1. Spirit Fanfics >
  2. Uma linda mulher >
  3. Capítulo 3

História Uma linda mulher - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meu amores! Voocs estão bem.!?' Espero que estejam se cuidando.

Eu sei que ando bemmmm sumidinha, mas é que estou tendo problemas pessoais, sabe. Estou tendo dificuldades demais para escrever, e isso está me deixando mal demais. Até minhas capas tbm acabei tendo um blok. E olha que tenho várias para entregar. TT

Eu estou tentando ser forte e não desistir de tudo rsrs'

Eu amo voocs, o capítulo não está lá essas coisas, mas foi o que eu consegui. <33

Capítulo 3 - Capítulo 3


Naruto saiu da cozinha segurando uma bandeja com três xícaras de café. Dois fortes e um bem açucarado. 

— Eu soube que você e Sakura não estão mais juntos, o que houve?

O loiro perguntou olhando para Sasuke, que parecia estar bem incomodado com a presença de uma certa Hyuuga. Uzumaki estreitou os olhos, encarando Hinata que estava encolhida no canto da poltrona.

— Isso é ridículo.

Os dois pares de olhos encararam Sasuke. O moreno pegou a xícara e bebericou o café, para em seguida fitar Naruto com raiva em seus olhos.

— Eu não entendo, do que você está falando?

— Sakura — levou a xícara até os lábios novamente. Sasuke fechou os olhos pensando em palavras suaves, ao falar da ex-mulher. — Ela está me irritando, ela simplesmente é uma vagabunda.

Os olhos de Hinata esbugalharam-se em espanto, quase engasgando-se com o café que acabara de beber. Levantou a palma da mão direita deixando-a em pé, indicando um "pare". Naruto franziu o cenho e logo coçou às têmporas, sabia que a amiga diria alguma coisa. E, claro, o Uchiha não iria ficar calado.

— Você é algum tipo de machista? — Perguntou e ergueu a cabeça para encará-lo. — Eu vou te falar uma vez só, Uchiha. Não aceito esses tipos de preconceitos, ou você abaixa sua crista, ou some da minha frente.

Naruto travou no lugar, esperando que Sasuke tivesse qualquer reação estúpida ou até mesmo colocasse a Hyuuga em seu devido lugar. E ele estava preparado para defender a amiga, caso o Uchiha tivesse algum surto. Pelo contrário, Sasuke apenas encarou Hinata por mais alguns segundos e mordeu os lábios concordando. 

— Hn — Sasuke colocou a xícara na mesinha e encostou-se no sofá, cruzando as mãos ainda olhando para a morena, que fez questão de sustentar seu olhar. — Você diz isso, porque não conviveu com ela. Só eu sei o que é viver com Sakura entre quatro paredes. 

— Então guarde para si, não saia falando mal da mãe de sua filha. — Hinata pegou a xícara de café e tomou-o de uma vez só. — Sinceramente, acho que não a mencione assim no tribunal, ou perderá a guarda de sua filha para sempre.

Hyuuga levantou-se, caminhando até o outro lado da sala. No entanto, tropeçou nos pés de Sasuke e foi de cara no chão. Caindo ali, permaneceu no lugar, morta de bêbada. 

                                .

                                .

                                .

                                .

Sentia as bochechas vermelhas demais, não conseguia sequer olhar para Naruto sem tremer de vergonha. Sabia que o Uzumaki segurava uma risada, já que, ele fez questão de dizer o vexame que ela passou na noite passada. 

Ah, mas o Uchiha deve estar rindo dela neste exato momento. Revirou os olhos e optou por continuar calada, seria melhor para ela ficar assim, muda. 

— Para com isso, Hina. — O loiro pegou o celular do bolso da calça e desbloqueou a tela. — Olha, Sasuke não gosta de rir de situações sérias, pode ter certeza que no máximo, o que ele sentiu por você foi pena.

— O-oi? — Ela o encarou surpresa, Naruto deu-lhe um sorriso de canto antes de voltar a atenção para o celular, novamente. — Escuta, ele é meu cliente, sabe que não gosto de envolvê-los em minha vida fora do trabalho.

— Sim, eu sei.

— E por que você não me disse que ele iria até o seu apartamento ontem?!

Ela quase gritou, mas se conteve. Estava estressada demais com toda essa situação. Os olhos azuis a encarou, ele queria dizer a amiga que também foi pego de surpresa, mas Hinata não acreditaria nele. Simplesmente calou-se, era muito ruim com respostas e a amiga não estava nos melhores dias. 

                             .

                             .

                             .

                             .

— Droga! A situação não poderia ficar pior, não é? — Murmurou, para que apenas Naruto escutasse. 

Ele sorriu e atravessou a rua, uma mulher média de cabelos curtos e rosados estava parada de frente à agência de Hinata. 

Ela jurava que no final do dia, enviaria uma bomba na casa do Uchiha. Desde que ele se atreveu a procurá-la, as coisas na vida de Hinata pareciam não ir para frente. 

— Sakura, o que você está fazendo aqui?

A mulher de cabelos cor-de-rosa virou-se em direção ao Uzumaki. Ela sorriu e logo puxou-o para um abraço apertado.

— Naruto, quanto tempo. Quando chegou a Konoha? 

— Bem, ontem a noite. — Ele coçou a nuca envergonhado e desviou o olhar, a procura da Hyuuga. — Ah — ele a puxou para ficar mais perto, e sorrindo, as apresentou. — Sakura, esta é.

— Hinata, a advogada do meu ex-marido. É com você mesmo que desejo falar.

Os olhos da Hyuuga não paravam de dar tremeliques, ela realmente estava nervosa. Se perguntava o que Sakura queria com ela, e mais, como ela sabia que Hinata estava trabalhando para o Uchiha. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...