindo na entrada, estava gelada e com ar de abatida, trouxe-a para dentro e fiquei ao seu lado até ela acordar. Ela gritou disse que me conhecia, mas eu não fazia ideia, mas quando ela gritou que precisava de mim foi tudo tão rápido e automático, eu sentia que devia fazer alguma coisa.

Itachi: francamente him...quer dizer hinata, agredir dois agentes da lei

Hinata: segundo a Hanabi, são apenas dois idiotas

Itachi: idiotas uniformizados e protegidos pela lei

Hinata: meros detalhes _ olhou para o rosto serio do melhor advogado do país _ mas importantes, desculpe não volta acontecer. A tua frente

Mikoto: ela disse-te mais alguma coisa? Sobre os teus pais? Sobre o que aconteceu contigo?

Hinata: a minha mãe morreu

Mikoto: sinto muito

Hinata: obrigada. O meu pai, Hanabi diz que antes da minha partida e desaparecimento ela ouviu a nossa discussão. Eu culpei-o por tudo que me aconteceu, pelo seu casamento, pela sua ausência e...mais algumas coisas, disse que o odiava

Mikoto: típica reação dos filhos, mas que sempre destrói o coração de um pai

Hinata: acho que não foi com intenção _ puxou os fios do cabelo como numa pequena forma de punir-se

Itachi: e agora o que queres fazer?

Hinata: não sei _ olhou para a sogra que bocejava _ pode dormir no quarto disponível dona Uchiha

Mikoto: e vocês?

Itachi: ficaremos bem aqui na sala _ pegou nos cobertores para cobrir os dois _ afinal não faz nenhuma diferença entre o quarto e a sala

Hinata: lá vem o crítico de cinco estrelas

Mikoto: boa noite então _ subiu as escadas em direção ao quarto

Itachi: agora que estamos sozinhos _ ajeitou-se como pode no sofá, levantando os pés da morena _ Queres contar-me o que tanto te aflige.

Hinata: queria tanto saber sobre o meu passado. Agora não sei se quero aceita-lo. As duas únicas opções que tenho

Itachi: ser a Hime Hyuuga a advogada e secretária impecável e esquecer que hyuga hinata existiu. Ou voltar a ser a hinata e enfrentar esse seu passado.

Hinata: tem uma opção em que eu continuo sendo a namorada do super sexy, jovem de sucesso do ano

Itachi: nem que tiveres casada nessa cidade, eu te largo

Itachi: o que ela disse?

Hinata: que eu dediquei todos os minutos da minha adolescência nela. Não és o único irmão do ano _ passou a mão no braço beliscado _ mas ao que parece fui a única que concentrou-se nisso. Todo mundo concentrou-se em seguir em frente, meu pai voltou a casar-se, e só fiquei a saber disso depois que ela se instalou na nossa casa.

Itachi: outch

Hinata: pois, dia seguinte para esquecer desse assunto, ela sugeriu que eu saísse e voltasse a reunir-me com os meus amigos, então fomos na casa da minha melhor amiga, chegando lá entramos, subimos as escadas e encontrei-a ocupada satisfazendo nada mais nada menos que o meu primo

Itachi: oh! Oh! _ olhou nos olhos da perolada _ a tua irmã também viu essa cena

Hinata: graças a Deus que não, subi sozinha as escadas.

Itachi: ufa! Foi por pouco. Isso foi com...

Hinata: eu tinha 15 na altura, o meu primo tinha 18

Itachi: 18, francamente, ele sabe as leis sobe isso

Hinata: pergunta-lhe, era o agente que levou com a vassoura, devias ter ouvido a Hanabi. Ele era bastante rigoroso, estabelecendo regras e afastando todos os rapazes da nossa vista e ele...

Itachi: melhor não terminar. Francamente, e hoje é agente da lei. Já não sei o que esperar dessa cidade

Hinata: só você para fazer-me rir dessa situação

Itachi: e depois?

Hinata: Peguei nela e decidi caminhar até a casa do meu namorado

Itachi: então mesmo com os avisos do primo, arranjaste um namorado

Hinata: acaba de me ouvir. Ele estava saindo com o carro da família, e ao lado dele estava a minha maior rival, e agora meia irmã. Eu gritei, chorei, implorei para que ele ficasse, mas os dois fugiram, bem na minha frente. Ele podia pelo menos ter a audácia de terminar primeiro comigo, voltei com Hanabi em casa, expliquei a situação no meu pai, e ao que parece ele estava defendendo todos eles. Saí zangada, peguei a carrinha dele, com algumas garrafas de álcool pela estrada fora

Itachi: e só com 15 anos

Hinata 15 e meio. Não estava no meu melhor dia

Itachi: depois foste parar no orfanato, do orfanato para uma vida independente, e agora estás aqui de volta a origem

Itachi: como é uma mulher que levou tantas facadas seguidas ainda está respirando a minha frente? _ apertou a morena ainda mais no seu abraço _ e você

Hinata: não sei, já não sou uma criança Itachi. Mesmo assim, não sei como agir diante de toda essa situação.

Itachi: seja qual decisão tomares eu estou aqui


Notas Finais


Porque não fazem um Itachi assim para mim.
Muito bem a situação
Pai casou-se duas semanas atrás com uma nova pessoa, a mãe da vossa rival, enquanto lutavas contra a depressão de sua irmã, ficas a saber depois de toda a cidade quando ele a traz em casa definitivamente. O teu primo super protetor quanto a namoros, cota teus relacionamentos, enquanto namora com tua melhor amiga as escondidas. Teu namorado foge com a tua rival, agora tua irmã.
Sejam a Hina o que vocês fariam? Tudo no mesmo dia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...