História Uma mãe de 16 - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 22
Palavras 1.348
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - Cap 12


O interfone tocou e eu escutei o Marcelo do outro lado avisando que o Henrique tinha chego e entao eu o deixei entrar. Me sentei na sala esperando ele chegar e entao logo escutei batitinhas na porta
 
- Oi querida - ele falou deixando um beijo na minha testa
- Quantas vezes eu vou ter que te falar que eu nao sou sua querida ? - falei dando passagem para ele entrar
- Iihh esse mal humor é seu mesmo ou culpa da gravidez ? - ele perguntou e eu revirei os olhos - Sabe que eu te amo né ? - ele falou segurando meu pulso
- Sei sim ... quer agua ? - eu perguntei me soltando dele e indo em direçao a cozinha
- Quero sim - ele falou me seguindo - Me desculpa nao poder ir hoje com você - ele falou se sentando no banco
- Ahh nao, tudo bem ... você não perdeu nada - falei deixando um copo de agua na bancada na frente dele
- Serio ? - ele falou e pegou o copo
- Uhum ... você apenas perdeu que são gemeos identicos e sao meninos - eu falei e nem quis olhar para ele ... mas pude escutar ele engasgando
- E voce fala isso naturalmente ?- ele falou assustado e eu olhei para ele seria
- Aaah Henrique, vou fazer o que ? Ja ta aqui ... eu nao quero tirar um deles, eu nao quero botar um para a adoçao ... você quer ? - perguntei e ele negou - acho bom mesmo - falei e peguei a agua dele
- Nao pega minha agua !- ele falou fazendo drama
- Pego sim -falei rebatendo ele
- Aahh Amanda, qual foi cara - ele falou e eu ri da cara que ele fez
- faz essa cara de novo ... eu preciso tirar uma foto disso - eu falei rindo
- NAO ! - ele falou e eu tirei mesmo assim - Aahh garota vc é um monstro
- Sou mesmo é ? - perguntei e parei em frente a ele
- Sim, voce é !- ele falou e colocou as maos na minha cintura
- Teus filhos estao chutando - eu falei e ele chegou perto
- Eles estao reconhecendo o papai- ele falou e sua boca estava a milimetros da minha
- Claro né Henrique, com esse perfume nao tem como nao saber quem é voce ... nunca vi mais forte - falei saindo de perto dele - vem vamos ver um filme
- Caramba Amandaaaaaa! Não estraga o momento ta ? - ele falou e eu ri
- "Vambora" ver o filme e para de reclamar -  ele veio atras de mim pelo curto corredor e se deitou no sofá enorme da sala de video
Eu me deitei nos braços dele, era estranho estar assim novamente com o Henrique ... eu nunca me imaginei assim com ele novamente, se eu contasse isso para eu mesma de uns 15 dias a trás ela me chamaria de louca! Acabei adormecendo escutando as batidas do coração dele.

Acordei assustada com um barulho na porta, me levantei meio atordoada para atender e deixei o Henrique dormindo lá.
- Amanda a gente precisa conversar - o Pedro falou e eu fiquei meio sem entender mas deixei ele entrar
- Pode falar - falei bocejando e coçando o olho
- Eu sei que você esta gravida ... e eu nao to entendendo isso que esta acontecendo comigo- ele falou rapido
- Pedro o que esta acontecendo ?- Eu falei confusa
- Nao, nao fala nada ... deixa tudo por minha conta! - ele parecia estar nervoso- Mendy, eu não me importo com você estar gravida - ele falou e eu fiz uma careta - quero dizer ... eu me importo ! Mas,  é tudo tao real nas minhas imaginaçoes ... - quando ele ia continuar ele foi interrompido por um Henrique andando meio sonolendo - Deixa para la - Seu tom de voz e seu semblante mudaram
- Nao Pedro ... pode continuar - o Henrique falou e virou na porta da cozinha
- Amanda ... eu te amo ok ? Nunca se esqueça isso, quando você mais precisar de mim eu vou estar aqui ... e pode acreditar você vai precisar -ele se levantou e saiu rapidamente, nao deixando brexas para perguntas então fui para a cozinha
- O que ele queria ? - Henrique perguntou assim que eu entrei na cozinha
- nao sei ... ele nao terminou de falar - eu falei e me sendei ao lado dele
- ele é meio estranho - ele falou e eu fuzilei ele com os olhos e ele apenas riu - Eu to brincando, ta ?
- tudo bem - eu falei e ele fez um carinho em minha bochecha
- Acho que ja vou indo, esta ficando tarde - ele falou e se levantou
- Tudo bem - falei me levantando
- Olha voce cuida bem dos meu meninos em - ele falou e sorriu - Alexandre e Alexandro -ele falou e eu fiz uma careta .
- ja ta na hora mesmo em vamos, vamos - falei empurrando ele levemente ate a porta
- Tchau Amanda - ele falou e deu um passo a frente
-  Tchau - ele falou e eu sorri
Ele se aproximou rapidamente e antes que  eu pudesse falar o fazer qualquer coisa ele encostou sua boca na minha e me beijou. Eu nao sabia o que fazer, tinha tanto tempo que eu tinha beijado ele que nem lembrava mais como era, continuamos a nos beijar ate que eu me afastei
- Me desculpe - ele falou e abaixou a cabeça
- Não, está tudo bem - eu falei e ele sorriu.
Sussurrou um "tchau", beijou minha bochecha e eu pude ver ele andando em direção a portaria. Subi correndo para o meu quarto, olhei pela janela e a janela do Pedro nao estava aberta. Fiquei curiosa para saber o motivo e então fui na casa dele. A tia Carolina abriu sorridente e logo que me viu me olhou curiosa
- Oi tia, o Pedro esta ? - falei e ela me olhou mais curiosa ainda
- Nao, ele falou que ia na sua casa e nao voltou ainda - Ela falou e eu fiquei preocupada
-Ah sim, ele deve ter ido em algum lugar - eu falei e ela assentiu
- Se quiser pode esperar ele aqui em casa - ela falou e eu sorri
- Claro - eu entrei
Mesmo a minha casa sendo literalmente ali ao lado eu gostava da companhia da Carolina, ela é uma mulher muito sabia e eu aprendia cada vez mais com ela.
- Oi Amandinha - o tio Otavio falou entando na sala
- Oi tio - eu respondi assim que ele beijou minha testa
- Como estao os bebes ? Por que vc, eu ja sei que esta bem - ele perguntou e eu sorri
- Eles estao bem - falei e ele sorriu
- Você quer um pedaço de bolo ? - tia Carolina falou e eu neguei - tem certeza ? É de cenoura e tem chocolate - Ela falou e sorriu
- Nao tia, nao precisa - eu falei e ela balançou os ombros
- Carol, vem aqui - Otavio falou e a tia Carolina foi em direçao a cozinha
- Amanda querida, vamos precisar sair mas nao tem problema você ficar aqui ... acho que o Pedro precisa falar com você, a sós - ela falou e se virou
- acho que eu vou para casa - Falei me levantando
- Amandinha, vai la pro quarto do Pedro e fica la, nao tem problema - Otavio sorriu para mim e eu sorri para ele
Subi as escadas e entrei no quarto do Pedro, estava mais arrumado do que nunca esteve e eu fiquei levemente assustada com isso. Me deitei em sua cama e fiquei mexendo no telefone.
Uma hora e nada do Pedro, fiquei tanto tempo esperando que acabei adormecendo 


Notas Finais


Desculpem por esse cap mas cada coisinha que aconteceu nele foi necessario espero que vcs nao me mateemm ... o que estao achando em miglissssss ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...