1. Spirit Fanfics >
  2. Uma irmandade entre nós ( Bts - Jungkook) >
  3. Teste ergométrico pt 1

História Uma irmandade entre nós ( Bts - Jungkook) - Capítulo 162


Escrita por:


Capítulo 162 - Teste ergométrico pt 1


Fanfic / Fanfiction Uma irmandade entre nós ( Bts - Jungkook) - Capítulo 162 - Teste ergométrico pt 1

Clara ficou parada na frente dele, enquanto Jungkook ia até ela.

 Ele jogou a chave da casa na mesa branca que tinha ao lado e continuou indo até ela.

A olhou de cima abaixo, depois caminhou ao seu Redor. 

 Clara não sabia ao certo, se deveria falar alguma coisa ou não. 

 Por via das duvidas, achou melhor apenas esperar pra ver o que ele ia fazer. Jungkook parou atrás dela, e olhou bem o vestido. 

 JK – Os estilistas estavam lá mesmo? Ela concordou com a cabeça. 

 JK – É. Sua irmã comentou comigo que eles escolheram esse pra você. – ele pegou na cintura dela por trás, pra olhar melhor como era o fecho do vestido, o que a pegou desprevenida. Clara fechou os olhos na hora com o susto leve. – ... parece normal. 

 Ele soltou a cintura dela. 

 E voltou a ficar em sua frente, mas não a olhava. Apenas admirava o vestido. 

 JK – Esse não dá pra rasgar! 

Ela riu cínica do comentário dele. 

 Como se ela fosse deixar ele fazer isso.   

Mas então Jungkook levantou o olhar pra ela a olhando e um jeito muito sexy. 

Caminhou até ela, encostando o corpo dele no dela, e colocou a cabeça dele ao  lado da dela, indo direto pro seu ouvido com a boca. 

 JK – Diz pra mim que o que tem por baixo é vermelho também! 

Clara riu no ombro dele. 

 E Jungkook percebeu que realmente, a coisa era tão boa quanto ele imaginava. 

 JK – Oh... isso foi realmente malicioso de sua parte! – Ele voltou a olhar pra ela com um sorrisinho simples, depois olhou pros pés dela. 

 E imediatamente se abaixou. 

 De cócoras e sem falar nada, ele tirou os sapatos dela e os jogou de lado. 

Com a mão que estava em seu tornozelo direito, ele se apoiou nela, e com a outra, foi subindo pelo comprimento da perna, até chegar na área que separava a meia da liga, tocando de leve na coxa dela. 

 Na hora que percebeu pelo toque o que Clara estava usando, ainda de cócoras, Jungkook riu pra si mesmo.

 JK – É assim? ... é sério Clara? 

Ele levantou o olhou pra ela e a pegou rindo pra ele bem triunfante. 

 Depois suspirou e olhou pra frente, o ignorando.

 CL – É apenas uma cinta liga. Nada de mais! 

Jungkook sentiu a provocação dela fazer efeito nele instantaneamente, ele se levantou e a encarou. 

Seus olhares eram um mais forte que o do outro. Como se lutassem com eles. 

 Mas Jugnkook nunca conseguia ficar ali encarando aquele olhar azul profundo por muito tempo. Logo desistiu, e novamente sem avisa-la, a pegou pela cintura e a puxou pra ele com força e bruscamente. 

A fazendo erguer os braços no ombro dele pra tentar impedir seus corpos de se chocarem com força. 

 JK – Sabe o que é nada de mais? – Ele falou no ouvido dela. – Esse vestido! 

CL – Não rasgue meu vestido! 

Ele a virou de costas pra ele, e a segurando firme pela cintura, colocou o cabelo dela pro lado e começou a beijar sua nuca por trás, indo até o lado do pescoço.

 Os lábios molhados dele tocando a pele dela devagar, e depois a língua quente dele chupando parte a parte. 

 Quando ele subiu pra orelha dela, ela fechou os olhos e inclinou a cabeça pra trás, parando no ombro dele. 

