História Uma Louca em Hogwarts - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Bellatrix Lestrange, Carlinhos Weasley, Draco Malfoy, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Harry Potter, Hermione Granger, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Personagens Originais, Ronald Weasley
Tags Ação, Aventura, Fantasia, Harry Potter, Magia, Romance, Shoujo
Visualizações 28
Palavras 596
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiii

Capítulo 3 - Um novo amigo, e lá vou eu Grifinória


Fanfic / Fanfiction Uma Louca em Hogwarts - Capítulo 3 - Um novo amigo, e lá vou eu Grifinória

Assim que entrei no trem achei uma cabine vazia, passou alguns minutos e um menino abriu a porta, ele tinha cabelos azuis escuros, era bem fofinho!!

-Posso ficar aqui? o resto do vagão está cheio!- ele falou e logo balancei a cabeça como um sinal de sim!- Obrigado!!- ele guardou a bagagem e se sentou de frente para mim.- Sou Dylan Miller- ele estendeu a mão para mim.

-Pilar Gonçalves, Prazer.- Passamos o resto da viajem conversando e Dylan me falou que sua família é de sangue-puro, e que seu pai foi para hogwarts, e foi da casa Sonserina . Eu e ele já tínhamos nos trocado, quando o trem parou a gente saiu do trem, eu ouvi Hegrid gritando ''Alunos do primeiro ano por aqui!!'' e eu fui correndo atrás dele. Ele falou para entrarmos em um dos barcos em grupo de três. Chegamos lá e entramos no castelo, subimos umas escadas até ver uma senhora que começou a falar, ela era uma professora, o nome dela era Minerva Mcgonagall. Ela falou MUITO, mais acabei não prestando muita atenção, ela saiu e falou para esperarmos lá, de repente um menino loiro começa a falar.

-Então é verdade, Harry Potter veio para Hogwarts.- Todo mundo começou a cochichar, afinal, quem era Harry Potter? Alguém famoso? Bem não importa, de repente um garoto ruivo fala algo, e o garoto loiro começou a humilhar o ruivo ''Que pessoa rude'' pensei. Logo o menino loiro se pronuncia para um de cabelos escuros e fala.

- Logo você aprenderá que algumas famílias de bruxo são melhores que as outras, você não vai querer ser amigo da pessoa errada.- Quando ele falou isso me deu uma raiva desse garoto, de repente o menino de cabelos escuros esculacha o loiro e eu fiquei tipo ''UoooooooooooooooooooooooooooooooooU''. Logo a fessora aparece e nos leva para dentro de um salão com 4 mesas com alunos e 1 mesa com professores.

-Quando eu chamar seus nomes venham a frente- Ela começou a chamar um monte de gente, chamou o loiro, que eu descobri que se chama Draco, quando a profe chamou ele eu dei um pequeno risinho e ele me olhou de cara feia. Ela chamou o ruivo que se chama Ronald Weasley, uma garota chamada Hermione, chamou o Dylan que ficou Na Sonserina, a casa do loiro, e ela chamou o que mais me chamou a atenção Harry Potter, eu sinceramente o achei interessante, logo que pus os olhos no garoto de cabelos pretos pensei ''Quero ser amiga dele''.

De repente eu ouço uma voz me tirando de meus devaneios, era a professora me chamando, quando ela me chamou ouvi mormurinhos tipo '' É a filha de Tomas Gonçalves'', ''É a filha do cara que morreu protegendo os Potters''. Quando ouvi isso olhei imediatamente para o menino de cabelos preto e fui ate o banquinho onde a prof colocou o chapéu em mim.

De repente ouço uma voz na minha cabeça.

-Humm, essa irá ser difícil, es muito inteligente, eu vejo, Corajosa e determinada, leal e amiga, ciumenta e orgulhosa, Você se encacharia em todas as casas, mais por mais que todos os fundadores te queiram, só poderá ser de uma casa.- Ele ficou exatamente 35 segundos na minha cabeça, todos me olhavam assustados e ansiosos, até que por fim ele falou bem alto e em bom som- GRIFINÓRIA!!!

Todos da casa de Grifinória aplaudiram e eu fui me sentar com eles, pude ver Dylan um pouco triste, eu sorri para ele e ele me deu um sorriso torto.

Bem, agora, que me aguentem Grifinória.......



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...