História Uma Jornada Qualquer - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Blue, Leaf (Green), Riley
Tags Aventura, Mistério, Pokémon
Visualizações 2
Palavras 1.423
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Rock Tunnel


Após os três conseguirem as insígnias, eles se dirigem à saída de Vermilion.


  — Ah, finalmente nossa terceira insígnia. Para nós dois batalhar foi mais fácil, só tinham dois Pokémon, não é Blue? — perguntou Riley, com um olhar desafiador para Blue.


  — Já me desculpei Riley. — disse Blue, com um sentimento de culpa.


  — Desculpas não adiantam, Blue. Você acabou de matar o Raichu dele. — disse Riley com raiva.


  —... Bem, mudando de assunto, qual será a próxima cidade que devemos ir? — disse Blue, mudando de assunto.


  — Acho que é a cidade de Celadon, é bem próxima daqui. — comentou Leaf, olhando no mapa da região Kanto.


  — Então, vamos ter que ir por aquele caminho. — disse Blue, apontando para um caminho à direita. — Acho que por ali tem uma caverna...


  — Ah, sim. O Rock Tunnel, certo? Ouvi dizer que é uma caverna muito escura... — comentou Leaf, apreensiva. — Temos que tomar cuidado para não nos separarmos, pois assim, a chance de nos perdermos cai bastante. — então os dois garotos assentiram, e foram em direção ao Rock Tunnel.


  Enfim, eles saíram de Vermilion muito excitados para suas próximas batalhas. Leaf resolveu soltar seus Pokémon, e após ter feito isso, Riley e Blue fizeram o mesmo.


  — Blue, como está o ovo que a Rachel lhe deu? — perguntou Riley curioso sobre o ovo.


  — Ele está com algumas rachaduras, parece que o Pokémon sairá logo... — comentou Blue, observando uma batalha entre um garoto de aproximadamente dez anos de idade, com um Doduo, contra uma garota loira de chapéu de palha com cerca de treze anos, com um Pikachu. — Vamos?


  — Vamos! — exclamou Leaf entusiasmada. Os três foram andando pelo caminho que levava ao Rock Tunnel observando a batalha de treinadores novatos, por algum motivo, esta rota era muito utilizada para batalhas simples entre novos treinadores. Os três estavam entretidos com as batalhas até que a mesma garota de chapéu de palha que estava batalhando logo atrás começou a apontar e exclamar para Leaf:


  — Garota! Qual seu nome?! — exclamou a garota com a adrenalina a flor da pele.


  — L-Leaf, e o seu? — disse Leaf, surpresa com a afobação da garota.


  — Meu nome é Yellow, prazer em conhecê-la. — disse Yellow, se acalmando. — Vamos ter uma batalha?! — e exclamou, comprovando ser bipolar.


  — Ah, claro. É uma ótima maneira de eu testar meus Pokémon novos! — disse Leaf, animada.


  — Vai ser uma batalha 3 contra 3, ok? — disse Yellow, olhando de cima para baixo em Leaf.


  — Ok. Ivysaur, eu escolho você! — exclamou Leaf jogando a pokébola do Ivysaur, fazendo um extenso brilho branco e logo após Ivysaur sai da luz.


  — Ivysaur, é? Butterfree, saia! — após as ordens de Yellow, Butterfree saiu de sua pokébola com o mesmo brilho de Ivysaur.


  — Ivysaur, use Razor Leaf! — então folhas com um alto corte em suas pontas começaram a sair de sua flor ainda não aberta, e foram em direção à Butterfree de Yellow, mas como não é muito efetivo, quase não causou dano.


  — Butterfree, use Sleep Powder. — após a ordem de Yellow, o Butterfree algumas poeiras em direção ao Ivysaur, que logo depois adormeceu.


  — Droga... Ivysaur, volte. — então Leaf apontou a pokébola de Ivysaur para ele, e o Pokémon se tornou um feixe de luz vermelho, e o retornou para sua pokébola. Após isso, Leaf pegou outra pokébola e a jogou para o ar. — Clefairy, vá! Use Sing. — então, após a ordem de Leaf, Clefairy começou a cantar e notas visíveis foram em direção ao Butterfree de Yellow, que acabou por adormecer. Yellow riu. 


  — Hahaha, parece que você copiou minha técnica! Volte, Butterfree. — disse Yellow, chamando Butterfree de volta, e pegou outra pokébola e a jogou. — Pikachu, eu escolho você! — então um Pikachu apareceu de um brilho.


  Então Leaf notou que Yellow não queria machucar nenhum de seus Pokémon. A garota loira acabou derrotando o Clefairy de Leaf, mas quando ela chamou seu Chansey, finalmente conseguiu derrotar o Pikachu de Yellow com um Earthquake, que era super efetivo contra um Pokémon elétrico. Logo depois, Yellow chamou de volta seu Pikachu, e jogou a pokébola de um Dodrio, que por acaso estava muito animado. Chansey usou Double-Slap, mas Dodrio conseguiu contra-atacar com Jump Kick, e o último Pokémon de Leaf foi derrotado.