 Jungkook movimentou as mãos pra trás dela, abrindo devagar o zíper quase imperceptível, enquanto lambia a orelha dela.

 Ele estava completamente no tato, mas tinha achado o caminho correto.

 Abriu tudo o que tinha pra abrir, e depois desfez o laço que abria a parte superior como se fosse um corset. 

Em momento algum ele parou de excita-la. 

 Quando sentiu que poderia tirar o vestido dali, ele usou das mãos pra segura-la pela cintura novamente, enquanto com a outra ele foi direto pra parte da frente do vestido dela. 

Por cima da saia mesmo, movimentou a mão até achar onde ficava sua intimidade e começou a alisar ali em cima. Clara logo empinou o bumbum em resposta aos toques dele, esbarrando no corpo de Jungkook. Mas ela não conseguia sentir nada direito por causa do vestido. 

 CL – Ah... seu ingrato! 

Foi o que ela conseguiu falar. 

 Jungkook rindo deu uma mordida na orelha dela e foi olhar as costas dela.  

Dava pra ver um pouco da calcinha. 

 JK – Não se mexe. 

 Ela ficou ali parada, enquanto Jungkook se afastava. 

Ele sentou no apoio da cama, tirou os sapatos e as meias, o cinto, e desabotoou a camisa. 

 Clara estava começando a perder a paciência. 

 JK – Tira o vestido de costas pra mim! 

CL – Porque de costas? – Ela perguntou mostrando insatisfação na voz. 

 JK – Por favor!

 Ela respirou fundo, e colocou as mãos por trás do vestido. 

 Jungkook já tinha aberto o zíper e o laço que amarrava o corset do vestido. 

Ela então tirou as duas alças do vestido ao mesmo tempo e devagar o fez deslizar pra baixo. 

Seu sutiã tomara que caia vermelho de renda francesa apareceu. 

Depois o vestido parou em seu quadril e Clara usou as mãos pra forçar ele a descer.

 Jungkook assistia tudo sentado, com os cotovelos apoiados em seus joelhos, com o corpo curvado pra frente. Ela de costas, fazia as coisas serem misteriosamente sensuais.

 A calcinha, não era das menores. Ele já tinha visto ela usar umas que nem pareciam calcinhas de tão pequenas. Mas para uma cinta liga, era pequena.

 Seu bumbum redondo, com aquela fita fina passando de lado prendendo a meia calça, vista daquela posição, mexeu demais com a cabeça dele. 

Ele engoliu em seco, enquanto ela saia do vestido, passando por cima dele, por trás. O chutando com pé pra frente.

 Ele riu quando ela fez isso. 

 CL – E agora? 

JK – Vira pra mim!

Ela virou.

 Seu rosto estava mais amaciado por causa do tempo tirando a roupa.

 E a visão que teve de Jungkook, sentado no apoio da cama, curvado pra frente, vestido apenas com a calça social a mirando, com a cabeça apoiada nas mãos entrelaçadas, que se apoiavam nos cotovelos, em cima dos joelhos, fez Clara sentir a virilha vibrar imediatamente. 

 Ele estava incrivelmente lindo daquele jeito. 

 Jungkook olhou ela por uns vinte segundos. Sentiu o choro chegar sem nem perceber, mas antes de se deixar entregar a ele, fungou e se levantou indo descalço até ela. Ela percebeu o olho vermelho dele, e o encarou com certa compaixão, mas Jungkook não deu importância, a segurou com a cintura com uma das mãos, com a outra segurou o pescoço dela, apoiando o polegar na frente de seu colo e mirando fixamente a boca dela.

 Ela ainda o olhava nos olhos, tentando entender o que poderia estar se passando em sua cabeça, mas Jungkook não deu a ela tempo de falar nada. 

Ele firmemente foi até a boca dela a beijou. 

 Seu beijo era apaixonado e intenso. Necessitado.

Ela sentiu a força do ato quando ele chupou seus lábios e a fez abrir a boca rapidamente pra dar conta da vontade dele. 

Sua língua a invadiu quente e firme a puxando pra ele em cada passada. 

Chupava os lábios carnudos dela, e lambia ao fim. Não dava tempo pra que ela conseguisse domina-lo. 

Jungkook estava domando ela pelo beijo.

 A Clara apenas restava aceitar e sentir. O que naquele momento era o suficiente, pra ela sentir sua excitação vir com tudo.

 Jungkook a apertou com força pra sentir bem o corpo dela no dele. O abraço que ele estava dando a fazia se sentir segura e desejada. 

 Ele começou a andar pra trás, levando ela com ele.

 Ainda a beijando, virou ela pra a cama, e a deitou devagar. 

 Com apenas um dos braços, a ergueu pelas costas, a colocando mais pra cima da cama, e foi engatinhando por cima dela, dando selares no corpo dela até chegar novamente no rosto dela e a beijar.

 Ele fez o corpo dele cair em cima do dela, a espremendo entre ele e a cama fofa. Depois juntos as pernas ao lado do quadril dela, e sentou em cima de suas pernas. Quando ele sentou e deixou de beija-la, ela estava tão hipnotizada pelo beijo, que quase se ergueu pra não deixar ele fugir.

 Estava sem fôlego.

Sua respiração forte sendo observada por ele. 

 Clara o olhava magnetizada. 

Jungkook ainda usava a calça, e com o abdome trincado que ele tinha, e os braços fortes, fazia ele ficar absurdamente sexy. 

 Sem falar anda, e ainda recuperando o fôlego, Jungkook deslizou um pouco pra trás e soltou sua liga nas duas pernas, depois começou a descer a meia, enrolando ela na própria perna de Clara. 

 Enquanto fazia isso, ele beijava sua pele, onde antes tinha uma meia. 

Clara ainda respirando com dificuldade, riu de cosquinhas quando ele começava nas coxas.

 Depois de tirar as duas, ele mordeu o dedão do pé esquerdo dela com força a fazendo dar um gritinho leve. 

 Então começou a passar o rosto dela perna dela, subindo pelo comprimento. Comas apernas dele, ele segurava as dela unidas embaixo de si.

 E quando chegou na coxa novamente ele começou a chupar Ia, subindo as chupadas com a boca, enquanto com as mãos alisava mais acima.

 Colocou uma das mãos por entre as coxas dela e apertou a parte interna da coxa direita.

Clara gemia baixinho de desejo. Jungkook Foi elevando as chupadas, até chegar bem perto da intimidade dela.

 E depois começou a morder a parte interna das coxas dela. 

 Depois soltou as pernas dela, passou elas cada uma pra um lado dele, e ergueu as pernas dela pra cima, dobrando elas pelo joelho pra baixo, e fazendo parte das coxas dela, tocarem na própria barriga. 

 Clara institivamente segurou as pernas pelos joelhos. 

 E jungkook então ficou com ela exposta pra ele. Mergulhou a cabeça na calcinha dela, beijando por cima dela e brincando com o tecido em sua boca.

 Cada vez que Clara sentia o leve toque da língua dele em sua pele sensível, pelas bordas da calcinha ela sentia uma sensação forte de prazer brotando nela. 

 Ele começou a passar forte a língua dele por cima da calcinha, bem perto da entrada dela e chupava em seguida. Clara já estava molhada e ele podia sentir isso.

 Jungkook se ajeitou na cama, apoiando a barriga pra baixo no colchão, e voltou a chupala por cima da calcinha com força e ritimadamente bem em cima de seu clitóris. Com dois dedos, ele foi alisando por baixo de sua calcinha, afastando ela, e indo em direção a sua entrada. 

Ele enfiou dois dedos dele nela, enquanto a chupava freneticamente. 

 Por estar segurando as pernas, Clara não conseguia guia-lo, mas nem precisava. Jungkook estava prestes a faze-la gozar por cima da própria calcinha dela.