  —... Foi uma ótima batalha! — exclamou Leaf.


  — Foi mesmo, obrigada. — disse Yellow, animada.


  — As duas foram realmente ótimas... — comentou Riley surpreso. — Agora vamos ao Rock Tunnel?


  — Vamos. — disse Leaf, e os três finalmente entraram na caverna. A caverna era realmente escura, quase não dando para ver nada em sua frente. — Conseguem enxergar o que está na frente de vocês?


  — Mais ou menos... — disse Blue, que após suas falas sentiu movimentos em sua mochila, e resolveu olhar. O ovo que Bill entregou a ele estava rachando. — Pessoal... Olhem isso. — e mostrou o ovo.


  — Nossa... — comentou Riley, ansioso. — Qual Pokémon será?


  As rachaduras no ovo foram se estendendo e, alguns minutos depois, um forte brilho saiu do ovo e um Pokémon saiu de dentro dele, um Voltorb. Mas o curioso era que o Voltorb não era vermelho e branco como o comum, nem azul e branco como sua versão shiny... Ele era de uma cor verde pastel.


  — O-O que é isso? A cor dele... — exclamou Leaf, apreensiva.


  — É realmente curioso mas... É melhor sairmos desta caverna o quanto antes... — disse Blue, preocupado.


  Quando eles estavam mais ou menos na metade do caminho do Rock Tunnel, pessoas de roupa preta com uma grande letra R vermelha no centro de seus uniformes. Definitivamente, era a equipe Rocket.


  — Ei, garoto! Poderia nos mostrar esse Pokémon que rachou deste seu ovo? — comentou um membro desta equipe para Blue.


  — Nem sonhando! Eu sei muito bem quais são seus objetivos! — exclamou Blue com muita raiva, segurando firmemente a pokébola do Voltorb.


  Após isso, o membro da equipe que estava falando com ele soltou um Weezing para tentar imobilizar Blue. Mas quando parecia que Blue ia ser derrotado, a mesma equipe que roubou o Eevee shiny de Riley surgiu em meio à escuridão profunda da caverna. Riley seguiu em frente na direção da equipe.


  — P-Por que estão aqui?! — exclamou Riley, pulsando de ódio.


  — Cale a boca, garoto. Hoje o assunto não é com você. — disse Colress aparecendo na frente de Riley. — Viemos ver este Pokémon modificado que aquele outro pirralho possui.


  "Outra equipe atrás do Voltorb?" pensou Blue, apreensivo.


  — O que vocês estão fazendo aqui? Este Pokémon será nosso! — exclamou um dos membros da equipe Rocket olhando para Colress.


  — Que tal uma batalha para decidir quem fica com o Voltorb? — disse Colress, animado.


  — Certo... — concordou o membro da equipe Rocket, jogando uma pokébola no ar. Colress fez o mesmo.


  — Vamos sair rápido daqui... — sussurrou Blue para Riley e Leaf. Os dois assentiram e foram andando rapidamente em direção à saída.


  — Estamos quase chegando! — exclamou Riley, apressado. — Vamos conseguir. — mas um membro da equipe Plasma estava muito perto de Leaf, Rachel conseguiu alcançá-lo.


  — S-Se quiser fazer alguma coisa contra eles, t-terá que me derrotar primeiro! — exclamou Rachel. — Corram! Não deixarei que nenhuma equipe mexa com meus amigos... Glaceon, vá!


  — Kyurem, vá! — disse o membro.


  Riley, Blue e Leaf correram para a saída com todas as suas forças, conseguindo chegar no final do túnel, e finalmente saíram de lá. Muito aliviados, os três foram em direção ao Centro Pokémon que estava logo em frente a caverna.


  — Será que ela vai ficar bem? — disse Leaf, muito preocupada.


  — Espero que sim... — respondeu Riley, entrando no Centro Pokémon se dirigindo ao balcão onde estava a Enfermeira Joy. — Olá, poderia curar meus Pokémon por favor?


  — Os nossos também... — disseram Blue e Leaf em coro.


  — Claro. Coloquem as suas pokébolas aqui, por favor... — atendeu Enfermeira Joy, sorrindo, após isso, os três foram se sentar para esperar.


  — E-Espero que não aconteça nada... — soluçou Riley.


  — Sim... — disse Blue.


  — A cidade mais próxima é a de Lavender, não é? — perguntou Leaf, curiosa. — Acho que não tem nenhum Ginásio nesta cidade.


  Devido ao cansaço, Riley acabou adormecendo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...