 Ela gemia cada vez mais forte. Sentia o orgasmo chegando com ele a chupando e penetrando os dedos nela ao mesmo tempo ela deu duas gemidas fortes e enfim sentiu o prazer explodir. 

 Seus estímulos sendo sentidos por Jungkook ainda com a boca nela. 

 Ele tirou a boca e os dedos passou um pouco acima da entrada espalhando a lubrificação dela. 

 Depois pegou as pernas dela pra baixo e as fechou embaixo de si novamente sentando em cima de suas pernas.

Clara o olhou enquanto ainda suspirava.  

Mas Jungkook não estava olhando pra ela. 

Agora mirava seus seios. 

 Sem soltar as pernas dela, ainda a apertando com força, ele foi até o sutiã dela. Apoiou a barriga dele no corpo dela, baixou o bojo do lado esquerdo e começou a chupar e morder seu mamilo. 

 CL – Ahh, Jungkook... Ahhhhh! 

Ele chupava com vontade e dava bitoquinhas, respirando em cima, a fazendo se arrepiar, enquanto com a outra mão alisava sua barriga bem em cima de sua calcinha, colocando a mão por dentro dela e tirando. 

 Clara já estava ficando em êxtase com a mistura de sensações. 

 Ele deu um último beijinho e colocou o sutiã dela de volta no lugar depois subiu mais e deitou ao lado de Clara, de lado, olhando pra o rosto dela. 

 Pegou a perna dela e passou por cima dele a fazendo se virar pra ele e olha-lo. Ele começou a alisar sua coxa de lado, indo pra o bumbum pela calcinha. 

JK – Numa escala de zero a dez, o quanto você me ama?

 Ela riu pra pergunta dele. 

E ele riu do riso dela. Quando ela sorria de verdade, o olho dela ficava bem pequeno, e Jungkook adorava ver aquilo. 

 CL – A essa altura do campeonato você ainda tem dúvidas em relação ao quanto que eu gosto de você? – Ela respondeu rindo pra ele. Jungkook riu meio encabulado. 

 JK – Não é dúvida. – Ele falou olhando pra baixou e passando o dedo por cima do sutiã dela, subindo até o colo. – É só gostar de ouvir. Você fala tão pouco! 

CL – Então, numa escala de zero a dez, eu amo você dez. Principalmente quando me excita. – Ela fez ele fechar o olho pra rir. – Amo você um milhão, amo você muito, muito, muuuuuito mesmo. Meu amor por você é enorme assim! 

 Ela abriu um dos braços pra mostrar o quão grande era, e por mais que tentasse não rir, Jungkook acabava rindo. 

 CL – Eu não falo, porque prefiro demonstrar! Mas se quer que eu fale mais, não tenho problema nenhum com isso! 

JK – Eu sei! 

CL – Mas e você? – Ele levantou o olhar pra ela. – me ama grandão assim?

 JK – Huhum... principalmente quando coloca lingerie vermelha. 

 CL – Eu tenho a impressão que você se segura muito quando eu coloco minha lingeries vermelhas. 

 JK – Mas eu to me segurando mesmo.

 CL – Pra que? – Ela enrugou a testa.

 JK – Pra quando a gente for transar na sede da Irmandade. – Ele falou como se aquilo fosse a coisa mais óbvia do mundo. E Clara não conseguiu segurar o riso, embora estivesse achando tudo absurdo.   

CL – Não pode aproveitar qualquer lugar pra fazer o que quer não? Eu tenho lingerie vermelha o suficiente pra transarmos em três sedes diferentes, com vinte cômodos cada uma.

 JK - Não vou discutir sobre isso.

 CL – Sério, eu já tinha ódio da Irmandade antes, mas agora to mais puta ainda, porque ela esta me impedindo de ter um sexo com uns quatro orgasmos na noite de inauguração de minha casa. 

 JK – QUATRO? – Ele olhou pra ela indignado. – Acho que não consegui passar pra você o tanto que gosto de lingerie vermelha. 

Ele puxou a borda da calcinha fazendo um estalo quando soltou e bateu de volta na pele dela.

 CL – Até agora, tenho promessas.

 JK – Quatro orgasmos eu posso te dar hoje. Quando formos pra sede, você vai perder as contas!

 Ele se levantou e saiu da cama. Puxou ela pelo braço a fazendo sentar com as pernas no chão. 

 JK – Eu vou querer, uma lingerie diferente por cômodo. – Ele abriu as pernas dela e ficou sentado no chão entre elas. – E saiba que lá tem mais de dez. 

 Ele olhou pra a genital dela, e puxou a calcinha de vez. Ela nem precisou se levantar pra ajudar a calcinha a sair, porque ele conseguiu isso de primeira. 

 Jogou a calcinha de lado e olhou pra a vagina dela a sua frente, depois falou debochado. 

 JK – Ham... quatro! 

Ele foi mais pra frente e começou a chupa-la novamente. Clara não conseguia olhar pra ele enquanto ele fazia o oral.

 Ela segurava a cabeça dele, mas inclinou a cabeça pra trás suspirando enquanto Jungkook brincava com o clitóris dela. 

Hora lambendo devagar, hora beijando estralado e hora chupando de leve. 

Ele estava treinando beijo como se testasse numa laranja. 

Movimentando a língua em várias direções. Ela estava completamente entregue a ele naquele momento. Suspirando e gemendo enquanto ele brincava com ela. 

 CL – Ahhhh... você me... AHHHHHHHH! – Ela não conseguiu falar mais porque sentiu o frio subindo por suas pernas, até chegarem em sua intimidade molhada e se transformar em um orgasmo diferente. Ela sentada e com as pernas abertas sentia os estímulos mais fortes. 

Sua perna tentou fechar, mas Jungkook a impedia. – Ahaaaaaa! Ele deu um beijo em cima de sua peka e se levantou. 

 Ele mesmo baixou as calças com cueca e tudo bem na frente dela e a colocou de lado.  

O fato de já ter sentido dois orgasmos, e de nem ter feito nada com Jungkook estava consumindo ela.

 De um tipo de raiva. 

 Por isso ela se levantou de súbito e o empurrou na cama. Jungkook Caiu de costas já rindo da atitude dela.   

CL – Você faz isso de propósito!

 Ele só conseguia rir em resposta. Ela tirou o sutiã dela e o jogou de lado. Então subiu na cama, e ficou ao lado dele. 

 CL – Vira de lado! – Ela falou e Jungkook enrugou a testa pra ela. – Vira agora! 

Ele não entendeu mas virou mesmo assim. 

 Quando Ele ergueu a cabeça pra trás pra ver o que ela ia fazer, ela empurrou a cabeça dele com a mão pro travesseiro. 

 CL – Fica quieto, não olha! 

Ele deitou a cabeça na mão e ficou com os olhos abertos. Estava levemente apreensivo. 

 Mas não insistiu! 

Então em poucos segundos ele descobriu o que Clara queria fazer. Ela pegou em suas nádegas e abriu, passando a língua bem em cima do seu ânus. 

 JK – AHHH CLARA! – A surpresa foi tanta que ele gritou. Ela começou a passar a língua em volta da entrada dele e deu pequenas chupadas em cima que estavam levando Jungkook ao delírio. – Ah, não... Ahhhh, Clara o que é... ahhhhaaaaa 

Ela continuou lambendo e movimentando a língua em cima e empurrando de leve. 

Jungkook não conseguia ver ela. Estava anestesiado pela sensação. 

 Quando ela parou, puxou o quadril dele pra trás o fazendo ficar com o pau duro pra cima. 

Jungkook estava olhando pra ela sem saber como reagir.

 Mas Clara fez igual a ele. Não falou nada, apenas fez.

 Ficou em cima das pernas dele e começou a chupar seu pênis com vontade.

 Lambeu a parte superior e depois deu mordidinhas de leve na pontinha. 

Jungkook relaxou na cama, mas não por muito tempo. 

 Clara sabia o que precisava fazer pra ele se excitar e não perdeu tempo. 

Enquanto ela chupava seu pau sedento por mais, ela olhava de relance Jungkook excitado em cima da cama. 

Ele gemia com os olhos fechados e apertava os lençóis enquanto ela imprimia um ritmo mais forte. 

 JK – Isssssssss.... Aahhhhh... Arrhhhhh! 

Ela tirou um pouco da boca e punhetou. 

Ela não sabe bem porque, mas sabia que ele não deixaria ela continuar. E assim Jungkook se sentou de vez, foi até ela e a puxou pelos braços até ele, se deitando e fazendo ela deitar em cima dele. 

 CL – AHH hahahahahaha. Jungkook! – Ela falou rindo 

 JK – Você está me provocando! 

CL – Não to não! 

JK – Está experimentando coisas diferentes comigo. 

 CL – Eu estou perdendo de dois a zero, sabe que não gosto de perder. 

 JK – Você está perdendo desde que nasceu. Sangra uma vez por mês por uma semana. Sete os seios doerem vez ou outra e se engravidar, nem preciso dizer por onde os bebês nascem. – Ela riu olhando pro rosto dele abaixo do dela. – Se a gente transa, e você goza mais do que eu, é apenas uma forma justa de aliviar o fardo.

 CL – Nossa... essa é a comparação... mais maluca – Ela ria enquanto falava. – Que eu já ouvi. Mas eu amei! 

JK – Gostou?

 CL – Amei! – ela ainda rindo deu um beijinho nele e Jungkook apertou forte sua bunda. – Aiiii Jungkook! 

JK – Minha bunda!

 CL – Na verdade, ela é minha mas eu te empresto! 

JK – Eu aceito o empréstimo! – ele sorriu malicioso e ela sentiu o frio subir quando notou. Jungkook sedutor e malicioso era tipo um disparo de adrenalina. 

 CL – Temos nosso próprio quarto agora. E se bem conheço minha avó, a acústica aqui deve ser muito boa.

 JK – Você quer gritar? 

CL – Você quer? Ele riu da cara dela. Mas Clara suavizou o olhar e se ergueu sobre os braços. 

Se afastando mais dele, mas baixando a cabeça pra dar beijinhos em seu peitoral. 

JK – Eu quero outra coisa na verdade... 

CL – Hum... – Ela foi descendo os beijos pela barriga dele enquanto falava. – O que é? Hum? 

JK – Ahhh ... para de me desconcentrar! – Ele baixou a cabeça e deu de cara com o olhar dela fuzilando ele enquanto lhe dava um sorriso malicioso com a cabeça bem em cima do pau dele. – você... é mais viciantemente perigosa, que droga!

 CL – Essa é nova! 

JK – Para com isso! – Ela deu um beijinho no pau dele, sem nem pegar com a mão e Jungkook sentiu que tava na hora de seguir o esquema. Ele voltou a pegar Clara pelo braço e puxou ela pra ele e deitou, mas dessa vez tomou cuidado de não deixar ela tomar partido das coisas de novo. – Fica quieta aqui! 

CL – Porque eu deveria ficar quieta? – Ela ergeu o tórax o máximo que conseguiu, mas ele rangeu os dentes pra ela e ela deitou de novo rindo. 

 JK – Quieta! 

CL – Não! – Ela tentou fugir mas ele a segurou firme debaixo dele. – Jungkook! 

JK – Shhhh! – Ele falou olhando pra baixo. Jungkook foi descendo e alisando a ponta do nariz no corpo dela. 

 Quando chegou em cima de sua intimidade deu uma leve mordidinha bem em cima e levantou a cabeça pra ela. 

 JK – Vamos aos outros 50%.   

  


Notas Finais


Calma... ainda tem 50% restando. Kkkkkkkkk

Ps: foto do quarto dos dois na capa e no insta em breve completo da casa nova!
Acessem la @vul1999


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...